24/04/08

DOIS EMPATES; MAS UM MAIS EMPATE QUE OUTRO


O equilíbrio foi a nota dominante da primeira-mão das meias-finais da Liga dos Campeões, cujos jogos terminaram ambos empatados.
Em termos de futebol jogado, Liverpool e Barcelona estiveram mais fortes. Mas isso pouco conta em combates desta natureza, que normalmente acabam decididos por pequenos detalhes – um penálti falhado, um auto-golo…
Se o empate 1-1 obtido com grande felicidade pelo Chelsea em Anfield Road, deixa o Liverpool obrigado a vencer fora, e a antiga equipa de Mourinho em excelentes condições para alcançar a primeira final da sua história, já o 0-0 de Camp Nou favorece ligeiramente o conjunto catalão, que não sofrendo qualquer golo em sua casa obriga o Manchester a vencer o jogo da segunda mão para chegar à final de Moscovo. Ou seja, tendo à partida as equipas de Ferguson e Benitez alguma dose de favoritismo para esta eliminatória, pode dizer-se que as coisas se inverteram nestes jogos, sobretudo no segundo caso, com o Chelsea a conseguir uma vantagem deveras importante.
Ambos os jogos foram extremamente disputados, jogados a alta velocidade, e embora as ocasiões de golo não tenham abundado, pudemos ainda assim assistir a excelentes espectáculos de futebol, como aliás já era de esperar de tão ilustres protagonistas. Destaque para o penálti falhado por Cristiano Ronaldo, que pode vir a ter um muito elevado custo – enquanto português espero que não venha a ser esse lance a fazer a diferença, à semelhança do que ocorreu há alguns anos com Luís Figo num Juventus-Real Madrid.
Tudo em aberto para a segunda mão, que promete mais duas noites de futebol ao mais alto nível, nesta que é inegavelmente a mais bela competição de clubes do mundo.

MELHORES MARCADORES DA CHAMPIONS LEAGUE 2007/2008:

CRISTIANO RONALDO (Man.United) 7 golos

Leo Messi (Barcelona) 6 "

Steven Gerrard (Liverpool) 6 "

Fernando Torres (Liverpool) 5 "

Dirk Kuyt (Liverpool) 5 "

4 Comments:

Blogger angelodias said...

"0-0 de Camp Nou favorece ligeiramente o conjunto catalão"...Importas-te de explicar melhor? estou a ver as equipas em todas as eliminatórias a jogarem para o 0-0 em casa. Só para partirem com alguma vantagem par ao jogo da segunda-mão...LOL

24.4.08  
Blogger LF said...

É claro que é melhor ganhar 1-0, 2-0 3-0 ou melhor ainda 6-0.
Mas entre equipas muito equilibradas, partir para o segundo jogo com a vantagem de qualquer empate valer (no limite novo 0-0 daria penáltis), creio tratar-se de um resultado favorável.

Não se trata de jogar para o 0-0. Trata-se, e todos o fazem, de jogar com o intuito de não sofrer golos, objectivo primordial de quem joga em casa a este nível.

Para equipas como estas, o factor casa pesa relativamente pouco. Os golos fora, esses pesam muito. Até porque normalmente são eliminatórias com poucos golos.

É a minha opinião.

Podemos discutir se o Manchester é melhor ou pior que o Barcelona (e para mim é melhor), mas isso é outra questão.

24.4.08  
Blogger Marcel Jabbour said...

Palpite é palpite. Não que deseje isso, mas pra mim a final é Manchester e Liverpool.

26.4.08  
Anonymous LF said...

Se eu pudesse escolher, era essa justamente a minha final.

27.4.08  

Enviar um comentário

<< Home