05/06/12

O GRUPO

Grupos difíceis nunca foram um problema para Portugal.
Nas duas únicas Fases Finais em que sucumbimos aos grupos, estes até eram bastante acessíveis.
Em 1986, no Mundial de Maradona e de… Saltillo, o grupo que nos calhou continha Polónia, Inglaterra e Marrocos, com dois apurados directamente e um terceiro repescado. A confiança era tanta que a equipa foi para estágio com um mês de antecedência, para se adaptar à altitude que só a partir dos oitavos-de-final iria ter de suportar. Ficámos em último lugar.
Em 2002, no Mundial Coreia/Japão, tínhamos pela frente novamente a Polónia, e também os Estados Unidos e a anfitriã Coreia do Sul. Considerávamo-nos a nós próprios como um dos principais candidatos ao título. Ganhámos à Polónia por 4-0, mas perdemos os outros dois jogos, com muita indisciplina à mistura.

Em todas as restantes Fases Finais, ultrapassámos o grupo, mesmo quando este era fortíssimo. Por exemplo, em 1984 tínhamos Espanha, Alemanha e Roménia, e em 2000, Alemanha, Roménia e Inglaterra. Em ambas as competições só caímos nas meias-finais. Mesmo no último Mundial, onde o sorteio também não nos foi nada favorável, acabámos por passar um grupo com Brasil, Costa do Marfim e Coreia do Norte (na altura também apelidado “da morte”), sem sofrer um único golo.
Este historial permite manter alguma esperança.

3 Comments:

Anonymous Vitória do Benfica said...

Eu cá não tenho esperança nenhuma. Engraçada é a noticia da UEFA sobre os analgésicos. Outra provocação é a de Pedro Proença ontem aos média de facto cada vez é mais claro que há dois tipo de erros os dos incompetentes por desconhecimento e os competentes esses erram por .... E os erros de Pedro Proença são mesmo erros de competentes. Ora um competente errar é muito mais grave do que um incompetente ou seja no segundo não há premeditação

5.6.12  
Blogger Jotas said...

O meu desejo é que a tradição seja o que era e que Portugal num grupo complicado como este se supere, vamos ver, mas sempre a torcer pelo meu país.

5.6.12  
Blogger NSC said...

Mas tínhamos uma selecção, e não um grupo de excursionistas vedetas.

6.6.12  

Enviar um comentário

<< Home