07/01/08

TUDO VOLTOU AO NORMAL

Se na última jornada de 2007 o F.C.Porto tinha cedido a sua primeira derrota, e deixado os rivais lisboetas a sonhar com um início de ano mais risonho, neste fim de semana tudo voltou aquilo que tem sido a normalidade deste campeonato: o Porto a vencer, e a distanciar-se de novo de toda a concorrência, terminando a primeira volta com uma vantagem que deixa pouca margem para esperança a Benfica e Sporting.
Os jogos do Bonfim e do Bessa foram aliás sintomáticos acerca das fragilidades de Sporting e Benfica, incapazes de se impor num momento em que o campeonato poderia ficar de algum modo relançado. Enquanto o Sporting pagou caro a sua ineficácia ofensiva, o Benfica não mostrou classe nem tranquilidade para manter uma vantagem caída do céu.
O F.C.Porto limitou-se a cumprir a sua obrigação – o que basicamente tem feito ao longo desta Liga -, e mesmo sem jogar bem somou mais três pontos, que o deixam cada vez mais com o título à mercê. O que, diga-se, se deve bem mais ao demérito dos rivais que à qualidade do seu futebol.