18/06/12

ORA AÍ ESTÁ ELE!

Tinha aqui pedido mais Ronaldo. No fundo, todo o país o tinha feito, sabendo quanto vale o nosso melhor jogador, e sabendo que as exibições diante da Alemanha e, sobretudo, da Dinamarca, tinham deixado bastante a desejar.
Tinha dito também que CR7 ainda ia a tempo de se cruzar com a eternidade dos grandes craques, e dos grandes momentos. Pois o nosso homem aí está. Era isto que os portugueses queriam, e esperavam dele.
Com uma exibição esplendorosa (porventura a melhor de sempre ao serviço da Selecção), Ronaldo provou que também ele quer, de facto, marcar este Europeu. E só ele o pode fazer. Carregou a equipa às suas costas, jogou, fez jogar, atirou bolas ao poste, e marcou. Desmembrou a Holanda, e colocou Portugal nos quartos-de-final.
Seria injusto, porém, ignorar a excelente exibição que o colectivo português foi capaz de realizar, no apoio ao brilho cintilante da sua estrela maior. Entrando mal no jogo, a Equipa das Quinas soube reagir muito bem ao golo holandês, e a partir desse momento sentiu-se que virar o resultado era apenas uma questão de tempo. A pressão subida que o meio-campo luso empreendeu poucas vezes permitiu que a bola chegasse em boas condições aos perigosos avançados contrários, empurrando o jogo para as imediações da baliza de Stekelenburg – onde a supremacia de Ronaldo e seu bando era clara face à incipiente defesa holandesa. As oportunidades sucederam-se, e só alguma infelicidade evitou que os números ascendessem a uma goleada histórica.
Na nossa linha defensiva, Pepe este insuperável. Também ele mereceria distinção, caso não houvesse um extra-terrestre em campo.
Agora segue-se a República Checa, e o maior perigo poderá estar no eventual deslumbramento que um adversário de segunda linha (não há como dizer isto de outro modo) possa causar entre os nossos jogadores. Neste tipo de competições todas as equipas estão a top, e todas têm bons jogadores. Mas nenhuma tem Ronaldo, e será uma vez mais nas suas costas, e nos seus pés, que as nossas esperanças estarão depositadas.

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

como e que alguem pode ser sonhar em ser campeao portugues, mesmo se fizer tudo 200% perfeito, com o que vimos hoje?

falo da classificacao dos arbitros.

proença, mais uma vez decisivo, 1º.

olegario que fez um ano miseravel, esteve no escandalo de vila do conde, 2º.

jorge sousa fez pouco, mas tentou: no benfica-nacional inventou um penalty contra nos. 3º.

capela! o que expulsa jogadores do benfica como hobby. 4º

soares dias, que impediu que ganhassemos vantagem em alvalade. 5º.

hugo miguel, que roubou 2 penalties em coimbra, um deles visivel do espaço sobre aimar. 6º.

sao os 6 primeiros.

o unico arbitro que este ano efectivamente prejudicou o porto, bruno paixao (em barcelos) ficou em 14º e pode perder as insignias de internacional - que muito dinheiro valem em premios em jogos internacionais.

e assim os arbitros sabem o que tem que fazer para enriquecer. sem riscos, sem poderem ser acusados de nada.

19.6.12  

Enviar um comentário

<< Home