08/04/08

VINTE ANOS DE MENTIRA DE A a Z

A justiça do título conquistado pelo F.C.Porto nesta época de 2007-08 é inatacável. Embora beneficiando de dez golos irregulares ao longo da prova - Sporting, U.Leiria (3), P.Ferreira (2), Boavista, Leixões e Belenenses (2) -, cinco expulsões perdoadas (três delas a Bruno Alves em Matosinhos, Alvalade e Amadora, uma a Quaresma e outra a Lisandro nos Barreiros), e pese ainda os treze penáltis subtraídos ao Benfica e descritos em post anterior, tem que se admitir a maior regularidade exibicional dos portistas, a sua maior coesão, e o brilhantismo de alguns dos seus jogadores - nomeadamente os argentinos Lucho e Lisandro, que realizaram uma temporada extraordinária.
Efectivamente, mesmo sendo - respeitando a "tradição" - a equipa mais beneficiada da competição, tem que se dizer que o F.C.Porto foi também o melhor conjunto e, sobretudo, que não teve culpa dos erros de águias e leões, que cedo se suicidaram neste campeonato quer dentro quer fora das quatro linhas, com erros crassos de gestão desportiva próprios do mais cândido amadorismo. Sem interferências de arbitragem possivelmente a festa não tinha ainda sido feita, mas, mais jornada menos jornada, a equipa de Jesualdo confirmaria o merecido título, até porque muitos dos lances referidos (embora nem todos) ocorreram em jogos nos quais os portistas acabaram por vencer folgadamente.
Isto todavia não apaga, nem pode branquear, todo o caminho histórico percorrido pelos dragões até aqui, designadamente desde o momento em que Jorge Nuno Pinto da Costa assumiu o poder – do F.C.Porto e do futebol português.
Desde os anos oitenta muitos foram os casos, muitas foram as suspeitas. Quando vieram a público as escutas do Apito Dourado quase ninguém foi apanhado de surpresa, pois toda a gente mais ou menos ligada ao futebol sabia o que se passava. Tratando-se de situações difíceis de comprovar, e conhecendo-se a rede de influências e interdependências ardilosamente construída ao longo de duas décadas, tornava-se (e torna-se) difícil ver a justiça chegar a bom porto, para mais conhecendo-se a sua dramática lentidão e ineficácia, verificada nestes e noutros casos no nosso país.
No momento em que se vão julgar em tribunal um F.C.Porto-E.Amadora e um Beira Mar-F.C.Porto, disputados na melhor temporada de sempre dos dragões (com uma grande equipa e um grande treinador), é importante que se perceba que o problema está muito longe de se esgotar nesses dois episódios, nem eles serão certamente os mais relevantes de uma história repleta de mentira, corrupção e tráfico de influências. Pelo contrário, o que deve ser entendido das escutas – mesmo que o tribunal não o possa ou consiga fazer - é um panorama de subversão total e absoluta de uma lógica competitiva de isenção e transparência, que foi sendo a base para benefício de uns e prejuízo de outros, ao longo de muitas temporadas, e que valeu títulos, dinheiro, prestígio europeu, numa espiral que ainda hoje condiciona e subverte a hierarquia competitiva do futebol português.
É em nome da preservação dessa memória que este texto é publicado. É no fundo o repescar de um conjunto de episódios, factos e, nalguns casos, apenas rumores, que por si pouco poderiam representar, mas que em conjunto reflectem uma realidade à qual não podemos fugir, e a qual ninguém de bom senso deverá ignorar ou fingir que não existe ou existiu. Mesmo que, por questões processuais, a justiça acabe por não conseguir desempenhar o seu papel, a verdade não poderá ser esquecida nem branqueada, pois o que está em julgamento não é mais que a ponta de um iceberg escondendo uma sórdida teia de podridão que alicerçou o futebol português ao longo de mais de vinte anos. É importante que nos lembremos, a cada momento, a cada fim-de-semana, a cada jogo, como é que o F.C.Porto se tornou na máquina de vitórias que hoje é, não desfazendo, obviamente, da qualidade e profissionalismo de muitos dos jogadores e técnicos que passaram pelo clube, e aos quais provavelmente até terá escapado muito do lixo arrecadado nas traseiras dos seus triunfos.
Fica pois aqui, de A a Z, a memória de duas décadas de mentira:

A de ACÁCIO – Pouca gente se lembrará deste nome. Trata-se de um guarda-redes brasileiro que passou com discrição pelo Tirsense e pelo Beira Mar, e que só depois de regressar ao Brasil tomou a liberdade de falar sobre a sua aventura europeia. Confessou então que recebera pressões e propostas diversas para facilitar uma vitória do F.C.Porto em Aveiro, que valia (e valeu) o título nacional de 1993. O caso foi pouco falado, vivia-se ainda um clima de medo pré-Apito Dourado. Mas a recordação das suas declarações e desse campeonato permanecem bem vivas no meu espírito. Só não sei se foi nessa ocasião que, também em Aveiro, o jornalista Carlos Pinhão foi barbaramente agredido por elementos ligados ao F.C.Porto.
Uns anos antes havia sido o belga Cadorin, avançado do Portimonense, a acusar o empresário Luciano D’Onófrio de lhe prometer um bom contrato (em Portugal ou no estrangeiro), caso fizesse um penálti nos primeiros minutos de um Portimonense-F.C.Porto (“depois jogas normalmente”, ter-lhe-á dito). Com a saída do belga do futebol português, o caso acabou por morrer.

B de BENQUERENÇA – Olegário Benquerença protagonizou duas das mais escandalosas actuações da arbitragem portuguesa dos últimos anos. Na Luz, em Outubro de 2004, dois meses antes da detenção de Pinto da Costa, o árbitro leiriense e o seu assistente Luís Tavares foram os únicos que não viram (mais alguns que não quiseram ver…) uma bola rematada por Petit ser retirada de dentro da baliza portista por um desesperado Vítor Baía. No mesmo jogo já havia feito vista grossa a uma claríssima grande penalidade de Seitaridis sobre Karadas (que daria expulsão do grego no início da segunda parte), e mostrado um vermelho injusto a Nuno Gomes, que havia sido barbaramente agredido por Pepe. Um ano depois, em jogo da Taça de Portugal, foi o Sporting a vítima deste benemérito portista de longa data. Com mais uma exibição de “luxo”, Benquerença colocou os leões fora da Taça, poupando penáltis, e expulsando jogadores até achar necessário. Já antes de 2004 era um árbitro polémico, com arbitragens invariavelmente favoráveis aos portistas. Talvez por isso viu as portas de uma carreira internacional de sucesso serem-lhe escancaradas e, não se sabe bem como, poderá até estar no Euro 2008.

C de CALHEIROS – Os irmãos Calheiros – quem não se recorda dos gémeos e barbudos fiscais de linha, ladeando Carlos, o irmão mais velho – foram umas das muitas figuras sinistras da arbitragem portuguesa da década de noventa. Recordo particularmente um inacreditável penalti assinalado nas Antas por suposta falta de Mozer no empate 3-3 de 1993-94, bem como um jogo em Aveiro, na época anterior, concretamente na tarde soalheira de 16-5-1993, em que expulsou Yuran e Pacheco por supostas palavras, possibilitando a vitória ao Beira Mar, e dando o título ao F.C.Porto - que à mesma hora via um tal de Marques da Silva, do Funchal, expulsar estranhamente dois jogadores do Desp. Chaves e assinalar um penálti escandaloso que lhe permitiu virar o marcador para de 0-1 para 2-1 na difícil visita a Trás-os-Montes, quando águias e dragões seguiam, a três jornadas do fim, empatados em pontos. Mais do que essa e outras actuações, sempre em benefício dos mesmos, este trio ficou famoso pela célebre viagem ao Brasil, feita através da agência de Joaquim Oliveira, e paga pelo F.C.Porto. A investigação deste caso nunca foi devidamente feita. Com a PJ do Porto e o próprio MP aparentemente alinhados com o sistema, foi difícil durante muitos anos (e continua a sê-lo) avançar pelos caminhos da verdade.
Ao pé destes meninos, Calabote era possivelmente apenas um ingénuo aprendiz – e diga-se que o suposto e empolado caso Calabote, nos anos cinquenta, redundou apenas num título para o…F.C.Porto.

D de DUDA – Foi um dos meus primeiros contactos com a suja realidade do futebol português das últimas décadas. Jogava-se, já em plena segunda volta, a liderança do campeonato numa tarde chuvosa na Luz – foi este o célebre jogo em que Toni saiu a chorar por ter involuntariamente partido a perna de Marco Aurélio. O Benfica vencia por 1-0 desde os primeiros minutos com um golo de João Alves, mas já na ponta final do desafio, em recarga a um livre defendido por Bento, o brasileiro Duda em claríssimo fora de jogo empatou a partida. O F.C.Porto de Pedroto, e já com Pinto da Costa no departamento de futebol, seria campeão.
No ano antes, já o F.C.Porto tinha alcançado o título através de um livre duvidoso à entrada da área, que lhe possibilitou por intermédio de Ademir o empate (1-1) frente ao Benfica nos últimos minutos de um jogo nas Antas, em que estivera em desvantagem desde o terceiro minuto com um auto-golo de Simões, e em que se vira a barra devolver uma bola cabeceada por Humberto Coelho. Bento fora expulso na jornada anterior, jogando Fidalgo na baliza encarnada. Era o início de uma longa e podre história.

E de EXPULSÕES – A dualidade de critérios nos jogos do F.C.Porto foi desde os anos setenta uma constante. Todo o anti-jogo lhes foi sempre permitido (recordo por exemplo os empates a zero na Luz em 1989, 1990 e 1993), as agressões de Frasco, Fernando Couto, Paulinho Santos e Jorge Costa raramente foram punidas – este último quando se sentia pressionado atirava-se para o chão e punha assim fim aos lances -, mas aquilo que talvez tenha sido o emblema desta realidade foram as sistemáticas expulsões de jogadores encarnados sempre que jogavam frente aos portistas. Nos últimos vinte anos foram mostrados 23 (!!!) cartões vermelhos a jogadores do Benfica em clássicos com o F.C.Porto para todas as competições. A saber, e por ordem alfabética: Abel Xavier 94-95, Dimas 94-95, Eder 02-03, Escalona 99-00, Hélder 94-95, Isaías 91-92, João Pinto 94-95, 97-98 e 98-99, Miguel 02-03, Mozer 92-93, Nuno Gomes 04-05, Nelo 94-95, Pacheco 88-89, Ricardo Rocha 02-03 e 03-04, Ricardo Gomes 95-96, Rojas 99-00, Rui Bento 91-92, Tahar 96-97, Vítor Paneira 94-95, Veloso 87-88 e Yuran 92-93. Para se ter uma ideia da força deste número, digamos que nos oitenta anos de história anteriores (1907 a 1987) foram expulsos apenas 10 jogadores do Benfica em jogos com o F.C.Porto, ou seja, em apenas vinte anos foram expulsos mais do dobro dos que haviam sido em toda a restante história do futebol português. Este tem sido um aspecto fulcral da perseguição ao Benfica e da protecção ao F.C.Porto, e que muitas vezes impediu outros resultados, nomeadamente a norte, onde a maioria daquelas expulsões teve lugar. Por vezes foi também em vésperas de deslocações às Antas que as expulsões cirurgicamente ocorreram. Foi o caso de Preud’Homme,em 1995-96, e Miccoli no ano passado, curiosamente dois grandes jogadores que nunca haviam sido expulsos em Portugal, e nunca voltaram a sê-lo depois dessas ocasiões.
Também os penáltis marcados a favor do F.C.Porto e subtraídos ao Benfica foram uma constante nas deslocações às Antas (por exemplo 89-90, 92-93, 93-94 no primeiro caso; 91-92 no segundo). Mas até na Luz, em jogo decisivo para o título de 1991-92 isso aconteceu, com o marcador a ser aberto já a meio da segunda parte num lance fora da área entre Rui Bento e Rui Filipe, que valeu o primeiro golo portista e a expulsão do benfiquista. O F.C.Porto, a jogar contra dez, venceria por 2-3. O árbitro era Fortunato Azevedo, que já na primeira volta subtraíra uma grande penalidade ao Benfica e expulsara Isaías, em jogo que terminou empatado a zero.
Os golos anulados a Kandaurov em 1997-98, e Amaral em 1994-95, além do caso Benquerença em 2004-05, também são dignos de figurar neste negro registo de clara e inequívoca parcialidade. Sem falar nas célebres defesas de Vítor Baía fora da área, sem cartão nem punição.

F de FAMALICÃO – Foi um dos muitos escândalos da era Lourenço Pinto/Laureano Gonçalves (fim de oitentas princípio de noventas) – a pior de todas na arbitragem portuguesa. Com o campeonato de 1992-93 ao rubro, o F.C.Porto deslocou-se ao então difícil recinto do Famalicão. Quase seis minutos depois da hora, o árbitro José Guimaro - mais tarde condenado por corrupção no caso Leça - arquitectou um absurdo penálti para dar a vitória ao F.C. Porto. João Pinto converteu e o F.C.Porto, com estas e outras (ver Acácio e lembrar o penálti de Rui Bento sobre Rui Filipe na Luz), alcançou um dos títulos mais nebulosos da história do futebol português.

G de GERALDÃO – O central brasileiro Geraldão, bem como o lateral esquerdo internacional Branco, eram especialistas na cobrança de livres directos. Como tal, as arbitragens mostravam-se extremamente zelosas sempre que algum jogador portista caía nas imediações da área (e eram muitos a fazê-lo de forma deliberada), assinalando de pronto livres que frequentemente acabavam em golos. O F.C.Porto do início da década de noventa venceu muitos jogos assim. Recordo um Benfica-F.C.Porto de 1990 em que foi assinalada perto de uma dezena de livres nas imediações da área encarnada, quase todos simulados. Por sorte, nesse dia Geraldão estava com a pontaria desafinada, e o resultado acabou em branco. Mas o título voou para norte…

H de HILÁRIO – Tal como Acácio e Cadorin, o agora guarda-redes do Chelsea foi outra das figuras sobre a qual se ouviram rumores de possível suborno ou pressão quando defendia, por empréstimo do F.C.Porto, as redes do Estrela da Amadora. Neste caso não foi o próprio a assumir, mas sim terceiros a acusar. Foi uma história que também acabou por morrer nos silêncios do medo. Nos últimos anos falou-se também de Rolando do Belenenses, eternamente apalavrado com os dragões.
Ao longo dos últimos tempos muitos têm sido também os jogadores emprestados pelo F.C.Porto a clubes da primeira divisão (situação que deveria ser proibida), conseguindo com isso atirar algum charme para cima dos seus dirigentes - sempre conveniente na hora das contratações - e simultaneamente amaciar adversários. Durante muitos anos os clubes da Associação de Futebol do Porto (Leça, Leixões, Tirsense, Penafiel, Varzim, Rio Ave, Salgueiros, Paços de Ferreira, etc) foram a este nível verdadeiros parceiros do F.C.Porto na sua rota rumo ao domínio, a bem ou a mal, do futebol português. Isso notava-se com clareza nos resultados e nas exibições. E de certo modo ainda nota, caso estejamos bem atentos.
Nesta mesma edição da liga, o F.C.Porto tem jogadores emprestados a Sp.Braga, Belenenses, Leixões, V.Guimarães, V.Setúbal, Académica e E.Amadora. Também U.Leiria e Marítimo têm tido relações privilegiadas com os dragões, sem contar a Liga de Honra, território quase todo submerso na rede de interdependências criada pelo F.C.Porto e seus próximos, ou não tivesse sido ela criada mesmo para esse efeito. O Alverca foi filial do Benfica (embora depois tenha servido para retirar jogadores como Deco da Luz e vender-lhe monos a preços de luxo), mas a satelização de clubes da primeira divisão tem sido ao longo dos anos uma das armas do F.C.Porto. Alguns clubes chegaram a receber quase meia equipa emprestada pelos dragões. Refira-se ainda que a quantidade de treinadores ex-jogadores portistas, conotados com o F.C.Porto e imbuídos da cultura do clube, orientando clubes da liga principal nos últimos anos, é extraordinariamente vasta: Carlos Carvalhal (que ainda na Taça da Liga festejou um golo virando-se para o banco encarnado e gritando f....s d. p...), Carlos Brito, Jaime Pacheco, Jorge Costa, Domingos Paciência, António Sousa, António Conceição, José Mota, Augusto Inácio, Eurico Gomes, Octávio Machado, António Oliveira, Rodolfo Reis, Paulo Alves, José Alberto Costa, para referir apenas os que me vêm no imediato à memória. Se em muitos destes casos seria injusto especular acerca do menor empenho das equipas, percebeu-se quase sempre, por exemplo nas flash-inteviews, um pudor extremo em falar de arbitragens nos jogos contra os dragões, e uma fúria incontida caso os supostos prejuízos se dessem com outros clubes, designadamente o Benfica.

I de ISIDORO RODRIGUES – Este árbitro viseense foi um verdadeiro Benquerença da década de noventa. Muitos foram os jogos em que beneficiou o “seu” F.C.Porto, e sobretudo aqueles em que prejudicou o Benfica, bastas vezes sem sequer se preocupar com as aparências. Recordo com particularidade um Benfica-Boavista (1995-96) em que Isidoro virou o resultado quase sozinho, expulsando três jogadores do Benfica (entre os quais João Pinto), assinalando um penálti fantasma e validando um golo em fora-de-jogo; bem como um Varzim-Benfica para a primeira jornada de 2001-02, em que o árbitro só apitou para o final do jogo quando o Varzim chegou ao empate, nove (!!) minutos depois da hora, e já depois de ter expulsado os benfiquistas Cabral e Porfírio, e marcado o penáltizinho da ordem, começando a liquidar desde logo as aspirações benfiquistas numa época em que muito apostavam (contratações de Simão, Drulovic, Zahovic, Mantorras etc).

J de JOÃO ROSA – Estava-se em 1985-86 e o campeonato seguia animado com a luta Benfica-F.C.Porto na frente da tabela. Este árbitro eborense foi nomeado para um Salgueiros-Benfica, no qual acabou por apenas não meter a bola dentro da baliza dos da Luz com as suas próprias mãos. De resto fez tudo para o Benfica perder pontos, acabando por “conseguir” um empate a um golo. O sistema estava a atingir o auge dos seus tempos mais tenebrosos.
Outro Rosa, mas este Santos (embora apenas de nome…), foi também figura de proa do sistema que construiu a hierarquia do futebol português que hoje temos. Uma vez em Loulé, permitiu a marcação de um livre sem ter apitado nem os jogadores algarvios terem formado barreira. Esse lance valeu uma eliminatória da taça para o F.C.Porto. Hoje continua a fazer alguns favores aos dragões, comentando arbitragem no jornal “O Jogo”.

K de KANDAUROV – Seria necessário muita pesquisa ou imaginação para encontrar na história do desporto-rei um golo anulado tão limpo como o que este médio ucraniano marcou no Estádio das Antas em 1997-98, num jogo que poderia dar novo rumo a esse campeonato. O F.C.Porto venceu por 2-0, golos de Artur, depois de se ver dominado na maior parte do tempo, fruto, sobretudo, de uma grande exibição de Poborsky, que se estreava de águia ao peito. Uma arbitragem ultra-tendenciosa de António Costa não permitiu a vitória encarnada.
Outro golo limpo anulado igualmente célebre foi na Supertaça de 1994-95, também nas Antas (onde, assim, se tornava naturalmente difícil marcar), ao extremo campeão de Riad, Amaral. Isto para não falar uma vez mais em Benquerença.

L de LOURENÇO PINTO –O advogado de Valentim Loureiro no início do caso Apito Dourado, o homem que avisou Pinto da Costa das buscas a sua casa e lhe permitiu a fuga, foi, por surreal que pareça, presidente do Conselho de Arbitragem da FPF no início dos anos noventa, por indicação (claro!) da Associação de Futebol do Porto, presidida por o recentemente falecido Adriano Pinto, e que, sendo maioritária, pôde sempre optar por manter na sua “posse” aquele “precioso” instrumento, em detrimento até mesmo da própria presidência da FPF (que deixava para Lisboa, mas que praticamente só tratava da selecção nacional). Os seus tempos foram dos piores da história da arbitragem portuguesa e valeram vários títulos ao F.C.Porto, que tão bem protegido nem precisava de jogar muito para vencer. Com equipas onde pontificavam Vlk, Bandeirinha, Tozé, Paulinho César, Kiki, Raudnei, Barriga ou António Carlos, conseguiu vencer campeonatos ao Benfica de Paulo Sousa, Rui Costa, João Pinto, Vítor Paneira, Futre, Isaías, Mozer etc. Lourenço Pinto teve pois o efeito de um verdadeiro Maradona no campeonato português. Laureano Gonçalves e Fernando Marques seguir-lhe-iam o exemplo. Sobre Pinto de Sousa não é necessário acrescentar muito mais aquilo que tem sido veiculado no âmbito do Apito Dourado.
O caso Francisco Silva – que se terá autonomizado do sistema, depois de ser um dos seus principais interpretes – é algo que merecia ser melhor estudado e investigado, e no qual talvez se encontrassem algumas das origens de todo este tenebroso caminho. O juiz algarvio terá sido, nas suas próprias palavras, “tramado” por Lourenço Pinto - certamente por saber demais -, vendo-se assim irradiado da arbitragem. Recorde-se que foi apanhado com um cheque na mão num balneário de Penafiel.

M de MAIA – Quando vejo toda a polémica em torno do Estoril-Benfica de 2005, disputado no Algarve, e me lembro da quantidade de jogos que o F.C.Porto disputou fora de casa na…Maia, até me dá vontade de rir. Com o pretexto das transmissões televisivas – negociadas pela Olivedesportos – o Estádio Municipal da Maia, um bocadinho mais perto das Antas que o Algarve da Luz, serviu para diversas equipas “receberem” o F.C.Porto. Os resultados eram óbvios, e suponho que os portistas nunca tenham perdido um ponto que fosse nessas “deslocações”. Com Damásio na presidência do Benfica, estes eram aspectos que passavam totalmente em claro. Pinto da Costa e o F.C.Porto agradeciam. Foram os anos do “penta”.

N de NORTE – O povo do norte tem sangue na guelra. Para o melhor o para o pior. Nas Antas, por exemplo, não eram só os jogadores e os árbitros que tinham de enfrentar a pressão de figuras como o Guarda Abel (que exibia armas em pleno túnel de acesso aos balneários), ou os simpáticos “Super Dragões”. Também os jornalistas sofreram na pele sempre que revelaram a coragem de afrontar o super-poder tentacular e mafioso que por ali reinava. Lembro-me de um célebre F.C.Porto-Nacional, em que foram os próprios repórteres televisivos a serem objecto da fúria dos adeptos, sem que ninguém lhes tivesse valido, qual território sem lei, qual fanatismo elevado aos máximos limites .
Fala-se também aqui da agressão a Carlos Pinhão, das ameaças de morte a João Santos e Gaspar Ramos, e podia-se falar das agressões a Marinho Neves, a Ricardo Bexiga, a Rui Santos e a muitos outros anónimos que, como inclusivamente eu próprio, já foram objecto de ameaças várias.
Noutras modalidades, esta pressão intimidatória tem sido e continua a ser uma das armas dos dragões que, ao contrário do que se passa em Lisboa, parecem contar no seu território com forças policiais domesticadas (para além do MP, da PJ, também a PSP lá parece funcionar de forma diferente). No Hóquei em Patins já caíram petardos na cabeça de jogadores do Benfica, sem que tivesse acontecido nada. No Basquetebol ainda no ano passado houve distúrbios que passaram impunes.
O ódio a Lisboa foi sempre uma matriz de Pinto da Costa e do seu F.C.Porto, mistificando o facto de haver muitos benfiquistas no norte, e o Benfica não ser, longe disso, representativo exclusivo da capital portuguesa, onde existem dois clubes grandes. Na verdade, esse ódio – de consequências por apurar na coesão do nosso pequeno país – não foi mais que um instrumento de aglutinação de tropas e manutenção e endeusamento de um poder com laivos fascizantes quanto ao seu fanatismo. Isto virou-se sempre contra a selecção nacional, a qual foi amplamente penalizada pelo desprezo e/ou instrumentalização de que foi alvo. Até chegar Scolari.

O de OLIVEIRAS – Juntamente com o irmão António, Joaquim Oliveira foi elemento determinante na consolidação do poder portista. Ainda hoje o clube da Luz tem as suas transmissões televisivas extremamente sub-avaliadas, face à popularidade e audiências de que desfruta. Faz-me alguma confusão Joaquim Oliveira ser accionista de referência da SAD benfiquista, e ninguém se preocupar muito com isso.
Já o irmão António (o do caso Paula, dos carimbos falsificados no caso N’Dinga, e das polémicas do Coreia-Japão), ex jogador e treinador do clube portista, protagonizou em 1992 um episódio curioso e revelador. Treinava o Gil Vicente e na primeira volta, nas Antas, fez entrar um tal de Remko Boere a um minuto do fim com o resultado em branco. Esse jogador, que quase nunca havia jogado na equipa, nesse minuto apenas fez um penálti caricato e recebeu ordem de expulsão. O F.C.Porto venceu 1-0. Na segunda volta, em Barcelos, com o F.C.Porto já campeão, o Gil venceu por 2-1 e salvou-se da descida à segunda divisão. Tudo em família portanto…

P de PROSTITUTAS – Já muito antes de rebentar o Apito Dourado se ouvia falar de orgias de prostitutas com árbitros. Até na segunda divisão isso acontecia, e quem conheça pessoalmente alguém ligado à arbitragem facilmente perceberá do que estou a falar. Marinho Neves também já havia falado dessa realidade, muitos anos antes de António Araújo entrar no mundo do futebol, e de se ouvir falar em Apito Dourado.
O envolvimento com prostitutas é uma forma de pressão extremamente eficaz. Se por um lado premeia e vicia, por outro permite sempre chantagear, mantendo nas mãos, quais marionetas, quem por uma vez cai nessa rede, nomeadamente através de câmaras de filmar ocultas. Estando muitas das casas de alterne da zona do grande Porto ligadas a Reinaldo Teles, é fácil perceber a potencialidade deste esquema.

