22/03/10

O VERDADEIRO BALANÇO

Quaisquer que sejam os critérios, o Benfica é o clube português com mais títulos conquistados, e vai continuar a sê-lo por muito tempo (para sempre?).
Mas o critério que melhor define a diferença real entre os dois clubes é o que considera as competições disputadas em mais que um simples jogo, subtraindo assim Supertaças, Taças Toyotas, Taças Eusébio e afins. O resultado é o que se segue:

19 Comments:

Blogger Benfiquista Duval said...

Falta nesse quadro a Taça Latina. Era uma competição com mais de um jogo e era uma competição oficial que esteve na génese da Taça dos Campeões Europeus.
Saudações benfiquistas

22.3.10  
Blogger Kurouki said...

LF n te esqueças das supertaças e das intercontinentais deles..

Saudações Benfiquistas

22.3.10  
Blogger André Pedro said...

Alarmante diferença!! Em nada semelhante à elaborada pelos jornais, pese que nem a deles nem a sua estarão incorrectas face aos argumentos apresentados...

Obrigado pela elucidação, LF ;)

Carrega Benfica!! No final da época, serão 64/65 títulos cá no nosso museu! xD

22.3.10  
Blogger JNF said...

Muito bem visto. É ridículo que as Supertaças contem. É um troféu que se disputa num jogo apenas, muitas vezes desequilibrado, e a competição foi criada precisamente no apogeu do Porto, daí que tenha muitos mais títulos. Se existisse antes, a conversa era outra.

22.3.10  
Anonymous Vitória do Benfica said...

Claro estas são as nossas contas ou seja contas de gente séria. No entanto desde o ano passado que certa impressa associad ao FCP vinha a dizer que já nesta época o FCP poderia ultrapassar o Benfica.

Feitas as contas poderia pensar-se que o FCP ganharia, o campeonato, a Taça de Portugal e a Taça da Liga.

Assim, e no que respeita á Taça da Liga calhou ao Benfica o pior grupo de clubes, Nacional, Rio Ave, e Vitória de Guimarães. Depois calhou ao Benfica o Sporting e depois na final calhou o Jorge de Sousa.

Em não sou muito adepta dos sorteios com bolas até porque já foram detectadas fraudes (não sei se em Itália) com o esquema das bolas em que uma tinha rugosidade, o sorteio foi depois anulado.

Vendo toda esta gritaria por titulos a conquistar e por a Carlsberg ser representada pela Unicer a do grupo Super Boack.

Não acredito em Bruxas mas que as Há Há, porque nesta Taça o Benfica devia de ir à bruxa, porque nem lhe calhou o Estoril ou o Leixões ou Académica e ainda lhe deram um Super Dragão.

22.3.10  
Blogger LF said...

Já lá está a Taça Latina

22.3.10  
Blogger LF said...

Este comentário foi removido pelo autor.

22.3.10  
Blogger Passaralho said...

Redutor fazer a análise por esse ponto de vista.
Não precisamos disso, não nos fica bem.
É tão rídiculo como eles reclamarem a Liga Intercalar como troféu a contabilizar aí.

Há que saber ganhar, há que saber perder. Há que saber ser sério.

Mas isto sou eu.

Cumprimentos,
Benfica Sempre!

22.3.10  
Blogger o lado do futebol said...

Benfica vence com bónus de Nuno

Vejam e comentem:

http://oladodofutebolquenuncaviram.blogspot.com/2010/03/benfica-vence-com-bonus-de-nuno.html

Abraço

22.3.10  
Anonymous Anónimo said...

Caro LF, não concordo com o facto de retirar as supertaças e taças intercontinentais com o argumento de que apenas se fazem num jogo.

Por um lado, a presença nesse(s) jogo(s) envolve, necessariamente, um conjunto de outros jogos com resultados (no caso da supertaça a vitória na liga ou na taça de Portugal, em regra, e, no caso da intercontinental, a vitória na champions ou libertadores). Não concordo que o supremo título de clubes (a intercontinental, pese embora não tenha o mesmo mediatismo que a champions) não seja considerado.

Não se tratam de títulos que resultam de jogos a fazer por mero convite, mas sim fruto de um trabalho meritório que, por vezes, pode durar três anos (o campeonato, a champions e a intercontinental).

22.3.10  
Anonymous David said...

Acho que é desnecessária esta comparação que exclui os troféus disputados com um só jogo. A verdade é esta: se estamos a falar de títulos oficiais temos que contar com todos. Incluindo as supertaças e as intercontinentais. E, claro, a Taça Latina (com a qual a imprensa não conta, vá-se lá perceber porquê). No entanto, mais do que contar o número de troféus há que saber pesá-los. Quem olha para os números por si só, há-de pensar que as histórias do FCP e do Benfica são igualmente ricas. Mas dando um peso a cada título, a coisa muda de figura. Por exemplo: podemos dar um peso 1 a uma supertaça e a partir daqui determinar os pesos das outras competições. Aqui vai um critério, sugerido sem muita reflexão:

Supertaça de Portugal: peso 1
Taça da Liga: peso 2
Supertaça Europeia: peso 5
Taça Intercontinental:peso 5
Taça Latina: peso 5
Taça/Campeonato de Portugal: peso 10
Campeonato Nacional/Liga: peso 20
Taça Uefa: peso 40
Taça/Liga dos Campeões: peso 60

Fazer uma média com estes pesos (ou outros, eventualmente mais bem medidos) dará uma ideia mais real das diferenças entre o palmarés dos dois clubes. As contas deixo para quem tiver paciência.

