05/09/18

JUNTOS E INDESTRUTÍVEIS

Parece que querem que eu fale da acusação no caso e-toupeira.
Confesso que tenho pouco para dizer. É um caso de alegada violação do segredo de justiça, como acontece centenas de vezes no nosso país - até agora sempre sem consequências.
Agora, alguém quer acabar com o Benfica (e, por arrasto, com o futebol português, ou pensam que não?) por causa disto, como se estivéssemos perante o maior crime da história do país.
Vão responder: "É também corrupção!". Ora, todo a violação do segredo de justiça pressupõe que houve alguém corrompido e alguém corruptor. Ou as fugas que aparecem nos jornais e nas televisões são obtidas e fornecidas de forma graciosa? Vão proibir estações televisivas de emitir? Vão retirar jornais de circulação?
Como já escrevi, haveria, entre todas, uma situação que, a provar-se, me faria retirar o apoio a esta direcção e a estes dirigentes: o suborno de atletas de equipas adversárias.
Todas as restantes suspeitas (e agora acusações), ou não são de âmbito desportivo, ou (a julgar pelo que se sabe) são "peanuts".
Como já escrevi também, não acredito na isenção do Ministério Público. O caso Centeno fez-me cair a ficha, e perceber que há por lá gente capaz das coisas mais absurdas. E acho que a Justiça se transformou num espectáculo mediático constante, para gáudio da comunicação social. 
Seja o Benfica culpado ou inocente, vai ver o seu nome arrastar-se nos media durante anos, até o processo estar concluído. E sazonalmente, de acordo com as circunstâncias e os interesses, vão surgir notícias (novas ou nem tanto) que visam desgastar e descredibilizar o clube.
Quando tal acontecer, resta-me, resta-nos, mudar de canal.
Benfica Até Morrer!

12 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Apoiado

5.9.18  
Blogger Saraiva said...

Portugal é um país de especialistas! Atão, a SAD é acusada e a essa "acusação" não recai sobre nenhum dos representantes legais?
Esta "coisa" da "acusação" não é mais do que a forma mais ou menos higiénica de o MP se limpar da merda em que andou metido. Aguardemos pelo resultado instrução do Processo e pelo "julgamento"... Até lá, o sporting vai ter que continuar a prostituir-se para arranjar dinheiro para sobreviver e o fcp vai ter que continuar a corromper para tentar dar cabo do Benfica, como se isso lhes desse dinheiro para pagarem o que devem. E o Benfica vai continuar a ganhar!
Com essa fantasia de o Benfica poder ser impedido de competir, o que será do desporto em Portugal sem Benfica? Quem pode dar-se ao luxo de ignorar que os Benfiquistas (em massa) possam votar na ABSTENÇÃO nas próximas legislativas?
Já agora, com quem o sporting se comparará para se sentir... grande? Com o fcp? Desde o tempo do Roquette que o sporting mais não tem sido do que um mero instrumento que o fcp manipula a seu bel prazer!

5.9.18  
Anonymous Anónimo said...

Só temos uma alternativa, provarmos A NOSSA INOCENCIA pela substância e nunca pelos pontos e virgulas que faltam ou que estão a mais. AS BOAS PRÁTICAS BENFIQUISTAS de 114 anos precisam de voltar a serem aplicadas no dia a dia do sport Lisboa e Benfica e da Benfica Sad.
Permita que diga que lagartos e frutanheiros, profissionais ou não, têm de sair do Universo Benfica!

5.9.18  
Anonymous Anónimo said...

Em tão poucas linhas, explicas-te todo o q tb penso!
É mudar de canal e ignorar...é só falsas questões.

VIVA O BENFICA

ro

5.9.18  
Blogger jorgen80 said...

Clarividente texto. Muito bom.

5.9.18  
Anonymous Anónimo said...

Tanta ironia num só texto, se em vez de benfica fosse o nome de FC Porto e era ver os porcos a chafurdar todos felizes na lama, mas como é o benfica, já é uma vergonha aquilo que se faz a instituição.

O mais engraçado, é que passou-se de "ah e tal, os e-mails são falsos" para "oh, nós não somos inocentes mas eles não nos conseguem condenar, estamos safos", tal como um qualquer dependente, "só mais uma vez, prometo que é a última", só que neste caso é mais, "só retiro a confiança na direcção se existir o suborno de atletas de equipas adversárias" mas também já não está a ser investigado isso? Ou será que só é valido se for o plantel todo?

