22/06/09

FESTA ADIADA

Nem a presença de Luís Filipe Vieira e Jorge Jesus nas bancadas inspirou os jovens benfiquistas para uma vitória que valeria o título nacional de Juniores.
Quem assistiu ao jogo perceberá facilmente que o Benfica perdeu uma hipótese soberana para selar a sua conquista, frente a um F.C.Porto muito modesto, no qual só o guarda-redes Ruca deixou nota de saliência. O Benfica dominou toda a partida, atirou duas bolas aos ferros, proporcionou belas defesas a Ruca, e só por manifesta infelicidade não arrecadou os três pontos.
E a crueldade do futebol chegou mesmo a ameaçar uma derrota, quando, a um minuto do fim, com o Benfica totalmente balanceado para a frente, o F.C.Porto se adiantou na transformação de uma grande penalidade. Roderick empataria no lance seguinte, e Yartey (na foto) ainda teve nos pés a possibilidade da reviravolta, mas o 1-1 permaneceu até ao último apito do árbitro.
Curiosamente, a cinco minutos do final, com o resultado em branco, chegaram notícias do empate que também se registava em Alcochete entre Sporting e V.Guimarães. Dois empates davam o título ao Benfica, mas o Sporting marcou pouco depois, obrigando novamente os encarnados a chegar ao golo.
Com estes resultados, o Sporting-Benfica do próximo sábado decidirá o título. Aos comandados de João Alves basta um empate.

1 Comments:

Anonymous Ruben said...

Tive pena de constatar que,como o LF já disse aqui, o Nélson Oliveira anda com tiques de vedeta.

Gostei da exibição do joão pereira, do yartey e do leando pimenta, assim como do diogo simão. Não percebi a expulsão dele, mas deve ter dito alguma coisa ao árbitro.

23.6.09  

Enviar um comentário

<< Home