Q de QUINHENTINHOS – Por falar nele, Reinaldo Teles tem passado estranhamente pelo meio dos pingos da chuva do processo Apito Dourado. Mas foi ele que apareceu ligado ao célebre caso dos “quinhentinhos” em finais dos anos noventa, numa conversa ouvida no âmbito do caso Guímaro, e que nunca foi devidamente esclarecida. Outro dos casos que se perderam na impunidade com que toda esta temática se debateu ao longo dos anos. Sobre ele, há também quem diga que parte do dinheiro da venda de Ricardo Carvalho e Paulo Ferreira foi para pagar dívidas pessoais no casino de Espinho. Mas isso são contas de outro rosário e pouco interessam ao caso.

R de RAÇA – A equipa do F.C.Porto sempre foi admirada pela sua raça, mas algumas foram as vozes que, à boca pequena, se referiram à natureza dessa “raça”. Luciano d’Onofrio, o bruxo “brasileirinho” e sobretudo o Dr.Domingos Gomes, talvez saibam mais do que a generalidade dos adeptos acerca da capacidade competitiva com que os jogadores do F.C.Porto sempre se apresentaram em campo, mesmo quando muitos deles não apresentavam os mesmos índices, nem pela selecção, nem quando saíam para outros clubes. O Dr. Domingos Gomes era, e é, um dos grandes especialistas europeus em (anti) dopagem, e os jogadores portistas tinham, nos anos noventa, fama de levar frascos dentro dos bolsos do roupão, já cheios, para o controlo anti-doping.

S de SPORTING – Sempre me pareceu incompreensível o posicionamento do Sporting em toda esta história. O clube de Alvalade sempre se queixou, e muito,das arbitragensm, nunca percebendo, ou não querendo perceber, onde estava realmente a origem do problema. Apenas Dias da Cunha pareceu a dado passo ter entendido tudo, mas acabou escorraçado da presidência do clube, muito fruto de um pacto que estabelecera com o Benfica a este propósito, e que foi muito mal aceite em Alvalade pelos ortodoxos da rivalidade lisboeta.
O Sporting, seus adeptos, e muitos dos seus dirigentes, na cegueira de uma fratricida rivalidade com o Benfica, sempre olharam de lado tudo o que se pudesse parecer com corrupção, mas não envolvesse o clube da Luz. Se o Apito Dourado tem atingido o Benfica, outro galo certamente cantaria, pois ferir o Benfica era tudo o que muitos sportinguistas mais quereriam, mesmo não tendo o clube da Luz vencido mais que um campeonato nos últimos catorze anos. Sendo com o Porto, pouco lhes pareceu interessar. Aliás, suspeito que cada vez mais as vitórias portistas vão sendo compartilhadas pelos leões – só pelo prazer de ver o odiado Benfica perder -, bastando olhar ao que se passou e Lisboa nas comemorações deste tri.
Compreende-se de algum modo a questão emocional, mas esta postura não encerra qualquer tipo de racionalidade, acabando por ser responsável, por omissão, por muito do que tem sido o futebol português. Exemplo disto foi a época 2004-05, em que com Pinto da Costa no banco dos réus, o Sporting e as suas vozes, ao invés de aproveitarem a ocasião para, juntamente com o Benfica, varrerem de vez toda a porcaria do futebol português, viraram agulhas para um rol de acusações ao Benfica, a Vieira e a Veiga, que acabou por beneficiar objectivamente o F.C.Porto, num momento em que este estava verdadeiramente de gatas, e em risco de tão depressa se não levantar. Resultado: o Benfica foi igualmente campeão, e o F.C.Porto reergueu-se, conquistando este tri, não sobrando nada para Alvalade.
Os sportinguistas deveriam reflectir sobre isto: Em 1982 o Sporting era claramente o segundo maior clube português, agora é claramente o terceiro…

T de TÍTULOS – Se o título de 2003-04, com Mourinho, foi de justiça indiscutível, mau grado as investigações terem incidido sobre essa época, outros houve em que as coisas não foram assim tão cristalinas. 85-86, 89-90, 91-92 e 92-93 foram temporadas em que a verdade desportiva foi completamente adulterada, e em que o campeão deveria ter sido, tem que se dizer, o Benfica. No final dos anos 90, já com o poder sedimentado, e fruto da desorganização interna do Benfica, a facilidade com que o F.C.Porto chegou ao penta não permite afirmar que, sem sistema, não fosse igualmente campeão. Mas a embalagem já era grande. Neste século as coisas melhoraram ligeiramente, mas ainda assim, as épocas de 2001-02 e 2002-03, talvez por haver um maior temor do Benfica pós-Vale e Azevedo, foram épocas de mentira. Lembram-se do Benfica-Sporting 2-2 apitado por Duarte Gomes (o afilhado de Guilherme Aguiar, então director executivo da Liga), ou do Boavista-Benfica 1-0 da semana seguinte apitado por Pedro Proença, em que Simão foi abalroado dentro da área sem que nada acontecesse ?.
A estratégia foi nesta fase sempre a mesma: beneficiar o F.C.Porto e prejudicar o Benfica nas primeiras dez jornadas (em que com menos dramatismo as coisas passavam melhor…), ganhar vantagem, e assim desmobilizar adversários e galvanizar acólitos. Quase sempre deu bons resultados.

U de ÚLTIMOS TEMPOS – A partir de 2004, fruto das vicissitudes do Apito Dourado, a situação melhorou consideravelmente. A incompetência dos árbitros naturalmente não desapareceu por magia, mas passou a haver a sensação de errarem para todos os lados de forma menos discriminada. Contudo, na época de 2004-05, a pressão anti-benfiquista e a respectiva tentativa de condicionamento foi tanta, que por pouco não tinha retirado o título aos encarnados na época de Benquerença, da roubalheira de Penafiel (Pedro Proença não quis ver quatro grandes penalidades !!), do penalti por marcar em Coimbra sobre Sokota, do golo limpo anulado a Nuno Gomes frente ao Marítimo com o resultado em 3-3, do agarrão pelas costas a Nuno Gomes com o Belenenses, do golo sofrido directamente de livre indirecto contra o Nacional, do penálti fantasma marcado por Jorge Sousa em Guimarães num salto de Romeu com Luisão, do penálti sobre Geovanni em Setúbal não assinalado com o resultado ainda em branco, e por outro lado, nos jogos dos dragões, de uma expulsão surrealista de Juninho Petrolina num jogo contra o Belenenses ainda na primeira parte, do golo de Fabiano nos Barreiros dois metros fora-de-jogo, do golo também off-side de McCarthy ao Penafiel em casa, do golo validado após falta de Jorge Costa sobre Ricardo no Porto-Sporting, das agressões impunes de McCarthy, Fabiano, Costinha e Jorge Costa, do penálti escamoteado a Lourenço no Restelo, do domínio com a mão de McCarthy no golo ao Rio Ave, etc etc.
Em 2006-07 o campeão podia ter sido o Sporting, não fosse o golo com a mão do Paços de Ferreira em Alvalade, e em 2007-08, caso os seis pontos tivessem sido retirados em tempo útil aos portistas, o campeonato poderia ter sido outro. Isto no pressuposto que o clube de Pinto da Costa não tinha descido à segunda divisão na época 2005-06, como teria acontecido se estivéssemos em Itália, França, Espanha, Alemanha ou Inglaterra, e a nossa justiça não tivesse um “quê” de tanzaniana.
Destaque nestas últimas épocas para as arbitragens do portuense Paulo Costa. Uma na Amadora há dois anos, e uma na Luz recentemente com o Leixões, em que ficou demonstrado existirem ainda resquícios de um tempo que se julgava já passado. Lucílio Baptista, particularmente nos dois últimos domingos, também mostrou algum zelo em deixar essa ideia bem vincada.

V de VERY-LIGHT – O termo entrou na história na sequência da final da Taça de 1995-96, em que um adepto irresponsável atirou um para a bancada oposta, matando um adepto do Sporting. Sem a mesma gravidade humana, mas com influência desportiva acrescida, houve um caso nas Antas (pois claro), pouco tempo depois, que raia o surrealismo. No momento da marcação de um penálti contra o Farense, com o resultado a zero, cai um very-light perto da cabeça do guarda-redes nigeriano Peter Rufai. Com ele total e naturalmente desconcentrado, Domingos atirou para o fundo da baliza e o árbitro validou inacreditavelmente o golo, perante os protestos dos atónitos jogadores algarvios. Este caso simboliza o motivo porque técnicos estrangeiros respeitados como Camacho, Koeman ou Trapattoni, sempre disseram ver o F.C.Porto ser muito “respeitado” nos estádios portugueses.
Nas Antas aliás passava-se de tudo. Em 1991 no jogo decisivo para o título, os jogadores do Benfica foram obrigados a equipar-se nos corredores, pois o balneário tinha sido empestado de um estranho cheiro aparentemente tóxico. Nesse dia o presidente João Santos e Gaspar Ramos foram ameaçados de morte pelo guarda-Abel, e a comitiva benfiquista foi apedrejada logo desde a saída do hotel, o que aliás era comum sempre que se deslocava ao Porto – ao contrário, diga-se, do que acontece em Lisboa, onde os jogadores do F.C.Porto se passeiam a pé livremente nas imediações do hotel Altis onde costumam pernoitar.

X de XISTRA – É um dos artistas da nova vaga. Nas últimas épocas realizou na Luz uma das arbitragens mais escandalosas de que me lembro ultimamente, em jogo do Benfica frente ao Estrela da Amadora no qual expulsou de forma alarve Miccoli, impedindo-o de jogar no Estádio do Dragão na jornada seguinte. Na época anterior viu e assinalou de forma anedótica um penálti a favor do F.C.Porto, quando um jogador do Marítimo cortou com a cabeça uma bola que ia para a baliza. O lance seria corrigido pelo árbitro auxiliar, mas mostrou bem porque é que Xistra começa por X.
Y de YURAN - Serguei Yuran, assim como Kulkov, Pedro Henriques, Panduru, Fernando Mendes, Silvino, Eurico, Maniche, Jankauskas, Dito, Rui Águas, Cândido Costa, Ovchinikov, Deco, Caju, Fonseca, Eduardo Luís, Romeu, Hugo Leal, Sokota, Paulo Santos, Sousa, Kenedy e alguns outros, foram jogadores que, nos últimos trinta e cinco anos, depois de alinharem no Benfica, se tranferiram para o F.C.Porto, nalguns dos casos em circunstâncias mais ou menos estranhas. Se a Deco ou Rui Águas o clube nortenho naturalmente pretendeu pela sua qualidade futebolística, outros há naquele lote que ninguém compreendia muito bem porque motivo eram contratados, suscitando a desconfiança mesmo entre os adeptos portistas.
Essas aquisições explicam-se à luz de uma estratégia que procurava um conhecimento privilegiado daquilo que constituia o interior do balneário rival. Contratando ano após ano um elemento do Benfica (mesmo que uma "estrela" como Caju ou Panduru), a estrutura portista mantinha-se por dentro de tudo o que se ia passando no Benfica, podendo assim explorar melhor, dentro e fora dos relvados, as eventuais fragilidades detectadas.
Com José Veiga, e as contratações de João Manuel Pinto, Argel, Drulovic, Zahovic, Marco Ferreira, Rodolfo Moura etc, tentou-se fazer algo semelhante no Benfica. Mas os resultados não foram aparentemente tão conseguidos.

Z de ZÉ PRATAS – Zé Pratas é da minha terra e é bom rapaz. Não creio que tenha estado alguma vez directa e decididamente ligado a corrupção, e talvez por isso nunca chegou a internacional. Chamo-o para aqui por me recordar de uma Supertaça disputada em Coimbra, na qual após assinalar um penálti, Fernando Couto correu metade do campo atrás dele, e ele sempre a recuar, a recuar, sem que sentisse força para tomar a atitude que se exigia: expulsar o irmão da actual directora executiva da Liga de Clubes.
Essa imagem, define bem o ambiente que se vivia no futebol português da altura. Como uma imagem vale mais que mil palavras (foto no início do post), essa espelhou bem o que era o medo e o poder. O medo terá entretanto desaparecido, mas o poder ainda prevalece. Até quando ?

ANEXO:
Golpe de Estádio” de MARINHO NEVES, devidamente "traduzido":

289 Comments:

Blogger Pedro Neto said...

Possivelmente o post do ano 2008, da blogosfera desportiva. Parabéns.

8.4.08  
Anonymous 1benfiquista na Inbicta said...

Excelente exercicio de investigação. Parabéns.

8.4.08  
Blogger Lampião do Norte said...

Concordo com o Pedro Neto. Parabéns!

8.4.08  
Blogger Ricardo Sebastião said...

Assim se vê a força da máfia em Portugal.

Ah, e como verdadeiro mafioso que se preze, após tornar-se milionário vai largando progressivamente os negócios ilegais tentando mascarar o seu passado sujo e corrupto sem o qual nunca teria passado da cepa torta!

8.4.08  
Blogger Ricardo Sebastião said...

Acrescento que os tentáculos da máfia vão muito para além do futebol ou das casas de alterne:

O inspector da PJ que avisou o pdc que ia ser preso permitindo-lhe fugir para Espanha;

Os pedidos de escusa de juízes relativamente ao julgamento do apito dourado;

As ligações à "noite branca" do porto

O Madureira dos SD que declara um rendimento mensal de 1000€ e já comprou 2 porches

8.4.08  
Anonymous Anónimo said...

grande trabalho...sim senhor
Bola7

8.4.08  
Blogger angelodias said...

Joguem à bola. Tivesse eu tempo livre e faria um igual ou pior a favor do clube de Salazar.

8.4.08  
Anonymous abidos said...

Excelente post...

Penso que a viagem do Calheiros, esteve relacionada com um jogo em Santo Tirso, onde mais uma vez, o Baia defendeu com as Mãos fora da área.

Com os Oliveiras, existiu um ano, em que três equipas assinaram por outra empressa, os jogos eram transmitidos na SIC, e curiosamente foram essas três equipas que desceram de divisão, o Leiria, o Tirsense, e a outra não me recordo...

Falta uma menção ao António Garrido, ele aparece com destaque no livro do Marinho Neves, e foi essencial no controle dos árbitros, por exemplo o Benquerença é um protegido seu, são inclusive vizinhos, e creio que tem relações familiares, através de casamento...

Os anos do Artur Jorge, como treinador do Porto, foram dos mais descarados, a equipa jogava à 'Jaime Pacheco', e ninguém era expulso...

Sobre o Doping, recordo as declarações do Demol quando saiu do Porto(o melhor marcador dessa época, do campeonato, só com os golos marcados de penalty), onde disse: ia-se embora porque não queria ficar careca!!!
Dizia-se que as substâncias que eles tomavam, provocavam calvice precose...

Não me recordo a época, mas houve um jogo, com nevoeiro nas Antas, que o apanha-bolas colocou a bola dentro da baliza, e o árbitro considerou golo!!!

O Paulo Costa, também merecia uma referência, aquele jogo, da expulsão do Éder, e do Miguel foi vergonhoso, não era o Juju o nosso treinador?

Existiu o jogo em Coimbra, onde a roubalheira foi tanta que até os dirigentes do FCP levaram porrada, creio que o FCP ganhou por 2-1, com um penalty que não existiu, mais de 5 minutos depois da hora, já perguntei aqui na Net se alguém se lembrava, o Bakero na altura respondeu-me, mas infelizmente já me esqueci do nome do árbitro. Este só não foi irradiado, porque quando foi chamado para prestar declarações não compareceu, e portanto o processo foi arquivado, e ele nunca mais apitou um jogo de futebol...

O Portimomense foi dos poucos clubes que fizeram frente ao PORCO, e depois de muitas ameaças públicas, veja-se o que lhe aconteceu...

Existe ainda o aliciamento dos jogadores do Benfica, por exemplo nas vésperas da final com o PSV, o Rui Águas, o Dito, o Silvino, e até o César Brito, entre outros...

Sobre o Mito do Calabote, nada se passou como ELES dizem, noutra ocasião poderei explicar o que aconteceu, mas para não deixar a dúvida no ar, posso adiantar que o que está escrito no acordão da irradiação, é que o Calabote mentiu no relatório, já que disse que o jogo começou com 4 minutos de atraso, e o delegado ao jogo diz que começou com 7 minutos de atraso, e por isso foi IRRADIADO!!!

8.4.08  
Anonymous carlos said...

Posso colocar o link nos comentarios do record?
penso que merece. obrigado

8.4.08  
Blogger LF said...

Agradeço as vossas palavras, e também os contributos da vossa memória ou conhecimento, para que nunca esqueçamos tudo isto.

8.4.08  
Blogger LF said...

Podem colocar o link onde quiserem.

8.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Não esquecer, que a mulher de Lourenço Pinto, é magsitrada no ministerio Publico do Porto e foi ela a 1ª a saber e a avisar o marido da busca a ser feita na casa de Pinto da Costa.

8.4.08  
Anonymous carlos said...

oh angelo dias, o salazar nem gostava de bola, vai-te lá drogar para outro sitio, seu coitado!

8.4.08  
Anonymous kilkus said...

Há 2 pequenos erros:

O da letra A, o Acácio não divulgou que o Porto pagou para o Beira-Mar facilitar a vitória do Porto. O que ele divulgou foi que o Porto pagou para o Beira-Mar ganhar ao Benfica, no jogo decisivo, que é referido na letra C, devido a uma arbitragem de Calheiros.

O da letra V. O very-light não caiu na cabeça do Rufai. Cai em cima da linha, uns 3 metros ao lado do GK.

8.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Já que quer dar uma de desportista reconhecendo, com reservas, a justeza da vitória do FCP apesar da melhor equipa dos últimos 10 anos, deixo-lhe aqui algumas referências para completar o seu isento léxico.

Se estiver interessado, posso mandar-lhe mais. Aqui vão alguns qu eu sei que, como bom benfiquista, não esquece nem esqueceu:

- Valente, Carlos
- Rola, António
- Santos, Hélio
- Santos, Elmano
- Alves, Porfírio
- Leal, Cunha
- Ramos, Gaspar
- Hernani/Mozer (À vontade do freguês)
- Duarte, Rui
- Esteves, Ricardo
- Makukula
- Ribeiro, Jorge
- Doping, Estado de Espírito
- King, Howard
- Leal, Cunha
- Rocha, Ricardo
- Correia, Pinto
- Marçal, António

8.4.08  
Blogger Ricardo Sebastião said...

Uma do Jorge Coroado que disse exactamente estas palavras:

"cheguei a rogar uma praga ao Benfica: até ao final da minha carreira jamais seriam campeões"

8.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Em 1º lugar excelente post.
Depois gostava de fazer um pequeno reparo, o árbitro Carlos Xistra expulsou o Miccoli nas vésperas do jogo contra o porto num jogo contra o Estrela da Amadora e não contra o Beira Mar como foi dito.

8.4.08  
Anonymous Ricardo said...

por favor, alguma coisa tem de ser feita. é simplesmente terceiro mundista, vegonhoso mesmo, que esses sujeitos andem em liberdade como um comum cidadão.
Manifestações, petições qualquer coisa, por pouco que possa parecer tem de ser feita. Há que demonstrar o desagrado da população com a corrupção e falta de justiça que se passa no país.

8.4.08  
Blogger CANTONA said...

Absolutamente fantástico, LF!
Abraço

8.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Outra do Coroado: expulsa o Caniggia num BenficaxSporting argumentando que o argentino lhe tinha chamado nomes, depois nas imagens vê-se que o Caniggia nem abre a boca!

8.4.08  
Anonymous Anónimo said...

"um estranho cheiro tóxico"????

Que é isto? Um cheiro tóxico, agora avalia-se pelo cheiro a toxicidade de uma substância? Há gases venenosos que nao têm cheiro e sao extremamente tóxicos.

(O oxigénio puro, por exemplo)

Este texto está cheio de bardajonadas grossas, que através de um discurso "colocado" tenta passar por insofismável. Já li um parecido, mas aplicado a "gloriosas" vitórias encarnadas....

Por exemplo: o caso dos livres ao jeitinho à entrada da área. Nao aconteceu o mesmo durante a última época em que o SLB foi campeao, com inúmeros golos nos descontos, em falsas faltas marcadas à entrada da área mesmo ao jeitinho de Simao?

Howard King nao disse ter sido aliciado por gente ligada ao Benfica com oferta de prostitutas em vésperas de jogo da UEFA?

Doping? Quem Nuno Assis? A equipa de ciclismo e basquetebol do Benfica?

Já para nao falar dos telhados de "cristal".

E, aqui que ningué nos ouve, a PJ anda a investigar já há muito tempo o jogo no Estádio do Algarve. Na verdade, Veiga era simultaneamente dono do Estoril dirigente do Benfica. E nao sao só as incidências relativas à deslocalizaçao do jogo, mas "casos" do jogo em si (como um jogador que se fez expulsar de forma surrealista e no Verao andou a treinar à experiência no SLB).

Para terminar, para esta mal vermelha que pugna tanto pela "Verdade DEsportiva" e anda tao informada:

O caso "Apito Dourado" visa sobretudo ilícitos do ramo imobiliário e promiscuidades deste último com política. O futebol é um assunto satélite do caso, que é colocado como se fosse o cerne pela comunicaçao social.

Um caso desta magnitude nunca se sustentaria exclusivamente em declaraçoes de uma testemunha nao-idónea e facilmente atacável pela defesa.

Continuaçao. Para o ano há mais. Espero que mantenham o Luís Filipe Vieira, que é o melhor amigo do FCP, ao manter-vos distraídos enquanto destrói o potencial desportivo do Benfica.

8.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Os factos sao reais mas nao deixa de ser curioso que nao se faça analogia entre o passado do Benfica, pré Pinto da Costa, e o que se tem passado com o FCP.

Para que a informaçao seja credivel e rigorosa, é preciso contar a verdade toda.

Relativamente ao Sporting, acho que a conclusao é obvia: é um clube que na essencia se distingue dos outros, pois a categoria dos dirigentes é exponencialmente superior, apesar de que por la passaram alguns triste.

Obrigado

8.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Melhor post de 2008, parabéns.
Gostava era que fizesse um comentário do SLB da altura do Salazar, que escrevesses que os 3grandes foram sempre mais favorecidos que os respectivos pequenos, mas esses anti-Benfica quando incutem o SLB de ser o clube privilegiado desse tempo, ou não viram, ou vão atrás de boatos e conseguinte são burros, ou têm "azia". Hás-de lhes ensinar que o Benfica era o único clube qua tinha eleições para a presidência.

Abraço

8.4.08  
Blogger Pedro Neto said...

Obviamente que irão aparecer muitos anónimos corajosos, com textos carregados de insultos, e que tentarão descredibilizar o post. Não te deixes esmorecer, LF, a verdade é só uma.

8.4.08  
Blogger Pedro F.F. said...

Parabéns e obrigado pelo excelente post.

8.4.08  
Blogger Pedro Neto said...

E, já agora, a tal história da tentativa de corrupção do Cadorin do Portimonense pode ser comprovada aqui. A partir do minuto 3.

8.4.08  
Anonymous Porco said...

Brilhante.
Brilhante.
Brilhante.

É preciso divulgar isto.
Vou começar a enviar por e-mail.

8.4.08  
Anonymous Caceteiro said...

Ainda nao se leu nenhum insulto, mas o Pedro Neto já soltou a franga. É de uma sensibilidade extrema, este Neto... Se for ele a chamar corruptos, brutos e outros apodos simpáticos que gosta de generalizar para toda a gente adepta do FCP, entao já muda o critério. Basta uma pessoa chamar a atenção de que há algumas inverdades no post, ou tentativa de passar certas práticas como exclusivas do FCP e o Pedro Neto já não sabe argumentar. Refugia-se na sensibilidade virginal ofendida por estes tacanhos portistas...

Oh Neto, se não houvesse discussão, se tudo fossem certezas absolutas, nao existiriam tribunais. Era tudo justiça popular, com autos-de-fé no meio do Estádio da Luz. Mas como diz que "nao há factos provados" relativamente a má praxis desportiva no SLB, já lhe dá o crédito necessário para verborreia inquisidora. Esse sentido jurídico parece faltar-lhe ao insultar e clamar por linchamentos, quando nada está provado. Ou seja, para o SLB tem que haver factos provados. Para o FCP basta haver indícios. Deixe lá a Justiça fazer o seu trabalho. Se calhar deviam era meter o Neto como MP, porque a vergonha é tão grande e ele é tão iluminado... Não há pachorra! Espero que o Vieira vá lá ao tribunal dizer o que sabe o mais depressa possível. Se bem que eu suspeito que isto vai ser mais "DVD voador" (aah, a divina defenestração) e Vieira vai acabar por ter que enfrentar os seus próprios podres em tribunal.

