12/09/11

SERVIÇOS MÍNIMOS


Se o jogo se decidiu aos penáltis, vamos começar então por eles.

O primeiro não oferece dúvidas, e nem me parece que valha a pena perder muito tempo a analisá-lo. O segundo é duvidoso, não se percebe se o braço do defesa vimaranense ajuda ou não a afastar a bola, nenhuma imagem é clara quanto a isso, mas…não foi convertido, pelo que os seus efeitos no rumo do jogo foram nulos. Já o terceiro, que no estádio (e numa primeira imagem televisiva) me pareceu ser claro, vê-se depois (à segunda repetição) que efectivamente não existe. Ou seja, dos dois penáltis que originaram os golos, um foi claro, outro inexistente.

Acontece que antes de qualquer uma das penalidades assinaladas, houve uma outra que ficou por assinalar. Falo de um corte com a mão, feito perto da linha de fundo, que Duarte Gomes não viu, mas que logo no estádio (e eu estava bem perto do local), se percebeu ter sido faltoso. Foi de resto, o lance mais claro de todos os que a partida proporcionou. No balanço temos pois um penálti mal marcado e outro por marcar. Cartesianamente, podemos dizer que assistimos a uma má arbitragem, mas sem qualquer benefício para o Benfica.

O jogo em si foi pobre. Esperava-se um Benfica afirmativo e empolgante no ataque, e um Vitória atrevido no contra-golpe, mas nada disso se viu no relvado da Luz. Assistimos a um jogo pastoso, arrastado, com o Benfica à espera que o golo aparecesse, e a equipa visitante sem argumentos para fazer perigar a baliza de Artur.

Com 2-0 ao intervalo pensou-se que tudo estaria decidido, mas o golo de Edgar (na primeira falha de Artur desde que está no Benfica), trouxe a intranquilidade às bancadas e à equipa de Jesus. Mais uma vez os encarnados não souberam gerir os ritmos de jogo da melhor forma, expondo-se a um eventual golo do empate – que nos últimos minutos chegou a parecer eminente, tal a sequência de lances de bola parada nas imediações da área benfiquista.

Em vésperas de um compromisso europeu de altíssimo grau de exigência, não surpreende algum arrefecimento exibicional da equipa do Benfica. A vitória e os três pontos eram, todavia, as únicas coisas que interessavam, e isso foi conseguido.

Em termos individuais destacaria Cardozo, pelos golos (é já líder isolado da lista de melhores marcadores), mas também pelos espaços que criou, e pela forma como batalhou.


De Duarte Gomes já disse tudo.

8 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Só pode ser piada! O lance q se queixam de ser penalti é óbvio q n é, é um lance à queima roupa em q o jogador n pode ter o braço no bolso! Já agora, o braço, o estômago e a cabeça!
O primeiro penalti do benfica, que eu admito ser penalti, vejo com curiosidade o LF n ter duvidas!
É que no Porto Gil Vicente, o Hulk é empurrado pelas costas como aconteceu com o Saviola, e o sr LF acha q n foi penalti! São os oculos utilizados certamente... Ou entao há q dar desconto por o Hulk ter mais cabedal que o Saviola!

12.9.11  
Anonymous Anónimo said...

Serviços mínimos? Acho que o Duarte cumpriu bastante bem.

12.9.11  
Blogger Manuel said...

Comparar o corpo do Saviola com o Hulk e como comparar um camiao com um Fiat 500. So um imbecil, ou um manipulador, podia fazer uma comparaçao dessas. Mas os andrades sao conhecidos por serem manipuladores, vigaristas e mentirosos.

Ja agora, o 1º penalty foi o penalty do Alex que o mandava para a rua por ser o 2º amarelo. Mas nao foi marcado. Mas isso eles calam. Porque? Porque nao lhes convem.

O 2º penalty (marcado), o jogador devia ter sido expulso em virtude de se encontrar a meio da baliza quando defendeu a abola. As regras sao claras.

O unico penalty que me deixa duvidas e o 3º (marcado). Mas nao me deixa preocupado pois o 1º do Alex compensa bem, se houve falha do arbitro no 3º.

Por outro lado a maneira como o defesa saltou neste ultimo penalty, com os 2 braços no ar como se tivesse a defender em andebol, e grave sob o ponto de vista do Guimaraes. Se induziu em erro o arbitro a culpa foi exclusivamente dele.

13.9.11  
Anonymous Vitória do Benfica said...

O Benfica tem de rever o tratamento psicológico e a preparação fisica dosseus jogadores. Eu não digo para fazer como o outro senhor que por nunca chegar a galo lá vai dando ração de primeira a terceiros,mas francamente uma boa preparação fisica e psicológica é crucial e foi isso que parece não estar a ser feito

13.9.11  
Anonymous Anónimo said...

bem anónimos da treta, que eu saiba o árbitro não foi a casa do Vieira nem jantou numa marisqueira com dirigentes do Benfica
há uma grande difrença entre erro e corrupção!
LC

13.9.11  
Anonymous Eduardo said...

O terceiro não deixa dúvidas a ninguém: é penalti - http://www.youtube.com/watch?v=VCPzOcuIgog&feature=player_embedded

13.9.11  
Anonymous Afonsus said...

para os anonimos,
se existem adeptos, no mundo do futebol, k estao perplexos por o benfica ganhar um jogo c/ penaltys são os benfiquistas, mais do que tudo.
mas ainda assim eu vou tentar explicar porque é que isto acontece: institucionalizou-se, no futebol português, há varios anos, uma regra basica: só se marcam penaltys ao benfica em ultimo caso. todos os treinadores e todos os jogadores da 1a liga sabem isto e é por isso que, de quando em vez, aparece um duarte gomes pintado de isenção e é o k se vê. o objectivo é claro:dar a sensação de favorecimento do benfica, o que não aconteceu. fez-me lembrar o 1º jogo do gil vicente em k dizem k o nolito está fora de jogo. em tantas e tantas repetições vê-se claramente k o jogador está em linha mas, enfim, é o k temos.

13.9.11  
Anonymous Anónimo said...

Já tinha vistos adeptos cegos por um clube, mas como vocês benfiquistas é inedito! Será do garrafão?

13.9.11  

Enviar um comentário

<< Home