22/07/09

UMA DERROTA, MUITO FUTEBOL

Se mantive algum cepticismo face às três vitórias consecutivas anteriores, também agora me sinto à vontade para enaltecer o excelente jogo do Benfica diante do mais forte adversário que teve pela frente nesta pré-temporada.
O conjunto de Jorge Jesus fez a sua melhor exibição até agora, teve grandes momentos de futebol, em particular no plano ofensivo, e só não conseguiu outro resultado porque (mais) uma arbitragem hostil não o permitiu, aspecto que não pode deixar de levantar desde já alguma preocupação, pois é a segunda vez consecutiva que o Benfica se vê penalizado com penáltis inexistentes, antes ainda da competição a sério se iniciar – e hoje teve também um (mão de Reyes) a seu favor que ficou por assinalar.
Enfim, esperemos que tudo não passe de uma triste coincidência, e que no campeonato este tipo de decisões de arbitragem não tenham cores, como por agora parece ser o caso.
Voltando ao futebol, há que dizer que o Benfica revelou grandes progressos no plano táctico, e uma capacidade física notável para a fase da preparação em que está. Atacou com velocidade e fluidez, criou oportunidades, rematou, entusiasmou os cerca de 60 mil adeptos presentes (terceira maior assistência das últimas três épocas). Aimar, jogando na sua posição de origem, parece outro jogador, e mostra a classe que se lhe não via desde Valência; Cardozo está melhor do que nunca; Saviola revela-se rápido e eficaz; e tanto Di Maria como o surpreendente Fábio Coentrão fazem esquecer Reyes (hoje do outro lado). Na construção de jogo de ataque o Benfica caminha a passos largos rumo ao ideal de Jesus.
Já nos momentos em que perde a bola, a equipa ainda tem muito que trabalhar até chegar à perfeição. Os centrais são muito jovens, falta a inclusão de Javi Garcia, Shaffer (que terá feito a sua melhor aparição, e provavelmente conquistado o lugar) ataca muito bem mas a defender revela ainda alguma insegurança, e Maxi Pereira está muito longe da sua melhor forma, sendo que Patric ainda não se mostrou uma alternativa à sua altura. Mas o problema defensivo do Benfica não se esgota no seu sector recuado. Di Maria (ou Coentrão), Carlos Martins (ou Ramires) e até Aimar, terão de fazer um trabalho de posicionamento e recuperação sem bola para o qual não parecem ainda devidamente capacitados. Estará aí provavelmente a chave do sucesso desta fórmula, e estará aí provavelmente a tarefa mais complicada de Jorge Jesus nos próximos tempos.
Em todo o caso, num plano global, o Benfica mostrou mais virtudes do que defeitos, deixando claro que o trabalho realizado está a ser produtivo. Faltam ainda 24 dias para as provas oficiais terem início, há tempo para melhorar, e creio haver matéria-prima para o fazer.
Mas contra arbitragens como esta vai ser impossível lutar.

10 Comments:

Blogger Miguel Oliveira said...

http://pelofutebol.blogspot.com

onde o futebol é valorizado.

Miguel Oliveira

22.7.09  
Blogger Passaralho said...

Eh pah!...

Falar de penaltis e de arbitragens no jogo de ontem, já não é 'calimerice' ou 'sportinguização'. É ridículo.
Então aquilo não é panalti? Jesus!

Falar nisso, tenho que ir ali ao lado dizer isso ao José Carlos Soares.
Se fosse ao contrário e o árbitro não marcasse, era um este e um aquele...

Haja decência.

Cumprimentos,
Benfica Sempre!

22.7.09  
Blogger Paulo Pires said...

Concordo em absoluto. O Benfica tem um bom balanceamento atacante mas ainda pouco rotinado na recuperação da bola. No entanto já o vi fazer muito melhor contra o Shaktar. Não posso perdoar a Quique a exclusão de Cardozo e o mau posicionamento do Aimar (delícia vê-lo ao vivo), quanto ao Fábio Coentrão, o homem parece outro, oxalá seja para manter. Permite-me aqui um pequeno aparte. Bem sei que Saviola, Aimar e afins são a "alegria do povo", mas que dizer daquele jovem, porque ainda o é, Miguel Vitor? Fantástico, humilde e trabalhador, temos central.