Corruptos na prisão sim. Mas todos! Agora, quererem-me convencer de que a corrupção no futebol se limita ao PC, com a corja que passou pelo Benfica (nem falo do Estado Novo, ou do famoso King, que não representa mais do que um simples indício aplicando a dialética-neto ao caso, como outros mais cristalinos), incluindo o actual RECTÍSSIMO presidente... Gente como o Neto agarra-se a isso porque é o único que tem para valorizar o clube frente à avassaladora diferença de qualidade comparativamente ao FCP: ser incorruptível. Claro, é isso e couves e mais elefantes a voar. Gosto do argumento do neto de que construíram a actual instituição com base em anos a roubar. Claro. PC está a ser exactamente julgado por anos a roubar... Espera, não... Afinal, está a ser julgado por TENTATIVA de corrupção em dois jogos. Mas o Pedro Neto diz que há mais, mas a Justiçao não abarca tudo. Eu digo-lhe: a mesma coisa se pode dizer do seu clube. De dois jogos (que parecem a toda a gente muito difíceis de conterem ónus de corrupção algúm), Virgem Neto (& Co) fazem 20 anos a roubar, porque "há indícios para mais"... agora descobre-se que cada benfiquista tem uma costela de procurador.

E os indícios relativos ao Benfica? Já me esquecia... só serve para chamar corruptos se os indícios forem relativos ao FCP.

Nao fosse Neto o autor do blog mais histérico da blogosfera encarnada, esperaria outra coisa.

8.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Mas o que é que o Neto tem a ver com este post, crl? Que patético. LOL

8.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Acrescentem lá à lista os seguintes, de que se devem ter involuntariamente esquecido:

. o estoril-benfica no Algarve (mencionado só de passagem);
. as ameaças do veiga à equipa técnica do estoril;
. os telefonemas do sr.vieira sobre os árbitros mais "convenientes";
. a leal cunha da liga;

Como não fiz um excelente exercício de investigação, devo ter-me esquecido de mais uns quantos...

Paulo Silva
Setúbal

8.4.08  
Anonymous Anónimo said...

N há possibilidade de mandar este post para os varios jornais, tvs e afins??

Esta fantastico!!! Parabens.. Isto tem de ser visto por muita gente deste pais!!

Mais uma vez Parabens!!

8.4.08  
Anonymous Anónimo said...

a propaganda do imperio mafioso vem sempre com o bla bla bla...mais bla bla bla e o que é certo é que ja têm uma acusação por corrupção activa.

faltam os outros 2 casos, a difamação ao MP, as fraudes nas transferencias de jogadores, a fuga aos impostos e mais uns quantos casos.

da-me sempre vontade de rir quando vejo o argumento falso e repetitivo do benfica de salazar.

é a propaganda do padrinho a funcionar em pleno pois foi ele o mentor da cartilha mafiosa.

invariavelmente la vem a historia do calabote contada á moda do porto. pena que nao contem a historia como se passou e nao contem o que aconteceu nessa epoca.

2 golos no ultimo minuto para dar a diferença necessaria para que fossem campeoes e a vontade do padrinho em que o jogo do benfica acabasse aos 39 minutos da 2 parte.

nao dizem que houve um atraso de 6 minutos no começo da 2 parte. quem nao sabe fica a pensar que o arbitro acabou o jogo aos 51 minutos.

fora o resto que se passou nessa epoca vergonhosa. isso ja foi tantas vezes rebatido que cansa estar sempre a escrever o mesmo. talvez copie o texto num documento digital e faça copiar/colar para desmistificar a propaganda mafiosa criada pelo padrinho.

ah sim...mais uma nota para quem nao sabe: o campeonato do calabote foi vencido pelo clube do costume sempre que se fala em corrupção.

fui ver essa historia do king...num tal benfica - sparta praga.
o resultado acabou em 1-1 com um golo em fora de jogo dos forasteiros. espectaculo!

ficou tb por mencionar um portimonense v porto apitado pelo condenado guimaro... o tal que acabou em pancadaria devido á roubalheira do costume. o tal dos quinhentinhos. o tal jogo em que o padrinho afirmou que o portimonense nunca mais estaria na 1 divisao.

até á data... realmente nunca mais estiveram na 1 divisao.

a regiao sul do país nao tem 1 unico clube na 1 divisao, parece que la a bola é quadrada.

9.4.08  
Blogger Artur Hermenegildo said...

Excelente post!

Deixo-te aqui um desafio, que vou também colocar na "Tertúlia Benfiquista"; porque não juntares-te com mais três ou quatro Benfiquistas que como tu acompanham e conhecem a fundo esta realidade, e escreverem um "Livro Negro do FCP" dos últimos 20 anos?

Acho que era interessante.

9.4.08  
Blogger madne0 said...

Post absolutamente fantástico. Este é não só para gravar no disco, é para imprimir!

9.4.08  
Blogger mafegos said...

De tudo que eu li e que assino por baixo,quero apenas te dizer que quem marcou o golo do Porto foi o Ademir e não o Duda,quando o Porto foi campeão depois de 19 anos.
É com pessoas com a tua memória que o Benfica precisa o que infelizmente não acontece com a actual direcção,que deu emprego ao Paulo Gonçalves um portista assumido que trabalha na sad do benfica, uma vergonha.
Já tenho dito noutros sites,que precisamos de um presidente que não tenha rabos de palha,ainda hoje aqui na cidade do Porto,ouvi portistas a fazer alusão ao facto,do Vieira ter tido um problema com a policia que o mandou parar e revistar o carro por suspeita de tranportar droga.
No outro dia o Pinto da Bosta disse que nunca ninguém o viu metido em assuntos com droga,se tivessemos alguém na direcção do Benfica que amasse o clube e seguisse o fenómeno desportivo como nós,lembraria a esse senhor que um dia a camioneta de jogadores do Porto foi mandada parar por suspeita de transportar droga quando a mesma estava a chegar a portagem dos Carvalhos.Alias ,o livro a que tu te referes do Marinho Neves,fala na prisão do Mariano ex-jogador do Porto,que foi preso na Sé e que se diz que era apenas o moço de recados de um actual dirigente do Porto,o que no livro esta bem explicito quem é o individuo.

9.4.08  
Blogger Hieronimous said...

E recordo-me de um autogolo do Jorge Costa, de cabeça quase de fora da grande área!!!, quando foi jogador do Maritimo, emprestado pelo Porto! não tenho a certeza, mas penso que deu a vitória ao "seu" clube, na realidade na época seguinte regressou à casa mãe...

9.4.08  
Blogger Miguel said...

pronto lf conseguis-te subir a moral aos galinaceos.. a mim conseguiste-me por de bom humor, essa dos 10 golos irregulares e dos 13 penaltis por marcar a favor do benfica é fantastico. mas parabens por perderes tanto tempo com o grande porto, eu dizia-te mais mas ao contrário de ti faço alguma coisa da vida. nao sei se tives-te cá no sabado mas foram 6, um por cada milhao de cabeçudos. TRICAMPEOES!! TRICAMPEOES!! TRICAMPEOES!!

9.4.08  
Anonymous Seneca said...

Sim senhor...
Posso arranjar 150 relatórios iguais em que os beneficiários ou são o sportem ou as papoilas saltitantes; é s´´o escolher...
He he he, o que vale é que vozes de burro não chegam ao céu, he he he he he

9.4.08  
Anonymous Jonny8Forever said...

Disseste muito acerca desta nojeira toda! Só não posso concordar com a justeza dos campeonatos ganhos pelo Mourinho. Sim tinham uma boa equipa, sim tinham um bom treinador mas muitos casos houve nesses 2 anos em que semana após semana acontecia de tudo para eles ganharem. Sou mesmo capaz de dizer que é mais isento de "arranjinhos" o campeonato 05/06 e o 06/07.

9.4.08  
Blogger mafegos said...

Quanto as prostitutas que um arbitro disse terem sido oferecidas pelo Benfica,devem os dirigentes do Benfica aprendido com aquele arbitro escocês que um dia veio apitar o porto e quanto estava numa casa de putas do Reinaldo e lhe foram oferecidas mulheres o arbitro disse que queria era um homem,então o reinaldo mandou avançar o empregado de balcão,esta história esta escrita no Golpe de estádio de Marinho Neves,mas que eu já a conhecia antes da saída do livro.
Já agora,sabem onde a Filomena actual companheira do Pinto da Bosta trabalhava,no inicio do anos oitenta antes de vir para secretária dele?
Não ,Não era do calor da noite,mas o Reinaldo sabe.

9.4.08  
Anonymous Anónimo said...

ZÈ MANEL disse:
Estas foram as realidades vividas por todos nas últimas duas décadas. Parabéns à pessoa que aqui as colocou. Esta é a verdade nua e crua de um passado recente do Futebol em Portugal.

Faça-se JUSTIÇA NO FUTEBOL e acabe-se com esta Farsa.

9.4.08  
Blogger dragaonortenho said...

Ó PALHAÇO...sem querer insultar os palhaços!!!

Muito obrigado pelo tempo dispendido a consultar blogs de nivel superior e quanto ao teu post só te digo uma coisa...Se precisares de "Kompensam" eu arranjo-te, apesar de ter que pagar a taxa de enviar correio para o estrangeiro.
Realmente o texto é enorme.
Será que os "pseudo-titulos" ganhos no tempo do fascismo não dariam páginas e mais páginas.

É claro que não, que ideia a minha!!!

Saudações Dragonianas aí para Marrocos

9.4.08  
Blogger Sérgio said...

Post fantástico! Só não vê quem não quer... Adoro o Benfica e adoro quando o Benfica ganha mas se eu soubesse que havia esta áurea à volta dos seus títulos preferia não os ganhar e defendia que as pessoas envolvidas fossem punidas... Não percebo como é que os portistas (e conheço muitos que não deixam de ser pessoas honestas e com vincados príncipios morais e éticos...) conseguem ser tão cegos que não vêem que pintos da costa e associados fazem mais mal do que bem ao seu clube...

9.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Sempre que o Porto acaba de vencer um campeonato à alguem que mostra a sua Azia com mentiras.
Informar-vos que as historias de prostitutas é algo que muito antes do Porto era uma pratica de Sporting e Benfica que Pinto da Costa limitou-se a imitar.Vários árbitros denunciaram isso ,entre esses árbitros vários estrangeiros.

9.4.08  
Anonymous marcopauloferreira said...

Não se esqueçam também dum setúbal-porco que estava 2-0 aos 90, mas estranhamente ou não o jogo acabou aos 100 minutos ou perto disso! Foi na primeira jornada de 96-97 ou 98-99... não me lembro bem!

Alguém se lembra?

P.S.: Acho que os golos do Setúbal foram marcados pelo CHIQUINHO CONDE.

9.4.08  
Anonymous Patrícia said...

Excelente. É para isto que serve a blogosfera.

9.4.08  
Blogger M. said...

Quero acrescentar um pequeno facto aquele que é, o post Benfiquista de 2008.
Só só eu que reparo que André, Semedo e Jaime Magalhães, td jogadores de meio campo... eram carecas?
Procurem os efeitos secundários da testosterona e assim se explica o meio campo campeão europeu de 87. E o Doriva e o Emerson e todos aqueles animais que quando sairam de lá desapareceram (não é, Dominguinhos?).

9.4.08  
Blogger silvino martins said...

existem nas farmacias medicamentos para a azia, não sabias?

9.4.08  
Anonymous Anónimo said...

O escandaloso FC Porto 2-2 Setúbal foi em 1996/97, e teve 9 minutos de descontos. E só nos descontos o FC Porto marcou. A golos de Chiquinho Conde, responderam aos 94 e 99, Domingos e Jardel.

9.4.08  
Blogger Fil said...

Parabéns LF, post brilhante, continua.
Para os azeiteiros: a gente sabe que vos custa (e é, realmente, triste e mostrador da vossa insignificância) mesmo com toda esta corrupção o Glorioso continuar a ser o Maior Clube Do Mundo e com mais títulos que vocês, LOL. Mas não se preocupem, Rennie está à venda na farmácia mais próxima.

9.4.08  
Anonymous Hugo said...

Eu percebo que em semana de tri voces queiram desviar as atenções. Afinal sempre são 18 pontos...
É por estas que muitos odeiam o SLB e adeptos como Netos, Lf e outros compinchas...

PS: Já compraram o traje para a festa dos cabeçudos?

9.4.08  
Blogger MetalAtog said...

Excelente artigo.

E muitas mais coisas se poderiam contar, como por exemplo, o episódio dos dentes de marfim.

9.4.08  
Blogger Ricardo Santos said...

Se não pagarem na justiça vão pagar com a História! Eles falam hoje do Salazar e não têm provas, nós falaremos daqui a uns anos com muitos dos factos descritos neste post!!

E assim se vê a merda de país em que vivemos, onde nem a justiça faz juz ao seu nome!

Viva Portugal! Viva a Honestidade, maior qualidade do ser humano!

9.4.08  
Anonymous algarvio said...

Um trabalho fabuloso.

A – o Porto pagou ao Beira-Mar para ganhar ao Benfica, mas entregaram o dinheiro na semana em que o Beira-Mar jogava com o Porto.
I – expulso foi o Pesaresi e não o Cabral.
X – o jogo da expulsão do Micolli foi com o Estrela da Amadora.

A - Relativamente ao Cadorin, houve uma explosão muito estranha com uma garrafa de gás que acabou com ele como jogador de futebol, no verão seguinte a ele ter denunciado a tentaiva de suborno. Alguns jornalistas vieram logo dizer que ele era uma esponja e que estava perdido de bêbado. Sempre gostou do vinho e da cerveja, mas em Portimão nunca o vi embriagado (só depois da explosão). E esses jornalistas conseguiram saber isso tudo relativamente a uma explosão que aconteceu na Bélgica, nos arredores de Liége. Ligado ao Standard de Liége está, coincidência das coincidências, Luciano D’Onofrio (que chegou a jogar no Portimonense) assim como Robert Louis-Dreyfus (Marselha).
C- depois do caso Calheiros os árbitros continuaram a ter as viagens, só que pagavam à Cosmos e depois recebiam em cash numa “loja amiga”.

L – O filho do Francisco Silva estudava num Colégio em Gaia, pago por ...

Q – É que desde os Quinhentinhos o Reinaldo Teles deixou de tratar dos “assuntos” por Telemóvel. Curioso é saber, ou talvez não, porque um certo procurador o passou de arguido a testemunha de acusação, e em que ninguem foi preso.

R – Os jogadores ficaram com a fama de levarem os frascos? Não!! Chegou a acusar que estavam grávidos, mas doping? isso nunca.

Relativamente ao Portimonense, era interessante descobrirem onde trabalha o filho do Manuel João, que não colocou a boca no trombone.

9.4.08  
Blogger MetalAtog said...

No meu anterior comentário esqueci-me de mencionar o caso do Aveiro Connection, que segundo se diz o Pinto da Costa estaria envolvido.

Tambem gostaria de lembrar que o FCP tem um centro de estágio "oferecido" pela Camara de Gaia.

9.4.08  
Blogger Catenaccio said...

Caro LF,

Parabéns pelo artigo. Excelente trabalho, exaustivo e detalhado. Praticamente já foi tudo dito, mas queria deixar a minha singela homenagem.

Cumprimentos.

9.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Vocês são mesmo uma treta...
Vão lá lutar pelo 5º lugar e estejam calados e ainda falam de arbitragem.
Antes era com o Porto, agora é com o Guimarães.
Agora percebo o que é o sistema. O sistema é vocês não ganharem nada, o que o fazem por sistema.
Como já ouvi várias vezes em vários clubes só vos posso dizer "joguem à bola, palhaços joguem à bola...".
E calem esse presidente que parece o Sócrates, promete, promete, e não faz nada. E agora vem falar da arbitragem, não tem olhos na cara (e nem o Simão Sabrosa para ganhar o título de melhor marcador com penalties ridículos, ou já se esqueceram como os levaram ao colo para ganhar o último campeonato).
Querem ganhar algo??? Joguem à bola e boa sorte para o ano, como aliás para todos os outros clubes.
Camisolas não ganham jogos...
Não falem só das arbitragens quando são prejudicados, que o foram, contra o Boavista, falem também quando são beneficiados.

9.4.08  
Blogger Tiago Pinto said...

Boas:

O post está muito bom e tenho dúvidas que alguém consiga desmentir o que aqui foi dito. POr isso é que vão começar a chover insultos e "joguem à bola" e patapéu, ptapéu...porque não há argumentos.

Para aqueles que ainda tem o descaramento de falar em salazar aqui fica um pequena investigação que mostra a estupidez e falta de senso em quem refere salazar como beneficiador do Benfica:
http://footballdependent.blogspot.com/2008/01/benfica-o-clube-de-salazar.html

Cumprimentos e excelente trabalho

http://footballdependent.blogspot.com/

9.4.08  
Blogger LF said...

Por lapso não ficou copiada no blogger a letra Y (de Yuran).
Já a publiquei, aproveitando também para corrigir uma ou outra gralha.

9.4.08  
Blogger Pedro said...

"Howard King nao disse ter sido aliciado por gente ligada ao Benfica com oferta de prostitutas em vésperas de jogo da UEFA? "

Não. É mentira. Ele não disse nada disso. Ele disse q num jogo q apitou em Lisboa recebeu "meninas" no hotel. Não proferiu nome de clubes e deu a entender q era práctica "habitual" nos clubes de leste. Vai investigar de onde era o adversário do Benfica nesse jogo...

9.4.08  
Anonymous Anónimo said...

em frente com o livro.
não esquecer o caso do ventríloco cannigia como já foi relembrado, não esquecendo que essa triste desculpa para ser humano que é o coroado ter apitado sete jogos do SLB no ano seguinte e não termos ganho nenhum, o caso do pedro emanuel que leva o amarelo aos 93 depois de fazer a 17ª(!!) falta sobre o mantorras! ( alguém se lembra em que época foi isto? e por quem foi arbitrado? sei que o jogo foi um boavista-Benfica realizado muito provavelmente a um dia 23 de dezembro) e em que o joão pinto e nuno gomes foram diversas vezes ceifados na área impunemente.

Accão. Entremos no jogo. Invadamos o campo. Linchemos um deles.


Já chega

9.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Bom texto, demonstrativo do que se passa no nosso futebol. Já agora aproveito para fazer duas observações: quanto ao Norte, por favor, não caiam na asneira que essa escumalha pretende. O norte não é o Porto nem o fcp. Há gente no norte que nunca esteve na invicta. Acrescentem ainda um personagem a esse rol, um "J" de Juiz, Juiz Cruz Pereira. Recordam-se? E que tal mais um “A” de Adriano Pinto e mais um “P” de Pôncio Monteiro? Toca a completar a lista, vamos pessoal.

9.4.08  
Anonymous Amj said...

Parabéns!

Excelente jornalismo de investigação!

Pena que os nossos jornaizitos de desporto não publiquem estas coisas, de modo a reavivar a memória de todos.

É revoltante todo o ambiente de silêncio e de camuflação que se está a gerar em torno do caso "Apito Dourado"...

9.4.08  
Anonymous Pedro Vagos said...

Já todos o disseram, mas tenho que o fazer também: EXCELENTE POST!

9.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Curioso...
Os Adeptos portistas apoiantes do pinto costa (logo, andrades), passam por cá para tentarem demonstrar que "são todos iguais", e que se o fcp lucrou de corrupção , os outros, no tempo do salazar (havia tanto a falar sobre isso... nomeadamente quem pagou o antigo estádio das Antas- e , já agora, este, o do dragão...) também não terão sido inocentes...
E o eterno Calabote...
E o eterno Lisboa Centralista, que sufoca as gentes do Norte (Norte não é só Porto! perguntem a brigantinos se acham que o Porto é a voz do Norte, ou se acham que entre Bragança e Porto, sai sempre o Porto por cima, na atribuição de verbas da Administarção Central!)
E o eterno "eu só quero Lisboa a arder", agora transformado em pragas bíblicas rogadas pelo pinto costa...
E o eterno "nós ganhámos com tanta vantagem que não percebo porque é que protestam"...
O que falta a esta gente é Juízo, para se aperceberem que são joguetes nas mãos de pinto costa. Não se apercebem que não estão a ajudar o seu clube (que eu respeito- o mesmo não posso dizer do pederasta presidente pinto costa); estão a ajudar as negociatas obscuras daquele polvo que rodeia o citado pederasta.
Mas assim vão andando... a queda ai ser mais dolorosa!
Mohammed (um mouro do norte)

9.4.08  
Anonymous Anónimo said...

LOL! Se calhar a taça UEFA e a Liga dos Campeões também foram compradas! Desgraçados, estes otários nem com muita rennie lá vão! TRICAMPÕES

9.4.08  
Anonymous Ricardo said...

deviamos todos enviar ao site do benfica um mail com o endereço do blog e pedir a publicação deste texto num dos meios de comunicação, nem que seja na revista mística. Eu ja enviei o meu, se formos muitos a enviar pode ser que aconteça alguma coisa

9.4.08  
Anonymous Carlos Soares said...

Fantástico post. Há que publicitá-lo e dar a conhecer a todo o mundo. Importante também para a juventude saber porque se fala na "ponta do iceberg", neste momento. Aqui se demonstra tudo o que se passou nos ultimos 25 anos. Pena só a não referencia a António Garrido (que talvez merecesse um post dedicado a ele. Parabens!!!

9.4.08  
Anonymous dvfer said...

A Vergonha vem de tras:

Projecto Roquette para destruir o Benfica:
http://www.dvfer.com/portal/?p=26

9.4.08  
Anonymous Anónimo said...

A corrupção corre por todos os estádios todos os jogos, desde os árbitros que para subirem de escalão têm de se sujeitar a determinadas situações, até aos jogadores. Parabéns pelo post, se este campeonato dos Trapaceiros não pode, nem deve ser colocado em dúvida, foi Benfica que com tiros nos pés perdeu o campeonato.
Foram sim situações como as que vimos no bessa, e que fomos vendo ao longo dos tempos, irmão de presidentes de clubes, delegados aos jogos etc....
Como exemplo num jogo da Distrital o Sr.Árbitro expulsa um jogador por palavras(isto segundo o seu relatório), cúmulo dos cúmulos o jogador é mudo (atenção não é anedota todas as pessoas sabem, ao árbitro nada aconteceu continua impune sem explicações).
É este o futebol que temos dos distritais à primeira divisão.

9.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Como já referi aqui foi um excelente post, mas p'ra ficar mesmo mesmo perfeito, gostava que fizesses um anexo deste blog "http://footballdependent.blogspot.com/2008/01/benfica-o-clube-de-salazar.html"
que esmifrasses ao máximo até todos os anti-anti-Benfica se silenciassem.

Melhor blog : vedeta da bola
Abraço

9.4.08  
Blogger Cristina said...

Belo texto. Revela uma grande pesquisa e atenção. É pena que as pessoas que fazem a justiça deste País não sejam assim tão criteriosas.

9.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Já repararam como os adeptos do clube regional (e mesmo os do wc clube) reagem quando deparados com este tipo de argumentos que provam a vergonha que é o futebol em portugal?

Seria de esperar que os debatessem e tentassem desmenti-los.

Mas não.

Fazem apenas este movimento:dizem que nós fazíamos "no antigamente" exactamente o mesmo que eles fazem agora.

Serei só eu a ver que isto é uma forma de admitir claramente que sabem que os seus títulos são manchados e que querem desesperadamente manchar os nossos?

Eis algumas verdades que querem à força fazer perdurar(e com que refutam argumentos como os que o nosso amigo bloguista mencionou no seu excelente post):
-Salazar era do Benfica (apesar de não só ele ser do Sporting como os mais altos dirigentes da altura serem todos eles também desse clube ou do belenenses).
-Calabote deu 10 minutos de descontos para o Benfica ganhar um campeonato (apesar de terem sido só entre três a quatro, e de durante os mesmos não ter assinalado uma grande penalidade clara que nos custou o campeonato para...o clube regional).
-O Luisão fez carga no ricardo e assim ganhámos o último campeonato (apesar desse guardião nos instantes imediatamente posteriores ao lance ter-se dirigido ao árbrito, em desespero, a tentar de todas as formas anular o golo, com estas palavras "foi com a mão, foi com a mão". Bastava que houvesse UM jornalista sério para mostrar a sua boca numa das repetições).

Mas não.



Já chega

9.4.08  
Anonymous catn said...

LF

Bom post como habitual, já o enviei por Email para os meus contactos

Este post vai ser famoso

Abraços

9.4.08  
Blogger Fernando said...

Bela história, pena é teres perdido toda a credibilidade que podias vir a ter logo na segunda frase.

9.4.08  
Blogger antero said...

Como sou da cidade do Porto e do Futebol Clube do Porto, aqui vai uma começada por B: Bai-te foder.
Antero Ferreira

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Bom, quando se fala de supremacia no futebol português, sem falar em arbitragens, mas sim no potencial das equipas e nos resultados apresentados e usando as estatísticas:

1940-1960: Supremacia clara Sportinguista, foi durante estes anos que o Sporting conquistou a sua grande maioria de troféus.

1960-1985: Supremacia clara benfiquista, foram nestes anos que o Benfica se tornou num gigante.

1994-2008: Supremacia clara Portista, onde o FCP ganha a grande maioria dos titulos nacionais e internacionais.

Entre 1985 e 1995, há um misto de equilibrio entre Benfica e FCP, com alguma vantagem para os dragões, que conquistaram a Champions, curiosamente num ano em que o Benfica fez a dobradinha a nível nacional...

Ora se o pinto da Costa é presidente do FCP a partir de 22 de Abril de 1982...ainda levou alguns anos a adquirir a supremacia do futebol português, não deixando de ser obviamente aquele presidente que mais fez pelo FCP a nivel interno e externo...antes dele..o FCP tinha sido bi campeao entre 1978 e 1979...apos uns 19 anos sem saber o que era ganhar um campeonato.

Para mim, o FCP de hoje ganha mais porque conseguiu adquirir uma mentalidade a partir de finais da década de 70...habituou-se a ganhar cada vez mais regularmente e não a espaços...e nos ultimos 14 anos é sem duvida o grande dominador.
Com arbitragens a favorecer ou não...o que é certo é que os 3 grandes sempre foram mais beneficiados e sempre tiveram mais poder e influências...

