29/03/10

CAMINHO ABERTO

Manda a prudência dizer que nada está decidido, que o campeonato não acabou, que futebol é futebol, que faltam seis jornadas, e estão dezoito pontos em disputa. Mas, honestamente, temos de admitir que, depois da vitória do Benfica sobre o seu mais directo adversário, seria verdadeiramente insólito que o título 2009-10 viesse a fugir aos encarnados. Só uma hecatombe levaria uma equipa que apenas perdeu dois pontos nos últimos onze jogos a desperdiçar seis nos encontros que faltam (embora dois deles sejam contra Sporting e FC Porto), e mais extraordinário ainda seria vermos o Sp.Braga vencer todos esses jogos e chegar-se novamente à liderança.
Estou certo que, tanto Jorge Jesus, como toda a sua equipa, sabem que não podem facilitar, e essa é mais uma garantia que esta equipa nos dá quanto ao seu destino ganhador. Não há espaço para festividades, nem sequer para euforias injustificadas, mas cresce em todos os benfiquistas a certeza de que muito dificilmente as coisas poderão falhar.
Contudo...nada está decidido, o campeonato não acabou, futebol é futebol, faltam seis jornadas e estão dezoito pontos em disputa.
O duelo da Luz cumpriu as expectativas. Não foi brilhante sob o ponto de vista plástico, mas teve a intensidade competitiva e dramática que a ocasião justificava, e teve também um vencedor merecido.
Poderiamos dividir a partida em duas fases distintas, cuja fronteira seria definida por volta dos 60 minutos, momento em que Domingos Paciência fez a dupla substituição. A partir de então, sobretudo com a entrada de Matheus, o jogo deu uma cambalhota táctica, pondo termo a um domínio claro do Benfica (ainda que não esmagador) que durava desde o apito inicial de Pedro Proença. Durante toda a primeira parte o Sp.Braga limitou-se a defender, e o Benfica foi procurando formas de ultrapassar a densa barreira que encontrava à entrada do meio-campo contrário. A pressão bracarense na sua zona intermediária era forte e agressiva, o espaço diminuto, e o Benfica encontrava dificuldades para conseguir libertar os seus artistas. Todavia, se em 45 minutos houve três oportunidades de golo, todas elas foram para a equipa da casa – designadamente em lances protagonizados por Saviola, Cardozo e, por fim, no golo de Luisão. O empate aceitava-se, mas a vantagem benfiquista, conseguida in-extremis (seis segundos depois do minuto de compensação, e não quinze como diz Domingos) não podia chocar ninguém.
Apesar do golo, nos primeiros minutos da segunda parte o jogo continuou virado para a baliza do Sp.Braga, mas um quarto de hora depois, com as substituições, e com algum cansaço benfiquista, as coisas mudaram de feição. Viu-se então o melhor Sp.Braga desta temporada, com audácia na atitude, segurança no passe, e muita velocidade (e veneno) nas transições ofensivas. A Luz gelou por momentos (ai aquele cabeceamento de Moisés...), e o sofrimento tomou conta dos corações encarnados. Este Benfica, que só tem baliza nos olhos, parecia hesitar entre o risco de procurar o conforto do segundo golo, e o pragmatismo de manter a preciosa vantagem. Podia ter corrido mal, mas o que é certo é que os minutos foram passando, e o resultado não mais se alterou.
É pena que o Benfica não tenha conseguido o 2-0 - por exemplo num penálti que ficou por assinalar, por mão de Rodriguez na área -, que na prática valeria mais um ponto, correspondente ao eventual desempate pelo confronto directo. Mas o bom é inimigo do óptimo, e esta vitória é mesmo muito (muitíssimo!) boa. Foi valorizada por um adversário personalizado, que se falasse menos e se limitasse apenas a jogar (como tão bem sabe), colheria certamente muito mais simpatias do país desportivo.
Individualmente creio que Fábio Coentrão fez o seu primeiro grande jogo como lateral-esquerdo. Não me recordo de uma falha a defender (mesmo apanhando pela frente o irrequieto Alan), e teve ainda tempo para participar em muitos dos lances de ataque da equipa. Trata-se de uma boa notícia para o Benfica e para...a Selecção Nacional, assim Carlos Queiroz tenha estado na Luz de olhos abertos.
Pedro Proença esteve mal no lance que referi (mão de Rodriguez), e também ao perdoar a expulsão a Renteria por agressão a Di Maria. Pareceu-me também equivocado nalgumas faltas assinaladas a favor do Sp.Braga. Ressalvo no entanto que só vi um curtíssimo resumo televisivo, pelo que o equívoco até pode ter sido meu.
E siga o campeonato. A próxima "final" é na Figueira da Foz, diante de uma equipa que criu grandes dificuldades ao Benfica na primeira volta. Antes ainda há um ...Sp.Braga-V.Guimarães. Mais uma jornada que pode deixar marcas.
O caminho está agora mais aberto, mas há que o percorrer.

