16/03/09

ERAM PARA SI !

Embora matematicamente tudo ainda seja possível, há que admitir que a derrota caseira de ontem - num momento crucial da Liga, antes de uma pausa de três semanas – deita por terra, em termos práticos, as hipóteses que o Benfica tinha de ser campeão esta temporada.
Mas, se para mais uma época fracassada do Benfica se poderão identificar vários responsáveis, já para a derrota diante do V.Guimarães julgo existir apenas um: Quique Flores.
O técnico espanhol, cuja contratação animou a família benfiquista, e cujos primeiros tempos levaram a supor tratar-se de uma mais valia, tem enterrado semana a semana todo o capital de confiança que trazia, cometendo erros difíceis de compreender, queimando jogadores importantes (Léo, Quim, Balboa, Cardozo, Sidnei, etc), e mostrando um claro desconhecimento da realidade do futebol português, bem como uma preocupante impreparação para orientar uma equipa que ambicione a mais do que um terceiro ou quarto lugar.
Até agora, à medida que todos os benfiquistas iam desconfiando cada vez mais das suas opções, valia-lhe a simpatia, o discurso fluído e elaborado, e a pose elegante. Ontem até isso perdeu.
Quando estas manhã li os jornais, nem queria acreditar nas suas declarações no final do jogo, quando afirmou que o Benfica tinha jogado bem (?!), e que tinha partido de uma diferença de 25 pontos relativamente ao FC Porto (o que sugere que ficando este ano a 24, a época seria um êxito), entre outras preciosidades. Mas a afirmação de que os assobios aquando da substituição de Cardozo poderiam ter sido para o jogador, fizeram-me sentir gozado. E isso custa-me a admitir a qualquer profissional do meu clube, sobretudo quando se trata do profissional mais bem pago de todo o futebol português.
Na verdade Quique parece não ter ainda percebido onde está, para onde vai, o que quer, nem o que está a fazer, refugiando-se num discurso desculpabilizador, que pode fazer sentido após um jogo menos vistoso, mas não cola quando estamos perante uma sucessão de jogos, de semanas, e de meses, em que o Benfica não joga um futebol minimamente aceitável para um candidato ao título, nem compatível com o forte investimento que fez esta temporada.
Ao invés de melhorar, a equipa decresce de rendimento à medida que a época avança. Não mostra força, não tem estímulo, não tem organização. Os jogadores recebem a bola e hesitam no que fazer com ela quase sempre o tempo suficiente para a perderem. Os duelos individuais são sistematicamente perdidos. Não há capacidade de choque nem agressividade. As movimentações ofensivas resumem-se a iniciativas individuais quase sempre condenadas ao fracasso. As transições ofensivas são o vulgar pontapé para a frente, e as defensivas são marcadas pela aflição de quem não tem segurança no seu jogo. O resultado de tudo isto é um futebol paupérrimo, que algumas vitórias tangenciais carregadas de sorte têm vindo a disfarçar, mas que mais tarde ou mais cedo teria de se reflectir em desaires como o de ontem.
Quique a tudo assiste, e tudo parece achar natural. Quando – sem ter criado uma oportunidade de golo em mais de uma hora de jogo – se esperaria que o espanhol mexesse na estrutura da equipa, fazendo entrar alguém que acompanhasse o desamparado Óscar Cardozo no ataque, eis que é o próprio avançado paraguaio, inacreditavelmente, a sair. Pouco tempo depois era o único desequilibrador da equipa (Di Maria) a ver-se retirado do relvado. Percebeu-se que o Benfica não iria marcar qualquer golo, nem que ficasse mais duas horas a jogar. Percebeu-se que o título é um assunto arrumado. Percebeu-se que o Sporting iria ter um suplemento anímico com que não contava, numa altura periclitante da sua época. Percebeu-se que Quique Flores começa a estar a mais no Benfica.
A Taça da Liga será a última hipótese que o Benfica tem para conquistar um troféu e, de certa forma, salvar a época. A final algarvia transformou-se ontem – com esta derrota - num jogo de vida ou de morte. Para Quique, e para uma certa ideia de equipa que terá dado sinais suficientes de falhanço, com contratações milionárias cujo rendimento não se vê em campo - bastando comparar a prestação do dispensado Nuno Assis com a de Pablo Aimar, bem como os respectivos custos, para se perceber o que quero dizer.
PS: Os "aliados" do Benfica são assim. Afastam-no do título, eliminam-o da taça de voleibol, e tanto num jogo como noutro passam largos períodos a cantar "slb...fdp...slb". Tivesse o Benfica o seu Leixões...

47 Comments:

Anonymous Peter said...