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Falta:-
D - De Donato Ramos, aquele célebre apitador de Santa Comba Dão que num célebre jogo da Supertaça, em Coimbra, permitiu que o Baía parasse uma jogada co as mãos já quase no meio campo, quando o avançado do Benfica já seguia isoado. Este Snr (?) Donato era uma espécie do pedreiro de Viseu (Isidoro Rodrigues).Já para não flara de José Pratas, etc.

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

absolutamente brilhante, peca por escasso caríssimo...

há muito mais corrupção azul, até porque aveiro connection é uma realidade...

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

tanta gente cabeçuda e sem nada para fazer meu deus. o sr. que fez esta pesquisa toda que faça uma dos 20 anos para trás. aziados existe rennie entre outros.

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Falta do que fazer.

10.4.08  
Anonymous Artursil said...

Estiveste atento aos erros a favor do porto, agora faz o mesmo com os erros a favor do SLB e publica.
Não tens mais nada para fazer pq provavelmente o teu clube este ano não ganhou nada.

10.4.08  
Blogger PedroRocha said...

Está bem escrito mas já agora faz um com o seguinte título "CINCO DÉCADAS DE MENTIRA DE A a Z e de Z a A". No dia em que tiveres em pleno século 21 de te deslocares quase 400 klm´s para resolveres um simples contrato de telefone ou algo tão insignificante vais então perceber o porquê, da revolta feita pelo Sr. Pinto da Costa e seus pares!!!
No dia em que tiveres que sacrificar algum do tempo livre que possas ter para tirar um curso de arbitragem e perder ínumeros fins de semana a correr os belos cantinhos do nosso Portugal por meia duzia de tostões mas que com gosto e paixão se fazem de boa vontade, vais então perceber que arbitrar não é assim tão simples.
No dia em que dedicares umas horas a perceber quaís são os vossos problemas internos, talvez comeces a perceber a diferença pontual.
No dia em que escreveres neste Blog como é que o Benfica regularizou a astronómica dívida fiscal para com o Estado, vais talvez começar a entender o porquê do nosso salário mínimo ser apenas de quatrocentos e poucos euros!!!
Mas mais uma vez parabéns, está muito bem escrito, mas para mim é apenas um bom texto com bastante ficção!

10.4.08  
Anonymous Filipe Monteiro said...

UUUUUHHHHHHHHHH Medo... muito medo! Que doença... tanta azia meu deus! E que memória tão selectiva, consulte um psicologo ou psiquiatra está a precisar! Eu sei que para isso era sempre preciso esquecer o Porto... e não está fácil, pois o TRICAMPEÃO não deixa que isso aconteça. Mas tente distrair-se com outras coisas, vai ver que essa doença ainda tem cura! Ahh é verdade: os fantasmas não existem, nem o Pai Natal, os Lobisomens e os vampiros são figuras de lietratura inventadas!

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

FANTAAAAAAAAAAASTICO
E os seis titulos internacionais não teem direito a uma recolha exaustiva?????????
OHHHHHH Não podia aparecer alguem a lembrar o VATA

10.4.08  
Anonymous Pedro Ivan said...

Realmente um exercico de investigação excelente e o post do ano 2008 da blogosfera desportiva (de ficção obviamente).
Agora desafio-o a fazer o mesmo em relação à história do seu clube (que pela azia imagino que seja o benfica) ou até mesmo do sporting. Concerteza que um abecedário não será suficiente!
Desafio-o ainda a olhar para os últimos vinte anos em que o Porto (que deveria ser um orgulho para toda a nação) ganhou 2 Ligas dos Campeões, 1 Taça Uefa e duas Taças Intercontinentais e escrever um ABC que seja.. que tal?
Termino só a dar os parabéns ao meu clube que este ano, num ano de tanta suspeição, limpou o sebo aos mais directos rivais. LIMPINHO!! 18pontos de vantagem, se é que vamos ficar por ai!
Para o ano que vem na pior das hipoteses começamos com menos 6 pontos (o que dúvido, tal é a falta de credibilidade neste apito dourado). Pode ser que assim, se começarmos em último voçes tenham a possibilidade de ganhar o campeonato - com justiça atenção! não estou a falar de ganhar o campeonato com um penalti por jornada, como no final do último campeonato que venceram!
Deixem de ser doentes e rendam-se à nossa supremacia, tal como nós o fizemos durante muito anos! Sejam justos. E vejam que bonitas foram duplas como drulovic jardel, kostadinov domingos, lucho lisandro!
E é só.

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Os benfiquistas são mesmo burros... então andaram tantos anos a fazer estas coisas e desaprenderam?...
Será que os campeonatos ganhos pelo benfica foram honestos?

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Em que época foi aquele Porto/Benfica, em que com o simão quando estava no chão foi agredido pelo jorge bosta, o bostinha e o caniche?......o que é que lhes aconteceu?, nada presumo!?

10.4.08  
Blogger Rui said...

Simplesmente bem apanhado. Os meus parabéns. Podem não ser julgados nos tribunais, mas da justiça popular não se livram. É por tudo isto que tanto orgulho tenho em ser Benfiquista!

10.4.08  
Anonymous Justino said...

Meus amigos, para se ser vitorioso em tudo na vida, devemos lutar pela vitoria e não somente tentar.
Não adormeçam se desculpando com...
... "desculpas"!
Eu admiro os vencedores, e luto para o ser também! Um abraço

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

O blog está bom...define bem o que é o futebol há mais de25 anos em Portugal...mas se o benfica sofreu isto tudo imagine-se o Sporting, que até foi obrigado a ir a Chaves jogar 2 min!!...
E já agora...aguardo umas palavras sobre a vergonha de 04/05...

10.4.08  
Anonymous Álvaro Pinto said...

Como Sportinguista digo-lhe que é um artigo interessante, mas com óbvio visão distorcida em alguns casos...
Dizer que o FCP contratou ex-jogadores do SLB pa saber o que se passa lá dentro é ridiculo!! E se isso de facto acontecer, desculpar-se com o facto de no SLB a mesma estratégia não ter resultado e assim não incluir no mesmo pacote é também inacreditável
Óbvio que há erros de arbitragem... mas dá para ver quando eles são propositados. Tenho 23 anos, vi o meu clube ganhar 2 campeonatos. 1 deles com uma equipa esforçada (da época do Inácio) e o outro graças ao Jardel... Falou-se que vencemos este campeonato devido aos penalties, mas amigos: se são realmente falta... Houve uns que não foram, mas para os mais distraidos relembro que num trabalho de pesquisa d'um jornal, nesse ano 7 penalties foram mal marcadas e proximo de 15 ficaram por marcar. Pesquisem e comprovem!
Mas retomando o raciocinio, antes de ver o meu clube ser campeão era anti-portista pois havia demasiados erros grosseiros quer directa como indirectamente. Relembro um caso que me ficou gravado, em que o FCP ia jogar a Alvalade a 2 jornadas do fim, e nesse dia o Boavista foi a Faro jogar. Não me recordo a situação, mas no ultimo minuto desse jogo ou houve um penalty escandaloso a favor dos do Bessa e não foi marcado ou um penalty ridiculo foi marcado a favor do Farense. E assim, o FCP foi campeão, mesmo antes de enfrentar o Sporting em Alvalade, em que ficou 1-1, com golos de Barbosa fora de área pelo meio das pernas do Baía e golo do Zahovic de anca.
No entanto, o pior campeão de sempre nos ultimos anos foi sem duvida o Benfica de Trapattoni. Para além do Estoril Gate ( e relembro ao autor que quem jogava por norma na Maia era o Salgueiros e Famalicão jogava na Póvoa mas com todos os grandes e nao exclusivo com FCP; e no ano que o Benfica foi campeão Amadora recebeu Porto na Luz, pq não jogou Estoril em Alvalade ou Restelo? Também teriam mais pessoas a ver os jogos!!) os jogos constantes de golos no ultimo minutos com livres mal assinalados ou em falta (leiria, Estoril, Sporting no jogo da Luz, Amadora...), as chuteiras oferecidas a árbitros, etc, etc...

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

eu nao li quase nada. o 1 paragrafo disse tudo. é lixado ser uma merda, é lixado ter um presidente que só diz disparates, é lixado nao terem jogadores de jeito, é lixado disserem que sao os maiores e sao a merda que se vê. enquanto nao forem humildes e nao reconhecerem que nao prestam nunca chegaram a ser um clube respeitado. o steua de bucareste o dinamo de kiev nao metem medo a ninguem, tal como o benfica foram campeoes europeus mas hoje o que sao? nada tal como voces.

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Caro amigo estou nessa luta contigo, lembro ainda que além do Cadorin não ir em histórias, foi mesmo o Cadorin para desespero dos tripeiros que acabaria por marcar o golo da vitória do Portimonense, resultado Portimonense tem sido sempre empurrado para divisões inferiores. Outro clube que fazia vida negra ao Futebol Corrupto do Porto, o Farense teve o mesmo destino. Olha muitas dessas coisas que tu falas estão nos meus sites e no anti-corrupção tenho mesmo provas (recortes de jornais)andam a querer tapar o sol com uma peneira de 25 anos de corrupção com 6 pontinhos desnecessários. VISITA E DIVULGA SÒ ASSIM A NOSSA LUTA PODE TER PROVEITO.

www.adeptos-benfica.o-f.com

www.anti-corrupcao.150m.com

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

o Sporting podia ter sido campeão na época 2007/2008 s ñ fosse o golo marcado pelo Ronny c/ a mão?!?!?Ñ m façam rir,então e o lance em q o ricardo sentado dentro da baliza tira um golo limpo ao Leiria?Desse lance ngm s lembra....E a eliminatória da taça em q o árbitro assinalou um penalty favorável ao benfica no minuto 91 por pretensa mão do jogador do estrela,qd s vê claramente q a bola lhe bate na cabeça,tb foi obra do Pinto da Costa?!...Até parece q Benfica e Sporting nunca foram beneficiados c/ arbitragens duvidosas!!Kerem outro lance,o golo q o Poborsky marcou ao Salgueiros qd tava no mínimo 1m em claríssimo fora-de-jogo?!?! Por favor ñ tentem arranjar desculpas para a vossa incompetência...Ñ sejam tendenciosos e tentem investigar os lances em q os 3 grandes foram beneficiados e vão chegar à conclusão q quem tem razões d queixa são os chamados pequenos q são sempre prejudicados,quer seja contra Porto,Sporting ou Benfica....Saudações.

10.4.08  
Blogger carlitos-122003 said...

na minha modesta opinião penso que perderam a noção do ridiculo uma vez que esta pesquisa ignora todos os jogos em que o benfica foi beneficiado, já agora conhece um celebre arbitro amigo do benfica chamado Calabote? já que a sua pesquisa é tão perspicaz investigue tambem os feitos deste sr arbitro

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

vinte anos de gloria!!!é so inveja k estes f.d.p. do slb têm...voces keriam era ter um presidene como nos temos!!mas como não ganham nada arranjam sempre desculpas.

P.S. escreve-se benfica e lê-se merda

10.4.08  
Anonymous Alex Filipe said...

Penso que quem conta um conto, acrescenta um ponto.
Gostas de ficção...
Toda a gente sabe que o FCP está dentro de toda um circulo de corrupção, eu sou portista e o penta foi vergonhoso, mas desde aí que dizer que o FCP tem sido beneficiado e não dizer o mesmo do Benfica ou Sporting é banal. Quantos penaltis teve o benfica no último campeonato? Quantos livres directos na entrada da área? Penso que o Simão foi o melhor marcador em que 9 golos foram de penalti.
O Pinto da Costa tem mais é que ser investigado e julgado, mas olhem bem para o vosso clube, não sentem um minimo de vergonha? O vosso presidente se tivesse na televisão servia para o big show sic. Lembrem-se que esse senhor foi presidente do Alverca, sim esse clube "satélite" do SLB. Não houve minimo de corrupção nos jogos SLB vs Alverca...
Acabem de uma vez por todas com as parvoices e abram os olhos. TODOS, mas TODOS os clubes de futebol sao corruptos, têm ligaçoes a mercados imobiliarios para rentabilizar terrenos, especulaçoes imobiliarias para ganharem dinheiro. Acusarem apenas o FCP é simplesmente serem inocentes ou idiotas, escolham voces. Este ano o FCP deu liçao de futebol aos restantes, com outro treinador tinhamos plantel para espetar 4 ou 5 a cada equipa. Comparem a organização do FCP com a do SLB que supostamente é a melhor equipa portuguesa com milhoes de adeptos.. Porrada entre jogadores, treinadores por amizade, querem um clube de topo mas gerem-no como se fosse um clube de bairro.
E por último, N de Norte, se és idiota ao ponto de considerar toda a gente do norte como portista, acho que devias ser proibido de usar a internet, Braga é no NORTE e é capaz de ser a 2ª cidade em Portugal com mais benfiquistas caso não saibas...
Agradeço-te por me teres dado sono :)

10.4.08  
Blogger miguel said...

É tão grande a cegueira da maioria dos tripeiros que parecem os seguidores de uma SEITA TIPO IGREJA UNIVERSAL DO PINTO DA COSTA. Viagens, fruta e café com leite=alternadeiras, envelopes com 500's e, incrivel, visitas dos árbitros a casa (é preciso considerar-se mm impune como esses lideres de seitas para fazer isto) NADA DISTO ESTRANHAM!!!!? Estranho é jogar no algarve...doidos!
Azias temos nós MUITA têm toda a razão, a ver corruptos ganharem e ainda andarem por aí impunemente a ladrar.

10.4.08  
Anonymous Da Rocha said...

Correcção: o penálti do very-light e de Rufai foi cobrado por Domingos, não por Jardel.

10.4.08  
Blogger Marquês de Barrabás said...

Parabéns pelo post exaustivo.

É quase um compêndio!

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Pior que a corrupção do Porto são os seus adeptos, que sabem que ganham com ajudas mas não se importam. Está á vista de todos ao longo dos anos, mas que fazer?! A indignação popular não leva a lado nenhum e como diz o ditado "quem cala, consente".
O post está excelente e penso que algum jornal poderia aproveitar o material que aqui está.

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

incrivelmente tendencioso e notoriamente pro-benfiquista.

seria talvez interessante uma investigação detalhada dos factos que levaram o benfica a raptar eusebio, jogador de filial sportinguista, e a forma vergonhosa como o "glorioso" clube da luz acumulou o seu palmarés de titulos desde os anos 50 ate ao 25 de abril.
enfim se querem ir ate ao fundo da verdade, investiguem todos, cabeçudos.

10.4.08  
Blogger João said...

O sr. LF está de parabéns, e é um portista que o diz. Há três motivos que me levam a parabenizá-lo, caro senhor:
- pelo enorme trabalho que teve a pesquisar por tantos casos controversos;
- pela honestidade intlectual, apesar de haver sempre ressalvas, de não questionar os títulos do Porto referentes ao penta-campeonato, os do Mourinho e este último em que leva uma vantagem tão grande sobre os mais directos rivais;
- o mais importante de todos, por ser uma pessoa com uma inteligência bem acima da média (e é para essa média que escreve) e conseguir ter um discurso que usa uma excelente retórica para enumerar diversos casos pertinentes, mas que oportunamente deixa ocultos muitos outros que não são convenientes lembrar.

Como primeiro ponto, gostaria de discordar do título. Mesmo que tudo o que foi escrito, e apenas o que foi escrito, correspondesse à realidade dos últimos 20 anos, o título seria uma farsa. Se o digno senhor refere que o pentacampeonato, os dois títulos do Mourinho e o título conquistado há menos de uma semana não podem ser questionados, nunca se poderia dizer que são 20 anos de mentira. Eu explico-me: o penta-campeonato começou a ser "escrito" na época 94/95 e terminou na época 98/99. Depois disso, o FC Porto voltou a ser campeão apenas na época 2002/2003 com José Mourinho, ano em que, como todos sabem, venceu a Taça UEFA, também. No ano seguinte foi campeão novamente, juntando-lhe um título europeu. Acho que qualquer pessoa que tenha acompanhado e que tenha um mínimo de honestidade considera esses dois títulos mais que justos: considera-os merecidos, tamanha a superioridade evidenciada ao longo de ambas as épocas. Depois houve o título do Benfica, o único em 14 anos, e de seguida o tri-campeonato do FC Porto. Destes campeonatos todos que referi, o único que foi questionado por si foi o primeiro de Jesualdo, época 2006/2007. Assim, e considerando "roubo" o título da época passada (como não refere nada sobre o título do Co Adriaanse, vou partir do princípio que é inquestionável, também), e considerando que foi a partir dos anos 80 que começou essa "mentira", no máximo serão 7 (sete) anos de mentira. O primeiro título do FC Porto nos anos 80 foi referente à época de 84/85. Mais uma vez, excluíndo o penta-campeonato, Mourinho, Co Adriaanse e este último de Jesualdo Ferreira, o Porto foi campeão mais 6 vezes: 85/86, 87/88, 89/90, 91/92, 92/93, 06/07.

Como pode ver, a primeira das suas teses cai por terra assim que se passa "uma lupa" no assunto. Mas há muito mais; espero apenas ter tempo, memória e paciência de relatar tudo. Caro amigo, é muito simples e fácil pegar em todas as decisões controversas e eventualmente erradas e classificá-las como roubo. Se for a favor de uns, é engano; se for a favor de outros, é roubo, mentira, falta de transparência, etc. e tal. Pois saiba que eu concordo que diversos casos apontados por si foram merecedores de uma investigação mais profunda porque não batem certo. Há duas coisas que não cheiram mesmo nada bem: Caso Calheiros e Quinhentinhos. Infelizmente, o tempo oportuno para isso ser feito já passou e resta-nos lamentar que nada ficasse totalmente esclarecido. Por outro lado, é bom não tentar demonizar ninguém porque, neste futebol português, ninguém é santo.

Eu vou relembrar alguns factos para contrariar a tese dos "20 anos de mentira". Se o senhor teve a "honradez" de se lembrar de casos que beneficiaram o Porto, teria sido justo lembrar-se dos que prejudicaram. Os seus leitores habituais podem considerar este 'post' como a Bíblia do Futebol, mas você, como pessoa inteligente que parece ser, sabe que tudo foi escrito com o intuito de manipular opiniões, realçando alguns factos e omitindo outros. Até vou mais longe: no fundo, você escreveu aquilo que toda a nação lisboeta queria ler para apresentar como verdade insofismável. Infelizmente, o mundo não se restringe aos vossos limites geográficos e clubísticos. Assim, sem me alongar demais, vou lembrar apenas alguns factos que geram dúvidas até hoje. No entanto, esteja descansado, Exmo. Sr. LF: eu não vou qualificar tudo como "mentira" e/ou "roubo".

- Bruno Paixão fez uma arbitragem escandalosa no jogo Campomaiorense x FC Porto da época 1999/2000 que todos recordam e nem é preciso detalhar. O Sporting foi campeão nesse ano e, se esse jogo fosse arbitrado de uma forma mais, digamos, imparcial, talvez a história fosse outra e o hexa-campeonato fosse uma realidade.
- A jogada em que o Baía, alegadamente, vai buscar a bola dentro da baliza no jogo Benfica x Porto da época 2004/2005 é uma verdade que só vocês consideram válida. Ninguém conseguiu provar até hoje se a bola estava fora ou dentro da baliza. Você pode apresentar-me uma imagem que quiser que eu apresento-lhe outra a desmentir a primeira. Novamente, não é pelo facto de quererem que a bola tenha estado totalmente dentro da baliza que isso passa a ser verdade; se assim fosse, também seria verdade que o Ricardo fez falta sobre o Luisão no jogo Sporting x Benfica da época 2004/2005. Os sportinguistas bem querem tentar impôr a sua verdade, como vocês tentam fazer nessa jogada do Baía, mas é preciso lembrar que uma mentira contada muitas vezes não vai ser verdade nunca.
- Jorge Coroado acabou de revelar que já marcou um penalty sem o ter visto: viu o fiscal de linha correr com a bandeira no ar e, pela "sinalética", acreditou tratar-se de um penalty. Depois de marcar a referida falta e mostrar cartão amarelo ao guarda-redes em questão, conversou com o fiscal de linha e soube que afinal a falta era ao contrário. Como já tinha assinalado penalty e dado o cartão amarelo, decidiu náo corrigir o erro. O jogo em questão era um Benfica x Porto e, pasme-se, o penalty era contra o Porto. Nuno Gomes falhou a conversão!
- O jogo Sporting x Porto da época 2002/2003, arbitrado pelo mesmo Lucílio Baptista que foi tão criticado recentemente por assinalar o segundo penalty da época a favor do Porto numa jogada que, efectivamente, foi falta, foi uma autêntica vergonha: tudo se fez para que o Porto não saísse vitorioso. De acordo com as crónicas da época, foram 4 penalties por assinalar contra o Sporting. Valeu o golo do Costinha aos 4 minutos da primeira parte e uma exibição tão sufocante que não permitiu ao Sporting sequer empatar numa jogada fortuita e injusta que poderia ter acontecido.
- O jogo Sporting x Porto da época seguinte, 2003/2004, arbitrado pelo mesmo Lucílio Baptista (curioso como os sportinguistas nunca se queixam deste árbitro), foi o célebre jogo da camisola rasgada. O golo de empate do Sporting nasce de um lancamento lateral. O JVP cai mal num corte efectuado pelo Jorge Costa, salvo erro, fica a queixar-se bastante (isto uma semana depois da morte do Feher), e vêm três jogadores do Porto assisti-lo preocupadamente: Jorge Costa, Maniche e um outro que não recordo. Rui Jorge aproveita a preocupação dos rivais para efectuar o lancamento colocando o ataque sportinguista em superioridade numérica, com o aval desse excelente árbitro que é Lucílio Baptista. Na sequência da jogada, existe um penalty correctamente assinalado por falta de Baía sobre Liedson. Mas a pouca vergonha que foi o início dessa jogada, ninguém refere. Não convém... Depois há a celebre conferência de imprensa com a camisola rasgada e muita gente quase a chorar. Até hoje ninguém conseguiu esclarecer nem provar nada. Falou-se que o preparador físico deu a camisola ao roupeiro que disse que alguém falou que o Mourinho rasgou e depois trouxe a camisola de volta para entregar novamente a não sei quem. Tudo filmado num vídeo que nunca ninguém viu! Confuso? Também acho... Aliás, até acho mais outra coisa que confuso: mentira! Tente você rasgar uma camisola do Sporting com as mãos. Embora às vezes dê vontade, não é tarefa fácil. A tal maneira diferente de estar no futebol: quem tem que se preocupar sobre se o jogador do Sporting morreu ou não são os adversários; eles querem lá saber. Importante é aproveitar a distracção do adversário para conseguir uma jogada de perigo.
- Fora dos relvados, é curioso que as escutas que flagram conversas do Pinto da Costa a falar de fruta e chocolates sirvam de prova para a acusação, mas as provas onde surge o LFV a escolher um árbitro que dê garantias para um jogo da Taça com o Belenenses tenham sido colocadas no fundo da gaveta. Alguém sabe explicar-me porquê? Mais: ele teria dito que tem outros métodos para resolver essa questão. Que questão? Quais outros métodos? Pena que a imparcialidade só seja desejada quando convém.
- Pena também que uma pessoa que já foi desmascarada como mentirosa seja a principal testemunha de um processo que serve apenas para disfarçar a falta de capacidade dos outros para montar equipas competitivas. Primeiro porque surge na praça pública um livro cheio de revelações bomásticas que foi patrocinado por dirigentes do Benfica. Boato? Muitas das suas revelações também são boatos e, no entanto, você usou-as. Permita-me o mesmo, por favor. Segundo porque foi posteriormente editado por uma pessoa que não esconde os seus laços com o Benfica: Leonor Pinhão. Terceiro, e a título de exemplo, apenas, porque a referida escritora confessa que ordenou um espancamento ao vereador Ricardo Bexiga. O suposto crime ocorreu num parque de estacionamento e, para não serem identificados, até partiram as câmeras de vigilância. Só se esqueceu de verificar se o parque tinha as referidas câmeras: nunca teve! Curioso que a referida testemunha não seja processada por nada: nem pelo suposto crime, caso tenha existido, nem por prestar falsas declarações à justiça, como ficou provado que fez.
- Já que se fala tanto em transparência, era bom que se fizesse o mesmo circo à volta do Benfica que se fez à volta do Porto: se um é com fruta e chocolates, o outro é jantares no Sapo, amigos na Liga em vez de bons jogadores (palavras do LFV quando questionado se ficava preocupado com os reforços do FC Porto: "mais importante que bons jogadores é ter amigos na Liga"), cristais e afins.
- E aproveitando que falou no campeonato 2004/2005, onde teve a ousadia de ainda dizer que o Benfica foi roubado, lembre-se dos penalties marcados fora de área ou daqueles remates à sorte que batiam no braço de alguém e era logo assinalado castigo máximo. Se não me engano, foi o Vítor Pontes que disse que os seus jogadores tinham que ser manetas para não serem marcados penalties a torto e a direito. Houve uma frase do Simão Sabrosa que resume muito bem essa época: "se o árbitro apitou, é penalty". Ou seja, não interessa se a falta existiu; importante é que o árbitro tenha apitado. Mas quando é ao contrário...
- A época passada. Ah sim, a época passada. Quase conseguiram tirar um campeonato ao Porto. Relembro dos jogos com o Leiria (fora) e Estrela (em casa). Se no segundo ficaram apenas dois penalties "por assinalar", o primeiro foi escandaloso: expulsões injustas, penalties por assinalar, golo do Leiria em fora de jogo (salvo erro), e mais uma infinidade de casos que, certamente, não terão sido nada mais que meros enganos. Lembro-me de haver ilustres benfiquistas e sportinguistas a dizer no fórum do jornal Record que era "muito bem feito que o Porto seja roubado" e até "assim equilibra o campeonato". Depois houve um jogo do Sporting no Dragão que terminou com a vitória leonina por 0-1, com um golo marcado de livre directo que nasce de uma falta que não existe (alguém se atirou para o chão, para não variar) e fica por assinalar nos últimos minutos um penalty contra o Sporting por falta sobre o Pepe. É esse o último campeonato roubado? Só nesses 3 jogos tiraram-nos 9 pontos! Erros, claro...
- Já que falou em justiça italiana, era bom que a evocasse quando o assunto são dívidas ao Fisco. Em Itália, a justiça condenou a Fiorentina à descida por esse motivo: foram parar à 3ª ou 4ª divisão italiana. Aqui fizeram o mesmo com Salgueiros e Farense. Curiosamente, ao Benfica tudo foi facilitado: em 2002 ou 2003 aceitaram como garantia bancária umas acções que só em 2007 foram cotadas em bolsa. Isto é o mesmo que eu ter uma mercearia que não paga impostos e apresentar ao Fisco como garantia as acções dessa mercearia, sem valor fiscal nem legal.
- Por fim, era bom que se esclarecesse toda as suspeitas que existem em volta da CML e da EPUL. Tudo o que tem vindo a público aponta para favorecimentos abusivos da CML em relação aos grandes da capital. Só para relembrar muito resumidamente, na época em que a CML era presidida pelo Jorge Sampaio, a própria CML ofereceu ao Benfica e ao Sporting uns terrenos para a construção de recintos desportivos de "utilidade pública", conforme publicado. Já na gestão de Pedro Santana Lopes, uns anos depois (e depois daquele apoio público dado pelo Manuel Vilarinho ao PSD de Santana Lopes e Durão Barroso, "convidando" todos os benfiquistas a votar nesse partido), a CML, através da EPUL, decide comprar os terrenos de volta e construir urbanizações neles. Como surgiram atrasos, a EPUL decidiu fazer um adiantamento de "lucros futuros" a ambos os clubes. Em poucas palavras, e num português que todos entendam, aqui vai a explicação. A CML pegou nuns terrenos e ofereceu-os a esses dois clubes para que fossem construidos recintos desportivos - não tinham licença para construir habitações. Uns anos depois, concede licença para construirem habitações nesses terrenos onde nunca foi construído sequer um campo de mini-golfe. Como se não bastasse, ainda colocou a cargo da EPUL toda a responsabilidade e risco de construir e vender. Mas a cereja no topo foi fazer um adiantamento desses eventuais lucros futuros a ambos os clubes, o que permitiu a construção dos estádios que fazem com que benfiquistas e sportinguistas se orgulhem de dizer que foram construídos com o próprio dinheiro, sem a ajuda de ninguém. Quanta hipocrisia... Ainda assim, uma parte desse adiantamento foi paga em valor superior ao acordado: era previsto a CML dar ao Benfica 6 milhões de euros e acabou por pagar 8 milhões. Se alguém achar pertinente, eu apresento sites onde essas informações podem ser verificadas. Ao todo, ambos os clubes foram agraciados com um valor que ultrapassou os 100 milhões de euros.

