SUPER LEIXÕES GELOU ALVALADE

A paixão pelo futebol, um jogo prometedor, bilhetes baratos e o encontro com um amigo levaram-me a Alvalade no sábado passado.
As minhas presenças naquele estádio parecem ter o condão de inibir os jogadores do Sporting. Assim aconteceu uma vez mais, e nem os 36 mil sportinguistas que lá estavam inspiraram os leões para a vitória frente ao surpreendente lider do campeonato.
Não sei se será justo crucificar o Sporting por uma derrota frente a uma equipa que venceu no Dragão, impôs um empate ao Benfica e é uma das maiores sensações do futebol português nos últimos anos. Começa a ser altura de compreender que este Leixões é de facto um caso sério, e de lhe dar mérito por uma justíssima liderança. A equipa de José Mota não será com certeza campeã, mas começa-se a perfilar como um bem possível candidato ás provas europeias, algo que seguramente nem o próprio técnico esperaria antes de se iniciar a época. Para já, apresenta-se extremamente confiante, fisicamente muito bem e com uma organização táctica notável, integrando ainda o brilhantismo de algumas unidades, de onde sobressaem Wesley e o seguríssimo guarda-redes Beto.
Tanto a defender como a contra-atacar, o Leixões soube interpretar muito melhor a sua missão nesta partida do que um esforçado mas desinspirado (e depois desesperado) Sporting. Nos momentos finais até terá estado mais perto de acontecer o 0-2 do que o 1-1.
Destaque negativo para algo que já não é a primeira vez que vejo naquele estádio. Qualquer queda de um jogador do Sporting – mesmo sem que ninguém lhe toque -, qualquer falta assinalada contra, por mais clara que seja, é acompanhada de um gigantesco coro de protestos, como se do maior roubo se estivesse a tratar. É um aspecto que começa a fazer parte da cultura do clube, e que para quem observa de fora se torna absolutamente ridículo.

2 comentários:

Peter disse...

O Sporting só se pode queixar de si próprio podia ter marcado primeiro e não o fez, o Leixões fez juz ao ditado "Quem não marca sofre".

Anónimo disse...

Estive lá também a ver o Sporting mas com um amigo a jogar no Leixões:)