Concordo com a análise(da época e deste jogo) na sua globalidade, mas no entanto deixo-lhe uma pergunta? Quer que no final da época o treinador saia?Eu digo-lhe já prontamente que fique o Benfica em 3º ou 4º para mim independentemente dos erros que apontou, o Quique é para ficar.Se ele sair é mais um passo atrás na política desportiva do clube, é mais um ano 0 com mais uma grande possibilidade do próximo treinador ter insucesso. Para não falar do aspecto financeiro, em que a indemnização seria bastante grande, e ao mesmo tempo mais um empréstimo que fizémos seria mandado fora.Para não falar da eterna dança da entrada/saída de jogadores que prejudicam e de que maneira a estabilização da equipa por causa de um treinador diferente. Eu também estou muito triste, tb tinha esxpectativas altas, mas é nestes momentos difíceis é que a razão deve acima de tudo prevalecer.


P.S. Viu o manchester-liverpool?Então está a ver como o liverpool é uma grande equipa.

16.3.09  
Anonymous AntonioRosa said...

Adorei o post. Parabéns. Só uma nota: mudar de treinador não significa instabilidade, se o Director Desportivo continuar e vier um treinador que tenha estado a acompanhar o que se passa. Os acertos fazem-se com ou sem Quique. Há ainda a expressão infeliz "Ano zero". O que é isso ? Ano zero teve o Setúbal, o Amadora, a Académica, etc etc, que sem recursos, todos os anos mudam de treinador e jogadores. E têm que sobreviver. Ano zero no Benfica. Não percebo, ano zero significa treinador zero. Só pode ser. Qualquer treinador, com provas dadas, em 3 meses ou menos, coloca o SLB a jogar fútebol. Mas só trazem estagiários estrangeiros.

16.3.09  
Anonymous Tiago Pereira said...

Adeus LF. Até para o ano.

16.3.09  
Anonymous Peter said...

Ano 0 significa que é 1 ano em que 1 clube muda de treinador , de um vasto número de jogadores, e de sistema de jogo que foi o caso.Coisa que nos últimos anos tem acontecido em quase todas as épocas no Benfica.E já agora que alternativas propõe?É que treinadores com provas dadas que ponham o Benfica a jogar fútebol em 3 meses só conheço o mourinho o benitez,capello e lippi.Não me parece que estes treinadores com provas dadas queiram treinar o Benfica por 1 motivo óbvio, dinheiro. Tb não me parece que estejam a acompanhar o Benfica excepto o mourinho que eu sei que vê.E o dinheiro que se tem pedido nos empréstimos não lhe diz nada? Anda-se a contratar treinadores para depois os indemnizar com dinheiro que devia ser aplicado noutras coisas. O trappatoni foi campeão no Benfica numa só época, mas a equipa não jogava um futebol muito atrativo e a maior parte dos jogadores já jogavam juntos desde 2001/02 com o mesmo sistema de jogo 4-2-3-1 com nuances diferentes devido aos seus treinadores, toni,jesualdo,camacho e a velha raposa.Outra coisa que me espanta é a falta de cofiança no Rui Costa, foi ele que escolheu o treinador, eu confio no Rui pelos vistos o meu antónio não. Meu caro a pensar o futebol como você pensa os adeptos do manchester ao fim de uma época já tinham pedido a cabeça do alex ferguson.

16.3.09  
Anonymous AP said...

Desde sempre que disse que o q estava errado no Benfica era o treinador.

É inacreditável que desde o jogo com o Nápoles que não vejo o Benfica a jogar... E pior ainda, quando entramos no jogo a jogar mal e incrivelmente na segunda parte ainda entramos pior, sinal de que o Quique não tem absolutamente discurso nenhum de liderança (já com o Paulo Bento as coisas são bem diferentes, em vários jogos vejo q o intervalo à equipa do scp faz bem). E a jogar mal que faz este senhor? Espera quase pelos 75minutos para fazer uma substituição!!!!

David Luiz a defesa esquerdo? Ninguém dúvida que o David Luiz é um GRANDE CENTRAL, mas n terá já feito demasiadas asneiras a defesa esquerdo?

Do jogo de ontem fala se do erro evidente de Quique porque a coisa depois correu mal, até aqui esse senhor que é tudo menos treinador, já fez inúmeras asneiras, mas como o Benfica ganhava pela MARGEM MINÍMA e sem jogar absolutamente nada ninguém falava.

Mas tenho a dizer que desde o primeiro momento que soube que este senhor tinha sido contratado não fiquei contente.
Porque um estrangeiro?
Porque um estrangeiro a ganhar absurdos?
Acho que não era preciso...

