07/02/11

CLASSIFICAÇÃO REAL

Como já disse na crónica do jogo, Cosme Machado demonstrou uma vez mais em Setúbal a sua total inaptidão para a função. Apita quando não deve, deixa passar faltas, não segura o jogo, mostra cartões ridículos, e por vezes parece andar perdido em campo, como que desejando que aquilo acabe depressa.
Pelo contrário, Bruno Esteves realizou em Alvalade mais uma boa arbitragem, evidenciando segurança, perspicácia e discernimento.
Do jogo do Dragão pouca coisa vi.

SPORTING-NAVAL
Já havia gostado do desempenho de este árbitro setubalense num jogo que dirigiu na Luz, e voltei a simpatizar com a sua prestação nesta jornada. O penálti assinalado não deixa dúvidas, e em quase todos os lances ajuizou bem, evitando muitas interrupções – coisa que o diferencia da maioria dos seus pares.
Resultado Real: 3-3 (após mais uma deplorável exibição do Sporting, salva uma última vez por Liedson)

FC PORTO-RIO AVE
Vi apenas um resumo, e a única coisa que posso dizer é que o segundo cartão amarelo ao jogador vilacondense foi bem mostrado (nada sei sobre o primeiro). Não me apercebi de qualquer lance duvidoso nas áreas, mas se for caso disso voltarei a falar sobre a actuação de Vasco Santos nesta partida.
Resultado Real: 1-0

V.SETÚBAL-BENFICA
Já disse o essencial sobre Cosme Machado. É um árbitro muito fraco, mais ao nível do que se vê nas segundas e terceiras divisões, onde não há televisão nem repetições.
O golo de Javi Garcia é limpíssimo – e embora já não alterasse o rumo do jogo, seria um bom prémio para a excelente exibição do médio espanhol. Foi perdoado um livre perigoso a favor do Benfica. E ninguém percebeu o seu critério disciplinar, que acabou por prejudicar sobretudo o jogo, mostrando cartões a quem não devia, e deixando passar faltas duras sem admoestação.
Resultado Real: 0-3

CLASSIFICAÇÃO REAL
BENFICA 49
FC Porto 47 (+1 jogo)
Sporting 27

O top-erro também segue sem alterações:
1º SPORTING-V.GUIMARÃES (11ª jornada) Golo fantasma concedido pelo árbitro auxiliar, num lance em que a bola bate apenas na trave, e em que o guarda-redes vimaranense é empurrado, ele sim, para dentro da baliza. Resultado na altura: 1-0 Resultado final: 2-3
2º RIO-AVE-FC PORTO (3ª jornada) Rasteira clara de Álvaro Pereira a um avançado do Rio Ave dentro da área, a que Jorge Sousa fez vista grossa. Resultado na altura: 0-1 Resultado final: 0-2
3º FC PORTO-V.SETÚBAL (13ª jornada) Falcão mergulha para a relva no interior da área, e o diligente Elmano Santos aponta para a marca de penálti, a um minuto do intervalo. Resultado na altura: 0-0 Resultado final: 1-0

Etiquetas:

4 Comments:

Blogger No.Worries said...

À medida que a época vai andando mais me convenço que estamos mesmo perante um dos campeonatos mais adulterados de sempre.
O Benfica é muito superior ao clube corrupto, e nem aquele jogo estranho no campo dos golfistas desdentados pode beliscar esta verdade, até porque só valeu 3 pontos!
A vergonhosa campanha feita nas primeiras jornadas, onde o clube do guarda abel foi levado ao colo pelos àrbitros, enquanto o Benfica foi altamente prejudicado, está agora a justificar-se em pleno, pois sem a mesma o Benfica por esta altura estaria folgadamente no 1º lugar.
Mas já se sabe que o clube corrupto só assim consegue forjar umas vitoriazitas...

7.2.11  
Anonymous Anónimo said...

porto - rio ave minuto 35:22 penalti de Sereno sobre Bruno Gama. Também perto do final da 1ª parte um lance muito duvidoso dentro da área do porto sobre João Tomás.

8.2.11  
Anonymous Anónimo said...

lool, penalti de sereno? voces muito vem coisas que naoe xistem

9.2.11  
Anonymous Anónimo said...

Eheh..nem uma palavra da entrada para vermelho do Saviola

9.2.11  

Enviar um comentário

<< Home