11/02/08

PARA ALIVIAR A CRISE...

Os oitavos-de-final da Taça de Portugal não trouxeram surpresas de maior. Com o F.C.Porto natural e antecipadamente apurado diante de um modestíssimo adversário, a expectativa morava em Alvalade e na Luz, onde os rivais lisboetas tinham por diante equipas da divisão maior. Tanto um como outro responderam bem à pressão colocada, e venceram justamente os jogos, reafirmando candidaturas ao triunfo nesta prova.
No único jogo que vi por inteiro, o Benfica justificou na segunda parte uma vitória que chegou a parecer difícil de alcançar ao longo da primeira, na qual a equipa, depois de se ver precocemente em desvantagem, repetiu os erros e as insuficiências dos seus últimos jogos em casa para a Liga.
Dois penáltis, muito bem convertidos por Óscar Cardozo, acabaram por virar o jogo, a com a equipa pacense reduzida a dez jogadores, o Benfica pôde enfim praticar um futebol um pouco mais condizente com o seu estatuto. Sem brilhantismos, mas com atitude e com Rui Costa e Nuno Assis em bom plano a pautarem o jogo a meio campo, e a marcarem mais dois golos de uma vitória que acabou por se revelar mais tranquila do que seria de supor.
As declarações de José Mota no final, atirando para o árbitro a responsabilidade pelo resultado, não fazem qualquer sentido. Entende-se a frustração de ver desmoronar um sonho que durante quarenta minutos pareceu realizável, mas a arbitragem de Augusto Duarte, com um ou outro erro, esteve muito longe de ser escandalosa. O segundo penálti e respectiva expulsão não oferecem quaisquer dúvidas, e quanto ao primeiro, nenhuma das repetições mostradas pela TV prova cabalmente a sua não existência. Parece haver um toque no pé de Rodriguez, que o jogador naturalmente aproveita para fazer render. Ficam muito mais dúvidas do que certezas, aceitando-se a decisão do juiz.
Coisa bem diferente é a polémica em torno da nomeação deste árbitro para um jogo no Estádio da Luz. Recorde-se que se trata do árbitro acusado de ter estado na casa de Pinto da Costa em vésperas de um jogo importante do F.C.Porto, a comer chocolates e a beber café, saindo depois com um envelope cheio de notas. É um dos principais arguidos do Apito Dourado, e personagem importante do livro de Carolina Salgado.
Num contexto destes, qualquer erro a favor ou contra o Benfica seria – como está a ser - naturalmente explorado até aos limites. Pouca prudência, para não dizer irresponsabilidade, de quem nomeia, escolhê-lo perante tantas opções disponíveis. Lembremos que nem sequer havia jogos das primeiras e segundas ligas, pelo que o número de nomeáveis era alargado.

6 Comments:

Anonymous Dragao de Lisboa said...

Para aliviar a crise tiveram que roubar aos olhos de um país inteiro!! Grande penaltie aquele primeiro e o segundo..hummmm..Sem contar como o facto de terem impedido o Paços de marcar o segundo!!! Depois de na Taça da Liga terem roubado escandalosamente para seguirem em frente agora tambem na Taça de Portugal tiveram um arranjinho!! Pois e depois o FCP é que é mafioso e que controla os arbitros...Venham jogar conosco na próxima eliminatória e até podem trazer o arbitro!! LADROES!! Sao mesmo grandes...

11.2.08  
Blogger LF said...

Até surgirem notícias de um árbitro visitar a casa do presidente do Benfica em vésperas de um jogo, e sair de lá com um envelope cheio de notas, e outro participar numa orgia com brasileiras a expensas de representantes do clube, julgo que os portistas, por decoro, se deveriam abster de comentar questões de arbitragem.

12.2.08  
Anonymous catn said...

LF

Grande balburdia por o Benfica ter ganho ao Paços de Ferreira, numa 1ª parte fraquinha, mas mesmo assim o Benfica tinha o total dominio do jogo, sofrendo um golo logo no 1º minuto, tinha de dar a volta ao jogo, Camacho pôs o Benfica a jogar á Benfica com 2 pontas de lança e a tentar marcar

O Arbitro não esteve a escandaleira que diz o treinador do Paços, no 1º Penalty só depois de ver o lance em câmara lenta e várias vezes posso começar a ter algumas duvidas, é claro que a velocidade real o arbitro não podia perceber, se tinha sido um toque do jogador do Paços ou não

No 2º Penalty, foi demasiado claro, que o jogador do Paços queria levar a camisola de Makukula para recordação e não esperou pelo fim do jogo, isto foi demasiado cláro, para se por em duvida

