06/05/09

DÉJÀ VU

Quando se aproxima o final da época e o Benfica não consegue, uma vez mais, corresponder às expectativas dos adeptos, a contestação vai crescendo de tom. Há quem aponte o dedo à política desportiva da época, há quem conteste o profissionalismo dos jogadores, quem se queixe da ausência do presidente, e sobretudo quem não entenda a maioria das opções de Quique Flores. De presidente a director, de treinador a jogadores, ninguém é poupado ao rolo compressor de críticas que já vai sendo uma tradição anual para os lados do Estádio da Luz.
Mais do que encontrar culpados importa no entanto resolver os problemas. Para isso é necessário identificá-los, coisa que raramente é feita sem sair da superficialidade mais rasteira. E o primeiro de todos eles talvez tenha sido justamente o excesso de expectativas alimentadas no início da época.
Criou-se (na imprensa, mas também no seio do clube) a ideia que o plantel era fortíssimo, que o título dificilmente escapava, quando na verdade o Benfica estava apenas a dar os primeiros passos de um ciclo cuja avaliação final não pode ser feita ao fim de alguns meses. O choque entre a realidade e as esperanças mais optimistas resultou naturalmente na profunda desilusão de quem mais embarcou na euforia da pré-temporada.

Aqui na casa, muito embora alguns textos procurassem, a dada altura, contribuir para fortalecer os ânimos em redor da equipa, as desconfianças iniciais foram muitas e nunca se dissiparam por completo. As saídas de Petit, Cristian Rodriguez, Rui Costa, Nuno Assis, Nélson e depois Léo, enfraqueceram muitíssimo o Benfica, e algumas das contratações efectuadas traziam um enorme ponto de interrogação agregado a elas. Mais do que isso, estávamos perante uma equipa totalmente nova, um treinador novo, metodologias novas e até um director desportivo novo, mistura que dificilmente daria resultados a curto prazo, a menos que a concorrência se mostrasse enfraquecida, coisa que também chegou a parecer possível mas acabaria rotundamente desmentida.
Na altura escrevi o seguinte: “julgo que as perdas de Petit, Rui Costa e Cristian Rodriguez são golpes demasiado duros para um plantel já de si algo vulgar ( no verão passado saíram Simão, Miccoli, Karagounis e Anderson), e tenho fortes dúvidas que algumas das individualidades contratadas mantenham, ao longo de uma temporada longa e desgastante, o nível e a regularidade de rendimento físico e mental que aqueles três elementos normalmente asseguravam.” Na antevisão do campeonato considerei que o Benfica mantinha as seguintes debilidades: “plantel demasiado estrangeirado, sem grandes referências clubistas, e com demasiados jogadores pouco dados ao sofrimento de uma liga muito combativa; debilidade atlética de grande parte dos jogadores do plantel; laterais baixos e rígidos nas basculações; alas pouco dados a tarefas defensivas
Devo pois dizer que a época benfiquista não me surpreendeu. Talvez acreditasse no segundo lugar, talvez cresse numa melhor prestação na Taça Uefa, mas, francamente, não estava à espera do título. Gostaria muito que o meu clube fosse campeão, que o fosse sempre, mas não creio que se deva fazer disso um drama. Entende-se que quem não gosta do Benfica, e tem voz na comunicação social (tantos que eles são…), queira agora lançar sobre a equipa o anátema da desgraça, do caos, da instabilidade. Não se entende, nem se desculpa que sejam os adeptos do Benfica a contribuir para esse peditório. Afinal de contas este é um problema que se arrasta há quinze anos, e não se resolve nem por decreto, nem por milagre.
Em breve enunciarei aqui os dez factores internos (os externos são sobejamente lembrados e comentados) que, no meu ponto de vista, impedem o Benfica de chegar aos títulos.

12 Comments:

Blogger Vitor Esteves said...

"Criou-se (na imprensa, mas também no seio do clube) a ideia que o plantel era fortíssimo, que o título dificilmente escapava,"
Como é possivel que tal tenha existido tal ideia no seio do clube, se qualquer adepto minimamente racional sabia que tal seria impossivel ? Isso é mau de mais para ser verdade.
Agora nada justifica a meu ver a não evolução da equipa e dos jogadores e a falta de fio de jogo demonstrada. Para correr não é preciso muito basta querer ...

6.5.09  
Anonymous Anónimo said...

os 10 mandamentos do LF, abraço otragal

6.5.09  
Blogger sondagensgloriosas said...

Porque foi escolhido Petit como mandatário ?

