31/01/10

ALTA VOLTAGEM

Um contratempo de última hora impediu-me de estar na Luz pela primeira vez nesta temporada. Vi o jogo pela televisão, e só posso dizer que a qualidade do espectáculo e da exibição benfiquista me fez lamentar profundamente a ausência forçada.
Com Pablo Aimar e Carlos Martins em grande plano, o Benfica entrou forte e pressionante como a ocasião impunha. Rapidamente assumiu o domínio da partida, marcou um golo, e só a noite desinspirada de Óscar Cardozo evitou que a vitória ficasse assegurada ainda na primeira parte. Nem mesmo o golo de Nuno Assis arrefeceu o entusiasmo encarnado, e a torrente de futebol rápido e ofensivo não chegou a ser interrompida. Ao intervalo a igualdade era profundamente injusta para a equipa da casa.
Temia-se que não fosse possível manter a intensidade de jogo no segundo período, mas a verdade é que os dois excelentes golos de Carlos Martins acabaram por forçar o Vitória de Guimarães a abrir espaços, e catapultaram o Benfica para excelentes momentos de futebol. Se na primeira parte o Benfica tinha sido forte e afirmativo, na segunda chegou, a espaços, a ser brilhante, e podia perfeitamente ter construído mais uma goleada, algo que só alguma falta de sorte impediu de se verificar. Mesmo após a expulsão de Martins, foram os encarnados a criar as melhores ocasiões de golo, primeiro a remate de Cardozo completamente isolado, depois por Eder Luís, sempre com Nilsson a responder à altura.
Num momento marcante do campeonato, a equipa de Jesus respondeu presente, realizando, quanto a mim (se exceptuarmos uma ou outra desconcentração defensiva após o 3-1), uma das mais conseguidas exibições dos últimos meses. Diga-se que também o Vitória valorizou o espectáculo (em larga medida por via da grande prestação de Nuno Assis), ficando a dúvida sobre o que poderia ter acontecido se não se tivesse visto em desvantagem logo na fase inicial de cada uma das partes do jogo.
Elmano Santos, sem interferir no resultado, mostrou com uma irritante dualidade de critérios na marcação de faltas, que subtraiu pelo menos uns três lances de ataque ao Benfica. É verdade que Javi Garcia deveria ter visto cartão vermelho, mas também Valdomiro podia ter ido para o banho mais cedo.

6 Comments:

Anonymous Vitória do Benfica said...

Foi um grande jogo. Talvez um dos melhores desta época. Valeu a pena a deslocação de mais de 52 000 pessoas na Luz. Há noites assim, para Cardozo, mas o primeiro golo, talvez a SporTV não tivesse mostrado, foi de grande inteligência de Cardozo com Aimar, que foram capazes de baralhar Nielson.

è ainda de referir, que o Benfica marcou na segunda volta a estas duas equipas, mais seis golos que na primeira volta, tendo sofrido o mesmo número de golos 1. Bateu o Maritimo por 5 a zero, agora, e tinha empatado na primeira, bateu o guimares por 3/1 tendo ganho muito aflito com um golo de Ramirez quase ao cair do pano. E nesse tempo, Nelo Vingada, não organizava tão bem a equipa como Paulo Sergio a organiza agora.

Não concordo, Elmano Santos teve influência no resultado, prejudicou o Benfica, em vários lances e permitiu o anti-jogo, da equipa de Guimaraes. Ainda a miseravel claque deste clube que passou todo o tempo com impropérios para os adeptos do Benfica

31.1.10  
Anonymous Joao Dias Pereira said...

E mais uma vez a vitoria mostra que as mulheres, salvo muito raras excepçoes, nas quais ela nao se inclui, nada sabem de futebol, e quando querem mostrar que sabem, é o que se vê. Depois daquele momento em que uma suposta ferverosa benfiquista chama Eusebio da Silva Pereira ao melhor jogador de sempre do seu clube, esta tudo explicado. Desta vez voltou a meter água... Entao nao é que o Felipe Lopes(aquele que o lf ia seguir a carreira com atençao, porque suspeitava que viria para o Porto, mas, coitado do homem, já deve ter os relatorios cheios e o jogador ainda anda pela Madeira) agora mudou de nome para Felipe Alves? Oh vitoria dedique-se as tarefas domesticas, ai sim, deve fazer um bom trabalho...

1.2.10  
Blogger Sry Lanka said...

Assim se ganha...Sim Sim...e o Carlos Martins nem devia ser expulso pla entrada assassinar ao Assis, nem nada! Se fosse o Bruno Alves.....

1.2.10  
Anonymous Jota said...

Se o senhor Joao Dias Pereira quer criticar uma utilizadora deste forum pela sua alegada falta de conhecimento futebolístico, está no seu direito. Já se agradecia era um pouco menos de testosterona barata e fedor a macho latino de pacotilha...

1.2.10  
Anonymous Anónimo said...

Ehehe. A arte de bem branquear! Deves ter sido o dentista do Paulo Portas.

Lá tiveram que roubar o guimarães senão ainda empatavam..

1.2.10  
Blogger angelodias said...

Pois. Esqueces-te é de dizer que o Javi Garcia era expulso e seria penalty a favor do Guimarães com 1-1 no placard...Mas isso não interessa não é? Quem era o árbitro mesmo?

1.2.10  

Enviar um comentário

<< Home