16 Comments:

Blogger Ricardo Sardo said...

Entretanto, há novidades sobre as razões por detrás do acórdão da FPF:
http://www.cmjornal.xl.pt/Noticia.aspx?channelid=00000215-0000-0000-0000-000000000215&contentid=5A717650-A94F-4841-8D8C-0AC2E3C3DA72&h=2

29.3.10  
Anonymous ulisses said...

pela 1ª vez gostei, hoje, de ouvir o rui santos falar no tempo extra

29.3.10  
Blogger troza said...

E acho que falas bem. Ainda há que percorrer o caminho. O Benfica está forte mas "5" pontos não é assim tanto. A equipa ainda pode cair na tentação de dar mais na taça europa do que aquilo que deve.

É importante não perder pontos nos próximos 2 jogos. (Naval e Sporting, se não me engano). Pois tenho a certeza que o Braga tem boas hipoteses de perder pontos nos dois jogos que se seguem face à pressão de ter de ganhar.

29.3.10  
Anonymous Anónimo said...

http://videos.sapo.pt/DorzHzIhsz6tNPVlrDsl

29.3.10  
Blogger Sry Lanka said...

Duas Notas ao seu post:

1º Quem devia tar calado era o Jesus. Podia fazer o seu trabalho e não mandar postas de pescada no trabalho dos outros. O Domingos apenas se defendeu dos ataques parolos do costume, paternidades e maternidades e tretas dessas. Há aqui alguma, para não dizer muita, inveja do Braga deste ano. Deve pensar que só ele é q é bom, e que os mérito dos outros, vem atrelado ao mérito dele. Mais humildade e menos arrogância, ficava-lhe bem. Mais do pai da treta do fair play, não se pode esperar mais q isso.

2º Diga lá ao Di Maria para se deixar de meninices e mariquices de simulações patéticas, mergulhos sistemáticos, choradeiras, rebolansos, e afins. Assim, ninguém o leva a sério. Gasta mais energias nessas patetices que a jogar! Q ponha os olhos no Hulk, q luta, corre, marca, da a marcar, leva pancada, anulan-lhe lances limpos e afins, e continua de pé e a lutar. Mas tb já sabemos que ha jogadores da bola, e jogadores de futebol. Quanto aos beijos que o Mossóro fala, bem, nisso dou-lhe um desconto. Cada um tem os seus gostos e as suas orientações.

29.3.10  
Blogger zephirus said...

Ter ganho este jogo foi obviamente melhor que o perder mas eu continuo com os pés bem assentes no chão. O Benfica ainda não ganhou nada a está a uns míseros 6 pontos do Braga. Se em vez do Braga fosse o Porto, a incerteza era bem maior e acho que é isso que está a "enganar" os adeptos. O Braga não é o Porto mas está a mostrar sem tão bom como eles foram nos últimos anos e toda a gente se lembra da Grécia no Euro2004. Em relação ao golo do Benfica ter sido depois do minuto de desconto, só tenho duas coisas a dizer:
1. Qualquer jogo de futebol, na sua maioria, acaba por durar mais uns segundos do que o tempo de deconto, não percebo qual a diferença netes;
2. O canto que originou o golo foi cedido pelo Braga aos 45min+45seg!, ou seja, 15seg antes do final dos descontos. Como é óbvio, o árbitro deu o canto. Deveria apitar mal a bola sai do canto? Não! Para isso não o tinha marcado. Tudo legal neste lance, compreendendo obviamente que para o adepto que sofre o golo, fica um amargo de boca.

29.3.10  
Anonymous Brytto said...

foi uma vitória á antiga... só valeu dois pontos!!!!!!!

29.3.10  
Blogger LF said...

Sry Lanka,

Dar o Hulk como exemplo só pode ser para rir.
Já agora, porque não o Bruno Alves...

29.3.10  
Blogger Sry Lanka said...

LF disse...
Sry Lanka,

Dar o Hulk como exemplo só pode ser para rir.
Já agora, porque não o Bruno Alves...

