25/02/08

SORRISO AMARELO

Uma breve nota sobre o Nuremberga-Benfica da passada quinta-feira:
A euforia final – ultrapassar uma eliminatória europeia no último minuto é sempre saboroso - e a eliminatória passada não podem apagar o mar de equívocos em que laborou a prestação benfiquista nesta partida, na qual se pôs a jeito de uma eliminação, senão humilhante, pelo menos inesperada, diante de uma equipa do fundo da tabela da Bundesliga.
A sorte sorriu aos encarnados, que até aos 89 minutos pouco ou nada fizeram para se manter na Uefa, a começar no treinador (como se deixa Cardozo no banco numa partida como esta ?), e a terminar em quase todos os jogadores. O segundo golo alemão é digno de figurar nos apanhados do ano, tal a displicência com que toda a defesa benfiquista abordou o lance.
Ou me engano muito ou o Benfica será pelo terceiro ano consecutivo eliminado das provas internacionais por uma equipa espanhola. Nas últimas três épocas, em três jogos na Luz com Villarreal, Barcelona e Espanyol, nem um golinho a águia festejou. Este ano, pelo que têm sido as dificuldades do Benfica para marcar em sua casa, está-se a ver o desfecho deste enfrentamento com o Getafe – equipa da primeira metade da tabela da Liga Espanhola. Esperemos ao menos que a arbitragem não assuma o protagonismo que assumiu frente a ambos os rivais da cidade condal.