24/04/11

UMA GRANDE VITÓRIA, POIS CLARO!

Uma final, qualquer que ela seja, vale por si só.


Ninguém se lembrará de questionar as boas ou más exibições das equipas que venceram as finais dos vários Mundiais ou das várias competições europeias, e muito menos a correspondente alegria dos seus adeptos, pois o que fica para a história é o resultado - que em qualquer final consome, por si, tudo aquilo que tiver ficado para trás.


Acresce que, neste caso, o Benfica venceu uma competição em que participaram todas as equipas profissionais do país, e onde, por exemplo, Sporting e FC Porto, ficaram afastados da final, seguramente contra a sua própria vontade. Não foi só na noite de Coimbra que a Taça da Liga se definiu, mas sim nos vários jogos que se disputaram desde Janeiro, no conjunto dos quais os encarnados foram, inquestionavelmente, a melhor equipa da prova.


Muitos tenderão agora a desvalorizar a Taça da Liga, como desvalorizariam a Taça de Portugal se o Benfica a pudesse ganhar. Digo o que sempre disse: são competições praticamente iguais, quer quanto ao grau de dificuldade que apresentam, quer quanto ao mediatismo que têm, reconhecendo naturalmente uma ligeira supremacia da Taça de Portugal em virtude de questões de tradição histórica. Se a derrota na Taça de Portugal representou uma enorme frustração (e representou), esta vitória, de forma análoga, não pode deixar de significar uma grata alegria, e é lamentável que alguns benfiquistas assim não a entendam, como se percebia nos comentários à saída do estádio.


Ou seja, a vitória do Benfica na Taça da Liga é uma grande vitória, que deve ser comemorada a preceito. É pena que não se lhe possam juntar outras, mas isso não são contas deste rosário. O que está em causa é a final de ontem, e nessa, mesmo com uma segunda parte plasticamente sofrível (em que os nervos provenientes das bancadas nada ajudaram), os encarnados justificaram a vitória, e o troféu, garantindo o tri.


Diga-se, a própósito, que só em dois dos últimos oito anos o Benfica não conquistou títulos (2006-07 e 2007-08). Esse é um dado que não pode ser subestimado, particularmente numa altura em que, por causa de uns simples 10 minutos de um jogo com o FC Porto, parece haver benfiquistas capazes de tudo pôr em causa.


Voltando a Coimbra – onde estive com todo o gosto, numa jornada de grande promoção da festa do futebol – deve dizer-se que a primeira parte mostrou um Benfica solto, e aparentemente de cabeça limpa, a justificar plenamente a vantagem. Um penálti por assinalar sobre Saviola até poderia ter valido números mais amplos.


Só na segunda parte, após o auto-golo, os nervos primeiro, e o cansaço depois, se apoderaram da equipa, fazendo-a vacilar, e deixando aquela imagem final de sofrimento. Aí sim, sentiu-se a derrota de quarta-feira, ocorrida apenas algumas dezenas de horas antes - de forma particularmente dramática, como se sabe, e não adianta mais recordar.


Importa dizer que um Benfica como o daqueles últimos minutos dificilmente estará na final da Liga Europa. O Sp.Braga é mais forte que o Paços, e saberá aproveitar toda aquela fragilidade de outra forma. Como ainda faltam alguns dias, será de esperar que o Benfica se apresente fisicamente muito mais disponível, e o triunfo agora alcançado poderá também contribuir para uma maior tranquilidade anímica.


É importante que os adeptos façam a sua parte, e se deixem de esperas e assobios completamente despropositados – o Benfica perdeu, na quarta-feira, com uma das melhores equipas europeias da actualidade, que por acaso é o seu rival -, e saibam ajudar os jogadores a recuperar a confiança.

Individualmente gostaria de destacar Moreira (por motivos óbvios), mas também a disponibilidade de Fábio Coentrão e Jara. Javi Garcia também esteve em bom plano. Cardozo, pelo contrário, esteve bastante infeliz. Não mais infeliz que Saviola (perante quem os adeptos têm, sabe-se lá porquê, uma muito maior tolerância).

É importante perceber que o paraguaio não está lá para jogar, mas sim para marcar. Quando teve Di Maria e Ramires nas alas, e um grande Aimar e um grande Saviola na retaguarda, marcou 40 golos. Agora a coisa está naturalmente mais difícil, mas só uma parte da responsabilidade lhe poderemos atribuir.


Pedro Poença esteve mal no penálti perdoado ao Paços, mas como ainda não revi o jogo na tv (o estranho horário da Liga obrigou-me a chegar a casa perto das 04.00 da manhã), deixarei outras opiniões para mais tarde, se tal se justificar.


