07/03/11

CARNAVAL DE SÉRIE X

A quem (como eu) já há muito não acreditava no título, esta derrota do Benfica, per si, não incomodou particularmente, nem, muito menos, pôde servir para beliscar a confiança na equipa face aos compromissos que ainda tem pela frente. A longa série vitoriosa teria de terminar um dia, o jogo de Braga era à partida um dos mais difíceis, e retirar o título de vez das cabeças de jogadores, técnicos, dirigentes e adeptos, pode até trazer consequências positivas no futuro próximo - designadamente ao nível da necessária concentração de energias na frente europeia, onde creio existir uma oportunidade efectiva de escrever história.
O que era dispensável é que fosse uma vez mais a arbitragem a empurrar o Benfica para longe do primeiro lugar. É verdade que Roberto voltou a errar, mas foi Carlos Xistra o homem mais em foco no desfecho deste jogo, de par com um árbitro assistente de simpatias já bem conhecidas. Ironicamente, a luta pelo campeonato nacional acaba por terminar para o Benfica da mesma forma que havia começado: erros de Roberto a iludir arbitragens desavergonhadamente hostis.
Sabe-se que todo o cortejo anti-benfiquista vai agora rejubilar, e que as queixas em relação ao árbitro vão ser escarnecidas, e tomadas como desculpas de mau perdedor. O que é facto é que o Benfica averbou 5 derrotas neste campeonato, e em 4 delas houve clara influência dos árbitros. Quem não se queixaria de uma coisa assim?
A falta que origina o empate é, como todos já viram (decerto o próprio Xistra também), assinalada ao contrário. Poderia ter sido um simples erro de análise, condicionado pela pressão do banco bracarense, e pelo inqualificável teatro de Alan (matéria em que os jogadores do Braga se têm vindo a especializar, fazendo lembrar a escola do seu treinador). Mas onde se percebeu claramente que o campo estaria inclinado, e que havia um intuito claro de resolver neste domingo a questão do título, foi no critério disciplinar. Xistra expulsou injustamente Javi Garcia naquele lance, mas mostrou também cartões amarelos perfeitamente ridículos a jogadores do Benfica (veja-se o de Luisão), permitindo, por outro lado, total impunidade aos bracarenses, nomeadamente a Kaká, Hugo Viana e Sílvio, que só com a protecção do juiz albicastrense não foram mais cedo para os balneários. Se juntarmos dois foras-de-jogo duvidosos assinalados a Cardozo e Jara (o segundo talvez se aceite, mas no primeiro o avançado encarnado está em linha), e uma falta incrivelmente assinalada a Saviola num lance em que se isolava para rematar, temos um conjunto de erros capaz de se traduzir numa arbitragem verdadeiramente carnavalesca.
Lamento também que o fim do ciclo de vitórias tenha terminado precisamente perante esta equipa minhota. O Sp.Braga (que, diga-se, utilizou nesta partida 8 jogadores com ligações passadas, presentes ou futuras a FC Porto e Sporting), não sei se por acção directa de António Salvador, se de Domingos Paciência, ou simplesmente devido à corja de delinquentes que constitui grande parte da sua massa adepta, tem vindo a tornar-se num emblema particularmente antipático. Desde a pressão sobre o árbitro – durante a semana, e durante o jogo -, à violência nas bancadas; desde a agressividade extrema posta em campo contra o Benfica (sobretudo se fizermos a analogia dos jogos ante outros adversários), às constantes simulações de agressão; desde as provocações e intimidação de jogadores, dirigentes e adeptos, às declarações cínicas do treinador, tudo tem servido ao Sp.Braga (que na quinta-feira terá certamente aquilo que merece) para hostilizar o Benfica. Este tipo de comportamento, que se vê apenas no Axa e no Dragão, é algo que terá de merecer da comunicação social (já nem falo dos poderes do futebol) outro tipo de tratamento. Os jogadores do Benfica não têm obrigação de suportar mais isto, nem são pagos para levar com bolas de golfe na cabeça. Há limites para tudo, e estes há muito que foram ultrapassados. Mas isso é matéria para desenvolver noutro texto.
Por agora fica apenas o alívio de este deslocação ter terminado sem lesões entre os benfiquistas, de não ter havido mortes nem traumatismos cranianos, e de Jorge Jesus ter tido o bom senso e o pragmatismo de privilegiar a preparação do jogo europeu, tal como eu tinha aqui defendido.
Agora é simples: apostar todas as fichas na Liga Europa até à semana da Páscoa (altura em que terão lugar, quer a segunda mão da meia-final da Taça de Portugal, quer a final da Taça da Liga), de modo a que, por esses dias, a presença nas meias-finais europeias possa ser também já ela uma realidade. Isto acreditando que na Liga Europa não haja Xistras, Benquerenças, transfusões sanguíneas, nem bolas de golfe.

