09/02/10

A ANGÚSTIA DO ADEPTO NO MOMENTO DO PENÁLTI

Jornada 1 – A um quarto de hora do fim, com o Benfica a perder 0-1 em casa com o Marítimo, Cardozo desperdiça uma grande penalidade. Resultado final: 1-1
Jornada 15 – Em tempo de descontos, o União de Leiria beneficia de uma grande penalidade no Estádio do Dragão que lhe pode dar o empate a 3 golos. Ronny permite a defesa de Helton. Resultado final: 3-2 para o FC Porto
Jornada 18 – Com uma enervante igualdade no marcador, o Benfica beneficia de um penálti no Bonfim aos 91 minutos. Cardozo atira à barra. Resultado final: 1-1
Jornada 18 – Numa primeira parte totalmente dominada pelo Belenenses, Moisés do Sp.Braga comete penálti e é expulso. Lima desperdiça o castigo máximo para os azuis. No minuto de descontos da primeira parte, os bracarenses, em inferioridade numérica, marcam na sequência de um livre; e a abrir a segunda parte marcam o 2º golo no 2º remate que fazem à baliza. Resultado final: 1-3

Com uma pontinha de sorte o Benfica podia ter mais 4 pontos, o FC Porto menos 2, e o Sp.Braga menos 2 também. Ou seja, a equipa de Domingos podia estar a 7 pontos do Benfica, e a de Jesualdo a 13. Bem vistas as coisas, o campeonato podia estar já decidido.

10 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Não teve a pontinha de sorte...mas tem o CD amigo sempre apto!

9.2.10  
Anonymous Croix said...

Vamos com calma.
Escorregar não é cair!

Carrega Benfica!!

9.2.10  
Blogger BoyGenius said...

Supostamente o lance mais simple do futebol!!

Dá realmente em que pensar!

9.2.10  
Anonymous Vitória do Benfica said...

Bem vistas as coisas. O Benfica, tem mais golos marcados que o ano passado, tem mais quatro pontos (sete) do Porto a um (menos dois) do Braga e muito menos golos sofridos que o ano passado.

Bem vistas as coisas o Benfica tem a melhor equipa dos últimos vinte anos a melhor defesa desde 92 e o melhor ataque desde o tempo de Ericksson.
Bem vistas as coisas, está a decorrer no tribunal de Lisboa um processo sobre a viciação da classificação dos arbitros.

Bem vistas, as coisas levam o seu tempo.

9.2.10  
Anonymous Anónimo said...

Bem vistas as coisas, sem as ajudas de que foram alvo em diversos jogos, estariam atrás do Braga e possivelmente do Porto.

9.2.10  
Blogger Coluna D'Águias Gloriosas said...

meu caro já me tinha lembrado disto e ia fazer um post sobre o mesmo assunto quando vi o Eduardo ontem defender aquele penalti....

neste aspecto como tu referes muito bem a 'sorte não está connosco'....

mas a sorte procura-se....

com actos e decisões....

por exemplo o Falcão no Porto falhou penaltis e deixou de os marcar....

no Benfica o Cardoso já falhou 3 penaltis importantes e vai continuar a marcar.....

isto é um erro que o Benfica pode pagar caro....

ele devia deixar de marcar os penaltis por um tempo indeterminado...

faltam 11 jogos e todos os pontos são valiosos.....

Cardozo nos momentos decisivos falha psicologicamente.....

e quando está cansado a execução do penalti não é a mesma....

saudações gloriosas

9.2.10  
Anonymous iBenfiquista said...

Discordo! O lance mais simples é o golo na própria baliza! :-))

Quanto aos penalties, deixem o Cardozo continuar a marcar. Não irá falhar um até ao final da época! Querem apostar?

9.2.10  
Blogger angelodias said...

Poder podia, mas não era a mesma coisa :)

9.2.10  
Blogger zephirus said...

Os "ses" são tão subjectivos que fazem deste post uma inutilidade.

9.2.10  
Anonymous David said...

É a chamada estrelinha e a verdade é que o Benfica não a tem tido. A excepção terá sido o jogo com o Vitória em Guimarães, onde ganhámos, mesmo não jogando bem. Nos restantes jogos as vitórias têm sido convincentes ou, pelo menos, totalmente justificadas (frente à Naval, por exemplo). E quase sempre que o Benfica baixou a sua qualidade de jogo, perdeu pontos (Olhanense, Vitória de Setúbal, Braga - em parte - e Sporting). Já o caso do jogo com o Marítimo foi um caso típico de falta de sorte do princípio ao fim. Um caso em que o resultado final não reflecte minimamente o que se passou em campo, porque o justo seria o Marítimo ter saído da Luz com um cabaz cheio.

A estrelinha é aquilo que faz as equipas ganharem pontos mesmo quando não o merecem. E essa estrelinha tem acompanhado o Braga, e de que maneira. É verdade que o Braga é hoje uma equipa muito competente a defender. Mas também é verdade que o caudal ofensivo não é impressionante. É uma equipa que tem tido muita eficácia e muita sorte (e talvez frieza) na hora da finalização. Assim se explicam tantas vitórias, quase todas com resultados do tipo 1-0, 2-0 ou 2-1, que valem na mesma os 3 pontos, mas que são reflexo de jogos equilibrados decididos por pormenores e por golos marcados nos momentos certos. Aliás, mesmo o resultado do confronto directo entre o Benfica e o Braga esteve associado a uma grande dose de felicidade dos minhotos. Em vários momentos do jogo, o Benfica justificou o empate, mas não o concretizou, enquanto o Braga teve a felicidade de marcar em alturas cruciais.

Se o Benfica fizer mais exibições medíocres como aquela que fez em Setúbal, vai precisar da estrelinha que tem acompanhado o Braga! Caso contrário vai perder pontos e atrasar-se na corrida para o título. Mas o melhor mesmo é que essas exibições não se repitam!! Costuma dizer-se que não há campeões sem estrelinha. Eu acho que o Benfica não precisa da estrelinha para nada desde que jogue sempre aquilo que pode!

9.2.10  

Enviar um comentário

<< Home