12/06/07

À PESCA EM ÁGUAS BRASILEIRAS

Enquanto o Sporting acaba de contratar um excelente reforço para a sua linha defensiva - Gladstone é jogador de selecção e será seguramente titular indiscutível no onze de Paulo Bento -, o Benfica, talvez devido ao efeito Anderson (e ao milionário negócio Porto-Manchester), parece apostado em transferir para a Luz quase meia selecção de sub-20 do Brasil.
A David Luíz, já convocado para o respectivo Mundial, poder-se-ão juntar o ex-aveirense Edgar (ponta de lança de 1,91m), e os ex-Corinthians Eduardo Ratinho (lateral-direito) e William (médio criativo). Alexandre Pato, também desejado, parece estar fora da rota da Luz (demasiado caro...).
De Edgar já conhecemos um pouco - vi-o jogar em Setúbal e deixou alguns bons apontamentos contribuindo decisivamente para virar o jogo a favor da sua equipa, mas não me pareceu, de todo, jogador para 4 milhões de euros (a alternativa Purovic, por metade do preço, parece muito mais sedutora).
Quanto a Ratinho e William as referências são positivas, ainda que sejam, quer um quer outro, jogadores a ser trabalhados e de evolução ainda algo imprevisível. Ou seja, serão boas apostas (até talvez no plano financeiro), mas não se espere que o futebol benfiquista possa depender no curto prazo de jogadores deste perfil. Serão provavelmente boas alternativas, jogadores a ser lançados com cuidado, mas não é lícito pensar que possam ser eles a arrastar a equipa para as vitórias que se exigem. Se vierem para acrescentar, de acordo. Para substituir alguém, cuidado!
Ratinho, depois de uma entrada de rompante na equipa principal do "Timão", acabou por ser remetido para o banco de suplentes, onde ultimamente tem ficado. De William diz-se ser um fantasista, brilhante com a bola nos pés, capaz de emplogar plateias, mas ainda muito verde tacticamente e um tanto instável sob o ponto de vista psíquico (algo que pode perfeitamente ser corrigido com um bom enquadramento profissional).
Veremos se o negócio se concretiza (certamente por muitíssimo menos do que os 15 milhões de que o empresário fala), e como evoluirão estas duas esperanças do futebol canarinho.
PS: Espero bem que a hipótese Carlos Alberto não passe de um boato. Problemas disciplinares é tudo o que o Benfica não precisa no seu balneário, e quer Porto, quer Corinthians têm razões de queixa do talentoso mas irresponsável médio brasileiro.