VALEM ZERO, OU AINDA MENOS

Menos que zero, é quanto vale a arbitragem portuguesa. Zero árbitros no Mundial, num conjunto alargado de escolhas feitas pela FIFA.
Quem tenha acompanhado a Liga Portuguesa não se surpreende. Foi um festival como há décadas não se via.
Responsáveis há muitos. Mas à cabeça, está o senhor da foto, que consegue passar entre os pingos da chuva perante a autêntica tragédia que está a acontecer na arbitragem portuguesa.
E o mais grave é que os novos "valores" ainda parecem ser piores...
Este parece-me ser também o fim do embuste Soares Dias - aliás, na senda do embuste Pedro Proença, que, sempre em boa forma física e com um inglês fluente, teve a arte de fazer carreira internacional conseguindo manipular jogos sem dar muito nas vistas. Tirando isso, zero, como os outros.
Vergonha alheia, é o sentimento que me desperta toda esta escumalha.

9 comentários:

ChakraIndigo disse...

Escumalha é a palavra exacta para um conjunto que na verdade também forma uma corja.

Valem muito pouco em qualidade técnica, nada em personalidade, e andam ao sabor de interesses e compadrios, amparados por uma Comunicação Social de sabujos pejada de ex-arbitros cujo curriculo os recomenda para tudo menos para avaliar arbitros e arbitragem.

O nosso futebol é fraco, e a arbitragem é o seu sector mais indigente.
Conseguiram receber aumentos brutais mas a qualidade piorou.

Ver alguns árbitros jovens a arbitrar é um sinal claro do que vem por aí.

Viva o Benfica

RN disse...

Sobre o que se passa em Portugal não me vou debruçar, porque é do conhecimento público.
No entanto, também não queimo na fogueira árbitros portugueses deixando de fora todos os demais. Tanto a FIFA como a UEFA têm promovido ao longo dos anos alguns verdadeiros bandidos que se revelam muito úteis, porém, como homens de mão para controlar jogos e resultados em função do peso e influência dos contendores. Lembro-me, assim de repente, do inenarrável Felix Brych, do Damir Skomina e de alguns outros, incluindo os super incompetentes árbitros espanhóis. O futebol é um jogo belíssimo, mas controlado por mafias, como quase tudo o que gera dinheiro e poder neste mundo. A arbitragem é o pior do futebol e não é só cá.
Reparo, com curiosidade, que a lista de árbitros para o Mundial do Catar - ele mesmo um hino à corrupção - não tem nenhum dos nomes que nos habituamos a ver espalhar perfume por essa Europa fora nos últimos anos. Em teoria isso deixar-me-ia descansado, mas quando reparo nos países representados, muitos deles sem qualquer tradição futebolística, temo o pior.

A Lei do Oeste disse...

Há pouco, num painel de comentários da CMTV, um dos temas abordados foi precisamente a não ida de nenhum árbitro português ao mundial. A pergunta colocada aos quatro paineleirps foi sobre possíveis porquês. A incompetência foi um dos fatores mais apontados. Mas, um dos fatores que para mim contribui para a ineficácia ou aselhice arbitral e que ninguém teve coragem de falar, é que os árbitros estão altamente coagidos e aterrorizados com a possibilidade de serem visitados na Maia, por amigos que gostam de "aparecer" como quem não quer a coisa... como quem só anda a passear e, por acaso, passaram por ali. Isto é válido junto das escolas onde estudam os filhos dos árbitros, centro de treinos e estabelecimentos comerciais de que são proprietários. Claro que Fontelas Gomes tem a maior culpa no meio disto tudo ao nomear para os jogos mais complicados, árbitros do Porto, que serão os mais coagidos e amedrontados. Aquela cena de árbitros enforcados num viaduto da cidade e ensanguentados num balneário, foi uma espécie de aviso...

Herr Kommandant disse...

Lindo! É tão bem feita. Miseráveis. Decidem jogos e competições em Portugal e devem pensar que os outros andam a dormir. Mais uma deixa para a direção do Benfica exigir árbitros estrangeiros. Em especial nos jogos dos eternamente beneficiados. Ontem já era tarde!

Anónimo disse...

É verdade que valem zero. São a geração dos arbitros padres como é dito nos emails.

joão carlos disse...

e porque razão é que a personagem passa pelos pingos da chuva.
não estão à espera que sejam os dois clubes mais beneficiados pelas suas escolhas a virem a terreiro apontar as suas culpas ou fazer algo para evitar que não passe entre os pingos da chuva.

existem responsáveis por esta personagem, e outros, passagem pelos pingos da chuva e por nem sequer serem incomodados mas pelos vistos também não convém incomodar esses já que o balanço só daqui a tres anos é que se fará e até lá há que apoiar as decisões tomadas já que contestar só provoca ruído e ajuda os outros.

Rui dos Santos disse...

Está na hora de oferecerem ao Fontelas 1 DOCINHO...MOLOTOV.

Anónimo disse...

nao valem zero, valem muitos pontos para porto e sporting e o BENFICA a assistir a isso e a nada fazer


benfiquista a serio

Anónimo disse...

As vitórias do clube corrupto do porto já não me deixam indiferente nem com nojo.
DESPREZO.