Uma palavra de simpatia ao Paços de Ferreira, quer à equipa quer aos adeptos, que ajudaram a fazer desta final um momento de enorme desportivismo. Assim deveria ser sempre o futebol.


Para já, há que saborear esta conquista.

6 Comments:

Anonymous Anónimo said...

o penalty perdoado ao paços é um escândalo. nem foi preciso repetição.

mas o proença vai tr o prémio por isso e pelo perdoado ao porto na recpção ao braga.

ao que parece pode ser nomeado para o real-barcelona.

o amigalhaço antónio garrido mexe-se bem na arbitragem europeia e eles sabem isso muito bem.

24.4.11  
Blogger Xenrik said...

Vergonhosos os adeptos que assobiaram a equipa. uma final é uma final, é sempre para ganhar jogue-se bem ou mal e seja contra quem seja. o benfica para chegar aqui teve de vencer o sporting, não tem culpa que outros não tivessem sido competentes.
Dá menos gozo ganahr assim? dá. mas assobiar a equipa, nunca.

24.4.11  
Anonymous Peter said...

Um Benfiquista dos No Name escreveu isto no Sapo. "...Um simples pedido de um rapaz que ganha 600€/mês: Peço vos que ganhem a Taça da Liga e a Liga Europa independentemente da qualidade ou grandeza dos adversários porque vocês quando jogam não movimentam apenas dinheiro, audiências televisivas...vocês movimentam emoções! Existem milhões de adeptos encarnados pelo mundo que sofrem por vocês! Existem milhares que passam mal o resto do dia porque vocês perdem um jogo! Existem centenas que choram por vocês! E existem alguns que quando vocês perdem não dormem de noite e passam mal o resto da semana. É por isso que digo que já que vocês ganham milhares e milhares por mês, no mínimo façam um esforço por aqueles que fazem TUDO pelo clube que vocês representam! Vestir a camisola do Benfica é mais que vestir uma simples camisola da Adidas! É vestir um manto sagrado cheio de história que honra o mundo benfiquista e Portugal. Não basta só nós acreditarmos, ACREDITEM TAMBÉM !.." Isto após a derrota miserável com o fcp.
O Benfica foi sempre um clube democrático e a crítica faz parte da vida meter a viola no saco e conformar-nos foi o que levou por exemplo ao estado em que o país está, e o mesmo se passou esta época no Benfica. Portanto os jogadores, treinador e Presidente só tem é que reagir positivamente às críticas que lhes são feitas e tentar inverter a situação em que nos encontramos e não se fazerem de vítimas apenas, porque apoio nunca lhes faltou nem nunca faltará, agora esconder o sol com a peneira é não ser realista. Quanto ao jogo mais um vez fomos roubados e apenas o treinador se referiu a isso então e os dirigentes andam lá a fazer o quê?Concordo com o que diz sobre o Cardozo e Saviola,agora não concordo com essa de uma das melhores equipas da europa, se isso fosse assim não precisavam de roubar o scp e o Benfica para os vencer e este ano tem sido levados ao colo como muitas épocas da década de 90 e 80. Mas nós tb temos culpas no cartório elegemos um presidente da liga portista, planeámos mal a época e não sabemos fazer a rotação de jogadores necessária para que a equipa do Benfica esteja sempre bem físicamente.Gostei do Moreira, não gostei nada daquilo que o Luisão fez ainda por cima disse aos jornalistas que tiva ouvido o Moreira gritar "é minha",felizmente que mais nada de grave se passou mas com outros adversários a coisa não será tão fácil.Físicamente a equipa está mal e só espero que estes dias sirvam para recuperar para 5ªfeira.

24.4.11  
Anonymous Anónimo said...

é verdade esse trabalha na sombra os benfquistas que abram os olhos alguem de dentro do slb que mostre o que diz esse jornal de merda O NOJO ao cardoso para o espicaçar façam como os porcos eles agarram-se a qualquer merda para estimularem os jogadores nem que seja mentira abram os olhos e não façam o jogo dos nossos inimigos eles até se riem

24.4.11  
Anonymous Anónimo said...

Que grande vitória!!! O grande Benfica demolidor regressou! Ninguém nos pára!
Ahahahahahah!

25.4.11  
Anonymous ulisses said...

actualmente é mais difícil conquistar a taça da liga do que a taça de Portugal. Verifique-se o percurso do porto até à final da taça de portugal em comparação com o percurso do benfica na taça da liga e conclui-se que esta está subestimada.
O penalty perdoado sobre o saviola é escandaloso assim como é muito forçado o penalty do maxi.
E não fosse a infelicidade do auto-golo a história do jogo seria outra.

25.4.11  

Enviar um comentário

<< Home