08/02/12

TAS LOUCO

Nos últimos anos perdi todo o respeito que outrora nutria pelas instituições europeias.


A Europa está doente, e nem o desporto escapa a uma insanidade mental generalizada – a qual, creio, a História vai um dia julgar com tamanha severidade quanto sentido do ridículo.


Já sabia, desde os tempos de Nuno Assis, e do Apito Dourado, que tipo de justiça fazia o TAS. Agora, novo episódio a confirmá-lo.


Quase dois anos de adiamentos, duas Voltas a França depois, e eis que surge finalmente a peregrina decisão: Alberto Contador suspenso, mesmo não se provando firmemente a sua culpa. Alberto Contador suspenso, com uma penalização que duplica a de situações análogas. Alberto Contador suspenso retroactivamente, mesmo tendo corrido dois anos após a alegada infracção, depois de ter ganho variadíssimas competições (sempre devidamente controlado, e limpo), agora todas reclassificadas. O mais irónico: o Giro de Itália que perde vai direitinho para as mãos de um ciclista que saíra de uma suspensão de…dois anos, por…doping – nesse caso, inequívoco.


Não sei quem são estes indivíduos, como são escolhidos, e o que pretendem. Mas olhando à forma como se estabelecem as redes de poder na Europa de hoje, e à demência que percebemos nalguns líderes europeus (e seus acólitos), mesmo em assuntos substancialmente mais importantes, já nada me espanta.


O que é certo é que decisões deste tipo (no conteúdo e, sobretudo, na forma) destroem o desporto, a troco de um pretenso rigor austero e luterano (contradito pelos atrasos, pelas indecisões, pelos critérios e pelas justificações estapafúrdias) que, neste e noutros aspectos da vida, trocando constantemente o essencial pelo acessório, há muito ultrapassou as fronteiras do mais razoável bom-senso.


Contador é o Messi do ciclismo, e como fervoroso amante das duas rodas, contava ir ao Algarve, dentro de semanas, propositadamente para o ver correr. O TAS matou essa possibilidade, matou um dos melhores ciclistas de todos os tempos, feriu gravemente a modalidade, e, demorando 565 dias para decidir assim, cobriu-se a si próprio de um ridículo que provavelmente nem sequer entende.


Este espaço é normalmente dedicado ao Futebol. Mas falar da decisão do TAS é também falar de desporto em geral (inclusivamente de futebol), e, mais do que isso, falar da Europa e da própria vida. A revolta obriga-me a fazê-lo.


O ciclismo está de luto. O desporto está de luto. Mas nós todos também.

18 Comments:

Blogger M said...

melhor que o Armstrong?hum....

8.2.12  
Blogger LF said...

O Armstrong já terminou a carreira.
O melhor da actualidade é, sem dúvida alguma, Contador.
E creio que está nos dez melhores de sempre, tal como, claro, Armstrong, Merckx, Hinault etc.

8.2.12  
Anonymous Brytto said...

O ciclismo está de luto faz muito tempo!!!!!!! O doping já o matou. Não se trata jamais de um desporto, mas sim de um laboratório exprimental de vanguarda de doping. Eu adoro ver a volta à frança, mas já não consigo ter o mesmo entusiasmo de antigamente, acho que cada vez mais é uma competição de laboratórios farmaceuticos e pouco mais!...
Bem sei que se aplicassem o mesmo tipo de análises ao futebol, a coisa também não ficaria muito aquém, iríamos ter muitas surpresas, como por exemplo, a explicação da actual equipa maravilha (o Barcelona, claro) continuar em alta nestes últimos 4 anos apesar dos jogadores praticamente não terem férias!!!!!!!!Já não acredito em super-homens!!!!!!

8.2.12  
Blogger troza said...

Se acusou positivo, só não sei porque demorou tanto tempo a ser punido.

A quantidade de ciclistas que, sem acusar positivo, foram impedidos de correr por ligação ao médico espanhol no caso que surgiu logo após o Armstrong se retirar? (não me lembro do nome do caso).