E já agora pq?? Por ter levado 3 jogos de castigo por ter agredido um gajo qq se meteu com ele??

Ou o Di Maria é um santinho q não agride colegas de profissão como no jogo em Olhão? Ou não manda cuspidelas e xutos na bola contra o banco de suplentes dos adversários como em Braga?

Ou não está sempre a ver quando pode enganar mais um arbitro e sacar mais uma mentira?

29.3.10  
Blogger troza said...

Sry Lanka, não gozes comigo...

Tu de certeza já foste ao estádio. Já chamaste nomes a um jogador. Se ele te agredisse tu é que tinhas de pedir desculpas por seres agredido?

Claro que não...

29.3.10  
Anonymous Benfica - Orgulho,Honra,Gloria!! said...

É isso,LF

O caminho faz-se caminhando e de outra maneira não vamos lá!Humildade,trabalho e capacidade se sacrificio,são os ingredientes pra podermos ser campeoes mas há que o mostrar em campo,como se tem visto ao longo deste campeonato.
Já agora,LF,não pude deixar de me rir com algumas tiradas que já vi aqui hoje:
"O Domingos apenas se defendeu dos ataques parolos do costume, paternidades e maternidades e tretas dessas"
O ChoraMingos já DESDE A PRE-EPOCA que anda a mandar filetes pro Jesus,ou eram as pubalgias,ou era o "com esta equipa tinha feito melhor"(pois,para alem de já saber ao que ia tambem só tem o campeonato pra disputar,pois,Mingos...),portanto essa cai por terra.

A 2.a inclui duas alineas pois é deliciosa:
Alinea a) - "Q ponha os olhos no Hulk, q luta, corre, marca, da a marcar, leva pancada, anulan-lhe lances limpos e afins, e continua de pé e a lutar. Mas tb já sabemos que ha jogadores da bola, e jogadores de futebol".Quando li isto lembrei-me dele à chapada a tudo o que mexia no tunel da luz,EM VIDEO,portanto,é REAL.E nos relvados tambem,ele a esbracejar e ai leva tudo à frente,mas mais uma vez é à base do boxe,ao bom estilo B.Alves.Nem um dedinho do Di vale,é mesmo LoLk,ontem podiam era ter tirado a seringa que ele tinha espetada no rabo,é que dá na pestana e tal...

A alinea b) é que é espectacular:

"E já agora pq?? Por ter levado 3 jogos de castigo por ter agredido um gajo qq se meteu com ele??"
Pelo que percebo,este mocinho está a dar-me autorização pra lhe partir a dentadura toda se o apanhar à frente,é que ele passa a vida a PROVOCAR aqui no blog e eu sinto-me no direito de lhe dar uma tareia sem sofrer as consequencias,segundo o que ele diz,se alguem se meter comigo,mesmo que seja só verbalmente, tenho todo o direito de o agredir,parece-me bem.
Aliás,ainda bem que ouvi isto porque daqui vou à Assembleia da Republica desancar lá nuns deputados e ministros que passam o ano todo a provocar-me com promessa incumpridas e a dizer que são serios,isso pra mim é provocação!
Charles Manson a santo!Bin Laden pra Papa!!
Esta gente pensa é que o resto do pessoal sofre da mesma parvalheira que se instalou na rua da lameira de cima,penso eu de que...

30.3.10  
Anonymous Vitória do Benfica said...

Muito bem LF, concordo inteiramente consigo, o tempo não está para festas, ainda, até porque a gente de azul e branco e os seus acólitos na Justiça ou jubilados desta são capazes de tudo.

No jogo de sábado ficam várias coisas o grande jogo de Coentrão mas também o grande capitão que é Luisão, gostei muito do Maxi o grande Maxi. A equipa ainda não tem o traquejo psicológico suficiente para aguentar os grandes desafios. Eu também sufoquei depois do Domingos mudar a táctica com aquelas substituições. Domingos é de facto um bom treinador e não sei se ele se o caceteiro mor do Jorge Costa que vai substituir o Jesualdo.

Domingos disse que Jesus devia ter mais respeito, mas em minha opinião ele é que devia ter mais respeito pelos adeptos do Braga, porque de forma tendenciosa alterou a estratégia de jogo e permitiu que a equipa que lhe paga o salário tivesse sido humilhada nas Antas, e o mais engraçado é que o Porto não tinha Hulk. Como é que os dirigentes do Porto vão explicar isto.

