17/03/08

CALDEIRÃO DE EQUÍVOCOS

Começa a tornar-se penoso escrever sobre os jogos do Benfica, tal a mediocridade que vai emergindo semana após semana, tais as insuficiências que anunciam um fim de época desastroso, ao qual nem o segundo lugar deverá resistir.
Nos Barreiros Chalana surpreendeu com a utilização de dois laterais como médios ala, deixando Rui Costa no banco e entregando a Rodriguez a responsabilidade da orquestração do jogo encarnado. Mas, ao contrário do que disse o agora técnico principal do Benfica na conferência de imprensa, não creio que em termos de futebol jogado se tenham observado grandes novidades face aos jogos mais recentes. Afinal de contas a equipa da Luz quase não rematou à baliza, quase não criou perigo, e acabou por dar bastantes facilidades na sua linha defensiva, das quais há que salientar o lance do golo madeirense, sofrido em contra-ataque – inaceitável para uma equipa que está a ganhar – e com a incrível complacência de Edcarlos, uma das muitas contratações que nada vieram acrescentar, sobretudo lembrando-nos que teoricamente se trataria do substituto de Anderson, tão mal tratado na Luz, e agora no Lyon.
Do jogo de ontem, o único sinal positivo (além de mais um golo de Cardozo) foi a reacção final em busca do 1-2. Uma reacção que Bruno Paixão cortou antes do tempo, atribuindo apenas três minutos de descontos quando se justificariam cinco ou mesmo seis, e apitando ainda antes de se esgotar esse tempo, após quase não se ter conseguido jogá-lo, numa fase em que o Benfica parecia enfim capaz de empurrar os madeirenses para dentro da sua área.
Há neste Benfica vários jogadores sem classe, mas há também quem estranhamente se tenha quase demitido da equipa e dos jogos. Estou a lembrar-me de Petit, cujas prestações, por problemas físicos ou outros, têm estado a léguas daquilo que pode e sabe fazer. Em toda a temporada não me recordo de um único jogo em que o médio benfiquista se tenha destacado pela positiva, sentindo a equipa claramente a falta da raça, da experiência e da combatividade que antes garantia à intermediária do conjunto. Há que perceber o que se passa – e tenho para mim que não se trata de mera baixa de forma -, e resolver este problema rapidamente, até porque Binya, mau grado o seu empenho, não tem ainda a experiência e o estatuto que lhe permitam assegurar com clareza a posição.
E aí temos então o V.Guimarães colado ao Benfica, o Sporting com possibilidades de aproximação, e ambos com um calendário bem mais favorável que a equipa de Chalana – que tem de ir ao Bessa e ao Dragão. Olhando aquilo que se tem passado, não apostaria um pau de fósforo queimado na possibilidade de o Benfica segurar o segundo lugar, e tenho até algumas dúvidas que consiga o terceiro. Ou as coisas mudam muito rapidamente, ou esta poderá vir a ser uma temporada negativamente histórica.
O dilema que se coloca é agora o seguinte: manter Chalana, correr riscos de deitar tudo a perder, e contratar um treinador apenas no defeso, altura na qual as opções serão mais e melhores; ou por outro lado, limitando a escolha à disponibilidade actual do mercado, contratar desde já um técnico que possa assegurar a manutenção do importante segundo lugar, e simultaneamente trabalhar desde já a próxima temporada. Eu talvez optasse pela segunda fórmula, e como aqui já disse, Manuel Cajuda, caso tivesse vontade de abandonar Guimarães e correr o risco de nunca mais poder voltar à cidade, seria um tiro certeiro e eficaz.

2 Comments:

Anonymous catn said...

LF

Não há nada a fazer por este Benfica

1º-Não têm fio de jogo

2º-Ninguem percebe nada do que pensam os treinadores, o Benfica a jogar com 9 jogadores de tendencia defensiva, sobrando só Rodriguez e Cardozo, muito está a fazer Cardozo (19 golos em todas as provas) é muita "fruta" para uma equipa destas

3º- A equipa está muito mal fisicamente, não têm velocidade, a resistência não chega ao fim dos jogos

4- Lesionados a mais, com problemas musculares, nos outros clubes, estas lesões ficam saradas em 2 ou 3 semanas, no Benfica são 2 ou 3 meses, qualquer coisa esta mal

LF, vamos sofrer muito, para manter o 2º lugar

18.3.08  
Blogger LF said...

A questão das lesões já não é de agora, e é um dos mistérios que urge esclarecer.

Tendo que ir ao Bessa e ao Dragão, só por milagre manteremos o segundo lugar. Até porque as deslocações do Sporting são apenas três, e aos três últimos classificados.

18.3.08  

Enviar um comentário

<< Home