E isto serve de aperitivo para desmascarar a farsa que é falar-se em 20 ou 30 anos de roubos e mentiras. Teria argumentos para muito mais, mas duvido que alguém tenha chegado até aqui, portanto nem vou perder o meu latim para enumerar tantos casos de eventual corrupção em que Benfica e Sporting se entranharam. O ponto onde quis chegar é apenas um: investigue-se tudo a fundo. Se o FC Porto e o seu presidente forem realmente culpados de alguma coisa, com provas consistentes (e não levando em consideração apenas uma testemunha mentirosa), que sejam punidos de acordo. Mas não façam do FC Porto um bode expiatório! Investigue-se imparcialmente os outros clubes, também. Se é para limpar, limpe-se tudo. Não vai sobrar ninguém na primeira divisão.

Cumprimentos e desculpe-me por "poluir" desta forma o seu 'post'. Eu sei que a intenção dele é fazer uma evangelização encarnada contra o "poder do Norte" e aqui sou apenas um intruso que representa essa "mafia". Apenas é bom que se saiba que existe gente com capacidade de argumentação suficiente para contestar tudo o que vocês consideram como válido e justo. Eu sou uma dessas pessoas, modéstia à parte, e talvez um dia eu me lembre de fazer a "Bíblia Portista do Futebol", a exemplo do que foi feito aqui. Tenho a certeza que sua excelência terá todo o gosto de acompanhar e comentar. Afinal o futebol é isto mesmo: quando não se ganha, a culpa é sempre dos outros.

10.4.08  
Blogger João said...

Ah, caro amigo, desculpe-me a ousadia de vir novamente ao seu espaço, mas ao reler tudo lembrei-me de algumas coisas que gostaria de ter dito, mas acabei por esquecer.

- Se você se lembrou de acusar o Porto de combinar resultados ou algo semelhante, era bom que alguém ligado ao Benfica esclarecesse algo que você referiu: os jogos com o Estoril na época 2004/2005. Se você afirma (e eu concordo) que não deveria ser permitido os clubes emprestarem jogadores a outros clubes da primeira divisão, acho muito mais importante não se permitir que haja dois clubes na mesma divisão com dirigentes comuns. O José Veiga era director desportivo do Benfica e accionista maioritário do Estoril. Conflito de interesses? Que ideia... Só é pena que ninguém investigue as polémicas declarações ao intervalo do jogo na Luz onde o próprio José Veiga foi ter com os jogadores do Estoril e disse "Vocês não estão a facilitar; depois vão ter as consequências" ou algo semelhante. Adicionalmente, era bom que alguém me dissesse se um clube a quem o Porto emprestou jogadores deve jogar com esses jogadores contra o Porto. Quando o contrato impedia que jogassem, queixavam-se que a equipa estava fragilizada; a partir do momento que a FPF impediu essas cláusulas nos contratos de empréstimo, as queixas passaram a ser que esses jogadores falham de propósito. O que dizer então dos casos em que jogadores com acordos verbais de contratação pelo Benfica falhem penalties? Mais explícito: o que diriam vocês se o Makukula e o Jorge Ribeiro (este ainda não é certo) falhassem um penalty contra o Porto e 2 ou 3 meses depois aparecessem a jogar pelo... FC Porto? Mas teríamos também os casos em que, coincidentemente (o Benfica é um clube cheio de coincidências), o Benfica contratar um jogador do adversário dias antes do jogo entre ambos os clubes? Aconteceu na época 2004/2005 antes dos jogos com o Setúbal - contratou o Moretto, salvo erro - e Académica - veio o Maciel emprestado. Emprestado? A Académica a emprestar jogadores ao Benfica? Podem não achar nada de mais, mas eu acho estranho, muito estranho.

- Sobre o jogo no Algarve, nem falo quase nada. Duas expulsões no Estoril (a primeira aos 25 mintuos) e árbitro de chuteiras do Benfica são apenas mais algumas coincidências, naturalmente.

- Oliveirense! Este nome diz-lhe alguma coisa? Vá, eu refresco a memória: Bruno Paixão (ele, novamente). Nada? Taça de Portugal? 3 penalties a favor do Benfica? Expulsão de um jogador chamado Raul, que entrou aos 82 minutos e viu 2 amarelos antes do prolongamento? Se não souber do que se trata, tente diversificar as fontes de onde juntou tanta matéria: vai ver que acha muito mais, embora o protagonista não seja o mesmo.

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

E a queimadela de imagem do Carlos Cruz ? Que esteve metido até ao pescoço no benfica e na federação Portuguesa de futebol ? Na minha opinião não ter levado um balázio foi uma sorte..isto entretanto leva-me ao Chalana, o qual foi acusado de pedofilia e hoje em dia treina os «meninos» da luz.. ahahah
Este post cheira-me a azia, misturada com aquela frase popular "quem conta um conto, acrescenta um ponto!". Paz

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Sr. Joao,

Parabens, a final valeu a pena ler todos os comentarios. Certamente que este seu valorisou este Blog. Inparcial, Justo... Obrigado!

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Vai mas é trabalhar, pode que assim faças algo pelo País !

vocês, estavam mal abituados. é como quem tira um chupa da boca de uma criança...começa logo aos berros...

Miseráveis, deves ser daqueles "chupões" que estão em casa a receber o fundo de desemprego...

arranja vida...e o parvo ainda fui eu em estar a responder a isto...

P.S.- apenas torço por um clube dos regionais, estou-me nas tintas para as "vossas" dores de barriga!

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Neste país de merda que nunca irá sair da cepa torta devido a merda como os tripeiros, que apoiam e seguem criminosos, só para ganharem umas merdas de uns campeonatos, que só para os tripeiros tem valor, pois gente honesta não vai em cantigas.
Na Liga das Casas de Alterne vale tudo. Graças a Deus viajo muito profissionalmente e por vários países onde passei, nunca vi um país tão corrupto, desonesto e em que o povo com uma cultura e um QI tão abaixo da média, é o único país que apoia os seus criminosos, exemplos?: Maria Felgueiras, rouba e o povo acarinha-a e vota nela, ÓTÁRIOS, Gondomar- Loureiro, rouba, corrompe e o povo vota nele BESTAS.
Marco de Canavezes - Avelino Ferreira Torres, Corrupção e o povo vota nele, PACÓVIOS, Já repararam que os maiores escândalos rondam todos o norte? Não!!!São só coincidências.
ESTE PAÍS É UMA MERDA PORQUE TEM UM POVO DE MERDA, UM POVO QUE SE ENCOLHE, NOS PAÍSES POR ONDE PASSO E SE CHEGASSE A UM ESCANDALO DESTES JÁ TERIA HAVIDO MERDA E DA GROSSA, MAS NOS OUTROS PAÍSES CONDENAM OS CRIMINOSOS NÃO OS BAJULAM

10.4.08  
Blogger António Gouveia said...

Excelente post. Contudo, discordo da letra S como é óbvio! É que o objectivo do meu clube não é dominar o sistema ou tê-lo de volta como o Benefica.

Mas a análise é muito boa.

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

o futebol e o clubismo é de facto um universo de subjectividade, gosto particularmente do inicio do texto, em que diz que o porto teve 10 golos irregulares - isso é a opinião de quem ? a sua ?
Porque coloca o golo frente ao sporting nesse rol, e eu ouvi muitos árbitros e comentadores a dizer que o golo é legal ...

e que o benfica teve 13 grandes penalidades não assinaladas ... é a sua opinião, ou baseia esses numeros nas análises de alguém credivel ?
e quantas penalidades teve o porto não assinaladas ? quanlquer adepto se lembrará de várias ... mas voçê omite-as porque não lhe interessa ... e golos contra o FCP irregulares, é que embora só tenha sofrido 9 neste campeonato, o sporting marcou um em fora de jogo e eu não fiz investigção nenhuma. E a grande mentira que foi o campeonato que o benfica ganhou ... esqueceu-se de lhe dar importância porquê? acha que mudar um jogo de localização e ainda por cima com um clube em que o sr. veiga detinha uma participação considerável ( o que é objectivamente ilegal e nunca foi devidamente investigado ) todas as grandes penalidades de que o slb beneficiou nessa época em que qualquer bola que tocasse num braço mão ou cotovelo de um adversário era sempre penalty ( como a do nelson no bessa este fim de semana ). Este blog pode ser um belo exercicio de amor benfiquista, mas não é realidade é ficção. Todos podemos distorcer a realidade de forma a digerirmos melhor a fraca prestação de quem defendemos. Se eu tivesse tempo livre escreveria um belo romance sobre a vida currupta do Vieira, as ligações sujas à Morgado, e a obcessão do Veiga em ser presidente do Porto, todos com provas bem reais ... mas ao contrário de alguns, tenho que trabalhar ...

mude de clube, ou mude de mentalidade.

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

falta a historia pre-pinto da costa, quando o benfica dominava os meandros da podridao do futebol portugues!! ESSA VOCÊ NA CONTA. ESSA PARTE DA HISTORIA NUNCA É CONTADA!! Apesar desta ser verdade. PARABENS POR ESTA PARTE!!!!

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Realmente o teu texto está muito bem escrito... o que não é sinónimo de credibilidade! Nota-se uma clara falta de visão global e uma tendência incorrigível de querer mostrar que o FCP ganhou uma série de jogos sendo beneficiado e que o SLB perdia por ser prejudicado ou por não ser beneficiado!!
Ainda recentemente um árbitro do qual os benfiquistas gostavam muito veio ao tribunal admitir que assinalou um penalti contra o FCP e mostrou amarelo ao Vitor Baia, que a ele na hora não lhe pareceu, porque entendeu mal a orientação do seu auxiliar!! Será que foi assim tão inocente este caso?!
O Deco se bem se lembra foi expulso num jogo com o Boavista por ter chutado a bola sem chuteira depois de um adversário ter feito uma falta mais do que nítida e que deixou o Deco descalso!! O árbitro em vez de assinalar a falta expulsou o Deco com 2º amarelo e ainda escrever no relatório que foi agredido por o Deco lhe ter atirado a chuteira com uma força que nem para partir uma unha de senhora dava!! Ainda foi castigado o jogador... se fosse do SLB o árbitro nem saía do campo inteiro! O Rui Costa vai ao balneário do árbitro e isso não vem no relatório... se calhar foi-lhe levar um chá e umas bolachas!!
Como estes há mais... muitos mais! Em poucos minutos também lhe digo o que escrever para algumas letras:

A: Algarve, célebre jogo em que o Estoril do Vieira/Veiga trocou o seu estádio pelo do Algarve e deu um título ao SLB para quebrar 11 anos de jejum que já vão em mais 3. Não fosse esse ano de colinho e já iam 15 anos de seca!!

C: Campomaiorense... uns 10 penaltis sobre o Jardel que não foram assinalados! O FCP foi roubadíssimo nesse jogo!! Onde estava o Pinto da Costa a comprar o árbitro nessa altura? Ou então no

E: Encomendar árbitros para um jogos da Taça pelo Vieira que se fosse bem conduzido dava mais uns processos em tribunal.

I: Impostos pagos com acções que nem sequer estavam cotadas em bolsa.

P: Presidente na pildra!! Negócios obscuros, contractos assinados e não cumpridos, jogadores vendidos 2x,...

S: Sporting-Porto em que o FCP ganhou 0-1 e teve 4 penaltis a favor não assinalados!! Esse árbitro também foi comprado?!

T: Taça da Liga, penalti fantasma dá empate ao SLB ao minuto 94!! Só o árbitro conseguiu ver o penalti! Nem o jogador que se atirou para o chão acreditou que era falta porque ninguém lhe tocou!!

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

E já agora acrescenta lá o
M: Moretto o redes dos frangos que o Vieira mandou raptar no Brasil e que até agressões físicas deu no aeroporto! Quem contratou os capangas?!
Isso de 1 ou 2 jogadores que não valiam um chavo e ficaram frustrados por nunca jogarem num clube grande mandarem bocas depois de terminarem a carreira e regressarem ao buraco do seu país de origem é muito credível... Se calhar até alguém lhes deu uma boa quantia só para eles inventarem essas história só para denegrir os adversários!! Se foram realmente pressionados que falassem ao presidente do clube e à PJ!!
E agora também me lembro mete lá o L: Livro da treta! O célebre livro da Carolina Salgado mas que afinal não foi o livro que ela escreveu e veio-se a saber que recebeu uma nota preta para permitir a sua alteração e posterior confirmação "falsa" que tinha sido ela a escreve-lo tal como foi publicado. O orelhas e a Pinhão ainda se vão sentar no banco dos réus. Pode ser que o feitiço se vire contra o feiticeiro!!

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Cada vez que leio mais meia duzia de linhas tenho de voltar a comentar...
Então o árbitro deu 9 minutos de descontos até ao Varzim empatar!! Acho que esse record de prolongar o jogo até ao resultado ser favorável é do SLB!! Aliás já la vão os tempos em que os jogadores do FCP terminavam o último jogo do campeonato e ficava sentados no relvado à espera do SLB terminar para ver se eram campeões!! É que o jogo do SLB só terminava quando o resultado fosse favorável!!

Quanto a dizer que FCP comprou o Hilario quando o tinha emprestado a outro clube... é de rir! Queixavam-se que o FCP emprestava jogadores e que não permitia que esses jogadores jogassem contra o clube que detinha o seu passe. Se joga é porque está comprado! Se não joga é porque o adversário ficou mais fraco! Ainda na semana passada o Boavista acusou o Jorge Ribeiro de ter falhado o penalti contra o SLB propositadamente por já saber que irá para o clube no final da época! E estes casos são mais que muitos... Quantas vezes não se especulava que o SLB estaria interessado nas principais vedetas dos clubes com os quais o SLB ia jogar nas jornadas seguintes?! No final nem 10% desses negócios se fazim realmente mas o objectivo tinha sido cumprido! O jogador com a promessa de ir para o clube não fazia estragos para ver se não comprometia o negócio, mas na verdade o negócio já estava comprometido porque não havia dinheiro nem espaço no plantel para tanto jogador!! Assim se ganharam muitos jogos... E os corruptos são os outros?!

10.4.08  
Blogger alfredo said...

Parabens JOÃO. Sem invenções e sem ofensas, colocou os pontos nos iisss. Isto sim um bom trabalho.
PARABENS.

10.4.08  
Anonymous Nuno said...

Parabéns, meu caro.

Pela investigação e pela prosa, seguramente do melhor que já li.

Há muito que pedia a alguém com a capacidade e conhecimento que publicasse o rol completo de aldrabices feitas pelo FCP... agradeço-lhe.

Proponho 2 coisas, e faço-o com toda a seriedade:
- desenvolva o assunto, com maior detalhe e eventualmente de forma cronológica. Pelos comentários, creio que muitos de nós na blogosfera estaremos disponíveis para ajudar.
- envie o texto para uma editora como draft para um futuro livro. Garanto-lhe que estarão interessadas no tema (por exemplo, a texto editora, que já vários livros sobre os meandros do futebol tem lançado). Público alvo terá certamente. Então se conseguir o patrocínio de alguns dos directamente visados (por exemplo, incluindo os testemunhos de jogadores, técnicos, dirigentes, árbitros ou jornalistas) que passaram por todo este lodo, o projecto teria enormes pernas para andar.

Força!

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Onde chega a cegueira e a azia... Onde está a ilegalidade do FCP comprar jogadores que vinham do SLB? Existe alguma lei que o proíba? Se o FCP comprou mancos e coxos melhor para a concorrências! Assim não só se viu livre desses mancos e coxos como ainda os vê a fazer asneira num adversário e vê o dinheiro do adversário a ser mal gasto!!
Se essas jogadas tinham segundas intenções paciência! Estava tudo dentro da lei! Além disso casos há em que se tem mostrado que muitos jogadores no SLB são queimados e no FCP se tornam grandes jogadores! Deco e Maniche são um bom exemplo!!

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Parabéns pelo texto.
Do melhor que me lembro de ler em blogues, e claramente a merecer voos mais altos.
Aliás, aproveitei para conhecer o blog e todo ele tem uma qualidade bastante acima da média.

Quanto ao conteúdo, se peca nalguma coisa é apenas por escassez.
podia por exemplo ter mencionado um jogo arbitrado por Jacinto Paixão, um Porto-Académica, salvo erro em 2003, que o Porto ganhou por 4-1 e em que só um dos golos foi regular.

10.4.08  
Anonymous ricardo said...

quanto ao post dou-te os meus parabens, excelente investigação sem duvida.
quanto aos comentários de senhores do porto que passam por aqui só para dizer, quanto aos pseudo titulos do fascismo, não me lembro pois não éra nascido, mas se for verdade é condenável, mas estávamos em fascismo e não havia muito a fazer, o mais grave é mesmo estes ultimos vinte anos em que vivemos em democracia SIM DEMOCRACIA, e não fascismo, e perante situações destas de corrupção evidente ninguem faz nada, grande democracia a deste país...............

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Brutal! 5 estrelas...tenho é vontade de rir quando vejo so comentários de defesa do Porto...são ridiculos!
É o desespero!

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

grande post sim sr.

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Em resposta ao anónimo que está para aí umas Dez posições acima deste comentário e que tenta fazer um sofrível de A a Z contra o benfica, ainda assim é de louvar a tentativa e cá vai uma resposta:


Finalmente vejo algum andrade a tentar responder alguma coisa, ainda que não seja (nunca é porque nunca há nada a dizer..,) a contradizer os argumentos apresentados e sim a apontar o dedo dizendo que " tu fazias/fazes/fizeste o mesmo. Repito que para mim é claro que isso é uma admissão de que vocês próprios sabem perfeitamente a nódoa de títulos que têm festejado ultimamente.

Agora debatendo os pontos que refere,


A - Sinceramente não percebo o que houve de escandaloso em fazer o dito jogo no estádio do algarve, pois esta é uma situação que inúmeras vezes tem sido feita com outros clubes. Para o caso refiro que a bem das transmissões pela tv, e em particular do seu amigo oliveirinha, foram diversas vezes mudados jogos para o estádio da maia ( é um pouco mais perto do porto que o algarve de lisboa) doa adversários do seu clube. Nunca ouvi ninguém reclamar essa situação.

C - lembro-me perfeitamente desse jogo e creio que por uma vez os adeptos do seu clube sentiram (um bocadinho apenas claro) o que vem a ser feito com o meu SLB à anos. Tem razão de queixa sim senhor desse jogo, que foi arbitado pelo bruno paixão em inicio de carreira, assim como o meu clube tenm razão de queixa por exemplo do anormal do coroado que na época após o famoso caso cannigia (se não souber do que falo peça-me esclarecimentos) apitou SETE jogos do SLB (escusado será dizer que se houvesse um pingo de seriedade no nosso futebol essa triste desculpa para ser humano nunca mais apitaria nenhum jogo, muito menos da primeira liga e muito menos do Benfica, mas enfim...) e não ganhámos nenhum. Eu tenho a certeza que não foi coincidência. Como não foi também coincidência que depois desse jogo que refere contra o campomaiorense passaram-se anos até que o bruno paixão ( e já concerteza depois de várias ameaças de bloqueamento de carreira e dum curso prolongado de arbritar em portugal) voltasse a apitar novamente um jogo do fcp. Já este lixolio baptista basta veres os jogos que tem apitado ao Benfica ( relembra-te da última taça que ganhámos a vocês no jamor e tenta ver o jogo com alguma isenção se conseguires, e percebes o que te digo ) e calha-nos sempre em sorte. Coincidências.

E - Sinceramente não sei a que se refere.

P - Havia tanto a dizer sobre o vale e azevedo...desde o rasgar de contractos que não existiam...a ter trazido um tradutor (como todo o mundo insistiu em classificá-lo) para se transformar no melhor treinador do mundo...ok...mas está preso por ter roubado um clube não está? E quem rouba o desporto nacional com guímaros e quinhentinhos e escutas não está porquê? Pior continua a ser protegido por uns seguidores boçais que deveriam ser os primeiros a querer desmascará-lo (ah ah ah esta tem de admitir que faz rir! )

S - precisamente desse jogo não sei se me lembro mas por alturas dos dois últimos títulos do scp a arbritagem andava tão baralhada que me lembro de dois scp-fcp (ou vice versa, e creio que um deles é esse a que se refere) que parecia que o boi preto não sabia quem beneficiar!! Marcou grandes penalidades que não devia, outras escandalosas ficaram por assinalar, o jorge costa parou uma jogada perigosíssima do scp (creio que do jvp) com uma placagem, não, foi mais uma pega de sarnelha (não sei se é assim que se soletra) só porque entendeu que o jogo devia parar para se assistir não sei quem e continuou em campo!! (nada de novo, basta pesquisares um bocadinho o youtube para veres mais destas pérolas dos teus defesas)

T - Esta última é mesmo boa. Estou a ver que acompanhaste bem os jogos desta taça da liga. Então também te deves lembrar dum golo escandalosamente fora-de-jogo que um jogador do Setúbal marcou ao SLB? Se não te lembras não é completamente estranho porque não só os comentadores (ah ah) tentaram por todas as maneiras e feitios dizer que o golo era legal, como ninguém deu importância ao facto desse golo ter tirado o SLB desse taça. Também não te lembras que o dito árbrito apressou-se a pedir desculpas pelo que tinha feito?. Nem tão pouco te lembras que esse grandessíssimo animal foi o que marcou o penalti do caneira sobre o jardel na Luz, penalti que figura num dos momentos cómicos das memórias de todos os adeptos de futebol ( se é futebol o que se vê em portugal). Não pediu desculpas na altura nem nunca, e esse penalti ter-nos-à afastado do título desse ano. Óbvio que não te lembras.


Para acabar gostava só de fazer umas alusões ao Deco porque o mencionas no inicio do teu texto, num jogo no porto em que ele nem sequer devia estar presente, não lhe tivessem diminuido o castigo pelas razões que toda a gente ouviu nas escutas (apesar de a cada dia que passa eu me convencer que fui o unico que as ouvi), ter-se atirado para o chão e o ricardo rocha ser expulso ( compara esta não-falta apenas com as feitas pelos teus queridos jogadores na final da taça que falei em cima) e dessa falta que não existiu surgiu o golo que vos deu a vitória. Se ainda tiveres um pouco vergonha procura no youtube "amaral golo anulado" e começa(ah ah ah) a perceber que títulos como ao que admiras no teu estádio estão marcados, invariavelmente por casos como este.

Obrigado e agradeço que responda se conseguir no mesmo registo.



