25/04/12

LIÇÃO DE SOFRIMENTO

Com autocarro, com felicidade, com sofrimento, mas com muito mérito, o Chelsea surpreendeu a Europa, e, à velha italiana, deixou o super-Barcelona fora da final de Munique.
Lamento por Messi, e pela oportunidade perdida de uma final Real-Barça. Mas, por outro lado, não deixei de achar uma certa piada ao resultado, pensando naqueles que desvalorizavam a equipa londrina quando ela jogou com o Benfica.

5 Comments:

Anonymous JPMS said...

Não posso tar contente com a vitória deste tipo de futebol... A beleza deste desporto não é isto definitivamente.

25.4.12  
Blogger Meias said...

isto faz-me pensar que apesar tudo erámos nós que lá podiamos estar.

25.4.12  
Blogger Antonio said...

Não consigo entender que alguém que defende a continuidade de JJ no SLB, pelo facto deste ter colocado o Benfica a jogar um futebol de ataque, consiga ver qualidades ou méritos no que o Chelsea fez nesta eliminatoria com o Barcelona.

Na minha opinião, é lamentável que, numa final da Champions, esteja uma equipa com as caracteristicas deste Chelsea.

25.4.12  
Blogger Antonio said...

Não consigo entender que alguém que defende a continuidade de JJ no SLB, pelo facto deste ter colocado o Benfica a jogar um futebol de ataque, consiga ver qualidades ou méritos no que o Chelsea fez nesta eliminatoria com o Barcelona.

Na minha opinião, é lamentável que, numa final da Champions, esteja uma equipa com as caracteristicas deste Chelsea.

25.4.12  
Blogger LF said...

Eu separo o que é futebol defensivo e calculista, do que é anti-jogo.
Por mim podem jogar com 10 defesas, e não saír da área. É legítimo.
O que critico nalgumas equipas são as perdas de tempo, as simulações de lesão, etc.
No caso do Chelsea, acho que se trata mais do primeiro caso.
Não é bonito, mas tem o seu mérito.

26.4.12  

Enviar um comentário

<< Home