11/01/10

CLASSIFICAÇÃO REAL

Jornada em que todos ganham torna-se sempre mais pacífica. Há no entanto erros que não podem passar em claro, e a expulsão de Djuricic entra directamente para a galeria dos mais escandalosos deste campeonato.

SP.BRAGA-NACIONAL
Não me recordo de casos de relevo.
Resultado Real: 2-0

SPORTING-LEIXÕES
Também não me recordo de lances polémicos, a não ser talvez um possível cartão por mostrar a João Pereira.
Resultado Real: 1-0

RIO AVE-BENFICA
Para além do constante festival de apito de Bruno Paixão, que estraga qualquer bom jogo de futebol, há apenas que mencionar dois lances, ambos na primeira parte, e ambos na área do Benfica: um duelo entre um avançado vilacondense e Miguel Vítor, e o livre indirecto assinalado por Quim ter agarrado a bola duplamente.
Quanto ao primeiro caso deve dizer-se que, de facto, existe contacto, mas o toque é tão ligeiro que não pode provocar a queda de ninguém. Esteve bem o juiz setubalense ao não apitar para penálti, ainda que Miguel Vítor deva ter mais cuidado e situações futuras, pois árbitros como este são muito bem capazes de descobrir ali uma falta.
O lance de Quim é mais difícil de analisar, e já ouvi a especialistas interpretações distintas. Eu não marcaria nada, mas aceito que o árbitro tenha tido a percepção de que o guarda-redes do Benfica já agarrara a bola uma primeira vez.
Resultado Real: 0-1

FC PORTO-U.LEIRIA
Foi um jogo cheio de casos, com dois golos anulados, um golo irregular, e um outro a deixar dúvidas, uma expulsão ridícula, e um penalti (e nova expulsão) nos últimos instantes.
De tudo isto, creio que o árbitro cometeu dois erros graves, enquanto o seu auxiliar terá cometido um.
A expulsão de Djuricic dispensa comentários, e só no Estádio do Dragão seria possível ver semelhante coisa. Lembrei-me de um lance idêntico, há uns anos atrás, em que Carlos Xistra fez a mesma gracinha (salvo erro com o Marítimo), assinalando então penálti por ter sido dentro da área.
Mas também o terceiro golo do FC Porto resulta de uma falta, pois Rolando apoia-se claramente nos ombros do adversário para conquistar a bola nas alturas.
Quanto ao erro do assistente, ele terá ocorrido no segundo golo anulado, lance em que Farias parece estar em linha com o último defensor leiriense. Ainda assim as imagens não esclarecem na totalidade, devendo todavia ter sido seguida a máxima de, em caso de dúvida, beneficiar o ataque.
Quanto ao resto, as decisões foram genericamente acertadas.
Resultado Real, retira-se um, acrescenta-se outro: 3-2

CLASSIFICAÇÃO REAL
BENFICA 39
Sp.Braga 31
FC Porto 30
Sporting 26

Etiquetas:

19 Comments:

Anonymous Paulo Silva said...

No site da Liga, está claro que basta o guarda-redes tocar com a mão ou o braço para se considerar que controlou a bola. Logo, quando o Quim a agarrou mesmo, está correcta a decisão de marcar a falta. Os pseudo-especialistas em arbitragem cá do burgo é que nem sequer as regras conhecem. Lembra-me o penalti bem assinalado a favor do Benfica em Leiria.

11.1.10  
Blogger JPEB said...

"Mas também o terceiro golo do FC Porto resulta de uma falta, pois Rolando apoia-se claramente nos ombros do adversário para conquistar a bola nas alturas. " »» Para além disto, o golo surge após 3 cantos consecutivos, o 1º canto é originado por um livre inexistente na extrema esquerda do ataque do porto e com um inacreditável amarelo ! Eu sei que foi após 3 cantos, mas não é assim que analisam os nossos jogos ? Saudações Benfiquistas

12.1.10  
Anonymous David said...

Essa do Quim confunde-me. Quantas vezes vemos guarda-redes a agarrar bolas à segunda tentativa?? É um lance banal um guarda-redes defender uma bola para a frente e só a agarrar depois, sem que nenhum outro jogador toque na bola. E nunca vi ser assinalada falta nesses casos.