Já Chega

10.4.08  
Anonymous ricardo said...

sr.joao,
a maioria dos erros que fala a prejudicar o fcp, que se contam pelos dedos da mão, ao ler o seu comentário são quase todos com o sporting, porque será, com o benfica temos um saldo extremamente negativo, pesquise bem..., sim tiveram alguns jogos que foram prejudicados e o expoente máximo foi esse do jacinto paixão.
agora a maior parte que você fala é em jogos com o sporting, não sei se sabe mas houve alí duas épocas em que o sporting foi campeão!!! que o dias da cunha andava a falar de mais no sistema, e vai de o calar beneficiando o sporting a olhos vistos, a mais celebre a queda do jardel na área do benfica....

10.4.08  
Blogger angelodias said...

Realmente este é o post do ano como dizem os benfiquistas. Mas eu confesso que prefiro posts do género: FC Porto tricampeão, Benfica escorrega, O naufrágio de Vigo, FC Porto a caminho do Tetra, Makukula assina pelo Benfica, Estádio da Luz com 8 mil pessoas....São diferenças...

10.4.08  
Blogger J2 said...

Caro sr. Ricardo. Lamento que não tenha entendido de todo a mensagem que tentei passar. O meu ponto não foi tentar provar que o Benfica foi mais ou menos prejudicado que o Porto nos confrontos directos; foi o de provar que aquilo que vocês consideram roubo a favor do Porto pode ser considerado roubo contra o Porto se os argumentos forem outros. Tenho a certeza que os sportinguistas também terão os seus argumentos e ficaremos a vida toda nesta batalha campal sem ninguém chegar a conclusão nenhuma; apenas dir-se-á que "o meu clube é o mais roubado". Toda a gente terá razão, ninguém terá razão.

Mas como exemplo, e depois desse do Coroado ter sido de conhecimento público bem recentemente, relembro ainda outro facto recente: o Porto vencia o Benfica na Luz por 0-1 na época passada e o Benfica empata num golo em que o jogador está em fora-de-jogo (Luisão?). Ironicamente, a bola bateu no poste e ressaltou contra o Pedro Emanuel antes de passar a linha de golo, mas não deixa de ser jogada ilegal. Para mim, isso foi um erro da arbitragem; para vocês também foi. Mas, se fosse ao contrário... Meu Deus! Era tudo a pedir a PJ, gente a ir para "a jarra", DVDs enviados para o Vaticano, pedidos de revolução e bombas atómicas detonadas a Norte.

Como esse teria muitos mais, mas reitero que o meu ponto não é o de justificar as derrotas com erros dos árbitros; isso é tarefa para outros. É engraçado como os acusados de desvirtuar a verdade só são nomeados quando o argumento vos favorece.

Cumprimentos.

10.4.08  
Blogger J2 said...

Ah sim, eu sou esse João do testamento anterior que pouca gente tem paciência para ler. Não é conveniente, além de tudo...

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Claramente, o post do ano.
Para a Sociedade Portuguesa de Estomatologia, bem entendido. Nunca se deve ter visto azia maior e tão eloquente.
Mas, pronto, o benfiquita ainda está no Top Ten da Taça dos Campeões/ Champions, apesar das competições serem francamente diferentes, um pormenor totalmente irrelevante, claro. Bravo!, está tudo bem!, por A+B o benfiquita é o maior (ler o último período com um garrafão de vinho a acompanhar)!
Boa sorte, autor do blog, ainda chegas aos 200 comentários.

10.4.08  
Blogger J2 said...

Ups, escrevi uma 'gaffe' e ninguém reparou. Onde está escrito "também seria verdade que o Ricardo fez falta sobre o Luisão no jogo Sporting x Benfica da época 2004/2005", naturalmente eu queria ter escrito que quem sofreu a falta foi o Ricardo. Peço desculpa a todos pela falha. É o que faz a ansiedade escrever enquanto se pensa no próximo assunto a ser debatido.

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Caro joão ou j2:

Como eu já disse em cima gosto de ver, por ser tão raro, um andrade a tentar defender o indefensável. Ainda assim gabo-lhe a educação.

Por muito que queira, e parece-me até que é um esforço sincero, nunca conseguirá que os "erros" que favorece(ra)m o fcp sejam do mesmo calibre ou até do mesmo campeonato que os erros que favorecem o SLB.

É óbvio que errar é humano e acho que não existe nenhum adepto do Benfica que diga "nunca houve um erro a nosso favor".

Pense comigo. Eu já disse e repito que me lembro perfeitamente desse jogo em campomaior que vocês andrades gostam muito de embandeirar (assim como o calabote, ah ah ah ) e concordo plenamente que foi um jogo com muitos erros que dão a ideia de exactamente o que foi - um árbrito prejudicou deliberadamente o fcp!!! Penso que não poderá discordar comigo se disser que a razão deste caso ser tão falado é apenas pela sua raridade. Agora pense o que é que é passar por isso fim-de-semana sim, fim-de-semana sim e levar com andrades e lagartos (apenas os mais comedidos porque os outros nem vale a pena mencionar as suas atitudes) a dizer - blá, blá, erros acontecem para todos os lados etc. e tal.

Sou dos que acha que indiscutivelmente qualquer dos chamados grandes é beneficiado em relação aos pequenos.Mas entre eles, por muito que queiram de todas as formas dizer o contrário, e já lhe disse que você até fez uma razoável tentativa, o fcp está largamente à frente. Noutro campeonato até como disse de início.

Se tiver tempo aconselho-o a procurar "amaral anulado" e comentar. Se achar que o ideal é pegar nessa supertaça e vir entregá-la à Luz pode ser que você seja realmente o primeiro andrade com moral!

Agradeço o tempo dispendido e resposta breve.


Já Chega

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

...e quando o Yuran, que jogava no Porto, bêbado como um cacho matou um tipo e não lhe aconteceu nada? o croqui do acidente foi feito no estádio das antas pelo reinaldo teles...

10.4.08  
Blogger Vasquez da Gama said...

Confesso que nem cheguei ao 2º parágrafo mas muito bem, dá gosto saber que se conseguem entreter nestes anos longos. Proponho que pró ano faça um post em que assinale as vezes que o Helton tenha a boa nas mãos mais de 3 segundos, ou quando o Bosingwa pisa a linha nos lançamentos. Entretanto eu vou indo ao Dragão ver a bola e espero eu, a uns estádios da primeira Liga Europeia como Manchester, etc, porque isto do futebol nacional só se compete nas palavras, porque no campo está cada vez mais fraco, sem competição. Felicidades e muito Kompensan

10.4.08  
Blogger Pedro said...

sem tirar o mérito de quem escreveu tal obra literária...

qualquer um podia fazer um texto de A a Z a dizer como o benfica sempre roubou... e o sporting!

não creio que isto se passe apenas com o fcp.

bem hajam!

e não tenham tanto azedume.

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Caro Pedro:

Eu não só não creio como sei que não pode. Mas lanço-te o desafio e fico à espera (eternamente?).

Já agora agradecia que fizesses uma coisa a sério e não um calabote e vale e azevedo e joguem palhaços e o salazar era do Benfica e tal da praxe. Pode ser que chegues à conclusão óbvia que erros claro que há e a favorecer normalmente os chamados 3 grandes, mas vergonha só existe mesmo em tons de azul.

Contraria-me decentemente pois adorava estar errado. A sério.




Já chega.

10.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Continuo à espero, e estou seguro que continuarei, de resposta adequada do anónimo do 21º (creio)comentário acima deste, do pedro e do joão (j2?).


Espero sinceramente ouvir algo.

até breve



Já chega

11.4.08  
Anonymous GP said...

Isto com certeza foi encomendado pelo presidente do Benfica como uma forma de branquear muita coisa que por lá se passa.Será que a corrupção desportiva só se resume ao FCP??
Ganhem juízo!!!!!

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Só tenho tres palavras:

Kom-Pen-San

lol... frustrados...

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Gostava de lhe falar de outro ABC:

A - Azia (muita azia, por ver o FCP coleccionar titulos - inclusive internacionais aos quais, estranhamente ninguém aponta o dedo... afinal, se o FCP só ganha titulos através de acções de corrupção, como não há apito dourado para as recentes liga de campões (87 e 2004) e taça uefa (2003)? Recorde-se que o alegado corruptor PC já era Presidente do FCP nesta altura... Estranho não é? Ou será que há duas equipas do FCP, a fraquinha que joga em Portugal e ganha com a mão dos arbitos e a que até joga à bola lá fora??? Azia! Mas esta azia não é causada apenas pelo FCP. Aposto que a azia aumenta quando este senhor vê o ("bom") futebol praticado pelas restantes equipas, principalmente as ditas 'grandes e gloriosas' de Lisboa...

B - Bola! É o que faz falta pessoal! É que as restantes equipas joguem mas é à bola em vez de se ficarem a lamentar das faltas (de jeito, de saber organizar um dep. de futebol e de vocacioná-lo para as vitórias) e das derrotas forçadas (pela incompetencia de quem organiza/dirige essas colectividades que se apelidam de equipas de futebol.

C - Compensan! É, é o que faz falta a este pessoal para bem do nosso sistema nacional de saúde! É que com tanta azia, qualquer dia ganham serios problemas de estomago e não tarda temos os Hospitais cheios e as listas de espera para cirurgia cada vez maiores!!!

11.4.08  
Anonymous Pedro Pedrosa said...

Tenham vergonha! lol que dor de cotovelo, meu deus, voces em vez de olharem para a vossa equipa a ver se deixam a rasca em que se tornaram, olham po passado, continuem a pensar e a "aziar" q NÓS VAMOS SENDO CAMPEÕES! SOIS RIDICULOS!!!!

11.4.08  
Blogger frederico said...

ja investigou o seu clubezeco no tempo da ditadura???enquanto nao deram valor ao clube regional voces vao continuar na mesma!!um clube sem poderio nenhum na europa onde qualquer equipa deste continente vai ao vosso estadio jogar como se tivesse a jogar em sua propria casa.ja foram reis em portugal mas no tempo onde se apontavam armas aos arbitros e davam se descontos de 18 minutos.vamos investigar uns certos pneus ali para a zona de alverca!!!pobres que voces sao.e ke o sporting passe as meias finais. mas tb vou ver o slb numa meia final na tv mas no canal historia

11.4.08  
Blogger frederico said...

olha os benjas!!!!!!!!!1voces sao tristes.nem com o guimaraes conseguirao.tripeiro com mt orgulho em cascais

11.4.08  
Blogger J2 said...

Caro Sr. Anónimo, antes de mais nada, quero pedir-lhe desculpa pelo facto de a minha breve resposta não ser tão breve quanto ambos desejaríamos, mas existem factores que me impedem de acompanhar em tempo real o que vai sendo comentado neste blog. Já é grande o esforço de acompanhá-lo nos intervalos com que o tenho feito. Adianto desde já novo pedido de desculpas pela eventualidade de a próxima resposta ainda demorar mais que esta - mas ela surgirá, se for requisitada.

Em relação ao seu comentário, deixe-me começar por colocar uma dúvida: o que eu disse é tudo mentira ou afinal a Bíblia Benfiquista não é tão indefensável assim? Se o que eu falei não é mentira, pode ser considerado uma defesa (embora nem tenha sido com essa intenção que perdi tanto tempo) e, portanto, desmente o facto de que é indefensável. A alternativa é ser tudo mentira e aí acabam-se os meus argumentos. Não consigo conversar com pessoas para quem a verdade é a que vive à volta do próprio umbigo.

Pois, caro amigo, a vergonha só existe em tons de azul. Um jogador do Estrela cabeceia a bola dentro de área, penalty! Vergonha em tons de azul!

O Coroado assinala um penalty (repito-me porque parece que você não leu esta parte) que não viu contra o Porto e dá cartão amarelo ao Baía. Mesmo antes de o Nuno Gomes tentar converter esse penalty (acabou por falhar, ironia do destino), o fiscal de linha avisou o árbitro que a falta era atacante, ou seja, era ao contrário. O que fez o Coroado? Para aqueles que esperavam, como eu, que a resposta fosse retirar o cartão amarelo e marcar livre a favor do Porto, eis a surpresa: decidiu manter a decisão, mesmo sabendo que era injusta e errada. Vergonha em tons de azul!

Houve também a época (curiosamente, 2004/2005) em que apenas os jogadores do Porto tinham cotovelos: qualquer levantar de braços de um jogador do Porto com um adversário por perto era motivo para processo sumaríssimo que nunca dava menos de 2 jogos de castigo. Curiosamente, o Petit (apenas como exemplo porque eram muitos mais) fartou-se de distribuir "abraços e carinhos" pelo campeonato e não foi alvo da ira do CD da Liga nem uma única vez. Vergonha em tons de azul!

Nuno Gomes expulso com vermelho directo em Alvalade por entrada violenta (tesoura pelas costas) sobre João Moutinho. Levou apenas um jogo de castigo porque, veja só, não era reincidente. Não me lembro de ver um jogador do Porto a levar um jogo de castigo depois de um vermelho directo. Aliás, não me lembro de ver um jogador de outro clube qualquer a levar um jogo de castigo depois de um vermelho directo. Vergonha em tons de azul!

Entrada violentíssima de Katsouranis sobre Anderson no FC Porto 3 x 2 Benfica, que o atirou para o "estaleiro" durante 6 meses. Nem falta foi!!! Quando era o Paulinho Santos com o JVP, ele ficava castigado enquanto o JVP não recuperasse. Mas se é um jogador do Benfica a fazer isso, já é normalíssimo. Vocês muito falam em querer árbitros estrangeiros a abritrar os jogos portugueses. Lembrem que, por muito menos, o Binya levou 6 jogos de castigo e o Cardozo levou 3 na UEFA. Aqui é a "vergonha em tons de azul"!

E não vou dar mais corda. Tenho a certeza que tudo isto devem ser apenas casos pontuais que não prejudicaram ninguém nem houve má intenção em nenhuma dessas decisões. Talvez ter amigos na Liga seja coincidência que não pode colocar a credibilidade de um clube tão magnífico como é o Benfica e de seus justos e imparciais adeptos. O Jaime Pacheco foi castigado na semana passada por uma acção que teve há 4 meses atrás! QUATRO MESES! Curiosamente, não pôde dirigir o seu clube no jogo com o Benfica. Li adeptos do benfica a escreverem que era manobra do Pinto da Costa para galvanizar os jogadores do Boavista, que sem o seu treinador no banco iriam jogar com mais garra. Li que o presidente do SLB disse que o título de 2004/2005 não veio em boa hora porque tirou os benfiquistas da realidade. Usou a expressão "tirou-nos os pés do chão". Acho que foi o Pinto da Costa que mandou roubar esse título a favor do Benfica para tirar os pés do chão aos benfiquistas. Vergonha em tons de azul!

Felicidades na vossa cruzada. Deixem-me só dar um desgosto muito grande: não vão ficar com nenhum dos campeonatos que ganhámos. Nós não queremos nenhum dos vossos, nem o de 2004/2005 (Deus nos livre, ainda bem que não fomos campeões esse ano), mas daqui vocês também não levam nada. Querem ser campeões? Joguem para isso. Em Outubro diziam que no início de Novembro iam estar apenas a 1 ponto do FC Porto (era o Benfica x Porto no dia 28, salvo erro). Começaram Novembro a 7 pontos. Nada mau... Deve ter sido roubado, claro. É sempre roubado quando não ganham. Justo mesmo é quando ganham, seja da maneira que for.

Cumprimentos.

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Bom Trabalho. Sem duvida. E' realmente muito pouco fogo para tanto fumo, fumo esse que tanto ajuda aqueles que tem olhos a nao ver nada.
Nao estou muito de acordo em relacao 'a sua opiniao sobre o Sporting. Tem sido o SCP quem mais se tem queixado nestas ultimas duas decadas, e so' eventualmente o LFV decidiu erguer a sua voz. Eu sou Sportinguista, mas sempre gostei das boas prestacoes europeias do SLB (e hoje la' me vai agrandando mais ou menos as do FCP, sempre la' fora, claro), mas nao sou adepto de um Benfica a perder por 7-0 na Espanha ou a cair aos pes de um Halmstads, que retribuiu o mesmo favor ao Sporting. O SCP e o SLB irao sempre seguir caminhos diferentes, e aquela orquestracao toda em torno da falta de condicoes do "Jardel" para jogar no SCP, foi obra do Jose Veiga com a aceitacao do LFV. O JV com o Jardel no plantel do SLB iria ultra-valorizar todos os seus vinte e tal jogadores, com 2-3 campeonatos que facilmente ganharia com o Jardel na Luz. Perdeu o SCP rios de $$ de investimento, perdeu 1 ou 2 campeonatos bem possiveis. Ganhou com toda esta eterna guerra o FCP, como se precisasse de ainda mais ajuda...
A nossa Liga mete nojo. O PC tem abusado e agora esta' velho de mais para se estar a preocupar. So' sai do Dragao quando morrer, o que o vai fazer ainda mais perigoso do nunca. Se ate' aqui tinha a mais minuscula pista de vergonha, apartir de agora que entende que a justica nao consegue nada com ele, vai redobrar a dose.
Olhem todos, discordem daquilo que eu vou dizer se assim entenderem, mas eu sou de opiniao de que deveria ser formada uma Liga Iberica, com 4 ou 5 da nossa Liga juntamente com os melhores de La Liga de Espanha. Uma Liga assim poderia competir seriamente com a Premiership e todos os beneficios que isso poderia trazer a todo o futebol de todos os escaloes nao so em Portugal, mas igualmente tambem em Espanha. Mas isso e' outra tema, e daria muito mesmo que falar. Mas seria no minimo um novo comeco para todos... Sem mais por agora.
Felicidades a todos.

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Deve ser vinte anos de doença mental grave.
Dou mais umas dicas A de Algarve,... E de Estoril..

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Muito bom post, apesar de revelar grande memória selectiva...
É praticamente tudo verdade o que o Autor escreve sobre o modo como o FCP (leia-se Pinto da Costa) nos últimos 30 anos tomou conta das estruturas do futebol português e conseguiu assim facilitar as vitórias do clube, principalmente nos campeonatos mais renhidos.- ainda que reconheça que houve épocas (poucas) em que o FCP tinha, de facto, as melhores equipas.
Aproveito ainda para dizer ao Autor que poderia aproveitar a sua veia investigatória para falar daquele que eu chamo o campeonato da vergonha ganho pelo Benfica em 2003/2004 - e já nem falo do jogo com o Sporting no estádio da luz (e eu estava lá) - que até o Collina veio dizer que tinha sido falta, nem o célebre caso do Estoril - mas dos vários jogos em que, devido a penaltis e livres à entrada da àrea mais que duvidosos e alguns mesmo escandalosos e expulsões convenientes conseguiram ganhar o tal campeonato que LFV veio agora dizer, num rebate de consciência, que era melhor não terem ganho...pois que ele sabe bem como o ganharam...
Recordo ainda um celebre campeonato ganho pelo Benfica de Toni, em que os jogos acabaram quase todos com 1-0, golos marcados já em períodos para lá dos descontos, em que até os benfiquistas no estádio comentavam no gozo: "calma que o jogo só acaba quando o Benfica marcar" (eu sei, estava lá e ouvi).
Quanto ao Sporting, bom também há-de ter tido a sua quota parte de "ajudas", umas se calhar voluntárias, outras nem tanto para ganhar jogos e campeonatos, mas dos três grandes e nos últimos trinta anos é de longe o clube mais prejudicado.

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Caro j2:

Desde já agradeço a sua resposta e espero que dispenda de uns momentos a ler a minha, e digo-lhe desde já que só amanhâ poderei dar seguimento a esta conversa pois tenho de me ausentar por agora.

Primeiro: Compreendo quando afirma que se eu digo que está a defender o indefensável e você responde que então o que argumentou não serviu para nada, então provavelmente eu não me fiz entender, cá vai uma tentativa de explicação. Pareceu-me que não debateu os pontos apresentados do género:

Por ex.há aqui um um tal de frederico (e peço para não se abespinhar por falar em si, foi só por proximidade de comentário, poderia ser seu ou de qualquer outro andrade) que fala novamente no caso dos 18 minutos (!! onde já vai!!)de desconto, numa clara alusão à arbritagem do tristemente famoso calabote. Se eu argumentasse com a, pelo menos foi com a ideia que fiquei, sua linha de argumentação esquecia este caso e diria por exemplo que o presidente do seu clube recebeu uns marfins muito suspeitos e que já teve umas quantas penhoras etc.. Que apesar de, neste exemplo, até ser uma verdade mas não é digamos, uma resposta do género: olhe que o jogo a que se refere começou, na segunda parte, com sete minutos de diferença, em relação ao jogo do seu clube com o torreense (creio) e que quando este acabou os jogadores azuis sentaram-se no campo com rádios à espera do fim do jogo do benfica dando assim a sensação de que ele se prolongava mais do que o bom senso ditaria. Mas na realidade não foram dados mais do que três a quatro minutos de descontos num jogo que o último golo do Benfica foi aos 84 minutos (estou a ditar isto de memória mas se tiver interesse mando-lhe um relato com extratos dos jornais da época e tudo) e houve ainda uma grande penalidade por assinalar nos dez minutos a seguir ao último golo, grande penalidade essa que daria o título de campeão ao SLB. Mas não. Só para termos comparação posso ainda afirmar que num académica-porto da época 85/86 aí sim houve um pénalti muito mal assinalado ( pretensamente sobre o futre, apesar de não haver nenhum jogador da académica por perto e de nem sequer ter sido na grande area...) num desconto bem para lá do razoável.

Quando falava em que não havia argumentos para certos factos, eram argumentos deste tipo. Aceitando (como o fiz quando mencionou o campomaiorense) ou debatendo o que é exposto como resumi um pouco neste exemplo ou como vou tentar fazê-lo para os casos que fala no seu ultimo comentário.

Fala dum pénalti mal assinalado pelo coroado. Não me lembro mas admito que tenha acontecido(esse e muitos outros), mas acho imensa piada ao timing desse animal (o coroado) para falar nisso neste momento. É completamente inocente e relevante a sua afirmação. Gostava que tentasse reflectir nisso. Mais, sequer sugerir que essa avantesma tentou, tenta ou tentará alguma vez ajudar o SLB é de uma audácia de quem nunca o viu/ouviu a arbritar/comentar jogos do benfica. Relembro-lhe de repente o caso cannigia, um dos poucos casos em que o anti-benfiquismo primário ( só existe esse aliás ) está provado por imagens e no relatório desse jogo. Mas nada se fez e esse senhor continuou a passeá-lo impunemente nos relvados, e depois de tudo o que fez ao futebol português e ao Benfica, o caso que de repente ( tão de repente como falar na data, hora, local e intervenientes ) duma falta cometida por um jogador russo sobre o Chalana no apuramento para um europeu!) é o dum penalti que marcou erradamente ao Benfica. OK.

Ouvi-lo referir que os jogadores do porto são perseguidos pelos árbritos no que diz respeito à marcação de faltas dá-me, e peço-lhe desculpa por isso pois estou a falar o mais seriamente consigo, um enorme ataque de riso, mas confio plenamente que também a si lhe dá gozo quando escreve isso. Acho que nem seria preciso debater isto mas cá vai um pequeno resumo:
A falta que o katsouranis faz sobre o anderson é na realidade muito feia e merecedora de pelo menos amarelo. Isto não quererá certamente dizer, e creio que concordará comigo, que o grego o quis lesionar propositadamente, aliás estou em crer que nos tempos em que o brasileiro esteve parado o katso terá acompanhado a sua recuperação com sincera preocupação. Não estou com isto a dizer que os jogadores do SLB são todos uns santinhos, por lá já passaram o mozer, o argel, o ricardo rocha, o petit só para mencionar alguns mais rijos(!) que me lembrei de repente. Agora a escola de defesas, principalmente centrais, do fcp, será sem dúvida uma, senão a, melhor da europa,l mas o crescimento dos seus jogadores faz-se muito na base da impunidade que lhes é dirigida há muitos anos. Não será preciso rebuscar muito as estatísticas (bastará por exemoplo as das expulsões de jogadores nos jogos em que nos confrontámos)para perceber que algo se passa nos critérios de quem apita. Quem não se lembra das entradas do couto, do jorge costa, do ricardo carvalho, do bruno alves ( com 1, UM cartão e amarelo nesta temporada ). Creio que saberá do que estou a falar. Em relação aos cotovelos (mau hábito de muitos jogadores de todos os clubes nacionais e internacionais) aconselho-o a ver, para não irmos muito longe no tempo,o resumo da última final da taça em que ambos participámos para ver o que é a impunidade de que falo. Para encerrar este capítulo queria apenas dizer que sequer tentar comparar, em termos de agressividade, o paulinho santos com o nuno gomes é argumento para acabar com qualquer conversa inteligente, portanto vou apenas considerar que foi um devaneio seu ( eu também os tenho frequentemente, admito! ).


AH o famoso penalti marcado contra o estrela! Este caso é um exemplo perfeito. Provavelmente se estivesse do seu lado da bancada começaria já a falar do salazar. Mas não. Sim foi mal assinalado (um de muitos como já afirmei). Mas por acaso você, ou alguém ainda se lembra por que razão o SLB já não está nessa taça? Tivessem dado tanta importância ao golo fora-de-jogo que sofremos do setúbal ( e que todo o mundo tentou, por qualquer maneira transformá-lo em legal) e talvez se lembrasse. Já para não falar que quem marcou essa grande penalidade apressou-se a dizer MEA CULPA e a desculpar-se(!! coisa nunca vista creio eu, fico à espera de ser contrariado ). Não vi tanto zelo quando esse mesmo senhor sancionou uma falta de caneira sobre o jardel num dos momentos mais cómicos dos últimos anos. Continuo à espera das desculpas.

