26/10/10

PECADO ORIGINAL

O FC Porto está, neste momento, em grande forma? Sim
É, actualmente, a equipa que melhor joga em Portugal? Sim
É a equipa mais confiante? Sim

Que teria sucedido ao FC Porto de Villas-Boas se não tivesse ganho quatro dos primeiros cinco jogos, nos quais a arbitragem teve interferência directa (Figueira da Foz, Vila do Conde, em casa com o Braga, e Choupana)? Ter-se-ia atrasado na classificação, teria perdido confiança, a contestação ao técnico recrudesceria, e os seus adversários directos teriam outro estímulo.
Que teria sucedido ao Benfica se não tivesse sido dramaticamente prejudicado pelas arbitragens em três das quatro primeiras jornadas (Académica, Nacional e Guimarães)? Comandava a classificação, os seus jogadores tinham outra confiança, tinha uma esmagadora onda de apoio em seu redor (como na época anterior), estaria a iniciar o caminho de novo título, causando, com isso, danos anímicos, porventura definitivos, no FC Porto, no seu treinador, e no seu presidente.

10 Comments:

Blogger L. said...

pergunta também:

porque deixou o leiria de fora, por opção, cinco habvituais titulares???

porque jogou o leiria como o porto gosta mais, ou seja, com a defesa SEMPRE SUBIDA? no dragão? na luz, vai jogar assim?

e porque jogando com a defesa subida... não presisonou a meio campo nem faltas fez?

o leiria ao menos podia ter disfarçado um pouco melhor.

clubes satélite. uma vergonha. depois digam que não se justifica o boicote.

26.10.10  
Anonymous Anónimo said...

Não jogam naaaaada!
É só choradeiiiiiiira!
Chora o LF, chora o Rui Costa, chora o Vieiiiira!

Já estava com saudades do choradinho! N fosse o arbitro, o Pinto da Costa, a chuva, o vento e as fases da Lua e o Benfica estava aí em grande!

26.10.10  
Anonymous Peter said...

Ora nem mais caro LF muito bem visto e apoiado.

26.10.10  
Anonymous Anónimo said...

Ele sao jogadores que jogam nas outras equipas todas, ele sao arbitros, ele sao dirigentes, ele sao clubes satelite. Mas porque diabo nao criam eles uma liga propria?

26.10.10  
Anonymous patriarca said...

O que presentemente se está a passar no futebol português especialmente com os PORCOS e seus derivados há muito que deveria ter sido INVESTIGADO, mas neste país de Corruptos, onde quem deveria investigar é que DEVE SER TAMBÉM INVESTIGADO, nada se faz, dá-se inclusivé apoio aos corruptos e quem anda aqui dentro dos limites da honestidade está tramado, é inclusivé lixado constantemente pelo sistema implantado. Dificilmente as coisas se invertem dado que quem tem o poder de investigar a mafia instalada, FAZ PARTE INTEGRANTE DELA e com ela vive o SEU dia-a-dia, subordinando-se aos seus mandantes.

26.10.10  
Blogger No.Worries said...

O que me custa é como é que há benfiquistas que não percebem isto, mesmo sendo tão flagrante!

Assim até o melhor exemplo de adepto do clube corrupto: o emplastro - era treinador e estava em 1º lugar.

27.10.10  
Anonymous Vitória do Benfica said...

È uma vergonha. E era de esperar depois daquilo que se passou na justiça. Os clubes que não são satelites, claro o que lhes acontece estão na linha de àgua.

27.10.10  
Anonymous Nós Sébio said...

Tudo normal.

Recordo um episódio dos anos 90:
Um analista da RTP ligado ao Sporting notou que uma equipa de meio da tabela tinha feito contra o porto metade ou 1/3 da sua média de faltas. Ou seja, falta de agressividade defensiva.
Por acaso, o analista foi saneado da RTP uma ou duas semanas depois.

Haverá quem saiba fazer esse comparativo hoje?
A comparação entre a média de faltas de uma equipa e o número de faltas contra o porto revelaria, aposto, muita coisa

28.10.10  
Anonymous Anónimo said...

Recuperando alguns textos editados no Record a propósito do processo Apito Dourado...

