02/02/16

GATO ESCONDIDO


Todos percebemos como pretende o Sporting chegar ao título: pressão incessante sobre a arbitragem, e lobbying nos media, para que se faça eco do discurso oficial de vitimização, repetindo-o até à náusea, até parecer verdade.

No meio da fumarada, muitos casos ficam esquecidos. Relembro os penáltis por assinalar nos três jogos com o Benfica, sobre Gaitán na Supertaça, e sobre Luisão no Campeonato e na Taça; o golo irregular que lhes valeu a vitória em Tondela; o off-side no golo ao Estoril; o escandaloso penálti que ficou por marcar em Arouca; o bloqueio no livre de que resultou o primeiro golo frente ao Moreirense; o penálti fora da área que Jorge Sousa ofereceu na partida com o SC Braga (jogo em que ficaram por expulsar três jogadores do Sporting); ou ainda as sucessivas e impunes agressões de Slimani a vários adversários, em várias jornadas.

Porém, as vendas proporcionadas pela gritaria do bando de Alvalade parecem tocar fundo no coração de editores e directores de jornais – que não olham a esforços no momento de dar destaque a casos, ou pseudo-casos, em que o Sporting se diz prejudicado. Fazem-no de uma forma insultuosa para com o rigor e a independência. Gozam com os leitores.

A primeira página do jornal “A Bola” do passado domingo poderia muito bem ser a do jornal “Sporting”, tal o modo parcial como tratava uma questão de arbitragem. Fosse uma final europeia entre Sevilha e Benfica, e nem o patriotismo os levaria a tanto.

No “Record”, já nos habituáramos à tonalidade esverdeada. A coisa agora disseminou-se.

Podem continuar. Não só não nos enganam, como perdem o nosso respeito.

6 Comments:

Blogger Kamikaze said...

Nós (Benfiquistas) temos de lançar campanha contra os pasquins. Jamais um Benfiquista pode comprar aquela merda.

Lanço a hashtag:

#nãocompropasquins

3.2.16  
Blogger luis.garcia garcia said...

não compro pasquins á muitos anos !

3.2.16  
Blogger d said...

Desosnetidade intelectual.
Falar do golo do Tondela escamoteando o triplo lance irrgular que dá o empate só mostra cegeueira e falta de lucidez. Falar do penalty sobre o Gaitan sem falar do golo mal anulado ao Teo Gutierrez é doença. Falar do fora de jogo no estoril sem falar do penalty 5 minutos antes que ficou por marcar é parvoice. Sim, Bruno de Carvalho e Octávio Machado estão a seguir um caminho a meu ver errado mas não façamos os outros de parvos quando se tenta esconder a vergonha de Guimarães entre outros casos menores...

3.2.16  
Blogger Kamikaze said...

Mas como sabes há muitos benfiquistas que ainda compram...

3.2.16  
Blogger 71460_5/8 said...

por isto é que não compro um jornal desportivo há anos!

3.2.16  
Anonymous Anónimo said...

A Linha quer que o Sporting se foda

7.2.16  

Enviar um comentário

<< Home