26/04/11

REALISMO

O problema do Benfica não é desta época. O problema do Benfica não é dos últimos oito anos. Na verdade, o problema do Benfica não é… nenhum.


Existe é um clube que há quase trinta anos, por várias vias, dentro e fora dos campos (e há aspectos que terão de continuar a ser denunciados), assumiu a hegemonia do futebol português, e que hoje se situa num plano desportivo consideravelmente mais elevado que os encarnados.


Não adianta clamar por milagres, nem esperar por varinhas mágicas. Para o Benfica voltar a ser a principal força desportiva do futebol português, terá de continuar a lutar, a prosseguir o seu caminho, sem precipitações, nem angústias existenciais ridículas. Com humildade, tranquilidade, união e perseverança, talvez possa lá chegar dentro de alguns anos. Sobretudo se olhar mais para si, e menos para o rival (que nalguns quadrantes do benfiquismo começa a transformar-se numa estúpida obsessão). Sobretudo se puxar pelas suas principais armas: a capacidade de mobilização, a popularidade, a paixão. Sobretudo se não desvalorizar o que tem, e o que ganha, e não hipervalorizar aquilo que perde.


Ser derrotado por um dos melhores Portos de todos os tempos, não é humilhação para nenhuma equipa do mundo. Pode ser tristeza, pode ser desilusão, mas só envergonha os irrealistas. Para a realidade do Benfica actual, lutar pelo acesso a uma final europeia, ter assegurado presença nas pré-eliminatórias da próxima Champions League, e ter erguido um troféu oficial, já traduz uma temporada razoável – havendo ainda a esperança de a mesma se poder vir a tornar histórica, com uma inédita conquista europeia a abrilhantá-la.



Alguns poderão continuar a cantar de alto, ou pretender que o Benfica, só por ser Benfica, terá de se superiorizar por decreto a todos os adversários, acusando de falta de exigência quem lhes chama a atenção para a …realidade. Esses, apenas contribuem para o adiar de um Benfica verdadeiramente hegemónico.

8 Comments:

Blogger Manuel said...

Concordo. Os "big mouths" têm de se calar. Aqueles que utilizam a história gloriosa do Benfica como argumento para se ganhar devem calar-se. Ninguém ganha com pergaminhos, ganha-se com sangue, suor e algumas lágrimas, com os pés bem assentes na terra e a olhar, APENAS, para o próximo jogo.

Quando vejo benfiquistas a sonhar alto, a pensar em conquistas, quando ainda nem sequer jogámos contra o próximo adversário, sinto logo um arrepio na espinha. Pois é o primeiro passo para a derrota.

26.4.11  
Anonymous Anónimo por motivo obvios said...

O clube dos corruptos começa sistematicamente os campeonatos com 20 pontos de avanço! Diz-me um amigo ex-capitão de uma equipa da primeira divisão dos anos 90, contra o porto somos obrigados a perder para não descer de divisão! Cada vez são mais as equipas do norte na primeira divisao...e todas elas tem que ceder pontos ao patronato! Não se chateiem muito com o futebol porque isto é tudo mais do que planeado! por algum motivo os estadios entre 1982 e a data de hoje foram-se esvaziando de interesse...nada acontece por acaso! Enquanto a era dos pintos (pinto de sousa, pinto da costa, lourenço pinto) nao terminar o futebol portugues nao tem qualquer tipo de interesse! Questionem-se sobre o silêncio do presidente da liga durante uma época em que tanta polémica ouve...

26.4.11  
Anonymous Tiago Godinho said...

Excelente comentário! Infelizmente existe muita gente que não percebe que não é por colocar tudo em causa que vencemos...aliás o melhor exemplo para mim no Benfica chama-se M. Damásio...entrou no Benfica sem perceber nada de futebol e sem ter uma estrutura profissional condizente com um clube como ao Benfica...quando começou a criar essa estrutura devido a um mau inicio de época despediu o treinador e demitiu-se dando azo à entrada do demagogo e popular, para não chamar outras coisas, Vale e Azevedo.

Devemos de olhar para o FCPorto e perceber 2 coisas:

1 - É verdade que continuam a dominar os bastidores do futebol portugues e que temos que continuar essa dura batalha para acabar com isso.

2 - Apesar do ponto 1, também temos que olhar para eles como exemplo na gestão desportiva e no saber criar ciclos de vitórias e de e isso é o mais dificil, voltar a ganhar quando se perde, quando vencemos os nossos dirigentes devem deixar a festa para os adeptos e jogadores, mas internamente o culto da humildade, da ambição deve continuar bem presente.