É muito engraçado de ver o comportamento de um adepto benfiquista, provavelmente irá resultar em muitos "case study", pois no espaço de um ano se transformou em um apologista da verdade desportiva e defensor dos bons costumes num assassino em série, que não importa se matou ou quantos matou, o problema é se a justiça o consegue provar.

Acaba o romance com um "benfica até morrer!" mas deixo aqui a dúvida, será que quis dizer mesmo benfica ou será mais "LFV até morrer!"? É que isto nada tem a ver com o benfica, mas sim com as pessoas que tomaram o clube de assalto e que não olham a meios para atingir os seus objetivos, de resto? A única coisa que isto vai servir é para provar, a quem ainda tinha dúvidas, que o adepto benfiquista é igual ou pior a qualquer adepto de outro clube.

6.9.18  
Blogger LF said...

Anónimo,
No meu caso "Benfica Até Morrer" é um lema que sempre seguirei, e é mesmo ao Benfica que me refiro, pois nem sabia quem era Luís Filipe Vieira já era benfiquista fervoroso.
LFV é o presidente, e até os tribunais provarem o contrário, para mim é inocente. Logo, tem o meu apoio.
Se um dia for condenado, então se verá.
Não dou cartas brancas a ninguém, mas também não não me deixo levar pela comunicação social, ou pelas acusações do MP - em quem estou longe de confiar.

A questão da prova é importante, sobretudo quando se sabe, ou se desconfia, que as práticas de que se é acusado são utilizadas também por outros, que não tiveram o "azar" de ver a sua correspondência violada. E quando se sabe que as violações de segredo de justiça em Portugal jamais foram perseguidas com tanto zelo como neste caso.
É isso que transporta a argumentação dos benfiquistas para esse plano.

7.9.18  
Anonymous Anónimo said...

Tal como disse, fosse outro o nome e duvido que essa falsa presunção de inocência funciona-se, tal como se tem vindo a provar com o FCP, que quer se goste quer não, foi absolvido de todas as acusações e para vocês de nada serve, pois fazem constantemente a vossa condenação em praça pública, portanto esse discurso não passa de treta.

Será que esse tal MP só é sério e competente se agir em conformidade com os seus interesses? O FCP tem vindo a ser enxovalhado, ano após ano, onde o seu canal oficial faz questão de divulgar escutas que num estado de direito nunca deveriam ter acesso e vem falar em correspondência violada? Consegue ser assim tão hipócrita?

7.9.18  
Blogger L. Rodrigues said...

Anónimo, há absolvições e absolvições.
Quanto ao Benfica a procissão vai no adro. Está tudo em aberto. Veremos o que se prova ou não.

Para o nosso julgamento, e não o da justiça que tem e bem regras mais apertadas, o que interessará sempre é se os factos ocorreram. As escutas que incriminam o Porto podem ser ilegais, mas os factos estão lá.

A diferença, estou em crer, é que se o Benfica for absolvido por um qualquer pormenor técnico, mas os factos forem demonstrados, os benfiquistas saberão julgar a sua direção, como os adeptos do Porto não quiseram julgar a sua.

8.9.18  
Anonymous Anónimo said...

O FCP e PC foram limpos através de tráfico de influÊncias.

A FPF Limpa Cadastro de PC
(fonte: CS Portuguesa)

No cadastro desportivo de PC relativo ao processo da Fruta, vai deixar de constar a condenação de 14 meses, por corrupção, na forma tentada da equipa de arbitragem do jogo FCP-E.Amadora em 2003/04 liderada por Jacinto Paixão. Esta decisão tem que ver com o úlitmo acórdão do CD da FPF, que voltou a apreciar o processo da fruta, prostitutas disponibiliadas e pagas pelo FCP a Jacinto Paixãoe aos seus auxiliares, José Chilrito e Manuel Quadrado (também foram ilibados de corrupção de forma consumada).

Ao não considerar as escutas extraídas do processo penal, que chegaram a ser consideradas válidas pelo Tribunal Constitucional, devido a uma decisão do Tribunal Constitucional em 2008 (Coincidência! Para onde foi colocado o juiz Lucio Barbosa) podia ou não ser seguida, segundo frisou ao CM um especialista em direito desportivo, os órgãos de justiça da FPF entenderam que não foi produzida prova suficiente para manter as penas aplicadas a PC e aos árbitros pela Comissão Disciplina em 2008.