Para terminar o último ponto dizendo que a questão das amizades na liga e tal já provocaram a redução dum castigo ao deco ( com escutas a provarem-no e tudo ) para que ele pudesse jogar contra o Benfica, simular uma falta e marcar um golo da sua marcação. Ah falta inexistente essa, uma das muitas, que implicou a expulsão do ricardo rocha(?). Este é também um bom jogo (mas creio que bastará escolher qualquer um das nossas visitas a vossa casa nos últimos anos) para ver sem cegueiras e constatar o que falo da impunidade para o seu lado e perseguição para o meu.


Sei que é um texto um pouco comprido mas, espero confiante, uma resposta à altura, a mim e às questões levantadas no post.


Obrigado e até amanhâ.


Já chega.


P.S.:Para já pode dirigir-se a mim comoo assino "Já Chega"

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Como portista sinto-me envergonhado com estas coisas.

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Orgulho em não ser adepto de um clube que só creceu devido à corrupção.

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Acredito em alguns casos que aqui vêm mencionados, mas pelo amor de Deus... Nem tanto ao mar e nem tanto à terra.
Dá para vêr notóriamente que o autor do post é benfiquista e possivelmente, sublinho, possivelmente, (ñ estou a fazer perfil de carácter de ninguém aqui, atenção) um anti Porto a julgar pelo que aqui vejo escrito.
Sei perfeitamente que o Pinto da Costa ñ é a melhor pessoa à face da terra e reconheço que se pessa ali qualquer coisa (sendo eu adepto do FCP), mas o que se lê aqui é um bocado mania de perseguição.
Frases do género "O Petit rasteirou fulano tal e levou um vermelho directo no jogo antes do FCP" notam a necessidade que há em arranjar algo para alimentar a fogueira. Parece que agora se o Benfica ñ tiver "imunidade diplomática" no que respeita a amostragem de cartões vermelhos no jogo que precede o encontro com o Porto, está o caldo entornado.
Depois fazem-se "n" referências que subentendem a injecção de capital pela parte dos responsáveis pelo FC. Porto. Se isso acontecesse com a frequência com que vocês falam, a SAD do Porto pura e simplesmente já teria falido e se eu ganhasse um euro por cada vez que ouço alguém dizer isso, nesta altura do campeonato já tinha a vida feita.
Ainda ontem se viraram para mim e me perguntaram se eu ñ achava estranho que o Estrela da Amadora tivesse pago ñ sei quantos meses de salários em atraso após o jogo com o Porto.
Ñ achei estranho pura e simplesmente porque ñ havia motivo nenhum para estranhar. Se ñ ganhássemos apenas atrasávamos a festa, porque sejamos realistas, o campeonato já estava ganho mas há bastante tempo. Se ñ fosse na jornada passada, era na seguinte ou na que sucede a seguinte.

Isto é só a minha opinião, ñ levem isto muito a sério.

Abraço.

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Ao trabalho que se dao.TRI CAMPEAO

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Seus filhos da puta aziumados.
QUEM TEM UM ANTIGO PRESIDENTE PRESO???
Vigaristas, traficantes de droga, bêbados...
E no Porto é que há trafulhas?
E os «craques» que o SLMERDA tinha no tempo do Gream Souness?
São só cepos!
Ide-bos foder!
PARA O ANO HÁ MAIS!!!

11.4.08  
Blogger J2 said...

Caro sr. Já Chega: mesmo sabendo, de antemão, que não irá ler estas linhas pelas próximas 12 horas, eu vou escrevê-las hoje porque, tal como o senhor, eu também terei que me ausentar.

Se estiver atento, eu não referi o caso Calabote entre os diversos que apontei. A razão é apenas uma: tudo o que sei foi-me contado porque eu sequer era projecto de vida quando isso aconteceu. Sei apenas que houve 3 penalties assinalados a favor do Benfica num jogo que, se não me engano, ficou 7-1 para o Benfica. Precisaram de mais um golo que não saiu. Por não saber dos factos, prefiro não referi-los, com as raríssimas excepções de me apresentarem argumentos fantasiosos para me desmentir: se fantasiam para discordar do que falo/escrevo, eu retribuo.

O Jorge Coroado, de quem você tem razões de queixa especialmente por causa da expulsão do Caniggia, deu estas declarações em tribunal, salvo erro. Foi-lhe perguntado sobre a viciação de resultados, ou algo semelhante, e ele saiu-se com a frase "se errar é viciar resultados, eu também já viciei alguns". Aí apontou esse penalty como exemplo.

Eu não afirmei que os jogadores do Porto são perseguidos pelos árbitros em relação a faltas marcadas; eu referi que foram perseguidos durante 2 ou 3 anos pela CD da Liga. Falei em processos sumaríssimos, não em faltas.

Não afirmei, também, que houve intenção do Katsouranis de lesionar o Anderson, especialmente com aquela gravidade. Afirmei apenas que nem falta sequer foi assinalada; foi assinalado lançamento lateral a favorecer o Porto, salvo erro. No entanto, podia e deveria ter sido castigado pela jogada perigosa. Repetindo, o Binya, por menos, levou 6 jogos na UEFA.

Não sou louco de comparar a agressividade do Paulinho Santos com a do Nuno Gomes; sei bem o que "valia" aquele jogador. As únicas opções eram:
a) - chutar a bola com força;
b) - chutar o adversário com força.
Confesso que, de vez em quando, tinha a sua piada (como acredito que também achava piada a certos excessos do Mozer, por exemplo, ou até os do Petit), mas nos casos graves era vergonhoso. Usei esse exemplo para ver os extremos de uma situação: dois jogadores lesionados com gravidade (JVP e Anderson). O castigo do que cometeu a falta sobre o primeiro foi ficar suspenso enquanto o outro recuperava; o castigo do segundo foi um passar a mão pela cabeça e dizer que foi uma entrada banal (palavras da CD da Liga).

O penalty assinalado contra o Estrela é o típico lance que é mal assinalado se for a favor do Benfica, mas é um "roubo de igreja" se for a favor do Porto. É justamente nesse ponto que quero chegar: a diferença com que se lida sobre os erros a favor de um em relação aos erros a favor de outro. E se fala em Setúbal (acredito que tem toda a legitimidade porque me parece uma pessoa que não mente sabendo que está a mentir; apenas não recordo essa jogada), é bom também lembrar que o mesmo Setúbal viu um jogo terminado surpreendentemente quando um dos seus jogadores seguia isolado em direcção à baliza contrária. Adversário: Benfica.

Quanto ao castigo do Deco, é engraçado que coloque dessa maneira. É o que digo: eu posso fazer um post desses de A a Z com casos a incriminar Benfica e/ou Sporting. Basta escrevê-lo bem que terei, em meia dúzia de horas, uma legião de portistas a parabenizar-me pela minha capacidade de investigação, coragem, dedicação, et caetera. Você diz que o castigo foi diminuido para que ele pudesse jogar contra o Benfica. Lembra-se de quantos jogos de castigo ele teve? Foram 3! Quantos foram os casos de a CD da Liga dar castigos desproporcionais a jogadores do Porto, o Porto recorrer e o resultado do recurso, favorável ao Porto, só aparecia depois de o castigo ser cumprido? Posso pesquisar a Internet, se quiser, para lhe apresentar pelo menos uns 5 casos desses. Essa foi a única excepção: o recurso foi julgado antes de o castigo ter terminado e deram razão ao Porto. Agora a grande questão: com que propósito você insinua que esse castigo foi uma manobra de bastidores que fez o mesmo ser diminuido com o intuito de colocar o Deco a jogar contra o Benfica? Eu tenho outra versão, que foi muito comentada na época: os 3 jogos de castigo foram justamente para impedir que esse jogador jogasse esse jogo. Felizmente o Porto recorreu e conseguiu que ele jogasse. Dessa vez houve justiça, ao contrário de todas as outras que, como referi, os jogadores eram suspensos, o FC Porto recorria e o julgamento, que dava razão ao Porto e reduzia os castigos, só saía depois de os castigos serem cumpridos, o que inviabilizava qualquer medida.

Fico-me por aqui, também.
Se você tiver algo a acrescentar, debater ou desmentir, sinta-se à vontade, caro Já Chega.

Cumprimentos e até amanhã.

11.4.08  
Blogger Eu amo o FC PORTO said...

Meus queridos mouros, aguentem e sofram!! O Salazar já cá não mora!!!
Um dia vou fazer a encicliopédia de se passa de benfa a mouro!!!!
Beijos e abraços do Porto e dos ULTRAS SD

Ps: Deixem o orelhas em paz!
Ele é bom rapaz

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Tomem lá uns vídeos para os porcos andrades que aqui andam refrescarem a memória. Sempre o mesmo clube a ser beneficiado:

http://www.youtube.com/watch?v=QXu7kU-BHFY
http://www.youtube.com/watch?v=L4m-JlvJv58
http://www.youtube.com/watch?v=8aQra5UXRjw

11.4.08  
Anonymous José Luís Oliveira said...

K também podia ser de Kostadinov que nas Antas deu uma peitada num fiscal de linha que o fez cair.

11.4.08  
Anonymous Afonso Henriques said...

EXCELENTE trabalho LF. É obrigatório divulgar este post no minimo a todos os Benfiquistas que usem a net!
SLB sempre!

11.4.08  
Blogger Master_Dn said...

Ao ler estes comentários, com tanto disparate e distorção de factos, a vontade de partir para a agressão não é surpreendente. Você cai inclusivamente no ridículo erro de colocar o Sporting como o 3º grande, o que é claramente falso, pois o Benfica está ele sim em 3º.
Esqueceu-se dos golos anulados ao Porto esta época foi? Não foram necessários mas podiam ter sido.

O que se passa no futebol português é uma real disparidade entre o FC Porto e os restantes clubes. Como é que o Benfica pode querer ser campeão, mesmo estando entre os clubes mundiais que mais factura, sem qualquer organização interna? Ao Sporting pode-se aplicar o mesmo, mas não sendo tão evidente.

Ainda um dia hão de me explicar a conquista da Taça UEFA e da Champions por parte do FC Porto. Possivelmente a nível internacional Pinto da Costa também estende os seus contactos, fazendo os gigantes da Europa tombar perante o Porto. Quem diz o Porto pode muito bem falar no Sporting e até no Boavista! Onde se tem visto o Benfica na Europa? O que o Benfica quer neste momento, é destabilizar o futebol, fazendo com que todos tomem atitudes que o favoreçam em caso de dúvida. O futebol é humano e a dúvida é um factor sempre presente. Como a quer eliminar? Fala na tal bola que Vítor Baia defendeu e que causou imensa polémica, mas pense como seria estar no relvado sem repetições? Mesmo hoje ainda há quem acredite que a bola entrou…! Lembra-se de um remate do Tottenham que há coisa de alguns meses, do meio campo, sendo a bola chutada por um jogador português, entrou clara e visivelmente na baliza adversária, e o golo não foi validado, apesar do arbitro ter sido o único que não o viu? Faz-me pensar se esse jogador era do Benfica, para ter sido prejudicado dessa forma.

Deixo-lhe ficar ainda a pergunta de quantos cartões foram mostrados aos jogadores do Benfica por simularem faltas? Nem só de penaltis vive uma equipa, se bem que o Sporting esta época consegui amealhar maus resultados á custa de as desperdiçar. Se uma equipa não consegue criar lances de golo, não é de penalty que ganha um campeonato. Quem vos ouve falar decerto esqueceu Vale e Azevedo que no Benfica fez o que quis com a complacência de tudo e todos! Quem são voces para dizer desde já que o Porto vai perder seis pontos ? Já para não falar na descida de divisão, que isso sim, era um sonho de muitos benfiquistas. Talvez assim pudessem ter mais aspirações a nível nacional, no entanto, a nível internacional, onde não são favorecidos, nem a cabeça levantam!
Frases como "Se a Deco ou Rui Águas o clube nortenho naturalmente pretendeu pela sua qualidade futebolística, outros há naquele lote que ninguém compreendia muito bem porque motivo eram contratados, suscitando a desconfiança mesmo entre os adeptos Portistas" só demonstram como foi possível o Porto levar muito bons jogadores do Benfica, para se tornarem estrelas! Reparem no Deco, no Maniche, Jankauskas e em muitos outros! Por ventura, basta olhar para o plantel actual, onde só estão presentes vedetas para entender que todas foram contratadas ao Benfica lançando a desconfiança! (Ironia) Quem acreditava em Pepe? Helton? Bruno Alves? Tarik? Quando os começamos a ver jogar, parecia que estavam a jogar no Benfica, sem qualquer convicção do que faziam. Felizmente o Porto deixou-os mostrar o seu potencial. O Benfica é um cemitério de jogadores, olhem para o Mantorras por exemplo! Não venham dizer sequer que os jogadores do Porto apresentam uma condição física estranha! Só demonstram que não viram o que meio mundo vê, na liga Inglesa. Olhem para o Ronaldo e o Nani e abram os olhos!
Não tente com falinhas mansas mudar a História, porque dos fracos, ela não reza. O Benfica, como só vive de história, não tarda desaparece…

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

UUUFFF!!! Estou cansado. Recebi um mail de um amigo benfiquista, de quem muito gosto, que me propôs uma leitura de "Vinte anos de A a Z". Como ainda me restam alguns gramas de curiosidade, abri-o e comecei a ler o que lá estava. Já passa da meia noite, e só agora acabei de ler os textos postados no blog. Demorei mais de uma hora a lê-los. Se calhar sou lento. Mas li-os. Antes de escrever estas linhas, pensei se valeria a pena acrescentar algo ao muito que lá está escrito. Acho que sim. Acho que vale a pena. Então aí vai, curto e grosso.
1- Sou portuense e sou portista.
2 - Gosto muito de futebol e gosto muito que a minha equipa ganhe.
3 - Sou natural de um país que em oitocentos anos de nação, viveu sempre subjugado ao poder de muitos poucos, fossem eles padres, reis, senhores feudais, arrivistas, iluminados, isto é, todos aqueles que de uma forma ou de outra "formataram" as mentes daqueles que somos hoje.
4 - Sou natural de um país que viveu sempre na esperança de viver à custa de terceiros, fosse do Brasil, da África negra ou da Europa do euromilhões.
5 - Sou natural de um país que esteve sempre à espera que um Sebastião, vindo não se sabe de onde, tome o poder e resolva, por nós, os problemas que temos de ser nós a resolver.
6 - Sou natural de um país onde os espertos que fogem ao pagamento dos impostos são referenciados como modelo a seguir.
7 - Sou natural de um país que tem um povo triste, maledicente, acrítico, invejoso, mas também generoso e humilde.
8 - Sou natural de um país que tem um povo doente, que ora entra em euforia desmedida, ora cai de imediato na mais profunda depressão.
9 - Sou natural de um país que tem um povo que nunca aprendeu a trabalhar, mas apenas a fazer biscates.
10 - É neste país que vivo, mas é neste país que gosto de viver. Com todos os defeitos e virtudes que ele tenha.
11 - Com este cenário, que poderíamos esperar da questão do Futebol? Ou da Construção Civil? Ou dos negócios do BCP?
Ou os senhores julgam que quem manda no Futebol, na Construção Civil ou nos Bancos são diferentes, de facto, de nós todos? Não! A nossa estrutura é a mesma. Pensamos e agimos da mesma maneira. Só que uns têm o poder de decidir, e outros não. Mas se invertessemos as personagens, o resultado seria o mesmo, ou pior. O mal está em nós. E para "desformatar" personalidades serão precisos tantos anos quantos os que foram gastos a "formatar". É triste, mas é assim.
Corrupção no futebol? Árbitros pagos? Porque não? Há alguma novidade nisto? Alguém é ainda ingénuo para pensar em "moralizar" o futebol? E porque não "moralizar" as empreitadas de construção civil? E porque não "moralizar" os professores que não querem ser avaliados? E porque não "moralizar" os sindicatos que vivem em função do número de apoiantes das manifestações que promovem? E porque não "moralizar" o sistema da Justiça que permite que os processos "complicados" se arrastem até à sua caducidade? E porque não "moralizar" os jornalistas que mentem, provocam e determinam comportamentos?
12 - Apesar de tudo isto, acho que vale a pena dizer duas coisas sobre o que li nos diversos textos postados. Sobre o texto-mãe, trata-se obviamente de alguém que tem inteligência suficiente para saber distorcer a realidade. Se a moda pega, ainda vamos ter os judeus e os ciganos a pedir desculpas aos nazis pelo tratamento "vip" de que foram alvo. Não há pachorra para aturar tanta aleivosia. O texto é gramaticalmante correcto, estruturalmente bem montado e perniciosamente tendencioso. Ponto. De todos os outros salvam-se quatro ou cinco. O resto é lixo. Convenhamos que num universo de mais de 150 é muito pouco. Corrijo: está certo com a nossa média.
Meninos e meninas, joguem à bola e mereçam ganhar. Quando assim for cá estaremos para vos dar os parabéns.
Durmam bem e sonhem muito...

11.4.08  
Blogger S.L.B. said...

Grande post! Muitos parabéns.

P.S. - Já agora deixo aqui os links que demonstram alguns dos casos relatados.

1) Golo anulado ao Amaral

2) Arbitragem de José Pratas

3) Peitada de Kostadinov ao fiscal-de-linha

4) Entrada de Fernando Couto

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Em vez de lançares atoardas reveladores da estupidez que cega os pobres e tristes mouros, repara em todos os jogadores lampiões que referiste... é só grandes vedetas do futebol mundial, não é? Não estará aí o segredo do vosso insucesso? é que com pesaresis e kaundaurovs...
Força LFV, tens todos os portistas contigo! Continua e em breve irei ver os piriquitos jogar com a Oliveirense!

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Viva o LFV! Ele é simplesmente a melhor coisa que podia acontecer ao FCP. Espero que fiques nessa trampa por muitos e muitos anos e que continues a dar alegrias a toda a malta aqui do norte :) um abraço muito especial para ti.

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Sei onde moras filho da puta !

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Caro j2, e mais abaixo caro anónimo que tem o comentário entre SLB e MASTER_DN ( para aí uns três comentários acima deste ):


Nunca disse que foi você que mencionou calabote, tentei apenas dar um exemplo pegando num comentário que se encontrava perto para justificar o que quero dizer quando digo que ainda estou à espera que alguém debata os pontos em questão. Peço-lhe que atente nisso, pois gostava de o ouvir, mais que não seja a debater os casos que lhe apresento ( já desisti da ideia de debate sobre os casos apontados no post principal, pois é fácil dizer "se tivesse tempo" ou "há imensos casos ao conttrário" ou "pegaria em meia duzia de caos", e na realidade não aparecer nada de concreto. Gostava sinceramente que surgisse algo para depois vermos a quantidade de mentiras que teriam de inventar, ou casos absolutamente fora de contexto (até no jogo de campomaior provavelmente o bruno paixão terá feito um erro para o fcp que se apresentado sozinho não vale de nada OK), para conseguirem ter algum texto com mais de duas linhas. Penso que é desse tipo de imparcialidade que acusam o autor mas não vi ninguém que o tenha desmentido duma forma concreta ponto por ponto, ou até em apenas um ou outro mais importante. Vi sim nos casos de interpretação no inicio do texto, dos penaltis que ficaram por marcar e dos golos inválidos (em que até discordo dum ou outro também), e depois deambulações do aponta o dedo, mas no geral espero mais de quem diz que esta é apenas parte da história).


Em relação ao coroado peço novamente para você reflectir na oportunidade da afirmação tendo em conta o seu passado e presente. É que sinceramente até me enoja falar nele e escrever o seu nome. Peço que me poupe em relação a isso.


Acho sinceramente que querer comparar a agressão do paulinho santos ao jvp (e toda a história adjacente), e mesmo a do bynia, à do katsouranis só pode querer dizer uma de duas coisas: é em falta de melhor argumento ou acredita sinceramente que são análogas. Se fôr o primeiro caso é para isso que existem blogs e esta nossa conversa em particular. Se fôr o segundo temo que já não posso dizer mais nada.


Caso Amadora: compreendo o que quer dizer quando afirma que para uns é erro e para outros é roubo de igreja. Admito calmamente que já terei proferido imensas vezes essas afirmações mais acesas, principalmente no imediato. Mais friamente creio que, com maior ou menor paixão clubística, em muitos casos, saberemos distinguir erros de roubos de igreja. Você e até eu sabemos que o que se passou em campomaior com o bruno paixão não foi um ou dois erros. Não é preciso afirmarmos que existiu uma cabala internacional para que o porto não ganhasse esse jogo. Apenas foi UM roubo de igreja. Mas depois desse jogo? E antes dele? Nunca terá havido um roubo de igreja a prejudicar o SLB? (ah ah ah). Só para mencionar um assim vindo do nada, não consigo precisar a época mas o lfv estaria à pouco tempo no SLB e este deslocou-se ao bessa, creio que num dia 23 de dezembro. Se o que se passou em campomaior foi um desenho animado, este foi um filme XXXXXX. Este jogo há-de perdurar na minha memória como um verdadeiro exemplo (por isso o apresento, mas todos os anos, para não dizer fds sim fds não isto se passa ) da impunidade com que se arbrita contra o SLB. Esse arbrito levou uma classificação de 9/10 (!!!). Creio que muitos adeptos se lembram desse jogo em campomaior mas há poucos , inclusive benfiquistas, que se lembrem disso e até do golo do setúbal este ano. Porque será? Já é normal? Não interessa relembrar? Gostava sinceramente que conseguisse ver as imagens e comentasse.


Em relação ao deco esqueceu-se de comentar o facto de nas escutas ter ficado registada a ameaça de exclusão do deco da selecção caso o castigo não fosse reduzido de forma a ele poder jogar com o SLB. Acha bem? Ou acha apenas normal? É que existem coisas que me conta ( estou como você, nessa altura não era nem sequer projecto de vida;)! ) o meu padrinho, pessoa que admiro muito nascida criada e adepta do porto, que houve tempos ( por alturas da conquista das taças europeias e por aí ) em que bastava o defesa central do SLB levantar o braço para que fosse de imediato marcado fora-de-jogo. Acreditando nisto (pois não tenho porque duvidar de pessoa que tanto estimo, e que já a viver em lisboa me começou a levar à Luz sem o minimo de radicalismos)é uma coisa que me parece, dado a importância que teria um jogador daquele estatuto em relação ao arbrito, normal. Mas não me parece Bem. Mas se é a isto que os andrades se referem no que diz respeito ao "no intigamente ainda era pior", creio, meu caro, que não era não. Nem sequer era do mesmo campeonato como creio já lhe ter dito.


Agradecendo o seu tempo e, resumindo muito muito muito, pelo menos não se esqueça outra vez de comentar o lance do amaral por favor.



Por fim o comentário ao tal anónimo que prometi no início e que desde já parabenizo pelas usuais razões sempre que vejo algum andrade a tentar ter uma conversa decente mas temo que começa bem ao falar na podridão deste país mas...

"10 - É neste país que vivo, mas é neste país que gosto de viver. Com todos os defeitos e virtudes que ele tenha."


Eu não duvido que goste, é raro ver quem beneficie da podridão e não goste. Como diz o outro "todas as pessoas, duma maneira ou de outra reagem corajosamente às situações de adversidade extrema. Mas se realmente quiseres testar o caracter dum Homem... dá-lhe poder"

Eu gostaria, e por isso luto como posso, de viver num país melhor.


Até já,


Já Chega

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Bom dia.
Não posso deixar de concordar com a larga maioria do que está escrito neste post.

Parece-me por demais evidente que a larga maioria dos títulos internos obtidos pelo fc porto (na era pinto da costa claro está, mas antes disso, muito pouco haviam ganho) estão envolvidos em inúmeros casos no mínimo estranhos, para não dizer escandalosamente tendenciosos.

No entanto, acho profundamente errado o autor tentar dar a entender que o único clube prejudicado é o benfica, quando na realidade não é isso que acontece na larga maioria das vezes. Apesar de adepto do Sporting, como presumo que facilmente já possam ter entendido, estou de acordo com alguns "ataques" que faz ao meu clube. Foi de facto errado seguir uma estratégia, como algumas vezes aconteceu, de tentativa de ligação ao porto, com o intuito único de se sobrepor ao benfica, quando na realidade o poder está maioritariamente instalado no norte.

Mas acredite que para tornar o seu testemunho (que mais uma vez repito, considero correcto e corajoso, visto atacar pessoas perigosas que apenas por nos encontrarmos num país de terceiro mundo conseguem continuar em liberdade a praticar actos do mais escandaloso que existe) mais credível, não deve apenas falar dos outros e olhar para o passado recente do seu clube.

Considero verdadeiramente escandaloso aquilo que se passou na epoca em que o benfica foi campeão pela última vez. O jogo com o estoril no Algarve é verdadeiramente indiscritivel. Se estou de acordo com aquilo que diz acerca dos jogos do porto na maia, ao menos ai pode-se referir a proximidade geográfica, e a necessidade do clubes pequenos realizarem dinheiro com os direitos televisivos, coisa que não se pode referir no estoril-benfica que mais que qualquer outra coisa foi um benfica-estoril.
Mais, quando refere os livres à entrada da área para o geraldão e o branco, estou inteiramente de acordo consigo. Mas será que não é bom recordar os livres marcados na mesma zona na mesma época, e numa altura que quase pareciam penaltis para o simão. Para além disso e para colmatar mais uma época de mentira do futebol português, a decisão do campeonato é feita na luz, com um golo mal validado ao luisão quando qulaquer pessoa séria consegue ver que existe falta sobre o ricardo (se se quiser recordar, até o collina, considerado o melhora árbitro do mundo, foi convidado a comentar o lance por um jornal português, e referiu não haver dúvida sobre a falta cometida pelo razoável central do benfica). Acho estranho que num post onde pretende relatar alguns casos de inverdade do futebol, não faça referência a esse artista da arbitragem portuguesa de nome paulo paraty.