Afinal, o processo Apito Dourado não apanhou apenas dirigentes de clubes do Norte a pedir árbitros para os seus jogos. Embora de forma indirecta, através de João Rodrigues, o Benfica também quis escolher os seus árbitros. Mas nenhum destes pedidos deu origem a qualquer processo, nem sequer no grande dossier relativo a uma eventual viciação da classificação dos árbitros, ainda em análise pela equipa de Maria José Morgado.

As intercepções telefónicas, que são imensas, dão conta de diversos tipo de pressão do Benfica, na época de 2003/2004, no sentido de contar com árbitros do seu agrado. Aliás, até era convicção de alguns presidentes de clubes da I Liga, como era o caso de João Bartolomeu, que foi Luís Filipe Vieira quem colocou Luís Guilherme na presidência da Comissão de Arbitragem da Liga, exercendo, por consequência, alguma influência sobre ele.

Por exemplo, João Bartolomeu, numa das suas conversas com Pinto de Sousa, diz ter a certeza que é o Luís Filipe que tem influência sobre as nomeações feitas por Luís Guilherme, com o então presidente do Conselho de Arbitragem da FPF a acrescentar: “O Pinto da Costa não tem influência no Luís Guilherme”.

A propósito da nomeação de um árbitro para um jogo da U. Leiria, Bartolomeu diz que fez uma investigação que apurou que Pimenta Machado se encontrou com Luís Filipe Vieira, presumivelmente no sentido de ter Duarte Gomes como árbitro. Sobre este, Bartolomeu diz que é “um ladrão”.

“O Duarte Gomes faz tudo o que o Vítor Pereira manda e o Vítor Pereira é uma das pessoas que protege o Guimarães”, desabafa Bartolomeu.

Os contactos entre João Rodrigues, antigo dirigente do Benfica e pessoa com muita influência nas instâncias internacionais do futebol, e Pinto de Sousa eram frequentes. E vice-versa. Aliás, há mesmo uma determinada altura em que é Pinto de Sousa quem telefona a João Rodrigues para lhe pedir “uma ajudinha” para escolher os árbitros internacionais para a Taça de Portugal. “Precisava de dois nomes de árbitros que o Benfica considerasse”, afirmou o líder da CA da FPF, que tem argumentado em sua defesa que não praticou qualquer crime a este nível porque era norma conferenciar com os dirigentes antes de escolher árbitros para a Taça de Portugal. Rodrigues promete ligar a Vieira. Quando volta a ligar a Pinto de Sousa, diz que o presidente do Benfica “ficou doido” e que pretendia o árbitro que tinha apitado o jogo com o Belenenses para o campeonato, Pedro Henriques. “Ele não quer mais ninguém…”, reforçou Rodrigues. “Duarte Gomes e Olegários nem pensar”, acrescentou. Rodrigues tenta contactar Vieira mas não consegue. Numa outra conversa com Pinto de Sousa, conforma-se: “Nomeie o Devesa Neto [árbitro assistente] que o acalma logo”. Pinto de Sousa acaba por dizer que tem 3 hipóteses para árbitro principal: Pedro Proença, Duarte Gomes ou João Ferreira. “Meta o João Ferreira”, diz Rodrigues. Dito e feito. João Ferreira é o árbitro do jogo da meia-final da Taça que o Benfica vence por 3-1. Nenhum dos árbitros assistentes foi Devesa Neto, árbitro assistente que foi arguido no Apito Dourado, num jogo do Boavista.

28.10.10  
Blogger LF said...

A caixa de comentários deste blogue serve para, quem quiser, dar a sua opinião livre, seja de que clube for, sobre jogos, arbitragem ou qualquer outro tema relacionado com o desporto, desde que sem insultos nem provocações.
Não serve, nem nunca servirá, para publicitar ou veicular insinuações anónimas e falsas sobre dirigentes do Benfica.
Lamento mas, sempre que isso acontecer, serei obrigado a eliminar tais comentários.

28.10.10  

Enviar um comentário

<< Home