31/01/12

NOTAS SOBRE O MERCADO

YANNICK DJALÓ – Já disse quase tudo tudo. Acrescento apenas que o Benfica se tem dado bem com jogadores oriundos do Sporting. Deixo dois exemplos recentes: Simão Sabrosa e Carlos Martins (pelo qual, devo dizer, também não dava grande coisa). Ambos necessitaram de chegar ao Benfica para serem campeões.






RUBEN AMORIM – Era um jogador de quem eu gostava particularmente, e lamento muito que tenha saído do Benfica.





Tinha a vantagem de cumprir vários lugares com idêntico rendimento, e podia ser muito útil na ponta final da época, quando o cansaço começasse a tomar conta dos principais titulares.





Infelizmente, criou uma situação de difícil retorno. Perdoá-lo, abriria um grave precedente, e iria pôr em causa o rigor que se pretende impor ao grupo.





A ser emprestado, preferia vê-lo no estrangeiro. Julgo que é um grande reforço para o Sp.Braga, equipa que está apenas a oito pontos do primeiro lugar.






CAPDEVILA – Das duas uma: ou Jesus está satisfeito com o seu profissionalismo, e vai mesmo ser opção (primeira ou segunda) para o lado esquerdo da defesa, ou então não compreendo porque ficou.





Conforme aqui escrevi, não desgostei da sua última aparição (no domingo poderá ter nova oportunidade), e tenho gostado ainda mais da forma como tem evitado polémicas, continuando a trabalhar (embora certamente descontente com a situação), e dando, inclusivamente, algum apoio aos mais jovens.





Há apenas um ano atrás, era um defesa-esquerdo de nível internacional. Veio para cá como titular da selecção espanhola, campeão da Europa e do Mundo. Devidamente motivado, perdendo uns quilitos, acredito que ainda possa ser útil. Sobretudo no caso de não haver dinheiro para encontrar uma solução melhor.





Seja Capdevila ou não, o que é certo é que o Benfica necessita de um defesa-esquerdo. Até acredito que para o Campeonato ele não chegue a fazer muita falta. Mas se quiser ir um pouco mais longe na Liga dos Campeões, não será com Emerson e o jovem Luís Martins que o Benfica apresentará uma defesa sólida.





É uma pena, pois o resto da equipa quase roça a perfeição. Mas sem um defesa-esquerdo de qualidade, acontece o mesmo que se retirarmos uma peça ao motor de um Ferrari. Pode ser dramático.






LUCHO GONZALEZ – Tenho firme esperança que já não seja o mesmo jogador que foi tetra-campeão no FC Porto. A fundamentar essa esperança está a sua frequente passagem pelo banco de suplentes do Marselha nos últimos meses, motivo que terá determinado a cedência.





Em todo o caso, trata-se de um reforço de peso para o FC Porto, capaz de formar com Fernando e Moutinho um trio de classe. Tem experiência, tem carisma, e pode representar uma mais-valia para o FC Porto. É um jogador que sempre se deu ao respeito, pelo que até simpatizo com a figura.





Porém, confesso que no momento actual, talvez não trocasse o duo Belluschi / Guarin, bastante mais jovem, por este “Comandante” em fim de carreira. Eles lá sabem.






MARC JANKO – Não conheço. Também não conhecia o Hulk quando chegou. Espero que seja apenas um rapaz alto e tosco, incapaz de fazer melhor que Kleber, num onze ainda órfão de Falcão.






---------------------------------------------------------




BENFICA - Tirando o Ruben, não saiu ninguém importante (falava-se de Javi e de Gaitán), pelo que o Benfica continua a ter, quanto a mim, o melhor plantel nacional.




Por mim, tinha aproveitado para o encurtar um pouco mais, permitindo a jovens como Mika, Miguel Vítor, Luís Martins ou Nélson Oliveira rodar noutros clubes. Jorge Jesus gosta de grupos numerosos. Ele saberá.




Já falei do defesa-esquerdo, a única lacuna desta equipa. Espero não ter de falar muito mais vezes dela.





FC PORTO – Da equipa que venceu a Liga Europa já saíra o grande ponta-de-lança colombiano, e também Ruben Micael (sem falar em Mariano Gonzalez, Kieszek ou Sereno). Agora saem Fucile, Guarin, Belluschi e Walter. Fala-se ainda de Sapunaru e Souza. Já não são assim tão poucos.




Trocas feitas, creio que o FC Porto fica com um excelente onze base (Danilo e Lucho são reforços, vamos ver o ponta-de-lança), mas com segundas linhas um pouco limitadas.








SPORTING - Tal como no campeonato, também no mercado o Sporting ameaçou muito, mas ficou-se por pouca coisa. Trocou um avançado medíocre (Bojinov), por outro igual (Ribas). Fez regressar um médio da formação, também bastante limitado (Renato Neto). E só o central (Xandão) pode, talvez (??), acrescentar alguma coisa à equipa.




Vai ter de dar muito ao pedal para ultrapassar o Sp.Braga, e chegar a um lugar na Champions do próximo ano.

3 Comments:

Blogger Bcool973 said...

mas este tem já 28 anos e muitos golos marcou na áustria

1.2.12  
Anonymous Vitória do Benfica said...

Bem realmente não se percebe porque lucho voltou novamente ao FCP. Acredito nas suas razões. Quanto a Ruben Amorim, tenho muita pena mas se calhar é um pouco intempestivo

2.2.12  
Anonymous bobthebird said...

nao me parece que venha acrescentar grande coisa à defesa do sportem, os zucas do sao paulo, estao todos contentes, por o xandao ir embora, vê aqui os comentarios:
http://www.spfc.net/forum2.asp?nID=73381

3.2.12  

Enviar um comentário

<< Home