18/11/10

FESTIVAL

Tinha aqui alertado para a dificuldade dos jogos de selecção motivarem o público, quando entalados no meio da acesa competição clubista. As 30 mil cadeiras vazias do Estádio da Luz deram-me razão.
Foi pena, pois esses 30 mil, entre os quais penitentemente me incluo, acabaram certamente arrependidos pela sua ausência ante um espectáculo que ficará para a história do futebol luso. Portugal cilindrou a campeã europeia e mundial, realizando a sua mais espantosa exibição dos últimos ano, e pincelando-a com momentos de arte só ao nível dos grandes intérpretes. Nem nos seus melhores sonhos Paulo Bento imaginaria coisa igual.
Não fosse a gula de Nani, e a desatenção de um fiscal-de-linha, e o resultado ainda podia ter sido mais amplo, não deixando de espelhar na perfeição aquilo que se viu no relvado, onde onze portugueses endiabrados fizeram gato-sapato da um conjunto espanhol a passear em cima da cadeira da sua consagração internacional.
A aposta no ex-técnico do Sporting está a ser um êxito total. Não esperava outra coisa de alguém que fez milagres com plantéis eivados de mediocridade, e agora tem à sua disposição grandes estrelas do futebol mundial. Bastou escolher os melhores, e, sem inventar, colocá-los nas suas posições. Até parece simples, mas não é para todos. A alegria desta selecção é incomparável com a equipa tristonha de Carlos Queiroz, sendo interessante observar que seis dos titulares desta noite nem sequer estiveram na África do Sul.
João Moutinho, Carlos Martins, Hélder Postiga (três dos que ficaram de fora do Mundial) e Cristiano Ronaldo foram as figuras em maior evidência, mas todos os que estiveram em campo foram brilhantes.
A produzir um futebol deste quilate, a equipa das quinas voltará rapidamente a aquecer o país, regressando às boas memórias de um passado recente que nos levou a uma final de um Europeu, e a umas meias-finais de um Mundial. As contas do Euro 2012 ainda estão complicadas, mas esta exibição escancara as portas da esperança.

11 Comments:

Anonymous Peter said...

Primeiro que tudo há que relembrar que a espanha foi campeã do mundo graças à arbitragem.Contra Portugal golo fora de jogo do d.villa, contra o Paraguai naquele jogo que o Cardozo mais parecia o Eusébio a chorar no mundial de 66 contra a inglaterra, um golo mal anulado ao Valdez quando o jogo estava 0-0.Contra a Alemanha 1 penalty claríssimo do s.ramos sobre o Ozil tb quando estava 0-0 e na final contra a Holanda só marcaram perto do final do prolongamento depois de ter sido expulso 1 jogador holandês e na jogada anterior num livre de Snejder e o casillas ter feito uma excelente defesa para fora o árbitro marcou pontapé de baliza e não pontapé de canto.Não é por acaso que angel villar detém o pelouro da arbitragem na FIFA.Quanto ao jogo de ontem tenho que dar os parabéns ao P.Bento ao contrário do que todas as equipas costumam fazer dar o meio-campo á espanha, Portugal foi sempre pressionante tanto o ataque como o meio-campo e mataram a famosa circulação de bola dos espanhóis e impediram a criatividade de xavi e iniesta sobejamente conhecida e temída. Há que realçar que mais uma vez (até nos amigáveis) a arbitragem foi favorável aos espanhóis (e para variar um árbitro francês a prejudicar-nos) e não falo só do monumental golo mal anulado ao CR7 mas sim tb de faltas marcadas sempre ao contrário em lances divididos, em caso de dúvida era sempre para a espanha.Não consigo destacar ninguém em particular pq os nossos jogadores jogaram todos bem excepto o m.fernandes que falhou muitos passes.Quanto ao Nani jogou bem mas tal e qual como o Quaresma (outro extraordinário atleta) não é muito inteligente a jogar. De resto os nossos jogadores foram impecáveis, todos.Parabéns ao P.Bento e a todos eles ao roupeiro que se despediu após 33 anos ao serviço da selecção etc.Espero só que este nível exibicional se mantenha nos restantes jogos de qualificação para o Euro 2012.Quanto à espanha volto a frisar que a espanha foi de facto uma grande selecção no euro 2008 e mereceu a vitória agora este mundial foi vergonhoso, e pode ser que me engane mas no próximo europeu vão ser um fiasco total.

