15/07/11

UMA PIADA DE MAU GOSTO

Um jornal desportivo dá hoje como provável a saída de Luisão do Benfica. Trata-se, como é óbvio, de uma piada de mau gosto.



Luisão é o capitão , é um jogador fundamental (o mais fundamental de todos) na estratégia da equipa, e a sua eventual saída não significaria outra coisa que não entregar ao FC Porto, em bandeja de prata, mais um título nacional.



Há jogadores cuja cotação de mercado suplanta o peso desportivo que têm nas suas equipas. Esses, são de vender. Por muito que gostasse de Di Maria, David Luíz ou Fábio Coentrão, e por maior que fosse a sua importância no colectivo encarnado, verbas de 30 milhões não se podem recusar. Ninguém me ouviu uma palavra a condenar essas saídas - pelo contrário, aplaudi cada um desses negócios, que tomo como naturais e fruto das vicissitudes do futebol moderno.



Já os jogadores cuja cotação é, por via da idade, ou por qualquer outro motivo, inferior ao peso que têm no conjunto, não se podem deixar partir em circunstância alguma. Luisão (como, por exemplo, também Maxi Pereira) é o paradigma desse tipo de jogador, pelo que se torna inaceitável que o Benfica pondere, sequer, a sua negociação.



Não se trata de sentimentalismos. Não os tive para com Nuno Gomes, por muita simpatia que o avançado me despertasse, até sob o ponto de vista pessoal. Entendi a sua dispensa como uma opção técnica, perante alguém cuja utilização em campo era pouco mais que residual.



Luisão é um caso totalmente diferente. Trata-se da trave mestra da equipa, e do seu jogador mais importante, fora, mas também dentro do campo. Trata-se de alguém que, com a sua capacidade, com a sua experiência, com a sua integração na equipa e no clube, o Benfica nunca iria conseguir substituir, a menos que gastasse ainda mais do que os 20 milhões da sua cláusula de rescisão.



Se Luisão quer sair, se faz pressão para sair, reflicta-se sobre as causas dessa intenção, e sobre os motivos pelos quais Falcão acaba de renovar com o FC Porto. Trata-se de um aumento de salário? Aumente-se! Não se pode aumentar? Vendam-se aqueles que, no plantel, auferem mais do que ele!



Luisão e Maxi Pereira são os únicos – leram bem, únicos! – jogadores do Benfica que considero absolutamente inegociáveis. Neste momento, a saída de qualquer um deles não comprometerá apenas uma época. Poderá comprometer… uma década.



E quem não perceber isto, percebe seguramente ainda menos de futebol do que eu.




PS: Falei aqui de Falcão. A renovação do seu contrato, num momento em que é pretendido por Chelsea, Manchester United e Real Madrid, é algo que me deixa de boca aberta. Ou a nova cláusula já prevê a irreversibilidade da venda, ou há aqui uma forma de negociar que, obrigando-me a tirar o meu chapéu, deveria ser bem estudada e analisada pelos responsáveis do Benfica e de todos os grandes clubes.




PS2: Ainda a propósito de Falcão, tenho de dizer que não vi Jorge Mendes a negociar o aumento da cláusula de Fábio Coentrão, para o Benfica lucrar mais com a venda do vila-condense. Pelo contrário, vi-o precipitar o negócio, perturbando a capacidade negocial dos encarnados. Outro motivo para reflexão, sobretudo para quem ainda tenha dúvidas sobre o carácter e os interesses que movem aquele empresário. E não é certamente por amor clubista a qualquer emblema.

9 Comments:

Blogger Generazione Illuminati said...

Será realmente uma baixa de peso, mas não terá sido SEMPRE esse o seu comportamento nas pré-epocas? Disso ninguem fala? Ou já vale tudo no SLB...


PS - Por 30 ficou, mas por 45 já sai? Veremos se não terás de voltar a por o chapeu!

15.7.11  
Blogger Pedro said...

O problema é que o Luisão quer mais €€€€. Por mim o SLB dava-lhe um milhão à cabeça e resolvia-se a coisa, pelo menos por mais uma época para que Garay, Dedé ou outro tivessem uma época para se ambientarem. Mas, acredito, não será fácil...

15.7.11  
Anonymous Anónimo said...

O Jorge Mendes é benfiquista! Jogou até aos juniores no Benfica e só depois em Sénior é que veio para o Vianense...Tinha dois vídeo clubes e parte numa discoteca...aí conheceu o Nuno na altura GR do V. Guimarães e tratou da contratação para o Corunha..Depois foi o que se sabe...Mas te garanto que se algo move o Jorge Mendes é o dinheiro e nunca a paixão clubística...Tipo jogador da bola...

15.7.11  
Blogger Manuel said...

No caso do Falcão, para além de lhe terem triplicado o ordenado, penso que uma grande fatia da cláusula vai para o próprio Falcão e talvez para o empresário. De outro modo ele não estaria interessado em aumentá-la se não soubesse que iria ter uma boa fatia do bolo.

