AFINAL HAVIA OUTRO

Esperavam-se golos de Seferovic (marcou um, mas árbitros e jornalistas têm uma obsessão pelos autogolos). Foi Gonçalo Ramos quem apareceu, vindo do banco, para dar a vitória ao Benfica.
A primeira parte foi uma vez mais desastrada. Como o próprio Jorge Jesus afirmou, alguns jogadores não sabiam o que andavam a fazer em campo. Pedrinho, por exemplo, que até tem algum talento, foi uma nulidade, com sucessivas más decisões a evidenciarem que não terá aprendido muito desde que chegou do Brasil por 18 milhões. Outro caso é o de Waldschmidt, que custou 15 milhões, e depois de uma monumental exibição no primeiro jogo que realizou (em Famalicão), foi caindo, caindo, até se tornar outra nulidade. Cervi e Chiquinho parecem já ter a cabeça noutras paragens. Nuno Tavares, enfim, tem momentos.
Na segunda parte, com Grimaldo, Pizzi, Everton, e depois Darwin e Gonçalo, o Benfica melhorou bastante. Não ao ponto de brilhar, mas de fazer uma exibição normal, ao nível do que se espera num confronto com o último classificado.
Gonçalo é goleador. Disso não há dúvidas. Já Darwin parece-me um ponta-de-lança sofrível, mas quando parte do flanco esquerdo torna-se um excelente avançado. Gostava de um ver num 4-3-3.
Segue-se um jogo pela honra. Ganhar ao Sporting é imperioso, quer como factor motivacional para a Taça de Portugal, quer como forma de mostrar que a temporada podia ter sido bem diferente.

PS: Aproveito para dar os parabéns ao Sporting, justo campeão. Foi mais regular, teve sorte, e não tem culpa dos erros e azares alheiros. Acertou no treinador, e na maioria das contratações. Nos jogos que lhe vi, mostrou uma equipa com garra, grande frescura física e capacidade de pressão. É saudável que ganhe com um presidente e uma estratégia de comunicação nos antípodas do brunocarvalhismo.

8 comentários:

A Lei do Oeste disse...

Quem me dera que Seferovich tivesse marcado golos... o certo, porém, é que desta feita a atribuição do golo ao defesa do Nacional parece-me justa dado que, não fora ele, o remate do Sefe ia nitidamente para fora como comprovamos nas repetições. Infelizmente, ocasiões de baliza aberta têm sido desperdiçadas de modo absurdo.

Islander disse...

O Darwin é "sofrível"?

paulojcduarte disse...

Islander, gostei muito de como o Darwin mostrava algumas características que poderiam ser potenciadas, mas tal como Waldschmidt o mestre se encarregou de transformar o ouro em algo que se assemelha a ferrugem. Em sentido contrário, e por insistência do mestre Everton já chegou à categoria de sofrível, Gilberto acho que nem que partilhe o leito com o reiventor do futebol moderno chega a jogador. O Pedrinho deveria ser craque lá no Brasil, mas na Europa joga-se futebol.

TAD Amigo disse...

"Aproveito para dar os parabéns ao Sporting, justo campeão." - o Palhinha fartou-se de rir com esta frase... com que então o único clube no mundo que vê um jogador seu (curiosamente um dos mais caceteiros...) não cumprir castigo, apesar dos amarelos, mostrados e perdoados, é um justo campeão? Esta vergonha absolutamente inqualificável já é tão banal em tons azuis esverdeados que já nem se liga nenhuma? Já nem se faz uma referência? Apesar desta vergonha-Palhinha, e quando estavam a cair, vão jogar a Faro e o representante em Portugal da Macron faz o que faz, ao perdoar dois penaltis flagrantes contra o clube do Palhinha, e mesmo assim é um justo campeão? São os maiores caloteiros que por aí andam, não pagam treinador, não pagam jogadores, e por isso podem ir buscar os jogadores que foram, e isto é justo? É concorrência leal?
Somos mesmo uns anjinhos sem paralelo... ou então queremos mesmo vestir a carapuça do "somos diferentes"! Quando somos nós campeões é por causa do jogo do Algarve, é por causa das camisolas do Eusébio, é por causa dos emails, etc. Nunca temos mérito. Mas quando são os outros apressamo-nos a dar os parabéns. Até podia dizer que acho isto patético, mas é só triste...

joão carlos disse...

pelos visto tem um problema ocular e por isso recomendo a ida a um oftalmologista é que a bola que o seferovic rematou ia para fora não fosse o toque do jogador adversaria.
e ia tão fora que acho que nem no guarda redes acertava quando este estava fora da baliza.

pois mas com o melhor treinador português de sempre e um dos melhores do mundo nunca na vida jogaremos em 433.

JP disse...

A imagem dos florzinhas que gravitam em torno da direção.

dezazucr disse...

Não. Num campeonato em que se instituiu a regra de não marcar penáltis a favor de uma equipa e usar o var para procurar em todos os seus golos uma agulha no palheiro que justifique a anulação dos mesmos, não, não é justo. Não é justo pois excluiu-se um competidor à partida e assim o sporting pôde andar a época inteira à vontade, sem pressão, sem ter alguém colado. E não está esquecido o facto de se ter uma regra diferente para o sporting, cujos jogadores podem levar os amarelos que levarem que não serão castigados. Não, não considero justo.
Ainda ontem, mesmo já estando o campeonato resolvido e as posições definidas, mais um penálti claríssimo (viu-se o esforço dos srs da sporttv para justificarem o roubo) e um golo anulado por uma faltinha da treta cujo critério não vejo ser usado para anular golos ao sporting.
Somos a imagem da direção, uns anjinhos, aliás como dizes "o sporting não tem culpa" de ter podido jogar com um jogador que segundo as regras devería ter sido castigado, ainda por cima num jogo decisivo, ainda por cima contra nós.
É continuar assim, sendo anjinhos é que chegamos lá, com meio campos fofinhos de Weigls e tais que não falham passes mas também não estanca o meio campo, toda a equipa parece o Bayern contra nós, tanto que com ele em campo, embora as suas estatísticas individuais sejam excelentes, as da equipa são uma bosta. Desde que chegou a equipa tem estatísticas de meio da tabela, é o efeito midas, mas ao contrário, todos os que jogam com ele em vez de ouro viram m#, até porque a culpa nunca é dele, sempre do companheiro.
Isso e mais uma direcção ausente deu no que deu, mas pelos vistos não deve mudar nada para o ano, por isso, mais do mesmo.

cj disse...

Estes comentários são comédia de ceguinhos