16.3.09  
Anonymous Silva Barqueiro said...

O sr. LF continua com as suas bocas baixas, mas o certo é que o Porto ainda hoje viu 3 grandes penalidades serem branqueadas pelo árbitro, e depois o benfica é que é prejudicado...
Mas o que interessa é que contra tudo e contra todos o Tetra está já ali ao virar da esquina, e neste momento temos é de ter atençao ao Sporting, pois o benfica já nao assusta...
SOMOS MUITO GRANDES!

16.3.09  
Anonymous Anónimo said...

oh,... Calimero....
O benfica não teve o seu leixões? já te esqueceste do autogolo do Elvis, que adiou para ontem a coerência de ter um resultado ao nível da exibição? não ofendas os teus amigos.
mas, como vês, há mais clubes com o seu Leixões, olha lá pró Paços de Ferreira...

16.3.09  
Anonymous Anónimo said...

O Quico que ponha esses homens a jogar; queremos o TETRA mas, por favor, dêem alguma luta, não baixem os braços... peço-vos!...

16.3.09  
Anonymous Anónimo said...

mais do mesmo: também somos uma das melhores oito equipas da europa em hoquei em patins;
"prontos", agora vossas mercês: _____

16.3.09  
Anonymous Vitória do Benfica said...

Bom Dia Caro Luis Fialho

Todos estamos tristes, todos estamos desolados. Mas daí a perder a cabeça NÃO. Enquanto assistia ao jogo o meu companheiro de bancada dizia o Benfica não tem estofo para ser campeão,, não tem fio de jogo não tem pensamento de jogo. Eu estou com ele.Mas se for ver a equipa que o LF propôs só vejo uma diferença Reyes por Sidnei.

Mas só daquelas benfiquistas que considero que o Quique não deve ser substituído, como hoje dá a entender A Bola. Que o treinador está a perder o apoio na Luz. Considero que se isso acontecer é mais um desastre mais uma hecatombe. O Benfica precisa de estabilidade.

Eu acho que o Benfica precisa é de um bom PSICÓLOGO. Pode o João pinto e todos os comentadores falarem o que quiserem mas o que falta ao Benfica à serenidade. O empresário do Cardozo disse-o bem ele estava nervoso. E è isso que a maioria dos jogadores do Benfica tem ansiedade a mais.

Quique trouxe com ele uma grande equipa técnica deixamos de ter lesões físicas como tínhamos anteriormente, mas ainda lesões na mente. Quique tem razão o ano pasado estávamos a vinte e cinco pontos é toda uma mentalidade ganhadora que é preciso voltar a ter.

Nós não devemos cair na tentação fácil de substituir o treinador. A este propósito não me esqueço das campanha para que o Rui Costa ficasse mais um ano como jogador. Quanto ganhou o Benfica por não seguir essas campanhas.

Quanto ao Cajuda, para mim é de um grande cinismo porque só na véspera do quinto jogo com o Quique e do 13 contra o Benfica é que faz uma afirmação daquelas. Claro que isto não é ingénuo.

Jogamos mal, mas recordo a época passada em que o Paulo Bento estava cinco pontos atrás toda a gente o queria substituir e Soares Franco não deixou. O que aconteceu todos sabemos.

NÂO SE PODE ESTAR SEMPRE A MUDAR DE TREINADOR

Saudações Benfiquistas

16.3.09  
Blogger Aurélio Estorninho said...

já estão no vosso sitio...

16.3.09  
Anonymous Brytto said...

Absolutamente de acordo, mas há mais culpados...

16.3.09  
Anonymous Anónimo said...

AHAHAHAH!
A azia aumenta! Qto mais ódio destila mais o Porto ganha e o Benfica perde!
Mas o que tem mais piada é o P.S.! É que o Benfica fez ttos pontos com o Guimarães qtos o Porto fez com o Leixões! Eu já sei que a sua memória é mto selectiva, mas caso n se recorde mesmo, eu relembro-lhe que o Leixões veio ao Dragão ganhar 2-3. A porrada que houve nas bancadas em Matosinhos tb mostram o quanto as equipas se amam...
Mas eu entendo, a azia dá cabo da memória e liberta o disparate que há no LF!:D

16.3.09  
Anonymous Anónimo said...

Concordo no fundamental com LF.Peca apenas por tardio, talvez porque o Benfica lá ia ganhando,apesar de tão mal jogar,principalmente em casa.
Manter um técnico que considera ter trazido a equipa a um patamar superior ao dos últimos anos,quando a verdade é que tal consideração revela uma impressionante falta de rigor?
A estabilidade só é benéfica se as coisas estiverem bem, o que não me parece ser o caso do trabalho do nosso actual técnico. Quique será um óptimo comunicador, um bom jornalista desportivo,mas neste momento não está ao nível do Benfica como técnico. Para fazer o que ele fez com este plantel, chegaria o Chalana.
E, atenção que ainda faltam 8 jogos
e temos o Braga a aproximar-se.
Pior do que jogar mal, é que o responsável não o reconheça, antes pelo contrário.Assim, irá manter tudo como está,porque para ele está bem. Quique foi um equívoco que é necessário corrigir.
M. Vieira

16.3.09  
Anonymous Miguel said...

sugere começar de novo???
outra vez???
o discurso do LFV parecia um discurso do sócrates!
sempre a enganar o zé povinho...
Quique deve continuar e ter margem para realmente mostrar se tem valor!

