06/02/12

LIGADO À TAÇA


Um Benfica dominador, a espaços empolgante, e eficaz qb, foi mais do que suficiente para levar de vencida o Marítimo, vingar a derrota na Taça de Portugal, e seguir para as meias-finais da Taça da Liga.

Do jogo, sobram as fantásticas exibições da jovem dupla ofensiva Nelson Oliveira/Rodrigo (este, apenas na parte final), que, tal como Jesus prometera, acabaram por aquecer as gélidas bancadas do Estádio da Luz.

O jovem internacional sub20 fez mesmo a melhor exibição que lhe vi enquanto sénior (nos juniores vira-o fazer maravilhas), mostrando que, além de opção para a frente de ataque encarnada (que pena não poder ser titular mais vezes…), a jogar assim começa também a ser uma possibilidade para o debilitado ataque da Selecção Nacional – cujas alternativas, na posição de ponta-de-lança, não parecem ter nada a mais do que ele. Quanto ao hispano-brasileiro, estamos conversados: é craque, e vai valer uma fortuna ao Benfica, provavelmente lá para o Verão de 2013.

Destaque também para a estreia de Yannick Djaló, cuja recepção por parte dos adeptos foi um óptimo ponto de partida para se integrar rapidamente. Está-lhe a ser dada uma oportunidade, e faz parte da missão do adepto criar as condições para que o atleta se sinta bem, e tenha condições para explorar as suas potencialidades ao máximo. O seu discurso tem sido simpático, vê-se que está feliz e motivado (dizem que em criança até era benfiquista), e sabemos que Jesus é homem para fazer milagres. Não era uma prioridade para o Benfica, mas as circunstâncias tornaram a contratação apelativa. Para já, é mais um para somar. E é português.

E assim estão os encarnados na meia-final, tendo agora pela frente o FC Porto. Defendi aqui que o Benfica, no contexto desta temporada, não devia expor-se demasiado à fase de grupos da Taça da Liga, dando clara prioridade ao Campeonato, e à preparação da eliminatória com o Zenit. A Taça da Liga é importante, mas o Benfica já a venceu três vezes seguidas, e o calendário, com Champions pelo meio, está a ficar apertadíssimo. Passada que está esta fase (sem riscos, sem lesões, e sem problemas), e sendo a meia-final posterior aos jogos europeus, perante o adversário que é, reservo para essa altura a minha ponderação sobre a prova, e o risco que nela se deve ou não correr. Se o Benfica ainda estiver na Europa, não me importaria de ver as segundas linhas contra o FC Porto. Se tiver sido eliminado pelo Zenit, aí a Taça da Liga ganhará relevo, e o jogo da meia-final será uma…final, antecipada.

Sobre o árbitro, queria apenas dizer que a expulsão do jogador do Marítimo não faz qualquer sentido. E espero que esta ocasião, para mais em benefício do Benfica, traga de vez algum bom-senso na distinção do que são cotoveladas intencionais, e do que são disputas de bola no ar, em que os jogadores, para ganhar posição, abrem os braços, fazendo eventualmente faltas, mas não justificando, de todo, um cartão vermelho directo. Estou curioso para ouvir aqueles que tanto criticam Cardozo, Javi Garcia, e antes, David Luiz, pedindo expulsões todos os fins-de-semana, acerca deste lance.


PS1: Vi as repetições dos lances polémicos de Alvalade, e continuo a achar que o árbitro decidiu bem, tanto ao assinalar penalti de Onyewu (a falta deve ser marcada onde termina), como ao ignorar o teatro de Matias Fernandez, na área contrária. Percebo que os adeptos, à saída do estádio, tendam a encontrar desculpas sumárias para o insucesso da sua equipa. É também usual que Domingos, sentindo-se acossado, dispare para outras direcções, desculpabilizando-se. Já me parece mais estranho que um subdirector de um diário desportivo (ainda que sportinguista ferrenho), e um comentador televisivo (provavelmente também), alinhem pelo mesmo diapasão.


PS2: Por este caminho, e por mais uma vez, o mediatismo da Taça da Liga vai superar, por larga margem, o da Taça de Portugal, onde existe o sério risco de uma final Nacional-Oliveirense.