vota nas Sondagens Gloriosas e sugere perguntas

6.5.09  
Anonymous Peter said...

Na minha opinião esta equipa não foi mais longe porque as arbitragens não deixaram.Senão vejamos:benefícios claros- braga (liga),scp (taça da liga),e estrela (liga). Claramente prejudicados- leixões (liga e taça),nacional (2 vezes liga),belenenses(liga),setúbal(liga)scp (liga), guimarães (liga) , académica (liga), rio ave (liga)e fcp (liga). Houve uma irregularidade exibicional que é perfeitamente natural tendo em conta que é uma equipa que sofreu transformações importantes, 1 treinador novo e muitos jogadores novos, o Quique cometeu erros o que na minha opinião tb é natural tendo em conta a conjectura do clube que representa (instabilidade desportiva recorrente)e uma realidade diferente daquela a que estava habituado.Cheguei a acreditar que apesar dessa irregularidade pudéssemos ser campeões (com o Trap tb éramos irregulares e conseguimos), mas apartir do momento em que perdemos as hipóteses de nos separar dos nossos adversários nomeadamente nos jogos em casa contra o setúbal e contra o nacional em que não nos deixaram vencer, as más prestações dos árbitros nos jogos do Benfica para mim deixaram de ser coincidência e de serem erros humanos e apercebi-me claramente que não nos iam deixar vencer, facto que se confirmou em muitos outros jogos depois desses.Espero que a estrutura desportiva do Benfica se mantenha, porque se for alterada para o ano aqui estaremos novamente a lamentar-nos dos resultados desportivos,déja-vus destes, não obrigado.Os media estão a fazer todos os possíveis para o Benfica mudar de treinador mais uma vez e que compre mais uma camioneta cheia de jogadores para o nosso clube encher-lhes as capas dos jornais, porque o nosso clube é que vende.Peço a todos os Benfiquistas que aqui vêm dar a sua opinião para não irem atrás das intrigas que estes fazem para causar instabilidade ao nosso clube. Lenços brancos, e ofensas aos jogadores não é o caminho, até porque os actuais jogadores não tem que pagar a factura dos erros do passado,eles precisam do nosso apoio e tranquilidade, assim como o Rui e o Quique.E por favor não vão atrás das conversas do fernando seara e do antónio-pedro-vasconcelos por muito mérito que tenham noutras áreas profissionais de futebol não percebem nada,têm sim um ego do tamanho do mundo o que os impede e muito de verem a razão. lembrem-se do ditado "roma e pavia não se fizeram num dia, e nós neste momento (infelizmente) ainda estamos nos alicerces enquanto os outros já tem a casa pronta.

6.5.09  
Anonymous Anónimo said...

hoje d manha ja m diziam aqui no café da rua.. reyes embora e jorge jesus q desfez o acordo c o porto e assinou c o benfica..ao final da tarde confirmou-se a dica do reyes..será q s confirma tb o jesus?
ai meu deus..é mais um q acredito q numa equipa grande servisse apenas como adjunto.. as suas equipas sempre jogaram bom futebol..mas de constancia competitiva nunca tiveram nada.. bem m lembro d felgueiras qd desceu após uma grande primeira volta

6.5.09  
Anonymous Nuno Figo said...

Com o devido respeito, o último anónimo é o espelho do que NÃO DEVEMOS FAZER.

Não liguem aos jornais.
Vejamos, a notícia de Reyes é fundamentada por uma declaração de responsáveis do Atlético Madrid ("Reyes não fica no Benfica"). Mas o SLB tem direito de opção... pelo que nada está decidido. Jornais a mentir.

Ao mesmo tempo que surge o boato Jorge Jesus, A Bola faz capa com Scolari... a dizer "Não fui contactado pelo Benfica".
Uma "não-notícia" que, pelo curioso princípio Tuga da não-negação ("ah, se Scolari disse não é porque vem") já entrou nas conversas de café.

Não dêem lume ao rumor.
Viva o Benfica.
E este fim-de-semana, vamos ao estádio!

6.5.09  
Anonymous Anónimo said...

N fossem os arbitros e o Benfica era campeao todos os anos!

6.5.09  
Anonymous Vitória do Benfica said...

Bom Tarde Luis Fialho e restantes visitantes do blogge.

Aquilo que diz é verdade ou seja o Benfica não é capaz de saber gerir as expectativas. Presumo que há muita emoção e pouca racionalidade. Ou melhor tem havido pouca racionalidade.

Se formos a ver e analisar bem as situações o que o Benfica precisa é de muita estabilidade. Não troco Rui Costa por outro qualquer director desportivo, isto porque considero que a crise do Benfica foi estrutural e não uma questão de conjuntura.

Espero com alguma ansiedade a apresentação dos seus pontos de análise do Benfica.

O Reyes é bem a realidade do que se passa da capacidade de destruição agora mesmo de forma muito clara do FCP, quase não tenho dúvida de que aquilo que Dias Ferreira afirmou na SIC é mesmo verdade ou seja como o Atlético de Madrid não pagou todo o passe do Paulo Assunção eles agora devem estar a fazer pressão.

Não sei se por isso o Atlético de Madrid se deixou empatar com o FCP, deles e depois daquilo que tenho ouvido nas escutas espera-se tudo.

Mas o que me deixa feliz é o trabalho militante de muito dos Benfiquistas nas crianças, como a publicação do livro Cosminho.

Benfica sempre

6.5.09  
Anonymous Vitória do Benfica said...

Hoje não tenho dúvidas de que acertamos no plantel, mas que Quique não estou o futebol português. Não me importa que se vá embora, desde que Rui Costa e Luis Filipe Vieira fiquem assim como o João Gabriel e a BenficaTV

6.5.09  
Anonymous Vitória do Benfica said...

Peço desculpa onde se lê Quique não estou deve ler-se Quique não estudou o futebol português

6.5.09  
Blogger jfk said...

Mandar o treinador embora será provavelmente a maior asneira que se poderia fazer (a menos que viesse Mourinho, Capelo, Hiddink ou Ferguson).

O Benfica tem que saber resistir às pressões. Penso que o vai fazer.

7.5.09  
Anonymous Pedro Silva said...

Esta do Petit ser mandatário de um Portista encapotado, então o Bruno Carvalho é sócio depois de o Benfica ser campeão ou seja 2004 e tem a Filomena Pinto da Costa no programa, vocês estão a ver o que aconteceria ao Benfica

7.5.09  

Enviar um comentário

<< Home