16.3.09  
Blogger Vitor Esteves said...

Como o culpado não pode ser o electricista....
Pró ano há mais.

16.3.09  
Anonymous Hooga Vermelho said...

Devo dizer-lhe que nunca comentei os seus escritos. E também nunca perdi muito tempo com os seus escritos no nosso querido jornal "O Benfica", de que já era assinante há muitos anos.
Com todo o devido e merecido respeito, sempre os achei sensaborões, falavam do óbvio, não entusiasmavam aquela chama de Benfiquismo que todo o Benfiquista, em especial aquele que vem dos tempos de glória dos anos 60, gosta de apreciar. A luta contra o sistema, a corrupção e o compadrio instalado há vários anos sempre andou arredia da sua luta. Repare que eu não me desculpo com isso para me "consolar" com os desaires do Benfica.
Mas de facto, gostei do novo aspecto do nosso jornal, leio embebecido os editoriais do seu o Jornal) e nosso director e tenho uma pena imensa de que Alberto Miguéis não continue a deliciar-nos, como antes, com o colocar a nu os podres com que outros querem mistificar a história e enxovalhar o Benfica.

Outra vez com todo o respeito pela pessoa que nunca está em causa, acho que o nosso director do nosso jornal (é mera opinião pessoal) não enriqueceu grande coisa esse mesmo jornal com a sua "aquisição" jornalística.

Tudo isto vem a propósito da minha razão (penso eu, claro) com a leitura do seu texto.
Estou profundamente amargurado com o que aconteceu no sábado passado. Mas não sou capaz de, publicamente ter um texto, que não vou qualificar, como este.
Os inimigos do nosso Benfica agradecer-lhe-ão por dois motivos: porque destabilizou e contribuiu para a desunião;
porque lhes retirou o trabalho que é próprio deles e normalmente, vindo de dentro, é mais eficaz.
Tem sido assim nas últimas duas décadas, parece que continua.

O nosso Presidente disse que o rumo era para continuar. E disse outras coisas directamente. E muitas mais nas entrelinhas.
Parece que o caro Benfiquista, com responsabilidades acrescidas porque intervém no nosso jornal, nem ouviu umas, nem outras.

Não pretendo retirar o direito de crítica. Mas a crítica, ao contrário do que muitos pensam, é também um dever e tem o "quando", o "onde" e o "como". Impõe muitas vezes omissão em vez de acção.

Não creio que um texto destes venha inserido no nosso jornal "O Benfica".
Saudações Benfiquistas

Hooga Vermelho

16.3.09  
Blogger Aurélio Estorninho said...

desde quando é que o balboa foi um jogador importante no benfica?

16.3.09  
Blogger LF said...

Peter,

Não quero ser precipitado, pelo que uma resposta definitiva só a poderei dar no fim da época.
Mas se o Benfica perder a taça da liga, se ficar em 3º lugar ou pior, se continuar a mostrar as mesmas insuficiências até final da época, não vejo como se possa insistir em Quique.
Lembra-se do Artur Jorge ?

16.3.09  
Blogger LF said...

António Rosa,

Eu até entendo a expressão ano zero.
O que não entendo é que, com o desenrolar da época, a equipa em vez de melhorar, piore.

16.3.09  
Blogger LF said...

Peter,

Eu também confio no Rui Costa. Isso não está em causa.

Quanto a treinadores, deixemos os Lippis e os Capellos para os grandes de Itália e Inglaterra.

Para o Benfica chegava um treinador que conhecesse os meandros do futebol português, e não precisasse de ganhar 150 mil euros por mês. Há vários:
- Fernando Santos (que nunca devia ter sido despedido, e que tinha, na sua época, mais oito pontos do que tem agora Quique, com um plantel muito mais fraco)
- Paulo Bento (se o Sporting cometer o erro de o dispensar)
Jorge Jesus (embora, pelo que disse, não o quisesse no benfica)
- Manuel Cajuda
- José Peseiro
- Manuel José
etc

16.3.09  
Blogger LF said...

AP,

Eu por acaso acreditei nele, e disse até que me parecia a melhor aquisição do Benfica.
Infelizmente parece que me precipitei.