18.11.10  
Anonymous Anónimo said...

Então não te esqueceste de ver o jogo?

18.11.10  
Anonymous Anónimo said...

«Trio dourado» em destaque na FIFAPor Redacção

Hulk, Falcao e Varela estão hoje em destaque na FIFA, que considera o «trio dourado» do FC Porto responsável pela caminhada «quase perfeita» dos portistas no arranque da temporada 2010/2011.

Liderança no campeonato português com dez pontos de vantagem sobre os principais rivais e apuramento para os 16 avos-de-final da Liga Europa já assegurado. O FC Porto tem uma das defesas menos batidas dos campeonatos europeus e o ataque mais “letal” da Liga. Para a FIFA, o dragão - 17 vitórias e dois empates em 19 jogos oficiais - «não parece dar sinais de abrandar».

O organismo sublinha a «regularidade» de Helton na baliza e a «classe» de João Moutinho e Belluschi no meio-campo, mas lembra que «é no ataque que estão as grandes estrelas». Hulk, Falcao e Varela estão entre os cinco melhores marcadores da Liga e, juntos, somam 23 golos marcados em 11 jogos. Em suma, o trio atacante do FC Porto soma mais golos do que qualquer outra equipa do campeonato.

18.11.10  
Anonymous Miguel said...

Será o G14 capaz de produzir noticias encomendadas no site da FIFA? Claro que sim! Falta só mencionar como obteve os tais 10 pontos de avanço...normal nos ultimos 30 anos... parece que sempre foi assim... Mas a verdade é que portugal já teve um futebol digno no qual ganhava quem era melhor e não quem tinha o melhor pomar!

18.11.10  
Anonymous Peter said...

Ó Anónimo este post é sobre a selecção daaaaa!? Mas deixa o Cardozo recuperar que ele conta-te uma história.

18.11.10  
Blogger Jotas said...

Um jogo em que correu tudo bem, pela atitude da equipa, pelo crer e porque esta equipa joga um futebol positivo, mérito a Paulo Bento, que simplesmente e muito bem, se limitou a colocar os jogadores na sua posição natural e desse modo, deixar que o seu talento venha ao de cima, simples e eficaz.

19.11.10  
Anonymous Nós Sébio said...

A Espanha não deixou de ser Campeã do Mundo e da Europa só porque teve um dia mau. E Portugal ainda tem muito que penar até chegar aos calcanhares da Espanha. Portugal, recorde-se, nem com a sua geração de ouro conseguiu ganhar fosse o que fosse. E parte da responsabilidade é justamente da soberba que tão facilmente se apodera dos portugueses (minutos antes de voltarem a ficar deprimidos: o termo médico é patologia maníaco-depressiva).

Por isso, mesmo sublinhando a importância do resultado, a melhor coisa a fazer é evitar a lógica do 8-80 e manter, pelo menos até termos uma medalha no peito, uma posição de 36.

19.11.10  
Blogger LF said...

É verdade.
O Benfica também não deixou de ser campeão nacional por uma noite má.
O futebol tem destas coisas.

19.11.10  
Blogger VHugo said...

Este grupo de jogadores, joga por si só, basta ser colocar quem realmente está melhor!
Brandões, Eliseus, Dudas???


http://forcamagicoslb.blogspot.com/2010/11/hoje-e-feriado-na-minha-terra-trofa.html

19.11.10  
Anonymous Anónimo said...

As cadeiras vazias no estádio da Luz envergonham qq português! Pq é q a selecção n joga mais fora de Lisboa? Centralismo no seu pior...

20.11.10  
Blogger VHugo said...

Este anónimo deve estar a gozar certo? E no Portugal Dinamarca 20 mil pessoas!?!?

www.forcamagicoslb.blogspot.com

22.11.10  

Enviar um comentário

<< Home