19 Comments:

Anonymous Miguel said...

O braguinha é quem mais perde no meio disto tudo... quando o capo não precisar mais deles, puxa-lhes o tapete e ficam como o boavista ou o salgueiros... exemplos idênticos não faltam!!
P.S.- o unico trofeu que aquela gentinhs festejou foi com o Jesus no comando... excumalha de memoria curta!

7.3.11  
Anonymous Anónimo said...

La vem o senhor LF com a choradeira encomendada. Então o javi garcia não agride ( mais uma vez ) um jogador da equipa adversaria? ou isso nao interessa dizer? Voces estao é mal habituados que os vossos caceteiros posssam acertar em tudo e todos sem ser punidos nao é? Ja com o sporting o javi garcia pontapeou postiga, mas ai o senhor lf ja nao falou certo? Tire as palas e deixe de fazer discursos encomendados. Para quem escreve
tao bem, ate lhe fica mal fazer estes discursos iguais ao chorao do presidente.

7.3.11  
Anonymous Anónimo said...

Ahahah! Tá boa! Bem, de resto n era de esperar outra coisa qdo se diz q contra o Nacional o Jesus apenas empurrou um jogador e contra o Maritimo n se passou nada de especial.
Depois, qdo os jogadores seguem as pisadas do seu treinador (e ja andam a seguir há mto), pensam q podem fazer tudo no campo, até dar socos nos jogadores adversários.

7.3.11  
Anonymous Nós Sébio said...

Pela primeira vez em muito tempo, senti a equipa impotente para fazer face às adversidades.

O Braga jogou bem, há que dizê-lo: se o empenho fosse igual noutras partidas, talvez conseguisse jogar contra o Porto sem chegar aos 80 minutos sem um único remate à baliza. A forma como Mossoró celebra o golo é cómica, mas demonstra que para aqueles jogadores estavam em jogo mais que 3 pontos.

Xistra fez o que quis. Mandou Javi para a rua num lance que a SIC diz tout court ser de agressão mas que um canal estrangeiro diz ser de ... nada:
http://www.youtube.com/watch?v=dIj_L9Qw1fY&feature=player_embedded

Perdoou a expulsão a pelo menos dois jogadores do Braga. Se o critério do lance de Luisão se mantivesse, Viana teria levado 4 amarelos e Kaka outros 4.

Ficava feliz com a Taça Europa

7.3.11  
Anonymous Anónimo said...

Eu diria q o Javi Garcia nem tocou no Alan, e qq pessoa sabe q o JAvi é dos jogadores mais correctos desta Liga!

7.3.11  
Anonymous EAGLEHEART said...

Lf não ligue aos cobardes corruptos ou Lagartos que veem para um blog do glorioso só dizerem merda e vomitar ódios pela boca deles, são tão homens que até se escondem por detrás do já tipico nome de Anonimos. censura meu amigo a estes comentários, comece a mpderar e vai ver que limpa o SEU blog desta merda que para aqui veem vomitar o nojo que são como pessoas. se é que portistas ou sportinguistas possam ser consideradas de pessoas. são mais animais. já gora porque é que o Cardozo não se atirou para o relvado quando levou com a primeira bola de golfe? e porque é que o sr. presidente do glorioso logo imediatamente não desceu ao relvado para terminar logo ali com aquela pouca vergonha? somos uns tristes patéticos e ingénuos tambem.

7.3.11  
Anonymous the_passenger said...

Podem juntar também este vídeo e esta imagem para ter uma análise correcta do foi o jogo de ontem:

http://videos.sapo.pt/6lohp55QgI8L6KSrsPFl
http://img143.imageshack.us/img143/6835/golojara.jpg

7.3.11  
Anonymous Anónimo said...

Perder por culpa própria ou mérito dos adversários?!?!? Acham mesmo isso possível nesse clube?!?? Invenções do JJ?? Jamais!! Agressões dos seus jogadores com expulsões mais q justas!?!? NA!!! Frangos atrás de frangos dos Sr. 8,5 milhões?!?! Nada disso!! Então o Javi não foi bem expulso???? Pois não!! Então quem agride 3 vezes um adversário deitado no chão (Meyong ano passado em Braga, Olímpio do Paços na Luz este ano, Postiga na semana passada) e nunca foi expulso, é claro q desta vez foi muito mal expulso! Então uma estalada num adversário havia de dar vermelho!! Ora essa! Abusivo e absurdo tal coisa!! Ah...e a entrada do Maxi ao H. Barbosa?? Peanuts!