Cumprimentos e parabéns. É importante haver mais pessoas a falar e a relatar estes escandalosos casos da arbitragem. É a única maneira de fazer as pessoas com alguma influência no sistema judicial português perceberem que se não se intervier rapidamente, o caminho que o nosso pais está a seguir a passos largos para o terceiro mundo, torna-se irreversível.

Para acabar, e agora com um ataque aos meus consócios e adeptos do meu clube, pensem bem naquilo que fizeram, já que tenho o orgulho de não me incluir nesse grupo, ao presidente Dias da Cunha. Não estou naturalmente de acordo com tudo o que possa ter feito no nosso clube, mas em relação às arbitragens e ao processo apito dourado, honra lhe seja feita. Foi o único a batalhar! Diziam que estava velho e cansado e sempre a bater na mesma tecla quando se referia "ao sistema". Quem é que tinha razão? Se se conseguir num futuro próximo fazer com que os árbitros tenham alguma vergonha na cara, apesar de muita incompetência, em grande parte a ele se deverá.

17

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Adoro ver quando o que têm a apontar ao "ultimo" campeonato ganho escandalosamente pelo benfica seja:

I - o jogo feito no estádio do algarve com o estoril.
Realmente escandaloso. Troca virgem e solitária no panorama nacional(??).
Se falarem na ligação do veiga com o estoril, aí sim é caso de promiscuidade que também não gosto e aponto, mas a troca de estádio?? Sinceramente não percebo (até percebo...) como foi e é o caso tão falado.

II-faltas para o simão marcar.
Escandalosas essas faltas. nunca houve faltas para o andre cruz marcar. Qualquer pessoa séria vê que o caneira faz falta sobre o jardel. E que o acosta não estava fora-de-jogo contra o belenenses. É só seriedade.

III-o golo do Luisão precedido de falta. Sim todas as pessoas sérias vêem falta. Elas e o mr.magoo também. As que ficam fora desse lote de sérios a que se referem vêem um golo limpinho e provado pelas palavras que o ricardo dirige ao arbrito nos momentos seguintes ao golo "foi com a mão, foi com a mão". Mas isto os sérios não viram. Mas ainda podem ver.


São maos três que passarão a ser verdade de tanto serem contadas.



Já chega

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

o Alex Filipe disse tudo.

11.4.08  
Anonymous Pedro said...

que texto tão bonito, está tão bem escrito que se a gente o ler 3 vezes seguidas até pensa que é verdade.
o autor do texto dava para escrever novelas,ou filmes...
mas eu vim cá escrever por outro motivo, alguem que avise o netinho que quando levar nos cornos nem ouse perguntar porque...
Eu não faço apologia da violencia, mas achei mal o que fizeram ao Rui Santos...
MUAHAHAHAHAHAHA

osencornados.blogspot.com

11.4.08  
Anonymous bibi said...

mas alguem liga a estes velhinhos e aos seus acolitos mais novinhos??
velhotes do slb, o vosso tempo já foi, voces já mijam nos sapatos e agora dá-vos para escrever romances?
ide pró caralho ranhosos de merda, parecem todos filhos dos taxistas que não cortam as unhas.
o vosso mal é comerem de mais sandes de couratos e emborcarem minis cada vez que inspiram.
voces são do clube dos incultos, daqueles que nunca viram o mar, mas se lhes for perguntado dizem que são do ben7ica.
Voces são do mais comico que há em Portugal, obrigado.

PS: Só falo para portugueses, por isso habitantes de lisboa, abstenham-se

11.4.08  
Blogger Nuno said...

Tinha que ser um alentejano a por os pontos nos ii.
Bem dito e bem falado!

eusebiomais10.blogspot.com

11.4.08  
Blogger Ricardo Sousa said...

È triste ser fraco dentro das quatro linhas ...

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Ao anónimo que começa o seu post assim:
"Adoro ver quando o que têm a apontar ao "ultimo" campeonato ganho escandalosamente pelo benfica seja:".

Refiro que campeonato foi o mais vergonhoso que vi algum clube ganhar e os benfiquistas sérios reconhecem-no.
É que não foi só o jogo com o Estoril no Algarve, aliás, os dois jogos com o Estoril nessa época foram "comprados" ou não era o Sr.Veiga o accionista maioritário desse clube. Ou não leram as declarações do treinador do Estoril à data que avisou de idas uspeitas ao balneário ao intervalo e almoços na semana que antecedeu o jogo com os jogadores do Estoril e o Sr. Veiga? E mesmo nesse jogo se bem se recordam à uma expulsão de um jogador do Estoril aos 25 minutos, de quem se diz ter reunido com o Sr. Veiga antes do jogo e um penalty escandoloso a favor do Benfica por pretensa falta sobre o Jankauskas claramente fora da àrea.
Deixemos-nos de hipocrisias. O jogo com o Estoril foi apenas a cereja no topo do bolo de uma época que culminou no estadio da luz com uma arbitragem à la Paraty semelhante a outra esta época em alvalade para o campeonato e que, mereceu, como prémio que esse árbitro viesse a apitar o jogo do Benfica de apresentação aos sócios na época seguinte contra, salvo erro, o Milão.
Essa época foi, aliás, toda ela escandalosa com inúmeras situações de favor ao Benfica...como aliás, pretendia LFV que quando veio a ser instado a falar sobre reforços para a equipa, preferiu responder que era mais importante "ganhar as eleições na Liga".
E teve toda a razão como se veio a verificar.
Nessa época não se pode queixar de ter tido sempre na liga a boa Cunha do amigo Leal...

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Toda a verdade!

Cumprimentos.

11.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Isto é que é falar.

Nem mais nem menos

parabéns

12.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Em primeiro lugar parabéns LF por um post verdadeiramente fantástico.

Uma vez que o texto do autor foi escrito num tom correcto e educado, pensei que as respostas ao mesmo seriam no mesmo tom civilizado.

No entanto, por começar pelos últimos comentários, deparei-me com os as palavras do sr.Pedro e sr.bibi, autenticos exemplos dos trogloditas que vivem neste país (de norte a sul) e que muito provavelmente a primeira coisa que fazem quando acordam pela manhã é dar um beijo no retrato do PC que têm na cómoda.

Meus senhores, escumalha como vós merece o país em que vivem. É graças à vossa ignorância e fácil recurso ao insulto e violência que recebem mal e as únicas alegria que têm na via são os jogos ganhos com penalties-fantasma e os fins de tarde na tasca a cantar "SLB SLB FDP SLB".

Percebo que muitos adeptos do FCP discordem deste artigo, e já previa muitos apontarem para o "Benfica de Salazar" como justificação para o "FCP do PC".

O mais giro desta história é que mesmo depois de Salazar morrer e do Estado Novo desaparecer, o Benfica continuou a ir a finais europeias, mesmo tendo que lutar contra a rede que PC começava a construir no campeonato nacional.

Vamos ver o que acontecerá quando o vosso presidente sair e a rede de influencias se dissipar, o que acontecerá eventualmente.

Um bem haja a todos os cidadãos de bem, que gostando de futebol não pretendem vencer a todo o custo.

12.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Entre o FCP de Pinto da Costa e o Benfica de Salazar, onde é que fica o Sporting?
Conclusão: Os respectivos clubes merecem-se um ao outro, ou como costuma dizer um amigo meu "Se houvesse verdade no futebol português o Sporting era sempre campeão".

12.4.08  
Blogger homem do badalo said...

PARA DESCREVER AS VERGONHAS DO ANTIGO REGIME UM BLOG BADAMECO COMO ESTE NÃO CHEGAVA. DOS 40 ANOS DO ANTIGO REGIME O FCP VENCEU 3 VEZES!!!!!!!

COINCIDENCIAS.......

SE TIVESSES VERGONHA IAS INVESTIGAR O SALAZARISMO......

12.4.08  
Anonymous .38 ou 9mm said...

tambem tenho balas para ti ó lampião... põe-te fino!

12.4.08  
Anonymous bibi said...

´KÉ K KERES Ó VELHINHO COM HABITOS SALAZARENTOS?
O VOSSO TEMPO JÁ ERA!


EM CADA LAMPIÃO, HA UM CABRÃO!
EM CADA LAMPIÃO, HA UM CABRÃO!
EM CADA LAMPIÃO, HA UM CABRÃO!
EM CADA LAMPIÃO, HA UM CABRÃO!
EM CADA LAMPIÃO, HA UM CABRÃO!




















































EM CADA LAMPIÃO, HA UM CABRÃO!
EM CADA LAMPIÃO, HA UM CABRÃO!
EM CADA LAMPIÃO, HA UM CABRÃO!
EM CADA LAMPIÃO, HA UM CABRÃO!
EM CADA LAMPIÃO, HA UM CABRÃO!
















































EM CADA LAMPIÃO, HA UM CABRÃO!
EM CADA LAMPIÃO, HA UM CABRÃO!
EM CADA LAMPIÃO, HA UM CABRÃO!
EM CADA LAMPIÃO, HA UM CABRÃO!
EM CADA LAMPIÃO, HA UM CABRÃO!





























































EM CADA LAMPIÃO, HA UM CABRÃO!
EM CADA LAMPIÃO, HA UM CABRÃO!
EM CADA LAMPIÃO, HA UM CABRÃO!
EM CADA LAMPIÃO, HA UM CABRÃO!
EM CADA LAMPIÃO, HA UM CABRÃO!

12.4.08  
Anonymous Anónimo said...

A ver pelos ultimos comentários de alguns adeptos que presumo portistas a carapuça serviu-lhes à medida...porque será?

12.4.08  
Blogger LF said...

Aos caríssimos comentadores que decidiram utilizar este espaço para me fazer ameaças, apenas peço que me coloquem a bandeira do Benfica sobre o caixão.

12.4.08  
Anonymous miguel said...

1- E aí vão vinte e três campeonatos! Já só estamos a oito do Benfica e com cinco de avanço sobre o Sporting: para perceber o impensável que isto era no passado, é preciso ter vivido a infância de portista em Lisboa que eu vivi, sistematicamente a ver o FC Porto ser sovado em Alvalade ou na Luz (e, quando não era, quando aos 20 minutos ainda não estávamos a perder, lá aparecia o inevitável penalty para restabelecer a ordem natural das coisas...). Mas não hei-de morrer sem ver o FC Porto ultrapassar o Benfica em número de campeonatos nacionais - porque, no que respeita a títulos internacionais, há muito que os ultrapassámos, com seis contra dois.

Sábado à noite, no Dragão, viveu-se um daqueles momentos em que vale a pena ser portista, arrostar com a inveja dos medíocres, com a maledicência dos impotentes, com as calúnias dos incapazes. Estádio cheio, o mais bonito estádio do mundo, o equipamento mais bonito de todos, a alegria de um público habituado a reagir como uma grande família quando está debaixo de fogo, futebol, golos e espectáculo como só nós e, no fim, contra as contas dos pífios apitos dos invejosos, a festa, a nossa festa - digna, bonita, sentida como nenhuma outra.

Querem-nos tirar seis pontos? Tomem lá seis - seis golos - tomem lá a resposta, em campo, no terreno de todas as verdades. Não chega, querem mais?
Venham mais - temos dezoito de avanço! Dezoito, ó tristes gentes que nem perder sabem e cujo treinador até assim se recusa a reconhecer o mérito dos vencedores!

Foi festejar até fartar e depois um jantar especial: vieiras recheadas com arroz Carolino de pinhões e morgados do Algarve à sobremesa. Repeti seis vezes!

2- Deixem-me falar do Benfica. Como, julgo, a grande maioria dos portistas da minha geração, eu cresci a temer e respeitar o Benfica. Temer, porque eles eram tremendamente melhores que nós e, apesar dos Porfírios Alves e Carlos Valentes (o Calabote já não é do meu tempo), eles ganhavam-nos quase sempre porque eram melhores. Respeito, porque o Benfica das décadas 60 e 70 era a casa do Eusébio e o orgulho dos portugueses. O meu pai, que era sportinguista, levou-me duas vezes à Luz, naquelas longínquas «noites europeias do inferno da Luz», e ambos torcemos e gritámos pelo Benfica. É verdade, e até levava o meu cachecol do FC Porto!

Agora, quando oiço Sílvio Cervan dizer que o Benfica é o maior clube do Porto e a maior referência internacional do nosso futebol, sinto um misto de pena deles e, simultaneamente, um reconforto: enquanto os adversários continuarem a guiar-se por ilusões ou propaganda para papalvos, nós continuaremos seguramente a ganhar. Há muitos locais do Porto onde eu encontro facilmente bandeiras do FC Porto penduradas nas janelas ou nas portadas das casas. Mas não me lembro de ver alguma do Benfica e, por favor, não me venham com a necessidade da clandestinidade: se são o maior clube, porque temeriam mostrá-lo? Também ando por aí no mundo e sou capaz de informar o Sílvio Cervan que, da Turquia a Angola e todos os Palop's, e do Brasil à Tailândia, o que vejo são camisolas do FC Porto e o que oiço falar, quando se fala do futebol português e o interlocutor não tem mais de 50 anos, é do FC Porto e não do Benfica.

De um lado ao outro do mundo, a gente do futebol sabe quem são o Bosingwa, o Lucho, o Quaresma, o Lisandro, e sabem quem foram o Deco, o Ricardo Carvalho, o Vítor Baía e o calcanhar do Madjer. Mas lamento informar que ninguém sabe quem sejam o Petit, o Di María, o Katsouranis ou o Maxi Pereira.

O que aconteceu ao meu antigo respeito pelo Sport Lisboa e Benfica - e julgo que aconteceu também com todos os outros adeptos portistas e sportinguistas
- é que o fui perdendo aos poucos. O Benfica das últimas décadas - o Benfica de Jorge de Brito, Vale e Azevedo, Filipe Vieira, de gente como João Malheiro, José Veiga ou Carolina Salgado - é um Benfica que eu não vejo razões para admirar. Não porque percam, mas porque não sabem perder. São arrogantes por natureza, como se, por determinação divina, tivessem direito a ganhar sempre ou quase sempre; nunca, jamais, reconhecem o mérito de uma vitória alheia; vivem em busca do conflito, da calúnia, da suspeita não provada jogada aos quatro ventos. Gritam pela justiça do Apito Dourado mas foram eles que se aliaram ao major Valentim para controlar a Liga, no seu pior momento, porque, como explicou Vieira, isso era mais importante do que ter bons jogadores ou jogar bem; clamam que são as virgens virtuosas do futebol, mas esquecem-se de coisas como o caso Paulo Madeira, o jogo comprado ao Estoril para o Algarve ou a forma como foram campeões pela última vez, com todos os golos dos últimos jogos a resultarem de penalties ou livres à entrada da área.

Não sei se o Sílvio Cervan conseguirá acreditar na sinceridade do que vou
dizer: o que o Benfica mais perdeu nas últimas décadas não foram campeonatos. Foi o respeito dos adversários, uma coisa que levara gerações a construir e que representava um imenso capital de prestígio e grandeza.
Hoje, o Benfica é um clube que só os seus estimam. Dir-me-ão que o mesmo sucede com o FC Porto e eu respondo que acho que não é bem assim, mas, mesmo que o seja, ao contrário da história do Benfica, nós nunca gozámos de outro estatuto e estamos bem habituados a viver com isso.

3- No Bessa, o Benfica fez um belo jogo e o suficiente para ganhar folgadamente. Mas teve um grande guarda-redes pela frente, teve falhanços vários e azar muito. Mas também teve sorte, quando Jorge Ribeiro (já anunciado como reforço benfiquista para o ano que vem) não conseguiu acertar um passe lateral fácil para qualquer um de três colegas isolados frente a Quim e cobrou um penalty com a displicência de quem sacode uma mosca. Com toda a falta de sorte que desta vez teve, o Benfica até podia ter acabado a perder o jogo. Já se sabe e foi dito oficialmente, que só não o ganhou por culpa do árbitro. Eu, que sou suspeito, não vi qualquer um dos dois penalties tão reclamados, mas não deixo de sorrir quando vejo Vieira a acusar Lucílio Baptista de «viciar o resultado». É que este é o mesmo Lucílio Baptista a quem todos os portistas desejam ardentemente a reforma, depois de anos a fio a prejudicar sistematicamente o FC Porto, a benefício do Sporting e também do Benfica, que lhe deve uma valiosa colaboração na final da Taça de 2004. Sabendo-se que o homem sempre teve horror ao azul-e-branco e que o FCP, aliás, é parte agora desinteressada da batalha atrás de si, as suspeitas de Vieira, desta vez, só podem apontar para o vizinho do lado - o Sporting, pois claro!

É verdade, porém, que o V. Guimarães, segundo rezam as crónicas, foi beneficiado com a arbitragem em Paços de Ferreira, e que o Sporting, numa altura em que bem oscilava, viu o árbitro anular misteriosamente um golo ao Sp. Braga, em Alvalade. Mas isso ainda me dá mais vontade de sorrir. É que o arbitro - que é testemunha de acusação no Apito Dourado - é nem mais nem menos do que o célebre Bruno Paixão, do inesquecível Campomaiorense-FC Porto, a mais escandalosa arbitragem a que alguma vez assisti, em que até era preciso o Jorge Costa colar-se às costas do Jardel nos cantos para que ele não fosse sistematicamente agarrado nas barbas do árbitro por um rapaz que o Benfica tinha emprestado ao Campomaiorense (e, por acaso, o jogo viria a valer um campeonato perdido pelo FC Porto). Pelo que, se agora o mesmo árbitro - que, aliás, nunca mostrou categoria para a primeira Liga - descobriu em Alvalade uma falta que nem o Além conseguiria descortinar, e se com isso passou a ser suspeito de prejudicar o Benfica ao ponto de Luís Filipe Vieira pedir à PJ que entre em campo, a mim só me dá vontade de sorrir e pensar que belas testemunhas juntou o Ministério Público para o Apito Dourado!

Mas, para a semana, tão certo como dois e dois serem quatro, vai haver um erro de arbitragem a favor do Benfica e o Sporting vai achar-se com razões de queixa do árbitro e invertem-se os papéis: um grita e o outro fica muito bem caladinho. São tão previsíveis os nossos rivais!

12.4.08  
Anonymous Anónimo said...

"Durante muitos anos os clubes da Associação de Futebol do Porto (Leça, Leixões, Tirsense, Penafiel, Varzim, Rio Ave, Salgueiros, Paços de Ferreira, etc) foram a este nível verdadeiros parceiros do F.C.Porto na sua rota rumo ao domínio, a bem ou a mal, do futebol português."

Tentei ler o post todo, já duvidava de veracidade de muito que estava escrito (em especial do episódio do Acácio), mas falar que o Tirsense (pelo outros clubes não falo pq não conheço a realidade desses clubes) era parceiro do FCP só se estivesse a gozar.
Recordo que nas 5 participações que o Tirsense teve na 1º divisão nos finais dos anos 80 e princípios dos 90, ganhamos 3-1 e 0-2 (nas Antas) ao FCP (sem ser o SLB e SCP não vejo muitos clubes do sul a poderem.se gabar do mesmo).
Para não falar no jogo da mão fora da área do área sem ser expulso quando o jogo ainda estava 0-0 (curiosamente no ano seguinte seria o Preud'Homme a repetir a façanha contra o Tirsense).

12.4.08  
Anonymous chalana vieira said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

12.4.08  
Anonymous rui costa said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

12.4.08  
Anonymous luisão said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

12.4.08  
Blogger Ricardo Sousa said...

90 Minutos de A a Z ....

A- Académica a lutar para não descer, desloca-se à LUZ com apenas mais 4 Pontos do que o primeiro da linha de água, apenas com uma vitória fora de casa ... E ESPETA 3 nus lamps ...

B- Berger mesmo a sofrer penaltie do Nuninhu Bunitinhu fuzilou o quim e faz o 0-2 ..

C- Chalana ,, "andam a puxar o BEnfica para baixo" .. Não é preciso Chalana , tu tratas disso .. Só te faltou xurar no Flash de hoje --

D- Domingos Paciencia ellez ..

E- Energumes engulam ..

F- Filipe Vieira .. este resultado é que deve ter sido fralseado han ?

G- Gosma é o que me metem ...

H- Humildade que fuz falta para assumirem o quanto sois fracos ..

I- Inveja que teem do TRI TRI TRI CAMPEAO...

J- Jumentos que ´são...

K- Katsouranis parte perónios até mete pena a jogar ..

L- Luisão grande assistencia ..

M- Miguel Pedro a passe de Luisao inaugura o marcador .. ...

N- Nuno Gomes queres o Berger .. hmmm .. k maroto ...

O- Oscar Cardozo ? 9 milhoes ?? Jasus k sorte .. tava em saldo ..

P- Petitbull ta vacinadinhu ??

Q- Quim / xapa 3 ...

R- RUI "bosta" Costa arrasta as pernas velhas , passes para o além e livres para o "quarto" anel !!! Coitadu du dirigentezeku ..

S- Sapo , mais um pa engulirem ..

T- Titulos ?? 2 anos em jejum .. k sofrimento .. Rennie k passa ..

U- Uma linda noite ...

V- Vão descendo para a vossa posição natural .. 4 º ..

X- xiiiii k frakitus

Z- zezitu zezitu antonio camacho do k tu t livrast !!!

akakakakakakakakakakakaka

12.4.08  
Blogger Marco said...

Falta o R - Rolhas, que é o que precisam.

12.4.08  
Blogger Master_Dn said...

3 pipas contra a académica...
mas claro, é o apito dourado de certeza.. o Pinto da Costa comprou o Luizão =)
o Benfica antes de falar de futebol, tem d aprender a joga-lo

12.4.08  
Blogger Bruno said...

A quantidade de disparates escrita é inversamente proporcional à sua veracidade. Mais, gostaria de recordar-lhe que o LFV tem conversas apanhadas no âmbito do Apito Dourado, nomeadamente em relação à meia-final com o SCP que acabou 3-3.

Suponho que se tenha esquecido de referir as ofertas de cristal já desta época, do já supracitado caso do Calabote, da vergonha Inácio de Almeida, das instruções precisas dadas na formação de árbitros da A.F. Setúbal, das graves discrepâncias existentes nas contas encarnadas desde a época 2003/2004, dos ordenados em atraso nas modalidades, dos pagamentos feitos à Comunicação Social para esconder certos factos (Rui Costa e os murros à cabine da porta do árbitro), entre outras coisas.

É preciso ser-se idiota para se conseguir acreditar nisto. Porque se o Porto o fez (e eu não tenho a mínima dúvida), o Benfica repetiu-lhe o processo e, pela antiguidade dos títulos, sabe-se bem que começou a festa.

12.4.08  
Blogger Tomás said...

e tudo corrupto e voces sao estupidos se continuam a dizer q e clube X ou Y..

o q m parece e q mesmo com tudo a fazer jogo sujo e o porto q continua a ganhalos todos.. assim como ligas dos campeoes e afins!

o problema do benfica e interno e tera d ser resolvido de dentro pra fora..


qt a TODOS os alegados e confirmados casos de corrupçao.. e tudo a mesma merda!

mais uma ultima coisa, nao so o porto ganhou a maior parte dos titulos nos ultimos anos como n acabou campeonatos em 4º e 5º...

tenha pena de pessoas q so sabem explicar a inepcia da equipa com factores externos.. se fossem realmente 1 clube coeso nao teriam tido estes anos tao miseraveis..

12.4.08  
Anonymous Anónimo said...

o terceiro clube o sporting, não o é neste momento de certeza, pois o benfica à dois anos que fica em terceiro, e vamos lá ver se este ano não fica tb. Pelo andar da carruagem! Quanto ao passado tb Portugal nos descobrimentos era a maior potência do mundo e hoje é o que é. E sócios tb o fenerbahce, tem muitos e não é por isso que é considerado um grande clube de futebol. Nestes casos o tamanho não importa. LOL

13.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Gosto de verificar que os portistas confundem verdae desportiva com resultados. Uma palavra para esses asanhados de merda: Portimonense!

Já dizia o Pinto depois do Candorin ter dado o dedinho para não cometer o penalty "Enquanto for presidente o portimonense nunca mais subirá".

Verdade seja dita, não subiu. E verdade seja dita, quem viu os jogos do Portimonense nunca viu mais descalabro tendencioso como um arbitro a arbitrar o Portimonense.

Investiguem os jogos do P.S.C.

Mais adiciono que é bastante giro ver os demais portistas a atacar o Poster do que os posts em si. Estamos em Portugal, e Norte é merda. E não sou eu que o digo. São mesmo os bifes.

13.4.08  
Anonymous Anónimo said...

tenho uma coisa a dizer. alguem assasine o pinto da costa. tanta canalha que ai anda nao conseguem arranjar alguem que lhe ponha um balazaio nos cornos?

13.4.08  
Blogger Tomás said...

canalha e quem diz merdas dessas como acabaste de fazer

13.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Continuem a escrever posts e a chorar numa atitude tipicamente cor de rosinha, enquanto o vosso clubeazinho mediocre leva 3 em casa de uns mortos, que o Porto continua a ganhar campeonatos...

13.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Em Alvalade vamos mostrar a nossa força.
Ainda vamos acabar a época a festejar...

13.4.08  
Anonymous PJ said...

Tem de se ter muita força, LF. A Máfia não dura sempre. As ameaças, a corrupção, o crime, a pulhice não vão durar sempre. O FC Porto vai, um dia, pagar pelos seus crimes.

13.4.08  
Anonymous Anónimo said...

Que grande post, vou divulgar isto por toda a blogosfera. O mundo tem de saber.

13.4.08  

Enviar um comentário

<< Home