16.3.09  
Anonymous Anónimo said...

o lf acredita em tudo que o traficante vieira diz...
só espero que o lf não seja empregado do vieira, como eram os irmãos pinto, sim esses que foram presos por trafico.

16.3.09  
Blogger LF said...

Vitória,

Eu não perdi a cabeça.
Mas existe o direito à indignação. E há muitas jornadas que isto se vinha a anunciar.

Embora eu não veja nem oriente os treinos, embora eu não estude as equipas adversárias como um treinador profissional tem obrigação de fazer, o problema não está na equipa que propús, ou naquela com que Quique jogou de início.
O problema maior nem sequer está nas substituições.

O problema é que seja qual for o onze escolhido, os jogadores não ganham duelos individuais, não apresentam uma ideia de futebol colectivo, não mostram confiança.
E tudo isto é também trabalho de um treinador.

Mas obviamente que não me passa pela cabeça despedir o treinador neste momento.
Se alguma vez dei isso a perceber, deixo desde já claro que não.
Mas no fim da época, se as coias continuarem assim, não sei como se possa manter.

16.3.09  
Blogger LF said...

Brytto,
Claro que há mais culpados.
Aliás, todos são culpados.

Mas neste jogo, particularmente neste jogo, penso que o treinador foi o mais culpado do desaire.

16.3.09  
Blogger LF said...

M.Vieira,

O Chalana outra vez não. Senão ainda o Braga nos ultrapassa.

Penso que Quique se deve manter até final, e depois, então sim, ser responsabilizado.

16.3.09  
Blogger LF said...

Miguel,

Deve continuar até final da época.
Nessa altura se verá.

16.3.09  
Blogger LF said...

Vítor Esteves,

Eu é que não sou culpado. Você certamente também não.

Não se pode dizer que o benfica tenha tido azar. Pelo contrário, teve foi bastante sorte nos jogos anteriores.

16.3.09  
Blogger LF said...

Vítor Esteves,

Eu é que não sou culpado. Você certamente também não.

Não se pode dizer que o benfica tenha tido azar. Pelo contrário, teve foi bastante sorte nos jogos anteriores.

16.3.09  
Blogger LF said...

Hooga Vermelho,

Não se pode agradar a toda a gente.

Não fujo às questões do Apito Dourado, mas confesso que não são as minhas preferidas.
Gosto mais de falar de futebol, e como benfiquista estou em crer que nem só a corrupção justifica os anos e anos que levamos sem ganhar quase nada.

Este texto não é para o jornal. É para um blog que pretendo de análise futebolística independente.
No jornal escrevo só para benfiquistas, e tenho noção das responsabilidades que estão em causa. Aqui escrevo para todos os adeptos do futebol, de uma forma mais despreocupada.

Mas num e noutro lado digo sempre o que penso, independentemente de coincidir ou não com a posição do presidente ou seja de quem for.
Quando assim não acontecer, não creio que a minha colaboração continue a ser útil.

Agora de uma coisa pode estar certo. Nunca, alguma vez, seja onde for, farei o direi conscientemente o que quer que seja de forma a prejudicar o meu clube.
Isso não é sinónimo de fechar os lhos quando as coisas estão mal. Antes pelo contrário.

16.3.09  
Blogger Vitor Esteves said...

Caro LF,
.... se fosse um Português o treinador do Benfica quantas páginas já não se teriam escrito sobre o quão mal a equipa tem jogado?
Por isso como alguém tem que ser responsabilizado, não sendo o electricista, nem nós resta ...
Abraço

16.3.09  
Blogger Jotas said...

há jogadores que vivem do nome e um treinador que com o seu discurso retira ambição à equipa e é esse discurso que deve ser mudado.
Com o futebol que vem apresentando, era óbvio, que mais jogo, menos jogo, isto ia acontecer.
Mas mantenho a minha convicção, há que manter a mesma estrutura, de modo a encurtar distâncias para os rivais, caso contrário é recuar e voltar à estaca zero e esse é o maior erro que Benfica pode cometer.
Concordo inteiramente com o Peter

