07/05/07

JÁ CHEIRA A TÍTULO NO DRAGÃO

Um Porto assim-assim foi suficiente para derrotar o Nacional e cimentar a sua liderança na Liga quando faltam apenas duas jornadas para o seu final.
A nota de maior relevo da partida foi a excelente exibição de Anderson, que na ausência de Quaresma, se assumiu como a principal fonte inspiradora dos dragões, marcando um golo e dando outro a marcar.
A vitória portista foi consumada apenas na segunda parte, mas já na primeira a equipa de Jesualdo vira o árbitro auxiliar anular-lhe dois golos (um bem outro mal). O Porto foi sempre senhor do jogo e mereceu amplamente um resultado que o coloca ainda mais perto do título.
Não é crível que a equipa portista, que habitualmente se transcende nos momentos decisivos, venha a facilitar no que resta de campeonato. Caso ganhe em Paços de Ferreira terá o título no bolso, mas até um empate pode bastar.