17/12/10

CRITÉRIOS

Diz-se, conta-se, escreve-se, que Paulo Sérgio, após o jogo de Sófia, fez declarações bombásticas, trucidando os seus jogadores.
Gostava de ouvir, mas, infelizmente, nenhum serviço noticioso as mostrou.
Em frente da televisão, saltitei de canal em canal, mas, ou tive muito azar, ou ...nada. Após as imagens do jogo falava-se do sorteio, ou melhor, de quem era ou não era cabeça-de-série.
Gostava de saber qual seria o critério se as declarações fossem de Jorge Jesus, e a derrota fosse do Benfica.
Por outro lado, confesso que, enquanto benfiquista, aprecio bastante a tolerância que tem sido concedida a este técnico leonino, e espero que o deixem continuar todas as suas macabras experiências por tanto tempo quanto possível. Espero também que a "Juve Leo" continue a protegê-lo, ao contrário do que fez com José Mourinho (que não deixou sequer entrar no clube), e com Paulo Bento (que não descansou enquanto não pôs na rua).

3 Comments:

Anonymous Pedro said...

Ora aí está uma questão que também me tem deixado confuso. Não fazia ideia das declarações do Paulo Sérgio, mas recentemente quando o Setúbal eliminou o Sporting da Taça, também fui ver os vários canais e incrivelmente nem a SIC Noticias, nem a RTP N (que por sinal até estava a dar noticias) abordaram o assunto. A RTP N só o fez passado 1h e com os comentadores a dizer que o Sporting jogou bem, e a minimizar a derrota. Quando é o Benfica, e especialmente se for uma derrota, quer a SIC Noticias, quer a RTP N têm sempre alguém a comentar no momento e normalmente a dramatizar, muitas vezes exageradamente, os efeitos do jogo. Ainda agora depois da vitória contra o Braga, ouvi comentários na RTP N a dizer que o Benfica não poderia estar satisfeito por ganhar, porque jogou mal, e ouvi falar mais vezes em Schalke e Hapoel do que propriamente em Braga.
Eu até aceito que os padrões para avaliar as exibições e resultados do Benfica sejam diferentes dos do Sporting, porque está à vista a diferença de dimensão e ambição dos clubes. Mas então, porque razão se continua a falar em 3 grandes? Porque razão continua um representante do Sporting a participar em debates a 3? Porque razão quando dão noticias desportivas, as atenções continuam a ir para Benfica, Porto e Sporting? Acho que é urgente os órgãos de comunicação repensarem os critérios que utilizam e assumirem uma posição: ou bem que consideram o Sporting um "grande" e o tratam como tal, ou então tiram-no de uma vez do grupo dos "3 grandes" e dão-lhe a mesma importância que dão ao Braga ou ao Guimarães.

17.12.10  
Anonymous iBenfiquista said...

Pedro, isto não tem nada a ver com critérios de avaliação mas sim com estratégias. Estratégias de domínio do futebol. O ano passado o Benfica foi glorificado e extasiado, a bolha foi aumentando com multidões nos estádios e por todos os sítios, etc., etc. Tudo isso eram primeiras páginas.

Este ano, os andrades e aliados tinham de fazer alguma coisa. Por isso, a desconsideração, a menorização, a tentativa de alheamento, excepto o que possa por em causa o seu bom nome, de tudo o que diga respeito ao Benfica, a tentativa de diminuição da bolha de entusiasmo era essencial pelo que tudo isso faz parte dessa estratégia.

Isso notou-se ainda mais logo no princípio da época, até os andrades conseguirem uma vantagem razoável. Não tem nada que saber.

17.12.10  
Anonymous Miguel said...

O que é que isto interessa a um benfiquista?? os benfiquistas lá querem saber do Sporting... Ainda por cima analises vazias de conteudo... Assim deixo de cá vir... Não é possivel comparar o incomparavel, mas os sportinguistas agradecem-te com certeza o facto de comparares tanto um clube com o outro...

20.12.10  

Enviar um comentário

<< Home