16.3.09  
Anonymous Peter said...

Caro LF claro que me lembro do artur jorge(tinha problemas na cabeça naquela altura) e digo-lhe de antemão se o Quique ficar no Benfica pode crer que a entrada/saída de jogadores á maluca que aconteceram nesse período negro com o Quique não se vai suceder.Porque o mal do artur jorge foi esse, em vez de apostar na continuidade não, quis mudar tudo, ainda por cima tinha herdado um equipa recheada de campeões, que não é bem o caso do Quique, que pegou numa equipa que não era de campeões(bem longe disso aliás) e ainda por cima tinha perdido 2 dos seus melhores executantes, o rui costa e o rodriguez.O Benfica foi a equipa que mudou mais esta época,não tem o mesmo treinador há 4 épocas com um núcleo de jogadores coeso como o fcp e o scp.O LF defende que o que se fez com o f.santos foi um erro,mas agora quer que aconteça exactamente o mesmo ao Quique se as coisas correrem mal.Quanto ás questões de treinadores portugueses digo só isto, queixam-se todos que o Benfica só contrata estrangeiros, mas estes treinadores (pelo menos os que cá estão) quando jogam contra o Benfica sendo prejudicados/beneficiados dizem sempre mal do Benfica contra o fcp e scp não dizem nada e depois querem que o Benfica os contrate, até podem alguns serem bons, mas não são sérios nem coerentes, o j.jesus é um caso destes, o p.bento é outro, é roubado contra o fcp não diz nada a culpa é do stojkovic, contra o Benfica cai o carmo e a trindade. O manuel josé está há muito afastado da liga portuguesa embora esteja a fazer 1 magnífico trabalho no egipto, mas tb já esteve no Benfica e tb não fez melhor que o Quique.O peseiro as equipas dele são como o dia e a noite tanto jogam muito bem como jogam muito mal.O cajuda é simpático e Benfiquista assumido(tal como o m.josé), mas sinceramente para mim isso não chega.Aliás para isso punha o J.Alves a treinar o Benfica porque além de bom treinador foi um grande jogador e um símbolo do nosso clube, e por ser actualmente treinador dos juniores faria uma ponte interessante entre as camadas jovens e o plantel principal.

16.3.09  
Blogger LF said...

Se alguém entendeu que eu pedi a demissão sumária do Quique, entendeu mal.
Eu acho que o balanço só pode ser feito em Maio.
Mas a minha opinião sobre ele piora a cada dia que passa, e sinceramente não o vejo a conseguir extrair mais da equipa do que aquilo que se vê.

Substituir um treinador no fim da época não significa revolucionar novamente todo o departamento de futebol.
A base do plantel deve ser a mesma, o director desportivo também.

O Fernando Santos foi demitido após a primeira jornada, a depois de uma época em que, com um plantel limitadíssimo, ficou a dois pontos do título e foi aos quartos-de-final da Taça Uefa.
A situação é incomparável.

16.3.09  
Anonymous Anónimo said...

LF
Eu não sugeri a substituição do quique pelo Chalana. Disse apenas que para jogar tão mal e com tais resultados teria sido suficiente o Chalana e sem desprimor para ele que foi muito mais vìtima do que responsável pela má época anterior.
Aliás nem defendo a substitução imediata do técnico seja por quem for.
M. Vieira

16.3.09  
Anonymous Vitoria do Benfica said...

Olá Luis Fialho e restantes visitantes do blog.

Obrigado pela sua amável resposta. Não acho que tenha perdido a cabeça. Disse uma coisa importantissima foi um erro muito grande ter demitido o Fernando Santos. E foi um erro enorme ter vendido mais de metade da equipa que ganhou o campeonato. Nós não temos todos aqueles favores que fazem desperdiçar receitas em ordenados de 40 jogadores para depois 27 jogarem contra nós como faz o Porto. Mas temos cometido erros e eu dou outravez o beneficio da dúvida ao Quique por mais um ano. Nem todos os jogadores têm a garra a mistica do Miguel Vitor ou do Luisão. O pedro Valido está sempre a dizer que isto é uma equipa que nasceu do zero e é esta a minha opinião.

Saudações Benfiquistas

16.3.09  
Blogger jfk said...

Uma coisa que não se percebe é a apatia dos jogadores.

Só pude ver os primeiros 10 min de jogo e em vez de ver uma equipa com ganas, a ser imperativa, com intensidade de jogo, a mandar o guimarães para trás e com intenção de arrumar o jogo com 2-0 aos 30 minutos, ví jogadores, uns devagar, outros devagarinho e outros parados.

Quem não consegue melhor em casa, ao fim de uma bonita tarde de sol, com a moldura humana que estava, não sei o que anda lá a fazer.

Quique está mal, obviamente, porque não consegue meter a equipa a jogar. Tem alguns atenuantes, mas tem que assumir a grande quota parte de responsabilidades.

No entanto a atitude dos jogadores é lamentável.

E já vimos este filme no passado: ir contratar jogadores com nome, ordenados chorudos, que depois não têm o empenho devido e têm que jogar sempre e isso cria mau balneário, dá mau resultado.

Pergunto ao LF, de uma forma muito simplificada: se a esta classificação retirarmos os pontos dados por Suazo e adicionarmos os pontos que Cardozo o ano passado deu a mais que este ano, em que lugar estaríamos?

Uma coisa que tem faltado ao Benfica nos últimos anos é humildade.