Nos dias de hoje dizem que Villas Boas para motivar os jogadores do FCPorto tinha simbolicamente um poster com o plantel campeão nacional do Benfica, pois bem, nós temos que forrar as paredes do balneário com posters do FCPorto penta campeão e neste momento em que podemos alcançar uma final europeia em que o nosso adversário pode ser o FCPorto, deveremos assumir o seu favoritivismo sem vergonha, mostraram em 5 jogos esta época que foram melhores que nós, ponto final...mas no balneário se isso vier a verificar-se ou seja final Benfica - FCPorto espero que seja mostrado aos jogadores, todos os dias a todas as horas antes de começar esse jogo em Dublin os videos da festa azul e branca nos 2 jogos da Luz, não por uma questão de vingança, mas para percebermos que temos que ser nós a festejar e que não devemos temer uma excelente equipa devemos isso sim é motivar-nos ainda mais para os poder vencer!

26.4.11  
Anonymous Vitória do Benfica said...

Luis
Concordo em absoluto consigo. Há quantos anos não tinhamos uma performance como esta perdemos a taça na última meia final.

Não devemos ir por um espirito de vingança como eles fazem devemos sim ir pelo caminho da competência

27.4.11  
Anonymous pedroserafim78 said...

Nem mais. Nem menos. É isso tudo. É preciso crescer por dentro e continuar a combater a nojeira que vai lá fora.

27.4.11  
Anonymous EAGLEHEART said...

« O demagogo e popular, para não chamar outras coisas, Vale e Azevedo » foi simplesmente o Homem de bom ou mau caracter que descobriu um tal de José Mourinho e que fez em publico aquilo que esta direção não tem sequer coragem para o fazer, que foi já na altura rasgar, ok talvez até num acto de exibicionismo, o contrato com os mafiosos da Olivedesportos, coisa que hoje tanto Benfiquista reclama. o resto não sei. só sei uma coisa o Glorioso só coltará a ser grande e a recuperar a hegemonia do futebol cá em portugal quando esse ANIMAL do Pinto da Costa bater a bota, nesse sagrado e santificado dia acabará com ele esse maldito clube de corruptos e todo o futebol voltará ao normal, mas infelizmente talvez pelos genes da familia dele ou pela maldade que o alimenta e sustenta dentro dele, o Gajo tarda em morrer. e só de pensar Meu deus que por esse mundo fora anda tanta bala perdida.

27.4.11  
Anonymous Tiago Godinho said...

EAGLEHEART...respeito a sua opinião mas Vale e Azevedo não encontrou Mourinho nenhum...o que aconteceu é que naquela altura poucos eram os treinadores que assumiam o Benfica e Mourinho ingressou no Benfica por José Veiga que na altura já tinha grande influência no Benfica...foi uma sugestão de Veiga que Vale e Azevedo aceitou...tão simples quanto isso...mas já agora lembra-se da sua opinião quando Mourinho chegou ao Benfica!? ou a opinião generalizada dos benfiquistas!? Relativamente ao contrato que refere da Olivedesportos concordo que por mim o Benfica também deverá renegociar e se possivel escolher outro parceiro, resta é saber se alguém dá mais, agora o que Vale e Azevedo fez foi "rasgar" literalmente um contrato...isso levou a que o Benfica tenha ido para tribunal perdido na 1 ª instancia e ganho na relação, ou vice-versa, honestamente já não recordo da sua ordem, o que sei é que caso o Benfica perdesse no Supremo ficariamos numa situação financeira muito, muito complicada...se Vale e Azevedo foi o pior Presidente do Benfica!? Não, não foi, é somente mais um criminoso, infelizmente que roubou o clube que tanto amo, sinceramente para mim o pior Presidente da história do SLBenfica foi o seu antecessor, M. Damásio, destruiu uma equipa campeã de futebol, mais tarde ajudaria a destruir a de Basquetebol e Hóquei Patins, acabou com o Voleibol, destruiu a formação, que já não estava grande coisa é verdade, e quando começou a perceber o que tinha que fazer para ter sucesso foi-se embora...

27.4.11  
Blogger Manuel said...

Tiago, ele foi-se embora depois de encher os bolsos.
E concordo, foi o pior presidente do Benfica, porque além de pouco inteligente, eu diria mesmo estúpido e incompetente, veio para o Benfica apenas para se encher. Afinal fez a mesma coisa que o VA só que soube-o fazer sem ser apanhado.

28.4.11  

Enviar um comentário

<< Home