26/04/11

FLASH

Ao ver os jogadores do Benfica erguerem a Taça da Liga, ladeados por uma equipa vestida de amarelo, sonhei por momentos que estava sentado nas bancadas de Dublin, e que o Benfica acabara de vencer o Villarreal, conquistando a Liga Europa.

6 Comments:

Anonymous philippe said...

bonito

26.4.11  
Anonymous Anónimo said...

era lindo era, mas vai ser muito dificil penso eu. O aspecto psicologico da equipa nao ta na melhor...

26.4.11  
Anonymous Anónimo said...

lol

26.4.11  
Anonymous iBenfiquista said...

Deus te ouça, LF. Oxalá! I wish! Ojalá! Ack om! Dieu veuille!

"And now for something completely different".

Para aqueles benfiquistas que defendem, ou começaram a defender, que não se deve falar nos árbitros e começarmos a olhar para dentro do clube - para onde devemos olhar sempre primeiro que tudo, independentemente do resto - deixo aqui o que disse o José Mourinho, de que não sou especial fã, embora lhe admire a competência e a atitude, na antevisão do próximo jogo Real-Barcelona, sobre a arbitragem.

Deixo também o alerta para o que ele tem dito ao longo desta época em Espanha. Onde já várias pessoas, dentro e fora do clube que treina, já lhe disseram, de variadas formas, para se calar.


«Mais importante que a designação do árbitro e que todo a pressão que fizeram para que não fosse Pedro Proença a arbitrar, o mais importante é que começaram um novo ciclo. Até agora havia um grupo de treinadores, muito pequeno, que não falava de árbitros, outro que critica quando os árbitros cometem erros, e no qual me incluo. Agora, com as declarações de Guardiola, entrámos numa nova era, um novo grupo em que apenas está ele: critica o acerto do árbitro», disse Mourinho.

O treinador português lançou ainda uma farpa a Guardiola, aludindo ao norueguês Tom Henning Ovrebo, que em Maio de 2009 apitou polémica meia-final entre Chelsea e Barcelona: «Estava habituado ao que aconteceu em Stamford Bridge e agora não está contente.»


Elucidativo. Chama-se a isso preparação competente dos jogos, olhando aos mais pequenos detalhes. Porque todos os detalhes contam, quando um jogo pode ser resolvido por um único detalhe.

Só para os distraidos, se o fiscal do jogo Real-Barcelona fosse um adepto venal e corrupto do Barcelona, como o fiscal Luis Tavares é do Porto, não teria apontado o off-side do Pedro, menos claro do que o que permitiu ao Hulk marcar o 2º golo, e o Barcelona teria ganho a Taça do Rei. E assim se resolvem jogos e competições. Porque os jogos de alta competição, cada vez mais, resolvem-se pelos detalhes.

Não estão fartos de ver isto todos os anos? Eu estou.

26.4.11  
Anonymous Anónimo said...

110% de acordo com o último comentário!!! E para reforçar, deixo aqui mais um comentário do Mourinho: "O Real Madrid quando joga bem ganha, quando joga mal perde. Certas equipas em Espanha quando jogam bem ganham... e quando jogam mal... ganham também!!!" (mais ou menos assim). Onde já vi isto??!!??

26.4.11  
Blogger BT26 said...

Já viste isso quando ele estava nos corruptos, mas dessa vês foi ao contrario: "em condições normais ganhamos, em condições anormais ganhamos". Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades...

Benfica sempre.

27.4.11  

Enviar um comentário

<< Home