8.3.11  
Anonymous zé ninguém said...

sr. luís fialho, está a dizer que o javi garcia não agride o alana, certo? está a dizer que o movimento do seu braço esquerdo é normal? ou será que esperava que a impunidade do javi, no que toca a agressões, durasse para sempre?

que eu tenha dado conta as provocações vieram de ambos os lados, chamam-lhes, na gíria futebolística, 'mind games' ou esses só funcionam para um lado? o que os benfiquistas não compreendem, mas o jorge jesus devia compreender dada a sua experiência em equipas mais pequenas, é que ao anunciar que a s/ equipa é tão fabulosa e invencível vai aumentar a gana dos adversários em lhe ganhar. assim, em forma de exercício lírico, sugiro que compare o discurso do jorge jesus com o do guardiola e/ou vicente del bosque quando questionados sobre a qualidade do futebol que as suas equipas apresentam e irá perceber.

deixo aqui bem claro que sou veementemente contra qualquer tipo de agressão física a qualquer um mas chamar coisas como 'corja de delinquentes' aos adeptos braguistas pode explicar, aos olhos deles, o porquê da excessiva agressividade! infelizmente tenho que lhe relembrar que foi um adepto da sua equipa que cometeu o único assassínio que há memória dentro de um estádio português e que, há uns tempos, foi apreendido este belíssimo arsenal.
http://a4.sphotos.ak.fbcdn.net/hphotos-ak-snc3/13541_102875123067831_100000360304163_70881_5004663_n.jpg

relembro-lhe, também, que a benfica tv anunciou, no final da época passada, que um adepto do benfica tinha sido morto por um adepto braguista. e, o sr. luís fialho, com a fanfarronice típica, acha o sporting de braga um 'emblema particularmente antipático'! e esperava o quê? rosas e paninhos quentes?

quanto ao árbitro concordo consigo este é um dos quatro piores árbitros portugueses (acompanhado por joão ferreira, bruno paixão e olegário benquerença) e equivocou-se em alguns lances (embora ache a expulsão justa): juntando aos fora de jogo à pele, que são duvidosos mas não tão escandaloso como aquela do urreta no benfica-fc porto da época passada, e à simulação do sílvio vejo, também, um pénalti sobre o ukra do maxi pereira que deu (veja lá isto!) falta do ukra! mas dessa o sr. luís fialho não fala, pois não?

@miguel, diga-nos, por favor, um exemplo da ligação entre o fc porto e o boavista e o salgueiros... se calhar foi na época que o boavista foi campeão, não? o pinto da costa é tão magnânime que, de quando em quando, se esquece de ser corrupto e deixa os outros ganharem, é essa a sua teoria?

@nós sébio, relembro que foi contra o benfica que o mossoró se lesionou o ano passado e que esteve parado 5 meses! lembro-me perfeitamente do lance: foi uma disputa viril entre ele e o carlos martins; acho que o árbitro não marcou falta (e, se bem me lembro, não era caso para isso) mas o que mais me chocou foi o facto do carlos martins não se ter dignado a abeirar-se do mossoró e reconfortá-lo porque, apesar de não ter sido de propósito, foi ele o causador da situação. isso, somado a toda a envolvência do jogo explica o porquê do festejo. mas, se o benfica é assim tão grandioso (maior clube do mundo, não é?), porque é que ganhar-lhe não haveria de valer mais que três pontos? eu tomaria isso como um elogio à grandeza/importância do meu clube...

e, para terminar, faço uma pergunta aos benfiquistas: se o pinto da costa é o tal polvo que controla o futebol português nos últimos 30 anos como é que ele permitiu que o benfica fosse campeão no ano passado? estava a dormir? é que, sinceramente, não percebo essa teoria e gostaria que me elucidassem.

cumprimentos,

8.3.11  
Anonymous Anónimo said...

"ou simplesmente devido à corja de delinquentes que constitui grande parte da sua massa adepta". atenção ao que se diz, porque isto não é verdade. aliás, a "grande parte" da massa adepta do Braga é adepta do Benfica também. já os mais adeptos mais recentes, muitos jovens e mulheres, não se devem rever neste tipo de comportamentos bárbaros, sim, e impunes, também, de meia-dúzia de arruaceiros e mafiosos que pretendem ser uma cópia barata dos gangues que ocupam algumas bancadas do estádio do freixo e, pelo que temos visto, viadutos dos acessos à cidade do porto. estou a falar, claro, da claque do braga.