Engraçado também é o facto das noticias do CM sobre os Conselheiros na tribuna presidencial no Dragão e também Rui Moreira dizer de forma categórica, logo a seguir a ser conhecido o castigo que tinha a certeza que este ia revogado pelo CJ. Não percebo, como é que um adepto do Porto tinha assim tantas certezas.

Mas o mais importante disto tudo é o facto de o Benfica quando está bem internamente está bem internacionalmente. Uma prova daquilo que se diz em laboratório, os resultados só são credíveis quando são validados e o Benfica valida os seus resultados na Europa e por isso vai discutir o acesso às meias finais com uma grande equipa, que elogia e respeita o Benfica.

Mossoró miserável, é outro Ruben Michael, não sei como é que alguém que tinha fracturado uma perna nem há uma hora fosse capaz de dar uma conferência de imprensa. Aí os alcalóides, aí os alcalóides, a passarem ao lado do Horta.

30.3.10  
Anonymous iBenfiquista said...

O Sry Lanka é um imbecil. Não pode ser outra coisa. Porquê? Porque vem para um blogue benfiquista mentir despudorada e repetidamente. Pensando que os benfiquistas que lêem este blogue são tão idiotas como os seus comparsas de blogues da sua cor.

1.Não foi o Jesus que começou a mandar postas de pescada. Foi o Domingos que no princípio da época insinuou, juntamente com o imbecil do seu presidente, que o JJ tinha preparado mal a época. Quando toda a gente sabe que o JJ saiu muito tempo antes disso acontecer. Isto é, mentiram.

2. O Benfica não tem inveja do Braga. Ter inveja de quê? Da cor das camisolas? Haverá alguma coisa, QUALQUER COISA, que o Braga tenha que o Benfica inveje?

3. Quem é este andrade, com alcunha de monhé (mouro), para andar a enviar e a pedir que se enviem recados a um jogador do Benfica? Que se meta com os seus jogadores, com os da sua laia, que necessitam de limpeza ao cérebro assim como aulas de ética, boa educação e de aprender sã convivência.

4. Então as agressões são justificadas pelo facto de serem resposta a bocas? Mesmo quando não existiram? De acordo com as testemunhas oculares e presenciais dos acontecimentos, não existiram. Isso poderá acontecer em Custóias, ou em pessoas habituadas a frequentar sítios desses. Em locais civilizados, isso não acontece. A bocas responde-se com o desprezo. Não com violência.

5. Como muito bem mostram a imagens, o Di Maria nem pontapeou a bola para o banco do Braga nem cuspiu nessa direcção. É MENTIRA!!! E espero ter lido aqui, PELA ÚLTIMA VEZ, esta mentira!

6. O Hulk não é exemplo para ninguém. Nem como jogador de futebol nem como pessoa. É, PARA TODOS, um MAU EXEMPLO. Será, possivelmente, um bom exemplo para pessoas habituadas a conviver ou a habitar Custóias. O que não é manifestamente as pessoas simpatizantes do Benfica que vêm para aqui.

7. Se o Di Maria simula ou não, ninguém tem nada com isso, muito menos andradres aziados, frustrados e ressentidos. Isso é uma questão para os árbitros ajuizar.

30.3.10  
Anonymous Manuel António said...

Temos mas é de apoiar o Manuel Alegre para Presidente, porque o Porto lá vai voltar a controlar a Liga de Clubes.

30.3.10  
Blogger dezazucr said...

Pessoal, coloquem no vosso blogue, como em todos os blogues decentes a mensagem, bem visível:

"É que mesmo com o hulk, mesmo ganhando os jogos todos (o que normalmente não acontece) desde então, continuaríam atrás do Benfica, afinal ficaram nesse jogo a 4 pontos e o Benfica desde então perdeu apenas 2.

Mais, recordem-se que com hulk os corruptos perderam e bem o jogo da Luz no campo, mesmo roubando um penalti descaradíssimo do rodrigues. E nesse jogo hulk fez o quê? Um remate para a linha lateral?!"

O Presidente do nosso Benfica dará hoje uma entrevista ao vassalo corrupto miguel tavares que tentará colocar o assunto sobre a mesa. Esse dado desarmará grande parte dos argumentos.

30.3.10  
Anonymous O GLORIOSO said...

Sry Lanka deve estar com uma azia?
Caro cure-se, vá á farmacia até porque ainda vai ter muito que sofrer e creio que para o fim do mês de Abril deve estar quase paranoico com os futuros CAMPEÕES NACIONAIS.

30.3.10  

Enviar um comentário

<< Home