Já para não falar que uma comparação justa também teria que ter em conta a quantidade de vezes que cada equipa chegou a uma final, meia-final ou quartos-de-final na Europa e as posições na tabela classificativa nos anos em que não ganharam o campeonato.

Por isso a história do Benfica é mais rica e continuará a ser durante muito tempo... Basta saber interpretar os números.

22.3.10  
Blogger zephirus said...

Cada um faz as contas como quiser mas de facto a supertaça é um bom exemplo de um jogo que por vezes é desiquelibradíssimo. Considero no entanto que a melhor tabela é contar com todos os troféus mas conferir-lhes pesos. Por exemplo se ao campeonato for dado peso 1, a supertaça teria peso 0,1. Acho que assim ficaria mais justo.

22.3.10  
Blogger Sry Lanka said...

Kurouki disse...
LF n te esqueças das supertaças e das intercontinentais deles..

Saudações Benfiquistas

KUROUKI...xxxxiiiiiiiuuuuuuuuu!!

Não vês q assim o FCP fica muito próximo do Slb??! Ai ai!! Essa honestidade a mais, ainda t leva a seres banido do Slb!


"Mas o critério que melhor define a diferença real entre os dois clubes é o que considera as competições disputadas em mais que um simples jogo, subtraindo assim Supertaças, Taças Toyotas, Taças Eusébio e afins. "

Ou seja, trocando por miudos..."Mas o critério que melhor define a diferença real entre os dois clubes é aquele q mais jeito dá pa por o Slb à frente!"

Supertaças, Taças Toyotas, Taças Eusébio e afins?! :) :) :) :)

Já não tinha vontade de me rir desde ontem, mas tive a brilhante ideia de ver aqui as reacções ao jogo de ontem, e eis q o sorriso voltou!!

Realmente, comparar a taça Eusébio com a Taça Toyota (e só é Taça Toyota, pq o clube dos 6 milhões não tem nenhuma, e o FCP DUAS, senão era a grandiosa TAÇA INTERCONTINENTAL), tem tudo a ver!!

Já q o critério q mais jeito dá, é o das competições com mais q um jogo, ta-lhe a faltar as taças da amizade do Guadiana!!

Santa Inocência!

23.3.10  
Anonymous Brytto said...

Ainda me lembro mt bem da taça Cândido Oliveira, hoje supertaça, que ninguém ligava importância nenhuma, a maioria das vezes era disputada com as segundas equipas dos intervenientes. Só, talvez, após uma célebre final Benfica Porto, disputada em Coimbra que foi decidida nos pe´naltis em que o Pinto da Costa se ajoelhou se começõu a dar maior importância...

Uma coisa são trofeus oficiais conquistados, outra bem diferente, são competições conquistadas, qt a isso acho que não deveria haver grandes duvidas, mas ao que parecem há!!!!!!!! e até por parte de benfiquistas!!!!!!......

23.3.10  
Blogger Kurouki said...

Sry Lanka

N te preocupes que eu gosto muito do nosso Glorioso.

E qdo digo ao LF para n esquecer as taças intercontinentais é mesmo com intuito de protejer a honestidade do futebol eles ganharam as inter só são um jogo ok, mas eles tiveram de ser campeões europeus para lá chegar e nós só por falta de sorte é que não temos mais duas pelo menos no nosso museu.

Honestidade é bonita de se prezar no futebol pq assim as vitórias são incontestáveis. Como é o perfeito exemplo do Benfica esta época, até em jogos que só n ganhou pq existem arbitros que n o permitem.

Força Benfica! =)

23.3.10  
Blogger Passaralho said...

É, de facto, é uma análise redutora e um bocado triste. Digamos que é uma análise 'à porto corrupto'. Não fica nada bem.

23.3.10  
Anonymous Tiago Pereira said...

LF:
Não se esqueça de por ai aquela taça que conquistaram no dubai e em que disputaram mais do que um jogo... Ridiculo

23.3.10  
Anonymous Anónimo said...

Finalmente alguém q pensa como eu. Comparar Supertaças com Campeonatos ou Taças de Portugal, é de bradar aos céus. Comparar uma competição anual com uma ''taçazita'' não lembra a ninguém. Ao menos coloquem-nas todas, alguns exemplos;
Taça Guadiana, Troféu Guan Gamper,...

Cump.s
Carlos Figueiredo

24.3.10  
Anonymous Tiago Pereira said...

Que não conte as supertaças de Portugal até percebo, visto o Porto ter 16 e o Benfica 4, agora não contar a supertaça europeia nem a intercontinental é realmente revelador do que se passa nessa cabeça.

24.3.10  

Enviar um comentário

<< Home