13/12/11

CLASSIFICAÇÃO REAL

BEIRA MAR-FC PORTO

Não me custa a admitir que o FC Porto foi prejudicado em dois lances: um penálti cometido sobre Djalma, e um livre frontal em falta sobre Hulk.

É raro, mas acontece. Quase sempre sem consequências nos resultados. E Carlos Xistra tem amplo crédito na casa.

Há também a considerar um fora-de-jogo mal assinalado ao Beira Mar, que inviabilizou uma jogada de perigo já na segunda parte.

Resultado Real: 1-3


SPORTING-NACIONAL

Nuno Santos (P.Ferreira), Sony (Rio Ave), Nogueira (Feirense), Ivo Pinto (U.Leiria), Cardozo (Benfica) e Stojanovic (Nacional). Seis jogos do Sporting para o Campeonato (metade da prova, e últimos quatro sucessivamente)), seis expulsões de adversários, seis situações de superioridade numérica.

Jorginho e Talocha (Famalicão) e Elderson (Sp.Braga). Dois jogos da Taça de Portugal, três expulsões de adversários, duas situações de superioridade numérica.

Wesley (Vaslui). Um jogo da Liga Europa (no qual se decidiu o apuramento), uma expulsão de um adversário, uma situação de superioridade numérica.

O Sporting de Domingos já se habituou a jogar contra dez, e parece estar a gostar. Dos nove jogos referidos, ganhou oito, e só perdeu na Luz. Nos restantes onze jogos que disputou (sem a tal vantagem numérica), os números são um pouco mais modestos, incluindo duas derrotas e três empates.

Isto é grave, sobretudo se atendermos ao facto de grande parte das expulsões terem sido injustas. Voltou a ser assim, com um dos amarelos mostrados ao jogador do Nacional, que contrasta, aliás, com a impunidade que se tem visto (e mais uma vez se viu) para com João Pereira.

Não me lembro de outros casos deste jogo (só vi o resumo), mas o grande caso deste Sporting é mesmo esta estranha sucessão de expulsões.

Resultado Real: 1-0


MARÍTIMO-BENFICA

Por falar em expulsões, desta vez também o Benfica foi contemplado.

A origem esteve no excesso de cartões amarelos mostrados por Jorge Sousa, que foi penalizando ambas as equipas, e, além da própria expulsão, deixou o Marítimo sem meio-campo para a próxima jornada (curiosamente no Dragão).

Seguindo tão rigorosos critérios, aceita-se o segundo amarelo a Olberdan. A única dúvida reside em saber se o jogador madeirense toca efectivamente em Maxi Pereira, mas em movimento rápido seria impossível termos outra decisão que não aquela.

No lance que antecede um lançamento, que antecede o cabeceamento de Jardel, que antecede a grande defesa de Peçanha, que antecede o cruzamente de Nolito, que antecede o ressalto nas pernas do defesa do Marítimo, que antecede o remate final de Cardozo, há uma possível falta de Aimar sobre o guarda-redes. A acontecer, seria fora da área, pelo que o critério a considerar terá de ser mais lato. Mas dizer-se que o golo foi irregular por causa dessa possível falta soa a ridículo.

Resultado Real: 0-1


CLASSIFICAÇÃO REAL


BENFICA 32

FC Porto 30

Sporting 30

Etiquetas:

7 Comments:

Anonymous aNNóNNimo said...

e o 2º amarelo ao 'gnu verde' por mais um simulacro dentro da área adversária?!

não conta, eu sei!

13.12.11  
Anonymous Anónimo said...

Classificação da treta. Se fosse um jogador do FCP a dar uma xapada no redes adversário no lance q proporciona o golo...o q por aqui já ia!

14.12.11  
Anonymous Vitor Correia said...

Em que é que a expulsão do jogador do Nacional é injusta e qual é "a grande parte" das expulsões que não deviam ter ocorrido? É que atirar postas de pescada é fácil, factos já é outra coisa.

14.12.11  
Anonymous Anónimo said...

Já agora gostava de saber uma coisa, uma entrada a varrer o adversário é para amarelo? Uma falta por trás é amarelo? É que se não é temos então que rever as tais expulsões da época 2009-2010 está bem?

14.12.11  
Anonymous Anónimo said...

não te contradizes ao dizer que há falta de aimar sobre peçanha mas que o golo não é irregular? hummm revê lá os teus critérios sff

14.12.11  
Anonymous Anónimo said...

Ainda estou à espera das mentes brilhantes q vao dizer q a expulsao do jogador do maritimo e os amarelos dados foram de propósito, mas para favorecer o Porto no proximo jogo...
Vá lá, quero-me rir um bocadinho!

15.12.11  
Anonymous Anónimo said...

Se o LF achou o golo marcado ao Porto em casa, à duas épocas, precedido por um fora de jogo do mais escandaloso que já se viu em Portugal, perfeitamente legal e normal, n estou a ver pq é q havia de ter outra opinião sobre este golo.
Claro, se fossem jogadas ao contrário ou a favorecer o FCP, tinhamos aqui conversa para decretar luto no futebol, lançar suspeição, falar de chocolatinhos, etc etc etc...
Assim, tudo está bem qdo acaba bem!

P.S. - Tb gostei do "quase sempre sem consequências nos resultados", as insinuações habituais. Se por acaso a ultima jogada do jogo tivesse dado golo, algo me diz q o LF já tinha outra opinião relativamente aos lances, para n parecer mal.

16.12.11  

Enviar um comentário

<< Home