16/01/12

PACIÊNCIA...

Trinta e tal milhões de euros, um incêndio e muito foguetório depois, o Sporting concluiu a primeira volta com os mesmos pontos, e um lugar abaixo do que havia feito na temporada passada, então com o já esquecido Paulo Sérgio.



É verdade que nalguns jogos (não mais do que três, a saber: Lazio, Guimarães e Gil), o conjunto leonino chegou a ameaçar uma eventual candidatura ao título. Mas na hora da verdade, repetidamente, voltou a fracassar, deixando fugir o principal objectivo pelo décimo Natal consecutivo. Agora terá de lutar com um Sp.Braga em crescendo, pelo terceiro lugar – que nesta temporada dará acesso às pré-eliminatórias da próxima Champions League.



Desde o dia 6 de Novembro, quando venceu a União de Leiria por 3-1, o Sporting só voltou a ganhar um jogo do Campeonato (também em casa, ao Nacional, por 1-0, com alguma aflição pelo meio). Se juntarmos a esta fase o começo desastroso que hipotecou sete pontos em três jornadas, verificamos que o fulgor do “novo” Sporting durou menos de dois meses, e traduziu-se numa breve sequência de vitórias, muitas vezes fortuitas, e quase sempre face a adversários inferiorizados.



Vendo bem, esta é, para já, a sétima pior temporada do clube nos últimos trinta anos, pelo que talvez o problema seja estrutural. Se as arbitragens o penalizaram nas primeiras jornadas, de Paços de Ferreira em diante protegeram-no, pelo menos, em igual dimensão. E muitas das lesões (não todas, é certo) terão de ser assacadas á própria metodologia de treino e recuperação do clube, sendo também de referir que algumas delas estavam já inscritas no preço de compra dos próprios jogadores (sendo Jeffren o caso mais saliente). Portanto, o Sporting terá de queixar-se de si mesmo, reflectir sobre o seu passado, e sobre o seu presente, num contexto em que não lhe será nada fácil voltar a investir como fez no último Verão - quando Carlos Barbosa (?) chegou a dizer que FC Porto e Benfica iriam inevitavelmente competir apenas pelo segundo lugar, pois o Sporting seria de outro campeonato. Até porque ao prejuízo de mais de 40 milhões de 2011, irá seguir-se um outro, provavelmente muito maior, em 2012. Para uma SAD que há bem pouco tempo estava em falência técnica, não deixa de ser preocupante.


De dinheiros não é bom falarmos, pois a crise vai tocar a todos. Quanto aos relvados, a luta pelo título segue resumida à dupla do costume. O Sporting ...está de volta!


6 Comments:

Anonymous Vitória do Benfica said...

Não seráde deixar de referir que é isto que acontece a quem vai buscar treinadores porque eles são profundamente anti-benfiquistas, masesqueceu-se que este treinador é visto frequentemente a almoçar que o Presidente do clube onde jogou muito tempo. ASSIM, NÃO SE PERCEBE PORQUE ESTE TREINADOR NÃO MONTA OU ESTRUTURA A EQUIPA EM CONTR-ATAQUE, como o fez e bem no Sporting de Braga. Para mim o Sporting precisa de reflexão mas não é com no caminho do anti-benfiquisto que este clube se reeestrutura e encontra a sua dimensão.

Sou do tempo do Sporting de Hilário e confesso que tenho pena de não ver esta equipa como a via jogar nessa altura.

16.1.12  
Blogger Jotas said...

Os adeptos leoninos estão a fazer um abaixo assinado para o regresso imediato de Postiga e Paulo Sérgio.

16.1.12  
Anonymous Anónimo said...

Com tanto milhão investido e haja paciência para aturar o queixinhas de Matosinhos!..
os do minho com metade fazem mais festa que estes e mais não digo..

16.1.12  
Anonymous Anónimo said...

no wc do lumiar os legionarios continuam a grunhir por OS DEUSES da verdade ..

16.1.12  
Anonymous Anónimo said...

O Sporting vai jogar à porta fechada com o Beira-Mar..


OBS: não sera melhor o sporting jogar sozinho no zoo de lisboa

16.1.12  
Anonymous Anónimo said...

A luta dos cegos !...

No covil do lumiar continua viva!..

16.1.12  

Enviar um comentário

<< Home