22/12/11

ENTRADAS DE JESUS

Desde que Jorge Jesus chegou ao Benfica, os meses de Janeiro e Fevereiro têm sido particularmente felizes. Em 2010, dez vitórias e três empates (dois deles positivos). Em 2011, um pleno de quinze vitórias, entre as quais duas internacionais, uma no Dragão e outra em Alvalade. No total destes dois meses do ano, um registo notável de 25 vitórias, 3 empates e 0 derrotas.


A manter-se a tendência, teremos pois, lá para final de Fevereiro, um Benfica isolado na liderança do Campeonato, apurado para as meias-finais da Taça da Liga, e em boa posição para, no início de Março, carimbar na Luz a passagem aos quartos-de-final da Champions.

5 Comments:

Blogger Jotas said...

Que assim seja em Janeiro e Fevereiro.

23.12.11  
Blogger FCPORTO SEMPRE said...

São 24 os títulos nas vitrinas do emblema azul-e-branco desde a época 2001/2002. A saber: 1 Liga dos Campeões, 1 Taça UEFA, 1 Liga Europa, 1 Mundial de Clubes, sete campeonatos, sete supertaças Cândido de Oliveira e seis Taças de Portugal é o clube com mais títulos no séc. XXI!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! !!!!!!!
SOMOS O CLUBE PORTUGUÊS COM MAIS TÍTULOS CONQUISTADOS E ISSO SIGNIFICA: FC PORTO O MELHOR CLUBE DE SEMPRE EM PORTUGAL.

23.12.11  
Anonymous Anónimo said...

1. U. Leiria com dificuldades financeiras;

2. Djanini no Slb;

3. Próximo jogo: U. Leiria - Slb.

Moral da história: Coerência de princípios.

PS: Ao menos este não foi no dia do jogo.

23.12.11  
Blogger LF said...

É sinal que o Benfica aprendeu alguma coisa com o Porto.

23.12.11  
Blogger Manuel said...

É sinal também que os clubes que estão à rasca vêm no Benfica o único que os pode ajudar.
Mas o Benfica só o faz com jogadores que lhe interessam não o fazendo com as veladas intenções que o Porto põe em todos os seus gestos "altruístas".

O Benfica ainda não tem um vice-presidente dono de algumas casas de alterne para onde "convidava" (e ainda convida) agentes desportivos dos mais diferentes quadrantes, desde dirigentes a árbitros, assim como ainda não criou um sistema que comandasse a classificação dos árbitros, entre outras "iniciativas" conhecidas e, provavelmente, algumas ainda desconhecidas. O Benfica embora tenha uma agência de viagens ainda não começou a ofertar a árbitros viagens ao estrangeiro, por exemplo.

A AF de Lisboa ainda não começou a fazer, como a do Porto fez e faz, treinos a árbitros e fiscais com a intenção clara de dominar a arbitragem mantendo-os sob a sua protecção. Lembro-me bem de há alguns anos, com o Adriano Pinto, terem sido investidos no Porto, com as insígnias da FIFA, 9 (nove!) fiscais de linha, por iniciativa da AFPorto, dos quais oito (8!!!) eram do Porto e um dos Açores. Que espirito altruísta, bem de acordo com a quadra que atravessamos, tudo em benefício dos árbitros!

E o que me dizem da práctica frequente de pagar "prémios de jogos" a jogadores e outros membros da "entourage", de clubes que defrontam o Benfica? Uma prática muito corrente e que ainda está em voga. O que é que acontece à motivação desses jogadores quando, mais tarde, jogam contra o Porto?

Para não falar nas ocasiões em que pagam ao jogadores dos clubes que jogam contra o Porto para "facilitarem". Infelizmente são poucos os exemplos que vieram a público, porque a maioria aconteceu sem que nada transpirasse. Mas o ano passado na final da Liga Europa parece que houve pelo menos uma tentativa. É o Anterinho, o tal que tem uma vasta agenda com números de telefone, que está encarregado desta "secção". Um clube muito organizado.

O Benfica tem ainda muito que aprender. E tudo o que aprendeu foi com os "bons exemplos" do Porto que, nesse aspecto, marcou um época do futebol português.

23.12.11  

Enviar um comentário

<< Home