No entanto, para a condenção do FCP (perdeu 6 pontos e não recorreu), no mesmo processo da Fruta, a FPF aceitou as escutas bem como a restante prova.

“Nesta altura há um clube condenado por tentativa de corrupção e os corrompidos, os árbitros e o corruptor, PC, foram ilibados”, disse ao CM um especialista em direitto desportivo que conhece bem o processo Apito Dourado e pediu para não ser identificado.

Quando foram ouvidos em sede de processo disciplinar desportivo, José Chilrito e Manuel Quadrado confirmaram que após o jogo com o E.Amadora, estiveram com prostitutas que, sem o saber previamente, não pagaram.

Vincaram que o pagamento das 3 raparigas brasileiras teria sido feito provavelmente pelo FCP.

Já Jacinto Paixão admitiu que esteve com prostitutas mas não falou no FCP nem as relacionou com o jogo. No entanto, chegou a gravar um video em que confirma que, na altura do jogo com o Estrela, o FCP lhe “ofereceu raparigas”, tal como havia sucedido na partida com a Académica (2002/03).

Segundo o mesmo especiaista em direito desportivo, o processo da Fruta “acabou”, já que um eventual recurso para o CJ apenas poderia ser apresentado pelo FCP, PC, Jacinto Paixão, José Chilrito ou Manuel Quadrado.

Após o jogo com o E. Amadora, (faltavam 15 jornadas para o final do campeonato) o FCP que viria a sagrar-se campeão, liderava (51 pontos) seguido do Sporting (46) e Benfica (40).

O Conselheiro Manuel Gil Antunes, conselheiro do CD da FPF votou contra a absolvição de PC e dos árbtiros por, entre outros itens, considerar que não foram feitas as diligências necessárias de prova que pudessem contribuir para a credibilização do futebol e visar a verdade material."


O juiz Lucio Barbosa, conhecido adepto da fruta, foi colocado no T. Administrativo para fazer apenas isso: absolver PC e os outro implicados no AD!!
Foi o próprio Valentim Loureiro, com indisfarçável satisfação, que o afirmou publicamente!!

10.9.18  
Anonymous Anónimo said...

Lá vêm os poetas mais uma vez fazer rir.

"há absolvições e absolvições." mais uma vez a dar-me razão, a justiça varia consoante a sentença vos agradar ou não.

"procissão vai no adro" - Exactamente, a altura ideal para vocês benfiquistas praticarem aquilo que tanto acusaram o FCP e os seus adeptos. Tanto falam no PC ir para Espanha e não criticam o vosso vice de ir para o Brasil? Agora que foi provado que a viagem foi agendada depois da notificação? As escutas estão lá tal como os emails também estão, e quer se goste quer tão é por demais evidente o tráfico de influências.

Já todos nós percebemos, até mesmo o benfica, que já assumem a culpabilidade, a estratégia de defesa, não passa por negar os factos mas sim desvalorizar. Pelos vistos, não há problema de ter acesso a dados pessoais dos árbitros, eles já não exercem por isso, não há problema algum. Já corromper uma pessoa, também já deixou de ser crime, porque só se corrompe mediante determinada quantia.

Já a outra mente brilhante, deve ser mais um primo do pedro guerra, escreveu um lindo texto de ficção, pena é ser sustentado em frases do tipo:

"Vincaram que o pagamento das 3 raparigas brasileiras teria sido feito provavelmente pelo FCP."

Pelos vistos agora o sistema jurídico é corrupto porque não se acusa com base em probabilidades.

Vocês sois a anedota de Portugal, não o clube, que não tem culpa, mas a sua direcção e principalmente os tacanhos dos seus adeptos, durante anos quiseram se passar por seres superiores, pessoas sérias, e agora que são chamados a assumir o que diziam, são os primeiros a assobiar para o lado.

11.9.18  
Blogger L. Rodrigues said...

Há absolvição e absolvição, consoante o que leva a mesma. Pode ser o apuramento da verdade favorável ao réu, ou no caso do FCP, as chamadas technicalities. Erro processual. É como as escutas do Sócrates...

13.9.18  

Enviar um comentário

<< Home