Mas atenção: vejo este grupo com possibilidades de crescer, com potencial. Mas está desequilibrado e preocupam-me as decisões que Quique toma semana após semana.

No entanto creio que mudar de treinador será talvez a pior coisa que se possa fazer. Apesar de haver alguns nomes que gostaria de ver no Benfica, portugueses, e que se encontram entre os nomeados pelo LF: Jesus, Cajuda, M.José. Até Humberto Coelho poderia um dia ser opção.

16.3.09  
Anonymous Peter said...

Para mim as lacunas no plantel são perfeitamente visíveis mais 1 lateral esquerdo (melhor que o J.Ribeiro) um defesa direito que lute com o Maxi pelo lugar, um box-to-box de qualidade superior ao Bynia para lutar com o Yebda,Ruben e Katso,e o resto está lá.É verdade que ultimamente tem sido deveras desapontante mas não devemos deitar a toalha ao chão já,enquanto for possível há que acreditar e apoiar, aliás é nestas alturas que isso é mais preciso. No final faremos as anàlises devidas e retiraremos as conclusões. Não há nada mais saboroso para os nossos adversários do que nos ver desunidos e com falta de crença.Aliás o Benfica até nisso vê-se que perdeu a mística.Em caso de saída do Reyes e do Suazo porque estão emprestados, o regresso do Coentrão, e do Makukula (que é tosco mas luta).Dispensado só mesmo o Bynia. Em relação aos adversários é verdade que o fcp ontem foi prejudicado, mas caramba entre os que foram beneficiados e prejudicados a diferença é enorme a favor dos benefícios.

16.3.09  
Blogger LF said...

Vitória,

Efectivamente da equipa campeã em 2005 já restam poucos. Esse foi, quanto a mim, o maior pecado desta direcção. Mais ainda do que a demissão do F.Santos.
Não era uma equipa brilhante, mas carregava já alguma mística, tinha ganho uma taça, um título, uma supertaça, no ano seguinte esteve bem na champions, havia a memória do Feher. Com um ou outro reforço, podia ter-se partido dali para um Benfica ao nível do passado.

Mas essa oportunidade perdeu-se, e agora não adianta chorarmos.

16.3.09  
Blogger LF said...

JFK,

Há momentos em que é difícil determinar onde acabam as responsabilidades de um treinador, e começa a falta de empenho de alguns jogadores.

Quando as equipas não estão organizadas, quando os jogadores estão deslocados das suas posições, quando a estratégia de jogo não potencia as suas qualidades, até parece que não querem correr, até parece que não têm qualidade.
Por vezes não é assim.

Cardozo até será talvez o melhor exemplo, pois com um homem ao lado (Suazo ? Nuno Gomes ?) teria certamente marcado mais golos.

Mas volto a dizer que a saída de Quique antes da época terminar seria mais um erro.
No fim da época, então logo se verá.
Mas que o espanhol me desiludiu bastante, isso não posso negar.

17.3.09  
Blogger LF said...

Peter,

Coitado do Binya....

17.3.09  
Blogger LF said...

Jotas,

Susbtituir um treinador no fim de um campeonato não significa, por si só, voltar à estaca zero.

Veja-se o Porto, que substitui frequentemente os treinadores, e continua a ganhar.
Veremos se Jesualdo resiste...

17.3.09  
Blogger Aurélio Estorninho said...

o rui costa será o novo coveiro do benfica... ele gosta muito no benfica, mas percebe pouco de dirigismos... o desgraçado tem ao menos a 4ª classe?

ponham os olhos no Porto que colocou o baía a estudar para depois aparecer...
aprendam com quem sabe

