11/06/07

TIRO AO ALVO

Sempre que chega o defeso a história repete-se. Diariamente dezenas de jogadores são apontados como reforços do Benfica, num autêntico festival de especulação jornalística e verdadeiro tiro ao alvo, sempre na esperança que alguma bala acabe milagrosamente por se revelar certeira.
A ânsia de vender jornais é tanta que se chega ao absurdo de fazer primeiras páginas com nomes de reforços, para nas interiores - quando o leitor já largou os 75 cêntimos - se acabar por confessar que as hipóteses de contratação dos mesmos são pouco mais que residuais.
Até agora, mesmo sem ler todos os jornais, já contei vinte e um “reforços”. Vamos a nomes: Ruben Amorim, Zalayeta, Luís Filipe, Devic, Edgar, Alexandre Pato, Cirillo, Carlos Alberto, Roque Santa Cruz, Janssen, Elmander, William, Eduardo Ratinho, Kazmierczak, Roland Linz, Amuneke, Fábio Rochenback, Purovic, Rodrigo Alvim, Antunes e Filipe Teixeira. Curiosamente, as duas únicas aquisições confirmadas foram-no sem que a comunicação social delas tivesse dado conta anteriormente: Marc Zoro e Fábio Coentrão (que era apontado como reforço do…Sporting).