16/06/11

ATÉ JÁ, NUNO!

Nuno Gomes tem o seu lugar reservado na história do Benfica. Foi um dos melhores goleadores de sempre do clube, foi capitão durante várias temporadas, foi um dos grandes ídolos dos adeptos, foi referência de balneário para muitos recém-chegados à Luz. Foi um jogador respeitado, porque sempre se soube dar ao respeito – pelo profissionalismo, pela dedicação, pelo fair-play demonstrado inúmeras vezes dentro e fora dos campos, e até pela simpatia e simplicidade pessoais que nunca deixou de cultivar.


Estando à beira de completar 35 anos, o treinador optou – no regular exercício das suas competências - por prescindir dos serviços do atleta. O Nuno Gomes de há cinco ou seis anos atrás teria lugar no plantel de qualquer grande equipa europeia. O Nuno Gomes de 2011-2012 seria, no entender de Jorge Jesus (que o conhece melhor que qualquer adepto, e que trabalha com ele diariamente), fundamentalmente um nome e um símbolo, que dificilmente se poderia tornar opção de relevo na luta pela titularidade.


Por muito que isso custe a aceitar àqueles que (como eu) mais o admiravam, o plantel do Benfica não pode absorver jogadores por aquilo que fizeram no passado, mas apenas por aquilo que se espera poderem vir a fazer no futuro. E não creio que alguém esteja melhor colocado do que Jorge Jesus para proceder a esse tipo de avaliação.


Tratando-se de quem se trata, o Benfica propôs-lhe (e bem) um lugar na sua estrutura profissional. Nuno decidiu não aceitar, privilegiando a possibilidade de jogar futebol durante mais uma época, previsivelmente num clube com menores exigências competitivas. Está no seu pleno direito.


Podemos discutir a opção de Jesus. Podemos também discutir se o assunto poderia, ou não, ter sido conduzido de forma mais célere. Mas não creio que se deva fazer um drama à volta disto. Recordo que Eusébio terminou a sua carreira no Beira-Mar, depois do Benfica ter recusado o seu regresso. Infelizmente para ele, e para nós, aquele já não era o seu tempo, e esse episódio não impediu que hoje o Pantera Negra tenha uma estátua em frente ao Estádio da Luz.


Nuno Gomes não foi Eusébio, mas nem por isso deixará de ter um lugar muito especial no afecto de todos os benfiquistas. Pela minha parte, só posso agradecer, enquanto adepto, tudo aquilo que o Nuno Gomes fez pelo Benfica, desejando-lhe as maiores felicidades para esta ponta final da sua carreira, e esperando que em breve possa voltar a fazer parte do clube que tão bem serviu como jogador, e que também ele aprendeu a amar.

11 Comments:

Anonymous Anónimo said...

"O Nuno Gomes de há cinco ou seis anos atrás teria lugar no plantel de qualquer grande equipa europeia."
Sem dúvida! Diria mais: jogadores com Rooney, Eto´o, Drogba, Messi, Cristiano Ronaldo, não teriam qualquer hipótese se tivessem de disputar o lugar com Nuno Gomes.

16.6.11  
Anonymous Peter said...

Pois eu nao compreendo esta dispensa porque acho que o Nuno ainda tem futebol para jogar ao mais alto nivel.O JJ e que trabalha com ele e tem a sua opiniao mas quando vejo jogadores como o Maldini que acabou aos 40 anos,o Matias Almeyda que ainda joga e e capitao do River Plate, o Pippo Inzaghi que continua no Milan e e mais velho que o Nuno, custa-me a engolir esta decisao e a mentalidade portuguesa em que nao se aposta em jovens portugueses e despreza-se os mais velhos.Desde quando e que o B.I e sinonimo de inutilidade? Sempre que foi chamado em 2010/11 correspondeu com golos se isto nao chega o que e que chega?Mas aparte da dispensa o que mais me desagrada e a maneira como o processo foi conduzido, para isto que sucedeu mais valia terem-lhe anunciado a sua dispensa antes do final da liga e fazer uma despedida condigna na ultima jornada dando ao jogador uma oportunidade de se despedir dos adeptos como aconteceu com o Micolli e com o Rui Costa que bem mereceram, mas o Nuno ainda merecia mais.E de certeza que era casa cheia uma boa receita para o Benfica e um final digno para o Nuno, assim na ultima jornada estava meia-casa ou menos.Isto nao e o Benfica isto e a completa falta de respeito pelos seus valores.Ainda ha dias todos lamentamos as declaraçoes do Fabio Coentrao e depois fazemos isto a um simbolo do clube? Afinal que moral e a nossa?E devo acrescentar que o timming da dispensa apesar dos boatos ainda e mais maquiavelico porque e precisamente na manha seguinte a assembleia-geral, estavam com medo de ouvir mais umas boas.Tristeza eu nao me revejo em nada disto, isto nao e o Benfica.Ao Nuno desejo-lhe as maiores felicidades facto alias que ate ja lhe transmiti quanto ao LFV e o JJ senao vencem esta epoca vao ter bastantes problemas no final dela vao.


P.S.Eu nao assisti ao processo de saida do Eusebio do Benfica, mas pelo que o meu pai me disse tb foi de uma ingratidao brutal mas pelos vistos nao se aprende com os erros.Como diz o ditado "burros velhos nao aprendem linguas".

16.6.11  
Blogger jfk said...

Concordo com as considerações feitas.

O que já não sei é como vai reagir a Benfiquite depois de ele jogar uma época no Sporting.

O Nuno quer jogar com expectativa de uma boa época o levar ao Europeu. Não só será uma marca na carreira, como aspirará, por certo, com toda a legitimidade, a poder terminar a carreira com um título europeu de seleções. E que bom seria para ele a para Portugal se assim fosse.

