17/10/07

MAIS PERTO DO EURO

A sofrida vitória obtida pela selecção nacional em Almathy representa mais um importante passo rumo à fase final do Euro 2008. Tanto sob o aspecto meramente aritmético, como - não menos importante - no plano anímico, que dava já mostras de alguma perturbação após os três empates consecutivos que antecederam esta dupla jornada.
A exibição não foi brilhante – também o não havia sido em Baku -, mas não seria de esperar, nem seria aconselhado, dadas todas as condicionantes (classificação, distância, lesões, relvados) que envolviam estas partidas, que Portugal vestisse o seu fato de gala e apresentasse o seu futebol mais aveludado para enfrentar batalhas onde se exigia prioritariamente um registo de combatividade, arreganho e luta, registo ao qual, diga-se, a resposta foi amplamente meritória. Efectivamente, a equipa portuguesa conseguiu nesta viagem resgatar algo da força competitiva que fez dela uma das melhores do mundo, enfrentando os adversários com a maior seriedade, não facilitando, e vendo assim, naturalmente, concretizar-se o objectivo com que para ela partiu: conquistar os seis pontos.
Tal como Scolari avisara, foi mais difícil esta vitória que a de sábado passado. O Cazaquistão é superior à selecção azeri, e Portugal não teve desta feita a felicidade de marcar cedo – muito embora tenha feito por isso -, de se ver em vantagem numérica, nem de matar o jogo à beira do intervalo. Foi nos últimos dez minutos que tudo se decidiu, e foi o improvável Makukula a abrir o caminho do sucesso, coroando a sua estreia na selecção principal com a glória dum importantíssimo golo para as nossas e suas cores. Foi por isso mesmo ele o homem do jogo, se bem que Deco tenha feito uma exibição muito consistente, e a entrada de Nani se tenha revelado bastante oportuna.
À hora que escrevo desconheço o resultado do Azerbaijão-Sérvia, sem o qual não é possível adiantar muito mais às contas já aqui feitas. Portugal tem dois jogos em casa (provavelmente no norte do país), e bastam-lhe quatro pontos. Certamente que esta oportunidade não vai ser desperdiçada, e em Junho próximo lá estaremos para mais uma grande competição internacional.
Viva Portugal !!

2 Comments:

Anonymous catn said...

LF

O Ajerbaijão perdeu 1-4 em casa com a Servia

Portugal,lá conseguiu os 3 pontos, num jogo muito complicado, valeu á nossa selecção lutar até ao fim e acreditar que era capaz de vencer

O 2º golo foi muito importante e o exemplo que não se deve jogar para o 1-0 e defender o resultado

Hoje gostei da atitude de lutar até ao fim, assim teremos mais hipotesses de nos apurar e de fazer um bom Europeu

18.10.07  
Blogger LF said...

Temos então de fazer 4 pontos.
Ou seja, ganhar a Arménia e, pelo menos, empatar com a Finlândia.
Está ao alcance mas não se pode pensar que sejam favas contadas.

18.10.07  

Enviar um comentário

<< Home