Não sei o que diz o site da Liga, mas se aquilo que o Quim fez é falta, então também é falta todos os casos que caem no exemplo que acima dei, por uma questão de coerência.

Na minha opinião o Bruno Paixão quis, como sempre quer, ter protagonismo e inventou aquela falta sem justificação alguma.

Mesmo a regra que diz que um guarda-redes não pode agarrar a bola, largar e voltar a agarrar é motivada pela necessidade de impedir que os guarda-redes percam tempo (à semelhança da regra que diz que os guarda-redes não podem agarrar a bola quando ela lhes é passada por um colega de equipa usando o pé). Os árbitros devem saber interpretar as regras e ajustar o seu juízo não só à regra em si, mas também à motivação da regra.

Mas isto no caso do Quim nem sequer se põe. Ele tenta controlar a bola numa primeira vez, sem sucesso, e na segunda tentativa lá conseguiu controlá-la convenientemente, agarrando-a.

12.1.10  
Blogger André Cardoso said...

Paulo Silva, não vou dizer que está errado mas isso que diz o site da liga não faz muito sentido, entao e esta situação: Um remate de longe o Guarda-redes defende mas não consegue agarrar à primeira (tocou a bola com a mão) ficando a bola solta e só depois o guarda-redes a agarra completamente????

12.1.10  
Anonymous Petição said...

POR UMA REVOLUÇÃO NO FUTEBOL EM PORTUGAL:
Revolucionar o Futebol profissional em Portugal, pela implementação de um novo modelo de gestão, financiamento e organização.

Petição em:
http://www.ipetitions.com/petition/revolucaofutebolportugal/

12.1.10  
Anonymous Anónimo said...

"só no Estádio do Dragão seria possível ver semelhante coisa"

Eu diria mais, só no Dragão e no Algarve a dar um título ao Benfica! Ah! Espera lá! Tb me lembro de um lance no ano passado na Madeira, que por acaso deu origem a um golo do Benfica, que lhe deu a vitória! LF, tenha lá vergonha e deixe de dizer disparates...
Já agora, qdo é que o LF admite haver penalties perdoados ao Benfica??
Já agora, falta do Rolando???:D
É só rir consigo...

12.1.10  
Blogger Jotas said...

As classificações reais são sempre dificeis de calcular, até porque o validar ou invalidar determinados lances, fazem com que o jogo seja logo diferente, portanto é sempre alvo de alguma subjectividade.
Num entanto e mudando um pouco de assunto, o que realmente era para mim enervante, é ver nos nossos adversários, uma tremenda incapacidade mental para reconhecer a nossa superioridade e questionava-me muitas vezes do porquê e após uma pesquisa apurada, descobri a razão e ela está escrita no meu espaço e se quiseres podes ver.

12.1.10  
Blogger Sry Lanka said...

Este post tem a lógica da batata e a isenção q supostamente devia haver para quem tenta ser imparcial e transparente ficou-se a vestir! Ora então o mais importante, segundo parece, no jogo do FCP foi a expulsão mal feita é certo do redes do Leiria! Ja os dois golos anulados ao FCP são peanuts! Pior ainda, quando se vê o critérios dos árbitros! Golo do leira duvidoso...valida-se...golos do FCP duvidosos...anulam-se!! É o critério do costume! Já agora q ta preocupado com a falta q deu origem a um dos cantos (UFA...) da qual nasce o 3º golo do FCP...q tal preocupar-se tb com a falta (??)que deu origem ao 1º golo do leiria? Pois...essa já nao interessa!! E já agora...q tal precupar-se em ver q o canto q deu origem ao 2º golo do Leiria, por acaso até era pontapé de baliza?? Pois...tb nao interessa muito!!
Pá, se quer fazer uma coisa séria e honesta, primeiro tente despir a camisola, senão só saem coisas viciadas e patetas!! À imagem da nossa liga!