Abraços

22.7.09  
Anonymous Vitória do Benfica said...

Também gostei muito do Benfica, de ontem. Eu estou muito à vontade para dizer que quero um Benfica mais "coentrado". Já escrevi aqui quanto gosto de Coentrão.
Concordo com os posicionamentos, da equipa, ainda são uma tarefa dificil. Mas vamos lá chegar.
Considero que o Benfica ontem fez uma boa exibição e gostei sinceramente que gostei de Jorge de Jesus, no final, ter vindo agradecer aos adeptos.
Penso que Garcia será um bom elemento assim como Weldon .
Gostei do Maxi Pereira, por isso não concordo consigo. Não gostei muito de Carlos Martins, acho-o um pouco destrambelhado.
E continuo a considerar Quim muito em baixo de forma.
A festa foi bonita pá como dizia Chico Buarque de Holanda se reportarmos a analogia desta canção com as ditaduras e o futebol. Poderemos dizer que cantamos este refrão a Simão e ao Futebol Espanhol:

Sei que há léguas a nos separar
Tanto mar, tanto mar
Sei, também, quanto é preciso, pá
Navegar, navegar
Canta primavera, pá
Cá estou carente
Manda novamente
Algum cheirinho de alecrim

Saudações Benfiquistas

22.7.09  
Anonymous ele há coisas said...

Martins continua a dar maus sinais. Coentrão produz o dobro de DiMaria.
Ramires parece atum de primeira qualidade.
Aimar a subir, Saviola algo escondido.

22.7.09  
Anonymous Peter said...

Concordo com quase tudo que referiu LF, mas acrescento só isto em relação á arbitragem o nosso presidente não tem que vir a público dizer que este ano não se fala de arbitragens, isso é um erro crasso tendo em conta o que se passou na última época e o que se está a passar até nos jogos desta pré-época, basta ver os nossos 2 ultimos jogos e os 2 ultimos jogos do actual campeão para se ver que até nesta fase da época há uns que são levados ao colo e outros constantemente prejudicados. O LFV devia ter dito é que este ano vamos estar ainda mais atentos às arbitragens para não se repetir a vergonha da época passada.

22.7.09  
Anonymous Anónimo said...

Aimar também deveria treinar mais os saltos para a piscina porque senão no campeonato vai começar a levar amarelos.

23.7.09  
Anonymous Anónimo said...

Ainda n começou o campeonato já se queixam das arbitragens, como se os arbitros n tivessem mais nada que fazer do que prejudicar equipas em jogos-treino!
O lance do Reyes é óbvia bola na mão (bola chutada a metro e meio do Reyes, com este em posição de corrida, n vai correr com a mão no rabo. Aliás, a bola até lhe bate no antebraço, para vermos a intenção do lance). O penalti é óbvio, escusado mas óbvio! Durante o dia ouvi dizer na TV "ah foi na linha mas o arbitro marcou penalti", estupidez habitual, se é na linha, é penalti.
O lance do Aimar, para quem tto se queixou do Lisandro, devia estar a pedir 3 jogos de suspensão para o Aimar!
Mas pronto, é o costume, ainda a festa n começou já começam a queixar-se da arbitragem.

23.7.09  
Anonymous Anónimo said...

Por outro lado, prós que criticaram o R Meireles no jogo contra o Leixoes, em que foi marcado um penalti escandaloso num corte limpo do T Costa, tb devem agora falar do comportamnto do C Martins e de varios outros jogadores do Benfica depois da marcaçao do penalto sobre o Aguero.
Esta gente que fala antes do tempo, n aprende nunca....

23.7.09  
Anonymous Vitor said...

E depois os chorões somos nós..

23.7.09  

Enviar um comentário

<< Home