Agora pergunto eu, que defesas fez o Butt durante todo o jogo, quantas vezes foi o Paços á area do Benfica, queria o José Mota ganhar este jogo, jogando completamente á defesa

O José Mota deveria-se preocupar com o mau desempenho da sua equipa, marcar um golo no 1º minuto... qualquer equipa o pode fazer, agora tem de jogar muito mais para manter essa vantagem, e atenção, o Benfica está a jogar muito mal

Espero que Camacho continue a jogar com Cardozo e Makukula, na frente do nosso ataque, estes 2 jogadores criam muitas complicações as defesas contrarias, quer pela sua altura como pelo seu poderio fisico (mais Makukula)

Com estes jogadores, fixos no ataque, os treinadores adversários têm de jogar sempre com 3 centrais, pois não vão jogar "Homem a Homem" na defesa, seria muito arriscado

Eu acho que podem fazer uma boa dupla de atacantes

12.2.08  
Blogger LF said...

E verdade Catn, sempre que o Benfica ganha começa a confusão.
Ainda há duas épocas fomos eliminados da taça pelo Guimarães com um golo após dominio da bola com a mão, e pouco se falou no caso.
Há duas semanas atrás fomos subtraídos de dois pontos em casa com o Leixões, através de uma arbitragem vergonhosa. Pouco ou nada se falou, excepto em espaços como este.
Os erros de arbitragem já nos custaram - que me lembre no imediato - seis pontos na Liga.
Só contra o Leixões foram quatro, dois em cada volta.
Fomos beneficiados (aí sim) na Taça da Liga, que pouco interessa, talvez para disfarçar a impressionante série de golos ilegais que o F.C.Porto marcou durante a primeira volta.

Agora, por causa de um fora de jogo mal assinalado, de uma suposta falta a meio campo e de um penálti que ninguém pode dizer que seja ou não seja, e após uma vitória clara por 4-1, é o que se vê.

Há treinadores que só falam de arbitragens quando jogam contra o Benfica. Com o Porto, não só aparentam jogar de forma muito mais dócil e reverente, como depois, nas conferências de imprensa, tudo perdoam aos juizes.

Mesmo com o Apito Dourado a ser julgado, continua a haver medo e subserviência no futebol português.
Treinadores como Carlos Brito, Carlos Carvalhal, Domingos Paciência, Jorge Costa, José Mota, Jaime Pacheco, entre outros, têm fortes ligações ao F.C.Porto. Todos, ou quase, jogaram lá.
Muitos deles parece terem medo ou vergonha de jogar contra o seu clube.
Os presidentes por seu lado, quase todos devem favores a Pinto da Costa, que trabalha muito bem essa questão.
Há jogadores emprestados pelo F.C.Porto a quase todos os clubes da primeira e segunda liga, e nalguns casos em generosa quantidade. Isto até devia ser ilegal (pelo menos na mesma divisão), mas não é, e creio influenciar a forma como estas equipas se empenham contra Benfica (jogos em que, até pelo mediatismo que envolvem, deixam a pele em campo para vencer), e F.C.Porto (para os quais partem derrotados, amaciados e reverentes).

É assim o futebol português. Mesmo com o Apito DOurado a ser julgado.

É esta a força do F.C.POrto, que depois, juntamente com os tiros no pé que os adversários vão dando, de transforma em títulos.

Só quando Pinto da Costa for banido do futebol (o que num país normal já teria acontecido, como sucedeu com Moggi em Itália), isto poderá mudar, pois é tal a teia, elaborada meticulosamente ao longo de 30 anos, que muito dificilmente se pode lutar contra ela.

12.2.08  
Anonymous Dragão de Lisboa said...

Ó if, és mesmo um génio!!
So te faltou dizer que tudo mudará quando isso tudo que disseste acontecer ( querias!! ) e quando o teu clubinho tiver um presidente que perceba de futebol e que nao passe todos os anos a dizer para terem paciência que agora é que vai ser..Como li aqui num post do blog, gasta milhoes e compra dezenas de jogadores que só têm lugar no teu clube! Deve ser por isso q ta rico o teu presidente. Nos estamos a adorar e desejamos que ele continue a comandar os vossos destinos. E ja nao é só no futebol que sao uns coitados..Cada vez maiores..1 milhao de sócios será o proximo objectivo. Nem 50 mil devem pagar cotas...Palhaços!!

13.2.08  
Blogger LF said...

Isso é outra questão. Uma questão interna.
Essa terão de ser os benfiquistas a resolvê-la.
Não confundas incompetência com corrupção.

13.2.08  

Enviar um comentário

<< Home