17.3.09  
Blogger sestrela said...

Não há treinadores perfeitos.Uma coisa noto quando vejo os jogos do benfica: as coisas não são feitas á toa.A equipa sabe estar dentro do relvado.Nota-se que há um trabalho e um crescimento a nivel táctico.
Não culpo só o treinador.Nós podemos achar que ele devia utilizar apenas uma médio defensivo, que devia meter dois avançados...cada um tem a sua opinião.Uma coisa é certa, o benfica não tem os craques que a imprensa insiste em fazer crer.O aimar já não é um craque, o reyes é bom jogador mas nunca foi um craque(o simão era claramente, o suazo joga sem garra, parecendo que está a fazer um grande favor ao benfica, e o yebda é no maximo mediano.
Se forem ver bem mais craques tem o porto.O lucho,o lisandro,o hulk,o cebola, o bruno alves...
é por isso que eles estão sempre á frente.porque têm 5/6 jogadores de classe mundial.
O quique tem razão quando se queixa do cardozo.Mesmo que se queira argumentar que o cardozo é mal servido, que existem muitos elementos de cariz defensivo que acabam por transportar o jogo para zonas afastadas da aárea de influencia do cardozo...a verdade é que já não se usam avançados destes. o ultimo que vi era o jardel...mas esse não desbaratava golos como o cardozo.Não se admite que um jogador corra tão pouco..parece-me aliás uma jogador fraco do ponto de vista psicológico.
Eu se fosse treinador do benfica jogava apenas com 3 defesas.LUISÃO,SIDNEI E DAVID LUIZ.Sei bem que não há nenhuma grande equipa na europa que jogue com 3 defesas...mas tb não há ennhum campeonato como o portugues em que as equipas que jogam com os 3 grandes só pensam em defender.KATSO no vertice mais recuado de um triangulo composto por JORGE RIBEIRO á esquerda e RUBEN AMORIM á direita.Blocos bem juntos em que AIMAR seja o elo de ligação entre defesa e ataque, e na frente CARDOZO, apoiado na esquerda por Reyes e na direita por SUAZO.
GOSTAVA DE SABER A SUA OPINIÃO Á CERCA DISTO,LF.

17.3.09  
Blogger LF said...

Bem...o Co Adriaanse foi campeão a jogar mais ou menos assim.

Mas não creio que seja a melhor solução, até porque não temos nenhum Pepe.
Em termos ofensivos talvez marcássemos mais golos, mas a defesa ficava demasiado desguarnecida. Além de que seria necessário reeducar vários jogadores para jogarnum sistema no qual nunca tinham jogado antes.

Já disse aqui algumas vezes que o melhor sistema táctico para o Benfica, e para o campeonato português, me parece ser o losango.
Com o plantel actual ficava mais ou menos assim:
G.REDES:Quim
DEFESAS:Maxi-Luisão-Sidnei-J.Ribeiro
PIVOT:Katso
INTERIORES: R.Amorim-Yebda(nalguns jogos Reyes)
PIVOT OFENSIVO: Aimar
PONTA DE LANÇA: Suazo-Cardozo

Mas era também preciso que estivessem todos bem treinados, rotinados, fisicamente preparados, e motivados para vencer.

17.3.09  
Anonymous Nuno Figo said...

Começo com um comentário meio hipócrita, se me permitem: os assobios não deviam ser para Quique, nem para ninguém. Já falámos disto: quem assobia o Benfica, não faz falta ao Benfica.

Estive no estádio, como sempre, e também fiquei revoltado com a substituição do paraguaio. Acima de tudo, perguntei-me, como se poderia trazer do banco mais dinâmica ofensiva, como poderia vir a ser (e veio a ser) exigido? Com Urreta e Balboa?? Mas não assobiei. Para vaiar a equipa, bastaram os rapazes do Minho que, como outros compadres seus, muito gostam de gritar o nome do nosso clube. Valha-nos esse sinal de grandeza...

O jogo foi mau. Todos concordamos. A atitude dos jogadores foi insuficiente, a estratégia não funcionou, as substituições foram incorrectas. E o Guimarães fez 2 remates aos postes e marcou um golo. Nós fizemos 5 e nem um entrou. Também conta.

Mas isso não desculpa Quique. Concordo em absoluto que se exigiam, já, melhorias no rendimento da equipa. É verdade que herdou um plantel desmotivado, verdade que foi necessário integrar novos jogadores, verdade que foi preciso criar novas rotinas (especialmente porque a equipa da época passada "não existia"). Mas a equipa não evolui. Por muito que possam existir lacunas no plantel (e lesões de jogadores importantes), exigia-se mais. E Dezembro passou, sem que se retocasse o plantel.

No entanto, tenho dito e volto a afirmar que é no próximo ano que farei a minha verdadeira avaliação do trabalho de Quique (estando, quem quiser, no direito de a fazer quando bem entender). Acredito na dificuldade de criar uma mentalidade vencedora numa equipa (admita-se) pouco habituada a vencer.

Confesso que, não estando a gostar particularmente do trabalho do espanhol, não penso que seja "ele" o problema. O problema é mais profundo, vê-se no comportamento dos jogadores, no desagrado constante do público. É o problema de um clube vencedor que não consegue vencer. O caro LF já falou várias vezes sobre as causas e concordei consigo quanto à maioria delas. Importa focá-las todas.

17.3.09  
Anonymous Nuno Figo said...

Ah... e lamento, mas por muito que incomode alguns, o problema é também o futebol podre que temos.

Ora leiam-se as declarações da gémea da ex do presidente do clube condenado por corrupção.
Ou, por exemplo, porque raio é que vai o Trofense ao play-off da miserável Liga Intercalar, contrariando o regulamento.

17.3.09  

Enviar um comentário

<< Home