foi com a mesma impunidade que essa gente ontem agrediu adeptos do Benfica que festejaram o nosso golo nas bancadas do estádio, o que sempre, na história destes jogos, foi pacífico. e a mesma gente que atingiu os nossos jogadores com tudo o que serviu de arma perante a complacência do árbitro e das forças policiais. mas dizer que essa é grande parte da "massa adepta" do Braga é uma inverdade e, lamento, mas nao fica bem a um benfiquista.

quanto ao jogo - cuja analise tem de facto pouco de futebol - foi pena o Benfica ter caído na armadilha. é que na relva, que e a conversa que me interessa, nunca foi tão fácil nos últimos anos poder ter vencido em Braga. mas estava mesmo escrito nas estrelas que tinhamos que cair para nao perturbar o rumo dos acontecimentos...foram realmente demasiados jogos em que fomos prejudicados.

Vamos à liga europa!

MC

8.3.11  
Anonymous Miguel said...

Ligações com o salgueiros: Para onde foi jogar Feher antes de ir para o porto? Óbvio... Para onde foi jogar deco quando foi desviado do Benfica? Óbvio... Chega? Ligações com o Boavista: Será o processo apito dourado suficiente para demonstrar premiscuidade??
Mas há mais clubes... Lembro-me do Leça FC, mais recentemente do Leixões... e tou eu pra qui a responder a um zé ninguém!

8.3.11  
Blogger LF said...

Não falei das pessoas da cidade de Braga (onde até tenho amizades). Falei de parte dos adeptos do Sp.Braga.

Há certamente adeptos que não se revêem nestes comportamentos, como há também do FC Porto (e também tenho amigos portistas...embora poucos).
Mas cada vez tenho mais dúvidas de que sejam estes a regra e os outros a excepção.

Muitos não arremessam pedras nem bolas de golfe (é certo), mas aceitam e pactuam com este tipo de atitude. Acham-na normal, e até aqui no blogue aparecem exemplos.
É toda uma cultura de clube que está carregada de ódio, e essa, peço desculpa, não é alimentada apenas por meia-dúzia de individuos.

No Sporting ninguém gosta do Benfica e vice-versa. No entanto atente-se na diferença de comportamentos, de climas, e percebe-se o que estou a querer dizer.
Aqui sim, quando há problemas (e por vezes também há), são individualizados e pontuais.
Há agressividade verbal, rivalidade, mas há um limite, que no norte é ultrapassado com a maior das facilidades e com a maior das impunidades.

8.3.11  
Anonymous Peter said...

Um roubo escandaloso é bem o refelexo do áis corrupto onde vivemos.

8.3.11  
Blogger BoyGenius said...

Nem mais LuísF!!
Foi mais um exemplo da triste sina do Futebol Português!

8.3.11  
Anonymous Anónimo said...

O eagleheart vem para aqui falar do anonimato, mas, a nao ser que no seu Bi o nome seja eagleheart, penso que em comentar como anonimo ou eagleheart, vai dar tudo ao mesmo.

Quanto ao senhor LF, desde que começou com as entrevistas na Benfica tv, a escrever no jornal do benfica e por ai alem, ficou com a visao um pouquinho turva. Poderia comentar o lance em que há penalti do maxi sobre o mossoro? ou nao lhe da mt jeito fazer isso? vai dizer que a falta é do ukra?

8.3.11  
Anonymous Anónimo said...

Enquanto o Benfica não incorporar que os restantes clubes são seus inimigos e não adversários,será sempre mal recebido e será campeão muito poucas vezes. Nada é por acaso, e não sou pela violência mas estou farto de ver o Benfica a dar a face e ser lixado por clubes, árbitros, dirigentes e já agora até ex-atletas (QUIM)

8.3.11  
Anonymous Anónimo said...

"ou simplesmente devido à corja de delinquentes que constitui grande parte da sua massa adepta"

Pronto, portanto o LF continua a contribuir para q os jogos contra o Braga sejam pacificos. Depois queixam-se. O ano passado o Braga foi roubado e o Vandinho ficou sem jogar 3 meses. O Jesus antes do jogo só faltava chegar lá com gasolina. Depois aparecem como virgenzinhas impolutas. Efectivamente, n se compreende.
O soco q o Javi Garcia deu ao Alan só por má fé pode ser encarado como agressão. Já o vi fazer pior e n foi castigado, por isso n sei pq havia de ser só por causa disto!

8.3.11  
Anonymous Anónimo said...

http://www.youtube.com/watch?v=JSdCYgYXsiU&feature=player_embedded

9.3.11  
Anonymous Anónimo said...

Tás com uma azia jesus!

9.3.11  

Enviar um comentário

<< Home