Aqui a única coisa a apontar é o tempo que demorou a ser aplicada a pena.

8.2.12  
Anonymous UnumSLB said...

"Mas olhando à forma como se estabelecem as redes de poder na Europa de hoje, e à demência que percebemos nalguns líderes europeus..."

Isso mesmo! Trocava somente demência por "mediocridade".
A pirâmide inverteu-se na Europa. O vértice onde se encontra o mérito é agora a base. No topo uma esmagadora maioria de seres que se reconhecem e entreajudam na mediocridade!

Periclitante!

8.2.12  
Blogger xuto na xinxa said...

TAS corrupto,
nunca louco.

De resto estou de acordo com o post.

A UE foi apenas mais uma ilusão para os povos dos países/governos aderentes, sequiosos de verbas à ganancia para se encherem (e amigos) sem se comprometerem.

Tudo, desde o referendo de adesão, foi sendo surripiado aos cidadãos, até à chamada solidariedade ser sinonimo de juros especulativos sobre "ajudas financeiras" com a pretensão de perda de soberania, para já, orçamental.

É a esta gentalha, dita representativa (mas não eleita)que estamos entregues.

E viva o OMO. Lava mais branco.

8.2.12  
Blogger Rui Rilhó said...

Concordo em absoluto com o seu post. Decisão do TAS é surreal.

8.2.12  
Blogger Rui Rilhó said...

Concordo em absoluto com o seu post. Decisão do TAS é surreal. Por norma não sou um adepto de teorias de conspiração mas nos últimos tempos começo a ter sérias dúvidas.

8.2.12  
Blogger LF said...

Brytto,

Com franqueza não sei se o ciclismo é a vanguarda do doping, e como tal existem mais casos; ou se, pelo contrário, aparecem mais casos simplesmente porque é a modalidade (de longe) mais controlada.
Gostava de ver as análises ao sangue do Hulk em certos jogos da época passada, como se vêm de grande parte dos ciclistas do pelotão principal.

No ciclismo chegou-se ao exagero de os atletas terem de comunicar às autoridades onde estão de férias, para, a cada momento, poderem ser controlados com análises ao sangue.
Cada um tem uma espécie de passaporte biológico, onde são registadas as variações hematológicas resultantes de cada análise. E em caso de variação suspeita, são logo sujeitos a uma bateria de exames complementares até encontrarem alguma substancia ilegal.

Isto, para o mundo do futebol, é ficção científica.

Nem tanto ao mar, nem tanto à terra...

Em todo o caso, nesta situação está em causa o timing da decisão, que deitou para o lixo quase duas temporadas de ciclismo. Foi tudo a fingir, porque o TAS demorou 565 dias a tomar uma decisão, ainda por cima não esclarecendo totalmente a culpa do atleta.

Se a intenção era defender o desporto...

8.2.12  
Blogger LF said...

Troza,

Foi a Operação Porto (não estou a brincar, o nome é mesmo este)

A quem se desenrasque bem no Castelhano, deixo este link, interessantíssimo, sobre o tema:

http://www.as.com/comunes/2007/dopaje-en-el-ciclismo/

8.2.12  
Anonymous Gramoxone said...

Mas ainda há alguém que duvide que o ciclismo é uma modalidade sem ponta de verdade????
Mas ainda há alguém que tenha duvidas que todos os que foram, ou são, considerados os melhores ciclistas de sempre, e vou só citar alguns, que quando ganharam as provas que ganharam (volta à França, à Itália, à Espanha, a Portugal), o que corria nas veias era tudo menos sangue.
Só que houve alguns que de uma forma ou de outra conseguiram safar-se, e aqui refiro-me concretamente ao Lance Armstrong e ao Miguel Indurain, mas também não tenho duvidas nenhumas que só as ganharam porque estavam dopados.
Veja-se que desde 1988, não houve nenhum corredor que tenha ganho uma grande competição, que não tivesse sido acusado doping, ou pelo menos que não recaísse sobre ele uma suspeita.
E em Portugal vejam o caso do Marco Chagas e do Nuno Ribeiro, isto só para falar dos que são agarrados, porque garantidamente que haverá muitos outros
O ciclismo é uma farsa.
E actualmente não existe ninguém que me convença de que o indivíduo que ganha uma prova qualquer no ciclismo o fez apenas com o seu esforço e sem recorrer ao xarope.
Lamento mas esta é a realidade.

