13/01/12

PEÃO DE BREGA



É certo que os poderes da Liga já não serão o que eram. Mas a escolha para a dirigir de um tipo sinistro e com ar de fala-barato, colega de escritório de Adelino Caldeira, patrocinador de Pinto da Costa no processo Apito Dourado, e que defende acerrimamente a centralização da negociação dos direitos televisivos - manietando o Benfica no uso da sua principal arma -, não pode deixar de causar alguma preocupação.

2 Comments:

Blogger farfalho, o maltês said...

Duvido que consiga impedir o Glorioso de negociar os direitos televisivos...

Mas como?

14.1.12  
Anonymous Vitória do Benfica said...

Claro concordo em absoluto ísto significa duas coisas primeiro o poder que o tal do Norte tem sobre o clubes pequenos segundo aquela entrevista do OLiveirinha não deve ter sido por acaso. Para quem está dentro das coisas e conhecia os candidatos percebia o cinismo do clube do Norte a apoiar António Laranjo. Os farsantes ãinda continuam.

Uma pergunta porque deixou Afonso Melo(') de escrever no Jornal o Benfica e de estar na Benfica TV

14.1.12  

Enviar um comentário

<< Home