5 Comments:

Anonymous Brytto said...

Que pena este Nelson Oliveira no banco!!!!!!! Não teria sido melhor pôr o rapaz a jogar metade da temporada que falta noutro campeonato neste inicio da sua carreira?!!!!! Quantos mais jogos vai fazer este ano? Nenhum, ou talvez mais um ou dois se Jesus insistir em metê-lo na taça da liga!!!!!!! É muito pouco...

Quanto ao Sporting, relativamente aos casos polémicos, 100% de acordo. Nada a assinalar, bem no pénalti e bem na simulação do Matias.

6.2.12  
Blogger pjsimoes said...

Off-topic:

«O que está em causa na animosidade dos benfiquistas para com a Olivedesportos não é pois uma questão económica (aí, trata-se, sem dúvida, de um parceiro negocial poderoso), mas antes a colagem (não sei se inteiramente justa) que fazem daquela empresa ao Sistema que vigorou no Futebol português durante décadas, e que tanto nos penalizou.
Não conheço os bastidores do Futebol ao ponto de ter uma opinião inteiramente fundamentada sobre o assunto. Mas do que me é dado a ver, não me parece que tenha sido a Olivedesportos, nem Joaquim Oliveira, a ordenar ou a instigar Olegário Benquerença (...) sempre me pareceu que o objectivo de Joaquim Oliveira no Futebol era tao somente o comum a qualquer homem de negócios: ganhar dinheiro. Como tal, vejo-o, até prova em contrário, da mesma forma que a qualquer outro interlocutor. Apresentando a melhor proposta, e ninguém me comprovando devidamente a sua ligação ao "Sistema", nada teria - enquanto sócio do Benfica - a opor ao negócio...»

Foi mesmo o LF que escreveu isto? Se foi as perguntas que deixo são:

1- Saiu da sua cabeça ou foi encomenda?
2- Se diz que foi da sua encomenda então explique porque no post famoso, aquele de A a Z, você diz claramente que a Olivesdesporto é parte do sistema e agora muda de opinião.

não quero acreditar que o LF não saiba que a Olivdesporto faça parte do sistema corrupto do futebol tuga, senão tenho de perguntar se anda a tomar algum alucinogénico, ou lá o que é...

Abraço!!!

6.2.12  
Anonymous Vitória do Benfica said...

Caro Luis
Estou de acordo consigo sobre a falta de mediatização da Taça de Portugal, julgo que deveria ter a estrutura da Taça da Liga não faz sentido um final Nacional Oliveirense.

Quanto ao nosso jogo de ontem o Nelson é muito bom eu gosto de avançados assim. È um prazer ver o Benfica jogar assim, mas falta-lhe quem segure o meio campo. Garay também esteve bem, mas Eduardo ao pé de Artur não tem comparação.

Grande jogo foi o Getafe Real no sábado. Mou é um grande treinador. Eu não gosto do Barça acho que o Real é um pouco um estado federado de atletas ao contrário do barça um país com muitos anos de história.
Espero que Rodrigo fique cá por muitos anos, o dinheiro não é tudo na vida e um clube devia pensar assim.

6.2.12  
Blogger LF said...

Brytto,

Concordo quanto ao Nélson Oliveira.
É de facto uma pena que não jogue todas as semanas, até porque, se o fizesse, estou convencido que poderia ser uma boa alternativa para a Selecção no Euro.

Mas não nos podemos esquecer da questão do número obrigatório de portugueses, nas listas para a Liga e para a Uefa. É preciso inscrever 4 jogadores da formação.
Se não increvemos os que têm qualidade, vamos inscrever quais?

Um ano inteiro com o Jorge Jesus também lhe fará bem.

6.2.12  
Blogger LF said...

PJ Simões,

Não escrevo artigos de encomenda, nem aqui, nem no jornal, nem em lado nenhum.
O artigo não exprime nenhuma simpatia pela Olivedesportos. Apenas procura sensibilizar os benfiquistas para a eventualidade de não haver saída melhor para o futuro do Benfica, do que um novo acordo, bem negociado, com a Olivedesportos.
Não podemos comprometer o futuro, com fantasmas do passado.
É a minha opinião. Respeito todas as outras.

6.2.12  

Enviar um comentário

<< Home