Ele sempre esteve muito renitente em renovar pois quer ir para outro país ganhar muito mais. Vamos a ver se o (muito) dinheiro prometido lhe acalma a vontade de imigrar. Desconfio que não.

15.7.11  
Blogger Manuel said...

E, já agora, um comentário do Matute no MasterGroove que eu penso acertou em cheio.

"Anda tudo ao engano...

O negócio vai ser com Chelsea e o Moutinho vai no mesmo pack.

Os dois jogadores estão prometidos por 70 milhões ao Abramovich, Pinto da Costa pediu para aguardar um pouco e conseguir a maior fatia no passe de Falcão. Assim, em vez de ser 30 (Antiga cláusula do Falcão) + 40 (cláusula do Moutinho)passará a ser 45 (cláusula do Falcão) + 25 (Moutinho será vendido a baixo da cláusula). E isto porquê?

Se João Moutinho sair mesmo para o Chelsea pela cláusula de rescisão o Sporting é a parte que mais tem a lucrar. Os lagartos ainda têm 7,5 milhões € para receber da transferência de há um ano (dos 11 milhões ainda só receberam 3,5)e as mais-valias realizadas para o FC Porto significariam mais um encaixe de 7,25 milhões. Depois, há ainda a acrescentar os direitos de formação do atleta: 1,9 milhões de euros para o Sporting e 100 mil euros para o Portimonense.
Feitas as contas, em 12 meses, os lagartos garantiam um encaixe de 20,15 milhões e isso o Pinto da Costa não quer.

Receberá 15 milhões "limpos" a mais no Falcão para vender o Moutinho mais barato e pagar menos aos lagartos.

Assim trabalha o artista..."

O Sporting, mais uma vez, com a alcunha de "O Enganado".

15.7.11  
Blogger Manuel said...

E, já agora, um comentário do Matute no MasterGroove que eu penso acertou em cheio.

"Anda tudo ao engano...

O negócio vai ser com Chelsea e o Moutinho vai no mesmo pack.

Os dois jogadores estão prometidos por 70 milhões ao Abramovich, Pinto da Costa pediu para aguardar um pouco e conseguir a maior fatia no passe de Falcão. Assim, em vez de ser 30 (Antiga cláusula do Falcão) + 40 (cláusula do Moutinho)passará a ser 45 (cláusula do Falcão) + 25 (Moutinho será vendido a baixo da cláusula). E isto porquê?

Se João Moutinho sair mesmo para o Chelsea pela cláusula de rescisão o Sporting é a parte que mais tem a lucrar. Os lagartos ainda têm 7,5 milhões € para receber da transferência de há um ano (dos 11 milhões ainda só receberam 3,5)e as mais-valias realizadas para o FC Porto significariam mais um encaixe de 7,25 milhões. Depois, há ainda a acrescentar os direitos de formação do atleta: 1,9 milhões de euros para o Sporting e 100 mil euros para o Portimonense.
Feitas as contas, em 12 meses, os lagartos garantiam um encaixe de 20,15 milhões e isso o Pinto da Costa não quer.

Receberá 15 milhões "limpos" a mais no Falcão para vender o Moutinho mais barato e pagar menos aos lagartos.

Assim trabalha o artista..."

O Sporting, mais uma vez, com a alcunha de "O Enganado".

15.7.11  
Anonymous Anónimo said...

lf,
extraordinario post porque reflecte na integra o que cada benfiquista pensa deste caso.custa-me a ser verdade que em cada pre epoca luisao faça esta novela mas o certo é que ele é unico..
é superior ao mozer e ao ricardo gomes, pelo seu jogo, pelo seu caracter e pelo peso que tem na equipa, penso que só comparável a humberto coelho que nao me lembro de ver jogar..
nao é comparável a fase da carreira entre luisao e falcao.
luisao já devia ser o capitao do benfica desde há 2 anos. há sempre forma de ultrapassar o ordenado, agora ele pode mesmo querer experimentar outros palcos. mas que tenha a consciência de que benficas há muito poucos e que jamais será um simbolo como o é na luz. um abraço. claudio domingos

16.7.11  
Anonymous Brytto said...

Se assim for, é de mestre!!!!!!! Mas vender Moutinho e Falcão por 70 milhões, é o negócio do século!!!!!! Infelizmente, acho isso possível no Porto !!!!!!!!!!

16.7.11  
Blogger condor said...

Oh manel!Já que és um craneo a matemática explica lá porque é que o "artista" teria de dar cem mil euros ao Portimonense por direitos de formação?
Não achas que era mais honesto serem os lagartos a desembolsar essa quantia quando venderam o jogador ao "artista"?
A puta da azia tolda-vos o raciocinio!
Tomaras tu teres um "artista"no teu clube em vez dos palhaços que tens!
Faz lá as contas ao negócio da coentrada!

17.7.11  

Enviar um comentário

<< Home