19/09/18

TEM POUCO QUE SABER


2 Comments:

Anonymous Benfica Sempre said...

Também concordo com esse onze!

19.9.18  
Anonymous 19041904lálálá said...

Queria lançar uma ideia e peço que se alguém, com formação em Direito, puder ajudar agradeceria que fizesse tal.

O Maior de Portugal está a ser vilmente caluniado com uma acusação ridícula, em que aceder ao Citius, sistema informático judicial, é, pasme-se, "corrupção desportiva".

Mas na minha opinião, e até agora, não vi ninguém a colocar esta questão, a devassa da comunicação do Glorioso pelo polvo azul e bronco é que configura corrupção desportiva.
Senão vejamos:
-Se um rival do Benfica adquiriu informações secretas do scouting, condição médica dos atletas, contratos, tal não poderia se qualificar como vantagem ilícita desportiva? Se fosse a Coca Cola a roubar à Pepsi toda a sua informação secreta, com acesso a, por exemplo, novos produtos que serão lançados, o segredo da composição de alguns produtos, isto não é concorrência desleal? E a concorrência desleal aplicada ao desporto não é corrupção desportiva?
A espionagem industrial é feita para ter vantagem sobre um rival. No futebol é o equivalente a corromper um árbitro, comprar um jogador para perder, faz o mesmo efeito. Se por exemplo, o Benfica tinha preparado em Word um ficheiro com as táticas que usaria num clássico contra o Porto ou o Lumiar, e alguém pirateou isto, isto é uma vantagem desportiva. Não por acaso, se um jogador divulgar à imprensa o 11 titular que a sua equipa usa, pode ser despedido por traição contratual. Então porque há-de um adversário puder fazê-lo? Como pode um adversário ter acesso à condição médica dos atletas do Benfica?

O Benfica deveria fazer duas queixas crimes, uma na PJ outra na FIFA, por corrupção desportiva dos azuis e broncos, usando informação privilegiada e confidencial para obter vantagens ilícitas.
Mesmo que saibamos que as queixas demorem anos a ser analisadas, o seu impacto psicológico é que importa no momento, é uma forma de contra-atacar. Colocá-los a eles como os verdadeiros criminosos que são, os verdadeiros trafulhas e corruptos e não o Maior do Mundo e Arredores. A queixa na FIFA serviria para mostrar ao mundo que não é o Benfica, com a merda de acesso a um Citius de processos cujo teor já se conhecia pelo Cagalhão da Manhã, que corrompe nada, mas sim as frutas, cafés com leite, passes de morte de defesas adversários a isolar os avançados dos broncos, roubo de informação médico-desportiva do rival, isso sim é que é adulterar a verdade desportiva.
A queixa na FIFA e na PJ devem visar contra-atacar à desinformação, à tentativa de aporcalhar o Maior do Mundo, tentando afastar os adeptos e patrocinadores e assim destruir o clube financeiramente, quando não o conseguem em campo.
Quem puder opinar sobre esta questão, que opine e me diga se isto é juridicamente possível.

20.9.18  

Enviar um comentário

<< Home