26/02/08

CLASSIFICAÇÃO "REAL"

Houve alguns casos de arbitragem nesta jornada, mas sem qualquer interferência directa na pontuação.
No Dragão, a legalidade do primeiro golo portista deixa dúvidas, se bem que não pude ver ainda todas as repetições. Suponho não terem existido mais casos.
Na Luz, numa disputa de bola, Luisão terá atingido o corpo de um adversário dentro da área, enquanto que Mantorras pode ter sido tocado na área bracarense já nos últimos minutos. No estádio nem me apercebi da primeira, e a segunda – talvez fruto da ansiedade de mais um empate - pareceu-me claramente penálti. Vendo na TV, nenhuma das situações se me afigura afinal passível da marcação de grande penalidade, o que não significa que a arbitragem tenha sido boa, bem pelo contrário.
No Bonfim há um golo mal anulado ao Sporting logo no início, mas ainda na primeira parte há uma grande penalidade cometida por Grimi. Uma situação anula a outra, pelo que nada há a corrigir em termos classificativos.
Eis a actualização:
F.C.PORTO 48
Benfica 42
Sporting 33

Etiquetas:

3 Comments:

Blogger PPA said...

A SER FALTA DE GRIMI, É FORA DA ÁREA, PELO QUE A COERENCIA MANDA QUE SOMES MAIS 1 PONTO AO SPORTING.

PARA O TRIBUNAL DO JOGO, OS 4 ÁRBITROS DIZEM QUE É FORA, E SÓ 2 ACHAM QUE É FALTA, OUTROS 2 ACHAM QUE NEM FALTA É.

26.2.08  
Blogger LF said...

Mas a mim parece-me falta, e cometida sobre a linha, que faz parte da área.
Não me importaria nada de somar um ponto ao Sporting, e reconheço que o lance do golo anulado é um erro muito mais flagrante. Mas não consigo deixar de ver um penálti na falta do Grimi.

26.2.08  
Blogger LF said...

O Tribunal do jogo não é credível.
São árbitros do tempo do Lourenço Pinto, que nunca chegaram a perder as amarras ao sistema.
Têm como função branquear alguns erros e empolar outros, num jornal em cujo director é testemunha de Pinto da Costa no processo Apito Dourado.

26.2.08  

Enviar um comentário

<< Home