12.1.10  
Blogger Sry Lanka said...

...mais ainda. Se o penalti ao Fernando nao tivesse sido assinalado...já tava aqui todo aziado q o resultado era de 3-3. Pois...só q se esquece q podem falhar o penalti...com foi o caso. Por isso, vem vez de "Classificação Real", mude de nome para "Classificação Que Me Dá Mais Jeito"!

12.1.10  
Anonymous Vitória do Benfica said...

Este seu Post vem lembrar a verdade desportiva e a introdução das novas tecnologias. António Simões, ontem no programa Resultado Final e sobre o erro do arbitro em expulsar o Guarda-Redes do União de Leiria. Afirmou mais ao menos o seguinte No futebol americano que recorre às novas tecnologias, um lance daqueles demorou 40 segundos a resolver, este demorou dois minutos e meio e com erro do arbitro, beneficiando a equipa da casa.

Aqui e na FIFA quem não quer as novas tecnologias nós sabemos quem é.

12.1.10  
Blogger LF said...

Vitória,

Lamento mas não estou consigo nem com o António Simões na questão das tecnologias.

Já está publicado um post sobre isso.

12.1.10  
Blogger LF said...

Sry Lanka,

Por acaso o penalti falhado deveria ter sido repetido, pois o Helton mexeu-se antes da bola partir.
Só depois me apercebi, e, veja a minha magnanimidade, nem me dei ao trabalho de mencionar o lance no post da classificação real.

12.1.10  
Blogger PedroBM said...

Entao e os dois mergulhos do Saviola que deveriam resultar em amarelos? consequente expulsao...
Ou so se ve para um lado aqui?

E o primeiro golo do Leiria que e tao duvidoso como o primeiro anulado ao Falcao?? criterios diferentes nao tem problema desde que seja para prejudicar o Porto?

Mas tem razao, so no Dragao para ver um erro daqueles... por outro lado so na Luz um jogador da casa cobarde pode pontapear um adversario sem ser expulso.

12.1.10  
Blogger JPEB said...

Sobre o Saviola concordo em parte, se tem mostrado o 1º amarelo, duvido que ele tenta-se de novo!

Sobre o pontapé do Luisão com o Nacional, concordo devia ter sido expulso....mas quem tem o Bruno Alves que na época passada consegui fazer o campeonato inteiro apenas com 3 amarelos....não devia atirar pedras...

Cpts

13.1.10  
Blogger LF said...

Vitória,

Já agora, a propósito do António Simões, fiquei muito triste do ver envolvido naquela palhaçada lá em cima.
Sei que Pedroto foi seu treinador na selecção de juniores, acredito que fossem amigos, mas estava-se a ver que aquilo não ia ser uma cerimónia normal, e ia ser aproveitada para um número de ilusionismo.

Já ontem não gostei da prestação dócil do Silvio Cervan, demasiado preocupado em ser simpático para os parceiros.
Aparentemente não tem nada uma coisa com a outra. Mas o que se assiste é a um intensificar da guerrilha do lado de lá, e um estranho amaciar (deslumbramento?) do lado de cá.

Aquela gente tem de ser tratada como merece, e não há espaço para bonomias.

13.1.10  
Anonymous nuno said...

pois é: na LUz o lance na área do Nacional sobre o Coentrão é penalty em Vila do conde a possível falta do M.Vítor não é penalty!!!!

13.1.10  
Blogger JPEB said...

nuno said...

pois é: na LUz o lance na área do Nacional sobre o Coentrão é penalty em Vila do conde a possível falta do M.Vítor não é penalty!!!!

Falta só acrescentar o penalty do Gaspar que mete a mão à bola quando o Cardozo se preparava para marcar...

13.1.10  
Anonymous Anónimo said...

Pois claro...o penalti devia ter sido repetido até o Leiria marcar! Patetas!

13.1.10  
Anonymous Anónimo said...

então um lace que não é penalti a favor do Rio Ave, passado uns minutos num lance igual mas fora da área o arbitro marca falta a favor do Benfica, num lance na esquerda sobre o Di Maria

APCV

21.1.10  

Enviar um comentário

<< Home