8.2.12  
Anonymous Anónimo said...

Uma vergonha.Eu que esperava anciosamente pelo tour para ver este homem rebentar com tudo este ano.Pessoalmente, este ano é boicote ao tour.

8.2.12  
Blogger Um Estranho said...

É que nem sequer foi provado que o Contador se dopou, e estou à vontade para dizer isso porque nem sequer gosto dele(preferências, como todos temos)...
Mas ainda gostava muito menos do Armstrong e esse tenho a certeza que se dopava...
Acho que acabaram com o ciclismo...

Abraço,

Rui Serra(benfiquista e juventudista)

9.2.12  
Anonymous Anónimo said...

TAS é louco, por causa do Assis;
TAS é louco por causa do FCP;
TAS é louco pq o menino gosta de ciclismo, e agora provou-se q tudo é uma farsa.
Queria análises ao Hulk pq é do FCP e no ano passado fez miséria ao clube do regime.

Continua a fanfarronice!

Custa assim tanto admitir q os vossos não são sempre santos??

Custa assim tanto admitir que os outros podem ser melhores??

Custa assim tanto admitir q há para além do vosso umbigo??

Custa assim tanto admitir, que se alguém vos tira o brinquedo, é pq se calhar fizeram asneira, e mereceram que o tirassem??

O vosso ego é tamanho, q não vos deixa ver nada pa frente! Já pós lado, é por causa de outra coisa q todos sabemos....

9.2.12  
Blogger -=amadorjp=- said...

Eu fiz ciclismo vários anos e vivi por dentro os meandros do ciclismo. É verdade que há muitas substâncias por aí e que os próprios treinadores as aconselham, mas n as tomamos todos. É possível vencer e estar limpo e se há coisas que Contador mostrou foi isso mesmo! Estes 2 anos, contra um TAS que decidiu tardiamente, Contador correu contra todos e fez questão de ser testado sempre.
Agora, quase dois anos depois, sai finalmente a decisão e faz com que estes dois anos em que o homem até estava limpo, sejam um vazio...
Este ano o TOur perdeu muito do interesse...

9.2.12  
Anonymous Vitória do Benfica said...

Bem este é um problenma muito sério tanto mais que uma decisão técnica foi transformada em decisão juridica.
Inimigos do ciclismo sei que há muitos. Inimigos de Contador não sei mas provavelmente existem.
Não percebo porque só existem casos de doping no ciclismo??

9.2.12  
Anonymous Anónimo said...

Uma boa maneira de fugir ao outro post..

9.2.12  
Blogger troza said...

LF, obrigado pela resposta. Eu tinha uma ideia que o nome era esse mas podia estar enganado com outras coisas, o que seria normal.

Quanto ao caso contador, deixa-me dizer-te que me chocou mais a retirada do Rasmunsen por pressão de alguém, o que deu o primeiro tour ao contador.

Se eles se dopam... a mim custa-me a acreditar que eles não usem tudo para ganhar mais resistência. Uns vão é longe demais...

E agora que vejo o que Brytto escreveu sobre o Barça: eles jogam aos passes, fazendo com que o cansaço seja mais para os adversários do que para eles. Se falas do Barça, falas também do Cristiano Ronaldo. Mas os homens do futebol são umas meninas, comparados com os atletas da NBA, que chegam a fazer mais de 100 jogos por ano.

9.2.12  

Enviar um comentário

<< Home