Boa sorte Nuno. Até ao regresso, espero.

16.6.11  
Anonymous frank said...

Ja o tenho dito varias vezes o Nuno por muito bom que tenha sido o seu ciclo no Benfica chegou ao fim obrigado Nuno por tudo que deste ao clube do meu coracao,entendes que deves jogar mais um ano,so o tempo nos dira se tens ou nao razao e que o Benfica fez mal em nao ter renovado contigo mas na minha opiniao nao gosto de ver jogadores no Benfica
arrastarem-se dentro do campo sem forcas para suportar o peso das chuteiras bye bye Nuno se feliz e obrigado.

17.6.11  
Blogger condor said...

É verdade!Coitado do Nuno Gomes!
Em final de carreira pouco proficua diga-se,e com o lamento por nunca ter envergado a camisola azul e branca dos reis dos estádios!

17.6.11  
Anonymous Anónimo said...

Muito pouco exigentes somos quando se afirma que Nuno Gomes teria lugra em qualquer grande equipa europeia há cinco/seis épocas atrás? Marcou muitos golos? Sem dúvida!!! E naqueles jogos mais apertados, quantos e a quem marcou???
Não foi o caro LF que preferia Nuno Gomes a Falcão???? O Nuno Gomes sai e ainda bem. Já esteve foi tempi demais no Benfica
Pedro Oliveira

17.6.11  
Anonymous Anónimo said...

Porque razão aparas os golpes todos da direcção? Tens algum tacho lá dentro?

17.6.11  
Anonymous Mamário said...

De todos os artigos que li sobre o caso Nuno Gomes este é o mais bem concebido. Concordo plenamente, por mais estima que tenha ao Nuno não posso permitir que a vontade dele se sobreponha à do Benfica.
Até breve Nuno.

17.6.11  
Anonymous Anónimo said...

Caro LF,

A comunicação social noticia hoje a compra de Filipe Lopes pelos corruptos.

Aqui segue a noticia do Jornal da Madeira depois do Nacional-fcp deste campeonato:

«Nacional perde 2-4 nos descontos com FC Porto

Domingo, 04 de Janeiro de 2009 21:47

O tricampeão FC Porto ascendeu hoje provisoriamente à liderança da Liga portuguesa de futebol, ao vencer por 4-2 no

reduto do Nacional, com dois golos nos descontos, em encontro da 13ª jornada da prova.

O brasileiro Hulk, aos 51 e 93 minutos, o uruguaio Cristian Rodriguez, aos 72, e o argentino Lucho Gonzalez, aos 91, numa grande penalidade decisiva e oferecida por Felipe Lopes (mão na bola despropositada), apontaram os tentos dos portistas.

Por seu lado, o brasileiro Edson, aos 14 minutos, e o suplente Miguel Fidalgo, aos 78, marcaram para os anfitriões, que estiveram muito perto de voltar e "empatar" os "dragões", frente aos quais tinham conseguido duas vitórias em 2007/2008.

Com este triunfo, o FC Porto passa a contar 27 pontos, mais um do que Benfica, que joga ainda hoje no reduto do

"lanterna vermelha" Trofense, e Sporting, vencedor sábado por 2-0 em Setúbal, com tentos do brasileiro Liedson e do "capitão" João Moutinho.

Mesmo que os "encarnados" vençam, os "dragões" já asseguraram a subida ao segundo lugar da tabela, uma vez que, sexta-feira, na abertura da ronda, o Leixões ficou-se por um "nulo" em Coimbra.



JORNAL DA MADEIRA/LUSA



Jornal da Madeira

http://»

Por favor, divulgue. O campeonato português é uma farsa total.

Saudações benfiquistas,

Galrinho

17.6.11  
Blogger João said...

Continuamos a nao valorar os jogadores que passam no Benfica e por muito que JJ seja competente creio que nao é o melhor a analisar os jogadores que tem. A quantidade de reforços que vêm esta epoca ja vai em 11 e a subir. Nao faz sentido, sobretudo porque sao estrangeiros e sabe Deus (e os benfiquistas..)o quanto por vezes nao pegam à primeira. Era so mais uma epoca, estaria a pedir tanto? Nao temos dinheiro para lhe pagar mas toma la 11 novos gajos? a pelo menos 5 milhoes cada um? Nao entendo é a noticia de hoje no Correio da Manha. Entao o Benfica manda-o embora mas nao quer que ele fique em Portugal? entao é ainda uma ameaça como jogador é isso? Se o mandámos embora entao nem deve tocar na xixa porra! Poupem-me, e este é mais um artigo a defender o indefensavel, se se elogia a forma como saiu o Eusebio entao...acho que o caso está encerrado Oxalá me engane e sejamos bem sucedidos esta epoca...

19.6.11  
Anonymous Nuno Figo said...

Parece-me uma sensata medida de gestão desportiva. O Benfica já tem avançados com idade algo avançada (Cardozo e Saviola) e precisa de formar jovens para os substituir. Nuno Gomes, a ficar, seria apenas como um símbolo.

Acredito, pelas excelentes relações que Nuno Gomes tem com a direcção (LFV e Rui Costa), que o tema terá sido bem discutido entre todos, incluindo o treinador. Não me é difícil imaginar que JJ terá dito que Nuno Gomes poderia ficar no plantel, mas não jogaria.

No final, todo o processo me parece, novamente, uma empolação da imprensa. Financeiramente e desportivamente poderá ser um ano muito bom para NG, do ponto de vista individual. Dificilmente seria se ficasse no clube.

Aguardarei com atenção qual o clube que NG vai representar e espero que faça uma bonita época(s) de despedida.

Até breve, capitão. Esperamos por ti.

20.6.11  

Enviar um comentário

<< Home