13/03/09

UMA MENTIRA !

Classificação de 2003-2004, antes do Beira Mar-FC Porto:
1º FC PORTO 75
2º Sporting 70
Uma derrota do FC Porto em Aveiro, e uma vitória do Sporting nessa ronda deixaria a classificação assim:
1º FC PORTO 75
2º Sporting 73
Ficariam a faltar ainda três jornadas, sabendo-se que o FC Porto estava a disputar as meias-finais da Liga dos Campeões.
Ao contrário do que se diz, não se tratava de um jogo irrelevante. Pelo contrário, de um momento chave para a decisão da época. Só a derrota do Sporting na mesma jornada tornou as coisas mais fáceis para os portistas, algo que naturalmente não se poderia prever dias antes.
Não esqueçamos que foi também o mesmo árbitro (Augusto Duarte) a colocar o Benfica fora da corrida para o título desse ano, no também polémico jogo da Choupana em que o Benfica perdeu 3-2, e em que existem escutas comprometedoras para o árbitro, Pinto da Costa, António Araújo e Rui Alves.

13 Comments:

Blogger angelodias said...

Não tens de agradecer a nossa visita caro LF.
Se deixares de falar sistematicamente do FCPORTO eu até deixo de cá vir :)
Vá, faz lá a tua equipa para o jogo com os amigos de Guimarães seguida de uma breve reflexão desse mesmo jogo, que é a única coisa que fazes de jeito.

13.3.09  
Blogger FCPortoSempre said...

o que vale é que o arbitro ajudou e o porto ganhou esse jogo, tirando qq hipotese ao sporting de ser campeao. ou espera la o porto não ganhou este jogo. la esta 500 contos so dava mesmo para o aquecimento.
tanta azia. e' so rir.

13.3.09  
Blogger Aurélio Estorninho said...

Ministério Público absolve ex-presidente do CJ da Federação
Gonçalves Pereira enfrentava um inquérito criminal

Ministério Público absolve ex-presidente do CJ da Federação
O Ministério Público de Lisboa arquivou o inquérito criminal ao antigo presidente do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol, na sequência de uma denúncia apresentada pelo organismo presidido por Gilberto Madaíl. Gonçalves Pereira era acusado de abuso de poder, relativo à famosa reunião de 4 de Julho de 2008.

Do ponto de vista da factualidade objectiva típica, não se descortina uma clara conduta desviante em nenhum dos actos em causa; não ocorre uma interpretação jurídica inadmissível e infundada, mas a condução do processo pela forma que, nas circunstâncias e para o arguido, parecia mais adequada», lê-se no despacho de arquivamento a que a Agência Lusa teve acesso.

O Ministério Público coloca em causa as decisões tomadas pelos restantes elementos do Conselho de Justiça da Federação. «O funcionamento do órgão, mesmo na ausência do Presidente e apesar dos seus actos, é a confirmação da inaptidão destes para alcançar uma decisão. Para que a conduta constituísse crime de abuso de poder (ou outro que não se divisa), haveria que estarem reunidos indícios de: inadmissibilidade legal do sentido dos actos (e não apenas da sua menor adequação ou da sua incorrecção jurídica, em virtude de erro ou menor conhecimento)», refere.

13.3.09  
Anonymous Kilas said...

Moro na Austrália e acabei de ver o Jornal da Tarde na RTP Internacional. Fizeram uma reportagem sobre as alegações finais. Curiosamente, todo o tempo foi dedicado aos argumentos da defesa, com perguntas ao advogado e tudo. Parece que se esqueceram que também existe um advogado de acusação, e uma acusação.
Viva o Jornal de Tarde.

13.3.09  
Blogger LF said...

Caro Kilas,

O jornal da tarde é feito a partir dos estúdios do Porto.
E, infelizmente, tudo o que é feito na cidade do Porto, seja em televisão, seja em qualquer outra área de actividade, mesmo policial e judicial, raramente consegue ser minimamente isento.

13.3.09  
Anonymous Anónimo said...

Engraçado o PC ter dito saber que o telefone estava sob escuta. Como sabia? Tb ouvia barulhos esquisitos?
E o juiz que foi avalizar a bitola dos envelopes? Sob juramento? Só mesmo aqui neste país. O que vale é "No pasa nada"...

14.3.09  
Anonymous Anónimo said...

NINGUÉM INTERNA O "LF"?.....
NENHUMA LAMA CARIDOSA?
É QUE O HOMEM É OBCECADO;
NÃO TERÁ MULHER?
POIS, DEVE-SE TER FARTADO ANOS ATRÁS...
VÁ LÁ, INTERNEM-NO...
OU ENTERREM-NO....

