14/06/07

SEM ESTOFO !

Lamentavelmente pouco há a acrescentar ao que aqui disse aquando do primeiro jogo do Euro Sub-21. Aconteceu aquilo que se esperava, depois de ver aquela primeira parte frente à Bélgica.
Mais uma vez Portugal entrou mal no jogo e demorou demasiado tempo a recompor-se. Verdade se diga, apenas durante os 15 minutos que precederam o segundo golo holandês, a equipa de Couceiro deu um ar de sua graça, mostrando-se em todo o resto do jogo uma equipa desorganizada, abúlica e sem chama (sem ambição ?).
O apuramento para as meias-finais, e consequentemente para os Jogos Olímpicos de Pequim, está agora dependente de terceiros (e de quartos...). A selecção nacional necessita de vencer Israel (o que, pelo que se assistiu até agora, não será fácil) e esperar que a Bélgica perca frente a uma vizinha Holanda já apurada.
Efectivamente estas equipas de Sub-21 têm o condão de nos fazer recordar os mais negros anos das selecções nacionais pré-Scolari, quando nos perdiamos em contas e mais contas até às constantes e repetidas decepções finais.