27/04/08

A CRISE PODE ESPERAR

Independentemente de todas as conjecturas que se possam fazer acerca da exibição do Benfica neste jogo diante dos azuis do Restelo, há um dado inegável que deve ser destacado: os jogadores do Benfica mostraram uma enorme vontade de vencer, dissipando dúvidas e especulações que se começavam a criar em torno de eventuais problemas de balneário, falta de profissionalismo de alguns deles ou de relações mais ou menos tensas com a equipa técnica.
Desde o primeiro minuto que os encarnados partiram em busca do único resultado que lhes servia naquele que era, teoricamente, o mais difícil dos três jogos que faltavam para terminar a Liga. A pressão foi, durante largos minutos, bastante intensa, as oportunidades apareceram, mas alguma falta de discernimento no momento da finalização, e a grande exibição do guarda-redes azul foram impedindo o golo.
Só à beira do intervalo o Benfica enfim marcou, quando já antes justificava a vantagem, não querendo isto dizer que o Belenenses tivesse até então jogado mal ou abdicasse de procurar a baliza de Quim – na verdade também o guardião encarnado teve ocasião para brilhar.
No início do segundo tempo a equipa de Chalana foi obrigada a sofrer. Mostrava a mesma vontade, a mesma entreajuda, mas as coisas manifestamente não saiam bem, talvez fruto de uma ansiedade mal disfarçada, e de certo modo compreensível face ao que se tem passado nas últimas semanas. Foi altura de o Belenenses tentar tudo no ataque, mas aí tem de dizer-se que a sorte protegeu os encarnados, designadamente num inacreditável lance em que a bola foi por duas vezes beijar o poste da baliza de Quim.
Esta fase foi ultrapassada com o fantástico golo de Cardozo, que devolveu a calma a jogadores e adeptos, representando por outro lado um enorme safanão na esperança da equipa de Jesus em virar o resultado. A expulsão de Hugo Alcântara acabou com o jogo.Com este resultado o Benfica pode e deve aproveitar para se tranquilizar, procurando encher baterias para as duas partidas que faltam, e nas quais se pode decidir o seu destino. Creio que se os encarnados vencerem os dois jogos, pelo menos o terceiro lugar talvez acabe por pingar para a Luz. E nos tempos que correm, uma presença na pré-eliminatória da Champions deverá ser motivo para festejos

2 Comments:

Blogger Peter said...

Concordo totalmente com a análise feita á partida com o Belenenses mas quero realçar o abraço de Nelson e Luisão ao Chalana, há muito tempo que não via jogadores do Benfica comemorarem efusivamente um golo com o seu treinador,foi uma demonstração de respeito e de solidariedade, o que demonstra que muitos dos treinadores mais recentes pelos vistos não conseguiram criar essa empatia com os jogadores, espero bem que o da nossa próxima época o consiga, porque esta empatia normalmente é sinónimo de sucesso.

28.4.08  
Anonymous Anónimo said...

LF, era bom que o carissímo publicasse um novo artigo, "ORA DIGAM LÁ QUE NÃO LHE FICA BEM A CAMISOLA - PARTE II", dado o que se passou ontem em Alvalade...é que esse senhor já não tem um pingo de vergonha na cara.

28.4.08  

Enviar um comentário

<< Home