14.3.09  
Anonymous Anónimo said...

ó KILAS, queres ser o mau da fita? deixa-te tocar por uma "Caravela Portuguesa"; estás aí tão pertinho delas....

14.3.09  
Anonymous Anónimo said...

Pois, KILAS, vai na conversa do merdoso do LF, a imprensa escrita e falada de Lisboa é que é isenta!!! (e olha que eu até sou alfacinha....)

14.3.09  
Anonymous Anónimo said...

Ó KILAS, leva o LF contigo às Caravelas Portuguesas...

14.3.09  
Blogger Kid Bengala said...

"Ontem, estive muito perto de realizar um dos meus maiores sonhos, quando liguei a televisão e vi imagens de um polícia a levar Pinto da Costa pelo braço. Infelizmente, constatei depois, estava só a ajudá-lo a subir as escadas do tribunal. Não se pode dizer que tenha sido aquilo que idealizei.

Seja como for, até agora o julgamento do "caso do envelope" fica marcado por dois acontecimentos: o facto inédito de ter sido uma testemunha - e não o réu - a ser insultada e agredida por populares à entrada do tribunal, e a justificação dada por Pinto da Costa para a visita de Augusto Duarte a sua casa. Ponhamos as coisas nestes termos: imagine que você é árbitro de futebol (sem ofensa) e tem problemas familiares; a quem é que vai pedir ajuda? A um ancião? A um psicólogo? A um padre? Ou ao dirigente de um dos clubes de futebol cujo jogo você vai apitar no dia seguinte? A resposta certa é, sabemo-lo agora, esta última. E nem sequer é particularmente surpreendente.

Há muito que sabemos que essa é uma prática normal um pouco por esse mundo fora - por exemplo, em certas províncias italianas as pessoas, quando têm problemas familiares, vão falar com o chefe da família. E, por certo, não custará imaginar, em abstrato, problemas familiares que um dirigente desportivo poderia resolver a um árbitro de futebol - "A minha mulher diz que vai morar para casa da irmã se eu este fim-de-semana não a levar numa viagem a Cancún, no valor de 2.500 euros", ou "Preciso de comprar ao meu filho uma mota, no valor de 2.500 euros", ou ainda "Inscrevi a minha filha num colégio particular, mas a propina anual é de 5.000 euros. E, amanhã, no ato da matrícula tenho que pagar 50% desse valor."


Autor: MIGUEL GÓIS"

Já agora aproveito para informar aqui a comunidade que existe um especialista em trabalhos ocultos com 42 anos de experiencia, ele resolve todo o tipo de problemas, desde amor, negócios, familia e até desempenho sexual, com resultados praticos na mesma semana.
Não poderia deixar de partilhar com vocês o contacto da pessoa em questão com vocês:
http://3.bp.blogspot.com/_h2MvkThcYzQ/Sa8uUk7jQoI/AAAAAAAAAQA/d2le27BhkB8/s1600-h/MP2.jpg
Quem sabe este senhor nao tem a resolução para os problemas dos portistas? xD

14.3.09  
Blogger Mestre Alves said...

Ó LF e tu diz-me que a Bola, o Record, a TVI e a RTP com as suas transmissoes e comentadores de Lisboa sao isentos.

Nao sejas ceguinho.

Kuanto ao Kilas, nao existe advogado de acusaçao, existe um Ministério Público, que teve muito boa participaçao nos jornais durante todo este processo, no CM por exemplo nao páram de sair declaraçoes suas, algumas rompendo o sigilo imposto pela juíza.

15.3.09  
Anonymous Anónimo said...

AHAHAHAH! Este LF é impressionante, eu acho q ele já n consegue entrar em casa pela porta, tal é a sua cabeça!

Em primeiro lugar, no Nacional Benfica ficou provado que, se alguém houve que foi prejudicado foi o Nacional. E que eu saiba n há nenhuma escuta comprometedora do PC relativamente a esse jogo, para além de o caso já ter sido completamente ridicularizado em tribunal.

Depois, era perfeitamente natural que o Porto perdesse esse jogo contra o beira-mar, todas as estatísticas o diziam e a má forma da equipa nesse ano assim o previa!

N demora mto e o LF diz que o Benfica e o Sporting, nesse ano, é que mereciam ganhar a Liga dos Campeoes e o campeonato:D
Eu sei que dói LF, mas não coce que faz pior! :D

16.3.09  

Enviar um comentário

<< Home